História O brilho nos meus olhos - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sasusaku
Exibições 97
Palavras 2.995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem ^^
Boa leitura até as notas finais

Capítulo 4 - Capítulo 4


                       Sasuke

 

Sentir a luz do Sol sobre meu rosto.

 Abrir os olhos lentamente, sentir um peso sobre mim e logo  olho para o lado, me deparando com um ser de cabelos rosas, que usava meu braço  como travesseiro, tinha um de seus braços  em cima do meu peitoral  e sua perna na altura da minha cintura. Sorrir de canto ao vê  a situação. A observo e penso o quanto aquela pele leitosa seria macia. Seus cabelos rosas  tinha cheiro dos botões de cerejeira. Noto que a mesma não estava mais com aquela roupa cheia de sangue

trajava apenas uma blusa social masculina  que ficava um pouco acima do joelho.  Levanto a cabeça e olho  para baixo e vejo sua coxa torneadas e seu bumbum a mostra. Queria está de pé agora para vê-lo mais detalhado, olho novamente para cima, mas desta vez olhei na altura dos seus seios, que ficavam bem marcados na blusa. Estavam pontudos e era redondinhos, pelo o volume da blusa eles pareciam ser de tamanho médio. Olho novamente para seu rosto. Ela e lindamente exótica, toda aquela estudada no corpo da rosada me deixo excitado, coisa que nunca me aconteceu só observa alguém,  balanço minha cabeça tentando afasta aqueles pensamento. Enquanto me perguntava  o que acontecia comigo. Tiro meu braço  lentamente de baixo da cabeça  da rosada em seguida seu braço  do meu tórax e depois sua perna de minha   cintura e  lentamente  ficando sentado na cama, logo depois me ponho de pé. A rosada se vira na cama,  deixando seu bumbum a mostra. Usava uma calcinha rendada na cor verde, na verdade parecia um shortinho... eu não  gostava de verde, mas  na  rosada essa cor fica muito bem.

 Eu já estava em uma situação  humilhante apenas de olha-la dormindo, imaginem depois disso.  Precisava de um banho gelado, mas como tomaria? Estava com o tórax  enfaixado! Praguejei Sentindo vontade me soca. Fui até  o banheiro, joguei uma água  no rosto e escovei os dentes, sair do banheiro passando pela cama onde a rosada estava de bunda para cima a observei mais um pouco.

Não  podia fica assim por mulher nenhuma, dei as costa e fui em direção  a porta toquei a maçaneta, mas não  a girei. Soquei  a porta com raiva. Fui até a cama peguei o lançou  e joguei em cima dela. Desci as escadas lentamente, me apoiando no corrimão. Cheguei a cozinha e kakashi Estava lá,  tomando café acompanhado de Rin.

 

 

-Rin: Sasuke, Bom dia! Com se sente? -kakashi me observo. 

 

 

-Sasuke : melhor!- sentei em uma das cadeira

 

 

-Kakashi: e a moça? 

 

 

-Sasuke: dormindo... – Rin me servia uma xícara  de café

 

 

-kakashi: você  Vai a  casa dela hoje não  e ? – confirmo  com a cabeça. – mandei busca uma roupa para você em sua casa, sei que não  usaria uma minha – “ bom que sabe”, disse  mentalmente. -Rin providenciará  algo para Sakura. Sabe o tamanho dela?- o olhei.

 

 

-Sasuke: não! Mas pelo o que observei não  e grande. – kakashi me olhou com uma de suas caras de pervertido.

 

 

-kakashi: então  que dizer que andou observando  sua futura esposa.-  disse com um sorriso no rosto fazendo Rin sorrir também. Olho  mortalmente  para ele. - Bom seu dia será  cheio... – o mesmo para um pouco. - o sobrenome  da garota  Haruno ?- perguntou me olhando. dei de ombro, pois não me lembrava.  - se for então  provavelmente ela e filha de  Haruno Kizashi! Lembrasse dele?

 

 

-Sasuke: não!

 

 

-kakashi: ele trabalhava para seu pai. Estava quase sempre em sua casa, era advogado da empresa... era um dos caras que seu pai mais confiava. 

