História O Caçador e a Caça - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amizade, Caçadores, Conflito, Dons, Especiais, Proibido
Exibições 16
Palavras 761
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oie! Me desculpem pela falta de criatividade e a demora. Garanto, para o próximo capítulo: beijos, jogos, festinha e idéias mirabolantes da Bianca.

Capítulo 7 - Compras 😧


Cheguei em casa e simplesmente me joguei na cama. Pude sentir meu chato irmão mais velho me observando. Nem liguei.

Não sei porque exatamente estava chorando: ele me convidou pra ir ao baile, isso não é ótimo? Não. Absolutamente não. É se ele pensar que isso significa que quero ficar com ele. Quer dizer, não como amiga e sim como algo a mais? O quê eu faço?

Nesse momento, parecia que minha cabeça ia explodir! Tantos pensamentos passando pela minha cabeça. São tantas possibilidades, tantas coisas que podem estar passando pela cabeça de Diego neste exato momento. 

- Pronto! - ouvi meu irmão falando.

- Sai daqui! - me virei e taquei um travesseiro 

Foi então que percebi que meu irmão estava falando com outra pessoa. É adivinha que era? A Bianca!

- Eu venho aqui te ver e é assim que você me recebe? - ela fingiu estar indignada.

Pude perceber que ela estava levemente ruborizada. O que eles estavam fazendo? (~*_*~)

- O-obrigada Jon. - Que melação! Eca! - Pode nos deixar sozinhas um minuto?

- C-claro! - O boiolinha falou, todo vermelho, pra variar. Que casalzinho ruborizado! 

Bianca fechou a porta e começou a dar gritinhos histéricos.

- Ei! Abaixa a bola ai, ruiva retardada. - depois que falei isso, ela franziu O cenho.

- Eu não sou retardada!

- Falou, mas sã você não está e inteligente você não é. - murmurei

- O que disse? - a louça me lançou um olha assassino. Esse deu medo mesmo.

- Nada. - fingi um sorriso inocente - Veio fazer o que aqui? E, por mais que eu vá me arrepender de perguntar, por que ficou tão histérica?

- Adivinha quem foi convidada pra ir ao baile pelo seu irmão? - só faltava a ruiva vomitar arco-íris. Pelo amor de Deus!

- Sinto pena de você. - dei tapinhas em seu ombro. Coitada.

- Pena? Seu irmão é um gato! - Bianca ficou pulando que nem doida. Essa ruiva é maluca!

- Ele até que dá pro gasto. - fiz cara de desapontada  É me joguei na cama - Mas você merece coisa melhor.

- E nós vamos fazer compras!

Só faltou a Bianca me arrastar pelos cabelos. Eu não queria ir mas ela insistiu e fez aquela carinha de cachorro pidão. Não resisti. Essa garota é muito chantagista.

 

Estou precisando quebrar alguns braços, fiquei meio molenga ultimamente. No caminho, contei pra ela (graças a outra carinha fofa de cachorro pidão) o que aconteceu com o Diego.

- Sua burra! - ela gritou comigo.

- Hã? - fiquei abismada. Bianca falando dessa forma?

- Por que você saiu correndo? Devia ter aceitado!

- Mas eu não quero que ele pense que temos algo!

- É só um encontro entre amigos, eu também vou estar lá. Não se preocupe! - tranquilizou-me a ruiva.

Acho que ela tem razão. Como eu fui idiota!

- Agora vem. - chamou Bianca - Amanhã você vai aceitar esse convite e vai ao baile. Temos que comprar um vestido.

- Ninguém merece! - resmunguei.

Entramos numa loja com fama de ser a "Melhor da Cidade". Bianca pegou uns 20 vestidos pra experimentar. Apenas fiquei olhando e dando opiniões sobre os vestidos cheios de babados e "frufrus" que ela escolhia.

- Meu Deus Bianca! Que vestido é esse?? - quando falei isso, a atendente me olhou com cara feia. Tive de segurar o impulso de socar aquela carinha de Barbie - Tira isso! Você ta parecendo um bolo de casamento!

- Você ta pensando que me engana, deixando de provar os vestidos? Entra logo no provador! - ela começou a gritar comigo.

- Eu não quero um vestido de princesinha! 

- Tá bom, eu só trago coisas pretas ok?

- Agora sim! - entrei no bendito provador, enquanto aquela Barbie Ruiva jogava vestidos pra mim.

Provei todos, mas nenhum deles me atraiu. Fiquei olhando em volta, até que finalmente o achei.

O vestido perfeito!

- Vai ser esse! - peguei o vestido e mostrei pra Bianca.

- Se você diz... - Ela deu de ombros - Pelo menos consegui fazer você comprar um vestido.

Pagamos as compras e fomos pra minha casa. Bianca combinou de ir dormir lá.

- Melanie cheia de sacolas?!? - Jon fingiu estar impressionado - Bianca você faz milagres.

- Pois saiba que a milagrista aqui teve uma idéia! - a ruiva saiu correndo escada acima, com cara de empolgada.

- "Milagrista" ? Essa palavra existe? - Meu irmão questionou pra mim.

- Sei lá!

Só sei de uma coisa: a Bianca vai aprontar alguma.


Notas Finais


E as tretas começam no próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...