História O brilho nos meus olhos - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sasusaku
Exibições 92
Palavras 1.049
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um cap um pouco chatinho, mas como sempre necessário para o decorre da fic
Boom Boa leitura

Capítulo 5 - Capítulo 5


                    Sakura

 

Girei a maçaneta e entrei, tive a leva impressão  de está sendo observada. Porém  não era so  impressão  minha okasan, me olhava. Seus olhos parecia olhos de coruja, enquanto meu otosan lia algo no jornal como se nada tivesse acontecido. 

 

 

-Sakura: Bom se precisarem de mim estarei lá em cima.- disse e nem  cheguei a pisa no primeiro degrau da escada e  ouvir o grito de desespero da minha okasan.

 

 

 

-Mebuki: COMO ASSIM ? temos que forca  no vestido, seu casamento já  e amanhã! 

 

 

-Sakura: mas okasan....

 

 

-Mebuki: mas nada.- aproximou-se e nós  duas subimos as escadas.- sakura você não pode casar-se com  um vestido qualquer. – falava enquanto subia as escadas.

 

 

 

-Sakura: mais oka-san,  não terá  ninguém  no meu casamento ah não  ser nós.

 

 

-Mebuki: mesmo assim.- chegávamos  ao fim da escada.

 

 

-Sakura : tudo bem okasan! -disse me rendendo, pós  sabia que minha  okasan não  desistiria.- vou só liga para Ino para que ela nós  ajude , sabe ela entende muito de moda. – minha mãe  apertou os olhos. Sorrir -não  que você  não  entenda, mas é que uma opinião  a mais e sempre boom. – ela confirmo com a cabeça e me deu as costa! 

 

 

-Mebuki:  minha filha vai casaaaar. – Sai cantando pelo o corredor, sorrir da situação  e entrei no meu quarto  fechando a porta atrás  de mim suspirando me encosto na mesma.

 

                    AUTORA  N

 

 Sasuke Sorrir por dentro  ao vê a situação da  rosada  após a encenação que tivera de fazer. Entrou no carro e seguiu viajem até a Uchija P.D. a viajem fora tranquila. Saiu do carro e entrou no prédio, sendo observado por várias funcionárias  que ali se encontravam , pegou o elevador saindo do mesmo  no andar  décimo  quinto  e em seguida entrando  na sua sala fechando a porta atrás  de si e indo até  sua mesa e sentando  em uma cadeira com dificuldade  por causa da dor. Ouvira a porta ser Aberta e um Marada Uchiha  passa por ela fumassando .

 

 

-Sasuke: não  sabe bater?!- olhava para a janela ainda sentada

 

 

-Madara: onde estava seu moleque? – esbravejou

 

 

-Sasuke : não  lhe devo satisfação,  mas estava na casa de minha noiva. Está convidado para o casamento  que será  amanhã " Oji-san ". – disse virando a cadeira deixando  de frente para seu tio.

 

 

 

-Madara: o que? 

 

 

 

-Sasuke: o que ouviu.

 

 

-Madara: pare de brinca!

 

 

-Sasuke : não  estou! 

 

 

 

-Madara: quem  é a garoto? E no mínimo  influente de família rica ? 

 

 

-Sasuke: não... você  deve lembrasse do pai dela, ele trabalho  aqui muito tempo. Se chama Haruno Kizashi. 

 

 

 

-Madara: você  e um incompetente, nem mesmo  pra escolher uma noiva sabe. O que vai me dizer que se apaixonou! Você pode ter toda a mulher quiser

 

 

-Sasuke: estou me casando com a que quero.  O incompetente aqui não  sou eu, você quem afundou  a Uchiha. Eu to tirando da lama

 

 

-Madara: Muleque. – disse levantando a mão. 

 

 

-Sasuke: não  ouse ojisan. – segura a mão  e em seguida saio da sala. Dando de cara com Kakashi. 

 

 

-Kakashi: como foi lá ? Entregou o anel  para Sakura.