 

 

-Sasuke: Hm! – disse e me levantei da cadeira dando  as costa para eles e subir

 

 

                   Sakura

 

Abrir meus olhos e percebi que estava enrolada da cabeça  aos pés, estranhei! pois nunca gostei de dormir assim. Dava impressão  que estava me sufocando. 

Lembrei-me de sasuke e olhei imediatamente para o lado, mas o moreno não estava lá.

 Ouvir o barulho da porta se abrir e levantei a cabeça  para observa quem passaria. Um moreno com cara de desânimo  passa  por ela

 

 

- Sakura: Bom dia! – disse me espreguiçando, o mesmo me olhou pelo o canto dos olhos e sentasse na poltrona  colocando sua mão  em frente  o rosto e o apoiando nelas.- ta tudo bem? Sente dor?! 

 

 

-Sasuke: não!  - o olhei sem entender.

 

 

-Sakura: não  o que? Não  tá bem ou não  sente dor ?!

 

 

 

-Sasuke: to bem! E não  sinto dor.- disse sem ânimo e sem me olhar.

 

 

-Sakura: que ótimo, então  vou tira essa faixa de você! – disse quase pulando da cama, mas então  lembrei que eu estava só com uma blusa social se eu levantasse daquele jeito ele veria tudo. 

Tinha pego ela ontem dentro do armário  nem sabia de quem era, só a peguei. pois não consigo dormi de calça jeans. Sorrir  para o moreno sem graça.

 

 

-Sakura: T-Tem como pega minha calça  jeans, por favor! 

 

 

-Ssuke: não sei onde está, levantasse  e tire logo  isso de mim,  já te vir assim . – disse sem ânimo e sem me olhar, ainda tinha o rotos apoiado em suas mãos cobrindo  o nariz até o queixo. Sinto minhas bochechas queimarem. Não  levantaria  assim então peguei o lençol  e o enrolei em mim.

 

 

-Sakura: levantisse... – Sasuke levantou e virou as costa. Seu rosto não tinha ação  ou reação. Peguei uma tesoura e comecei a tira  a faixa o rodeando, até  que seu tórax começa  a aparecer  e uma barriga definida também. Não Havia prestado atenção  nisso ontem, mas hoje. Me reprimir mentalmente. Nunca tinha feito uma coisa dessa - pronto! – disse e ele se afastou, indo ate o banheiro.

 

 

-Sasuke: se arrume , vamos a sua casa –  fecha porta do banheiro e sento- me na cama me lembrando do dia anterior. Eu acabei me esquecendo por alguns minutos que eu teria de casa com sasuke. Sentei na cama sem animo, pensando como seria minha vida daqui para frente.

 

                 AUTORA N

 

Sakura estava sentada na cama. Quando ouvir batidas na porta, sakura limpa as lágrimas

 

 

-Sakura : pode entra!- kakashi,  Entre no quarto acompanhado e uma moça  morena.

 

 

-Kakashi: compramos isso para você, onde está  Sasuke?

 

 

-Sakura : para mim? Ele tá no banho. Peguei uma blusa social que deve ser sua ontem a noite. Estava no armário,  me desculpa ter pego sem pedir. 

 

 

 

-kakashi : não  e minha não,  ela e do sasuke. Ele sempre ficava nesse quarto quando vinha passa a noite  aqui. – sorri. - você tem que ir bem vestida a sua casa assim como saiu. – Sakura concordou com a cabeça. -Tem dois tamanho de lingeries ai, não  sabia qual o seu então  ficamos na dúvida. -Sakura cora  levemente.

 

 

-Rin: fui eu quem as escolhi, espero  que goste. –sorriu e sakura  sentisse mais aliviada

 

 

-Sakura :  tenho certeza que vou amar. – sorriu de volta.

 

 

-Kakashi: deixarei  a roupa de Sasuke aqui na poltrona.- Sakura confirma com a cabeça.  eles saem do quarto falando  que o motorista os esperava lá em baixo. Logo Sasuke sai do banheiro  com seus cabelos molhados, uma toalha em volta da cintura e outra em volta do pescoço. 

 

 

-Sakura: ka-kakashi deixo uma roupa ali para você!- Sasuke  confirma com a cabeça. – seque os ferimentos  bem.- entra no banheiro e se desfaz do lençol  que usou para cobrir seu corpo, em  seguida a desfez da camiseta ligando o chuveiro e deixando a água  cair por  todo o seu corpo e relaxando, mas logo se lembrou do que te esperava. Se seu pai disse sim que a deixaria se casar  com o uchiha , amanha  ela estaria casada com um pessoa que nem conhecia. Não  pensava em casa agora, queria primeiro termina a faculdade depois encontraria o amor da sua vida. Sorrir. Sabia  que o casamento  era defachadaa apenas para protege-la e proteger os seus pais. ficava se perguntando: “ o que aconteceria  se seu pai falasse que não?” a mesma desliga a agua e abre a porta do box pegando um roupão  Branco que estava pendurado ali. Após o coloca  e sai do banheiro procurando por Sasuke, mas o mesmo não  se encontrava alia.  Dez faz o nó  do roupão o  deixando cair no chão, ficando totalmente  nua. abre a sacola que  kakashi  e Rin havia trago para ela. Olhar as duas lingeries uma no tamanho P e outra no tamanho M. A mesma escolhe a de tamanho P.

 A M serviria também, mas  Preferia a mais justa que era na cor rosa bebê. A mesma coloca e logo  abre a outra sacola onde tinha um vestido branco  estilo bonequinha, com a saia pregueada    o que o deixava rodadinho.  era um pouco  a cima dos joelho e tinha maguinhas e botões de flores. marcava bem a cintura  e Caio feito uma luva em seu corpo. penteia  os cabelos  e pegou seu sapato e o colocou. Deu uma ultima olhada no espelho, respira fundo  e abre a porta do quarto saindo por ela.

 

Sasuke  estava sentado com sua típica  cara desânimo, esperava pelo a rosada o mesmo vestida  um termo feito por medida, na cor azul escuro. Ouvir o barulho irritante que fazia o salto do sapato de sakura  a o atingir o chão. 

 

-Sasuke: vamos – tenta levantasse do sofá  ao vê Sakura já no final e escada.

 

 

-Sakura: espera, tomou seu remédio? – Sasuke confirma com a cabeça enquanto levantar lentamente- eu te ajudo. -se aproxima segurando no braço dele e dando impulso  para que ele levantasse. Sasuke começa a nada e vai em direção porta, passa por ela com Sakura logo atrás.

 

 

-Sakura: espere não  vamos nós  despedir de Kakashi? 

 

 

-Sasuke : kakashi  não  esta mais ai. Depois que ser torna minha esposa o vera sempre. – o  moreno fala ainda  de costa para a rosada e continua andando até o elevador e entram no mesmo assim que ele chegar ao andar. Logo chegam ao térreo  e saem de dentro do prédio, vendo um carro preto a frente do mesmo, vão   até ele e adentram no carro. Sakura fala o endereço  e o rapaz da a partida.

A viajem seguia  tranquila, Sasuke  observar o nada e parecia tranquilo, já  Sakura estava inquieta. A menina pensava como seu pai reagiria, se ele disse não! O que fariam?  Não  queria que seus  pais tivessem que  viver  se escondendo  ou com medo 

 

-Sakura: Sa-Sasuke.- chan insegura enquanto  brincava  com seus dedos.

 

 

-Sasuke: fala... – diz seco sem olha-la. 

 

 

-Sakura: se meu oto-san  fala que não, oque faremos?

 

 

-Sasuke: ele não vai.- o mesmo fitava o nada.  Sakura o olha

 

 

-Sakura: como tem tanta certeza? -pergunta o olhando.

 

 

-Sasuke : conheço  seu pai desde de pequeno, ele não  me negara  a mão  de sua filha.- e Sakura arregalou os olhos. 

 

 

-Kido: senhor chegamos.-Sakura olha pela janela do carro, e vê sua casa, a mesma se pergunta como não  havia percebido que já estavam na frente  dela.