 

 

 

-Sasuke: não  enche .- disse passando na frente de Kakashi. 

 

 

-Kakashi: que bicho te mordeu em ?-segura o braço  do rapaz. 

 

 

-Sasuke : deu tudo certo, me casarei com ela. Fiz a ceninha deplorável  que me falou para fazer. Satisfeito?! Puxou o braço  saindo.

         Kakshi o observou até  que ele sumisse, em seguida viu Madara  sair da sala de Sasuke  e já imaginou o que deveria te acontecido ali.

 Sasuke,  pediu aa chave do carro ao motorista que havia o deixado  ali, entrou no carro e deu a partida, parando em frente uma boate entrando na mesma.

 

 

-utaka: Sasuke-Kun -disse se aproximando. 

 

 

-Sasuke: to subindo.- a mesma confirma com a cabeça

 

 

-utaka: mandarei alguém para lá.  – disse mas não  obteve resposta. O mesmo entrou em um dos quarto, tirou  uma saquinho preto do bolso depositando um pó  Branco sobre uma mesa, aproximou o rosto da mesma, tampando o lado  esquerdo do seu nariz, inalando e sujando  com o lado direito todos o pó  dali de cima, em seguida levantando a cabeça para cima respirando fundo. Ouve a porta se aperta  uma moça de cabelos pretos entra por ela. O mesmo enche o copo de whisky  e o toma em seguida se despindo e já sem roupa jogando- se na cama.

 

 

-Sasuke: o que tá olhando, comece a trabalha... não  me beija, não  me toque. Quanto ao meu amiguinho aí em baixo pode começa o engolindo.- disse e a moça se aproximou  tirado a roupa enquanto o mesmo estava deitado usando sua mãos  como travesseiro e olhando pra o teto.

 

                SASUKE

 

Pensava o que minha noiva fazia agora, será  que me traia também?-  sorrir de canto ao pensa assim e logo sinto meu amiguinho ser engolido pelo a prostituta ali presente. 

 

                   Sakura

 

Mexia no anel que fora posto em meu dedo, enquanto me lembrava do beijo que Sasuke  me deu. Sabia que tinha sido pura encenação da parte dele, mas é minha... bom acho que eu levei um pouco  a sério. Esse fora meu primeiro beijo. Eu sei e humilhante se BV aos 19 anos, mas minha única paixão  sempre fora  a medicina, nunca tive tempo para pensa  em garotos muito menos sair com um. Nunca me interessei  por nenhum. Me sentia uma boba, Sasuke  concerteza avisa percebido o modo  como fui entregue a ele, mas não  foi sentimento, apenas queria que meu primeiro beijo fosse algo real de verdade para mim.  Ouvir batida na porta e Ino entrando logo após 

 

 

-Ino: aaah testuda me conta tudo? Deixa eu ve esse  anel. Eu deveria ter te ajudado a salva-lo so assim quando ele acordasse ele me escolheria. 

 

 

 

-Sakura: ino respira tá! Bom não tem muito oque  fala... vou me casa amanhã. – o queixo de ino foi ao chão 

 

 

-Ino : como assim pirou? Você  conheceu ele ontem. 

 

 

 

-Sakura: xiii. Meus pais não  sabe que conheci ele ontem. Se eles sonharem eles jamais vai  deixa.-  Eu queria conta toda a verdade para Ino , mas a mesma era bocuda e poderia  acaba falando demais sem percebe. Assim como Sasuke, não  queria envolver mais ninguém nessa história  louca.

 

 

-Mebuki: prontas  para ir as compras.- pergunta entrando  no quarto animada desviando o rumo da conversa.

 

-Ino : vamos logo que o dia passa voando.

 

      

                  Continua...


Notas Finais


Gente por favor deixam suas opinião ela me ajudam muito. Fico super animada quando comentam e minha imaginação vai lá em cima rsrsrs resultando em escreve caos mais rápido e os posta com mais frequência na semana, então vamos la me ajudam ai. Até os comentários então


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...