 

 

-Sakura: quer que eu te ajude a sair?! – olha para o lado mais Sasuke já não  estava mais lá. O mesmo já abria a porta para que ela pudesse  sair.- obrigada -  fala saindo do carro e entrelaçando  seu braço no do Sasuke.  -sabe que não pode está fazendo isso, pode não  está sentindo  dor, mas está  machucado e pontilhado – falava baixinho andando junto a Sasuke até a porta de sua casa. Sakura estava nervosa - de onde conhece meu oto-san? – a porta e  aberta e uma Mebuki com um  enorme  sorrir e revelada atrás dela. Sakura solta o braço  do uchiha e  abraça  a mãe  com força. 

 

 

-Mebuki: saky querida ta me esmagando. – sorri sentindo o perfume  do cabelo da rosada.- quem e o rapaz?- pergunta curiosa, enquanto desfazia do abraço  de urso de Sakura. 

 

 

-sakura: ah! esse é o Sasuke. 

 

 

-Sasuke: senhora Hahuno.-  oferece  a mão  e logo pega

 

 

-Mebuki: por favor chame -me  de Mebuki. – Sasuke confirma com a cabeça. - Bom vamos  entra. – Mebuki entra na frente, Sakura espera por Sasuke . A mulher os leva ate a sala onde Kizashi os esperava sentado.

 

 

-Sakura: Bom dia oto-san. – vai até o pai e faz uma reverência  o mesmo sorrir e a puxa para um abraço. Mas seu semblante logo muda ao vê um moreno chegando na sala.

 

 

-kizashi: quem é ele? – pergunta desfazendo o abraço e encarando o moreno. 

 

 

-Sasuke: Me chamo uchiha Sasuke senhor. Imagino que deva lembrasse de mim. – kizashi o observa da cabeça  a os pés  enquanto Mebuki o observava boquiaberta .

 

 

-Kizashi: você  realmente lembra seu pai, mas tem  mais de sua mãe.  Você  cresceu muito  rapaz, lembro-me de você, um pivetinho chorando atrás de seu irmão.  Soube   que assumiu a presidência  da empresa, como vão  as coisas por lá? – kizashi  sentasse e o oferece um sofá  para que o mesmo sentisse também. Sasuke faz o que o homem manda com a ajuda de sakura  que logo sentasse ao seu lado seguida por Mebuki. A menina  estava confusa , seu pai parecia conhecer bem o uchiha.

 

 

-Sasuke : está melhorando.- sem ânimo 

 

 

-kizashi: o que o trás  a minha casa? – pergunta e Sakura sente sua mão gela e as pernas tremeram

 

 

-Sasuke: vir pedir a mão  de Sakura. – kizashi o olha e em seguida olha para a filha que fitava o chão, os olhos de Mebuki estava arregalados, quase saltando para fora.

 

 

-kizashi: o pedido não  tem que ser feito a mim e sim a ela. Se minha filha aceita não  irei contra a vontade dela.- responde e Sakura  o olha surpresa – e então  Sakura responda o rapaz minha filha.

 

 

-Sakura : S-Sim eu quero me casar com ele.- diz e um aperto invade seu peito.- Sasuke  pega  mão  da menina enquanto tirava uma caixinha de veludo preta do seu balso, a abre e um anel com um pequeno diamante pode ser visto. Sasuke o coloca no dedo de Sakura sobre o olhar curioso de Mebuki, depois de posto  o mesmo beija a mão da rosada a deixando  corada.

 

 

-kizashi : quando se casaram.- pergunta chamando a atenção de todos para si. 

 

 

-Sasuke : amanhã  a noite, se o senhor permiti. – kizashi aperta os olhos.

 

 

-Mebuki: como assim?! Não.  tem que te tempo para organiza tudo.- quase pula do sofá 

 

 

-Kizashi: por que a pressa em se casar?-sakura abre a boca pra fala algo, mas Sasuke se adianta. 

 

 

-Sasuke : quarta-feira estarei indo para Chicago. E uma viajem de negócios sem data de retorno. Não  quero fica longe de sakura, e correr o risco de perde-la ou passa anos longe dela.- reponde e Kizashi sorrir satisfeito com a resposta.

 

 

-Kizashi : um dos motivo que vou permiti esse casamento as praças  e pela grande amizade que tive com seu pai outro dele e por que não  quero vê sakura triste por esta  longe de você rapaz, mas peço que cuide bem de minha filha.- Sasuke confirma com a cabeça. -mulher nos sirva algo para bebê, vamos comemora o noivado de nossa flor.- Mebuki  confirma com a cabeça. 

 

 

-Mebuki : Sakura me ajuda?  -não  espera nem a resposta e a puxa pelo a mão. – Sakura  praticamente e arrastada pelo a mãe  até a cozinha.- você  não está  grávida não é ?- pergunta uma Mebuki com cara de brava.

 

 

-Sakura: mais e claro que não!  nunca tivemos contato íntimos mamãe – disse um pouco corada.- o que te faz pensa assim?

 

 

-Mebuki: uffa! Seu casamentos  apressado. Não  e normal um casamento as praças  deste jeito.-sakura da as costa e fingi  está pegando bebida para desfaça 

 

 

 

-sakura: eu sei, mas ouviu o Sasuke-kun,  não  queremos fica um longa do outro.

 

 

-Mebuki: saky por que não  nós  contou que estava namorando?

 

 

-Saskura: an... Sasuke  e muito ocupado, e eu queria não  só conta, queria o apresenta para vocês. -disse virando  e sorrindo sem jeito para sua mãe. 

 

 

-Mebuki: entendi, mas agora deixe- me vê esse anel.  – fala pagando  a mão  da menina. – e lindo saky, assim com seu noivo.- a abraçar.  – parabéns! sabe filha já estava na hora.

 

 

-Sakura: mamãe! – Mebuki sorrir.- acho que vinho serve né? – Mebuki pega as taças  e as duas voltam para a sala, onde tinha dois homens falando  sobre negócios.  As duas servem a bebida, sakura tomara apenas  suco todos brindam ao casamento da rosada. 

 

 

- Mebuki: não  demorem para me da  netos.- diz mulher fazendo  Sakura engasgar. 

 

 

-Sasuke: assim que sakura termina a faculdade. -sakura o olha surpresa. - Bom tenho que ir. Reunião  de negócios  hoje e ja estou atrasado. – cumprimenta seus futuros sogros  e vai em direção  a porta. Seguido por Sakura.

 

 

-Sakura: você  vai trabalha hoje? Deveria  ir para sua casa e descansa.- sente sua cintura ser enlaçada e logo e puxada para perto do moreno.- o que tá fazendo? – pergunto olhando para as duas ônix que penetrava seu olhar 

 

 

-Sasuke : sua mãe  está  nós  observando pelo a janela. – Sakura estava corada e ficou mais ainda.

 

“que situação  em mãe.” Fala mentalmente 

 

-sakura: não  deveria ir trabalhar hoje.- fala baixinho sentindo a respiração do moreno e perdida nós  olhos escuros do mesmo.

 

 

-Sasuke: preciso  ir.- responde com a voz rouca e tomando os lábios  da rosada para si. O beijo e lento, parecia que estavam se  conhecendo  um os lábios do outro  e então vão  parando o beijo e depositando selinhos lentos e demorados deixando as testa colados e de olhos ainda fechados e abraçados ambos começa começam fala baixinho.

 

-Sakura : en-então  Não  se esforce e tome os remédios  no horário – fala baixinho e ofegante ainda com sua testa colados na de Sasuke e os olhos fechado sentindo a respiração  do moreno. Sasuke apenas deposita mais um beijo nós  lábios da rosada puxando seus lábios e logo os soltando

 

 

-sasuke: tchau! – deposita um selinho nos lábios  da mesma e a solta, percebendo uma sakura totalmente corada e com os olhos ainda fechado, parecia esperar por mais.  Sakura abre os olhos lentamente e vê apenas as costa do moreno, observa o mesmo entra no carro e logo vai em direção  a porta de sua casa, respira fundo, pós  sabia que sua mãe  tinha os visto e gira  a maçaneta. 

 

 

 

 

                   Continua....


Notas Finais


Comentem por favor bjuss suas opiniões sao muito importante para mim


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...