História O Caçador e a Caça - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amizade, Caçadores, Conflito, Dons, Especiais, Proibido
Exibições 15
Palavras 817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Hospital


Acordei com a visão meio embaçada. Escutei uma voz masculina desconhecida, provavelmente um médico, dizendo:

- Ela está bem, apenas tinham 3 pregos em seu estômago. Já a retiramos e ela está estável. Como isso aconteceu?

- Ela está acordando! - disse uma coisa ruiva na minha frente.

- Bianca? - perguntei dentando levantar mas tudo girou e eu caí. 

Senti mãos grandes, quentes e cuidadosas me ajudando a levantar lentamente e com cuidado. Minha visão ficou clara e ví que era o Diego. Estava numa cama de hospital, com soro no braço. Já estava de dia, mas todos os meus amigos ainda estavam de pijama. 

Todos haviam ficado pra me ver. Senti-me diferente, como se os conhecesse havia séculos. 

- Você está bem maninha? - perguntou Jon

- Sim Rapunzel. - rí de minha própria piada, mas senti dor no estômago ao fazer isso.

- Cuidado! - a mesma voz de doutor de antes me alertou, vindo de um homem de cabelos grisalhos. - Você fez uma cirurgia no estômago recentemente. Terá alta ainda hoje, mas terá de tomar uns remédios em casa.

- Vou garantir que ela tome todos, Doutor. - meu irmão disse.

Alguns alertas e remédios depois e eu estava em casa. Jon foi buscar as roupas de todo mundo de carro, resolvemos nos arrumar todos na minha casa para o baile. Meus amigos se revezavam: enquanto dois tomavam banho (temos dois banheiros em casa: um no meu quarto e um no de Jon), os outros ficavam me vigiando. Alec, Jon e Bianca fizeram birra pra não sair de perto de mim, Diego se recusou a sair do meu lado.

- Vão logo! Estou bem! - reclamei com eles.

Primeiro foram Diego e Jon. Enquanto eles tomavam banho, eu comia pizza gelada assistia The Walking Dead (amo!).

- Vai te fazer mal comer tanta gordura. - Alec disse, tirando a pizza da minha mão.

- E, que eu saiba, você não é meu pai! - peguei a pizza de volta.

- Não sei como você consegue ver todo esse sangue e zumbis. - falou Bianca, cobrindo os olhos com a mão.

- Não sou igual você que só gosta de unicórnios e coisinhas fofas! - respondi - E o maior problem nem são os zumbis, e sim os humanos. Principalmente aquele governador filho da mãe!

Então me lembrei do pingente. 

- Onde vocês colocaram meu pijama? - perguntei.

- Tínhamos trazido do hospital e deixado na lavanderia. - a ruiva respondeu.

Não me importei com dor no estômago ou sei lá o quê. Por ter poderes, me curo mais rápido. Saí correndo até a lavanderia. O pijama ainda estava do lado de fora da maquina de lavar. Olhei nos bolsos e o pingente ainda estava lá. 

Saí correndo da lavanderia até o meu quarto e tranquei a porta. Peguei uma roupa suja que estava enfiada no Guarda-roupa e limpei o sangue do pingente. Era uma caveira toda branca usando uma coroa. Não entendi o que significava, mas sabia que estava tudo muito estranho. 

- Mas o quê....? - me virei e ví o Diego, só de toalha.

Esqueci que ele tinha vindo tomar banho no meu quarto! Ele tomou um susto e acabou largando a toalha. Fiquei de olhos arregalados como dois píres. Virei pro outro lado.

- Me desculpa! - falei ainda de olhos fechados, virando a cabeça pro outro lado.

Escutei um barulho de porta batendo. Assim soube que ele havia entrado no banheiro de novo. Sai do quarto, fechando a porta ao passar. Desci as escadas e ví Alec e Bianca me olhando com sorrisinho maliciosos. Senti minhas bochechas queimarem.

- Sabíamos que ele estava tomando banho no seu quarto. - Bianca confessou. - Por isso não te impedimos.

- VOCÊS TEM O QUE NA CABEÇA? - gritei.

- O que aconteceu? - era Jon, que já havia saído do banho. 

- É que a Melanie viu... - nem deixei Alec terminar de falar. Pulei em cima dele, segurando-o pra não falar nada.

- Esquisitos! - Jon foi até a cozinha, provavelmente pegar algo pra comer.

Virei pra ruiva e pro purpurina, os fuzilando com os olhos. 

- Por causa de vocês, eu ví! - susurrei.

- Viu ele de toalha? - Bianca perguntou.

Não falei nada, apenas corei. Eles entenderam o recado.

- VOCÊS FIZER...  - Bianca começou, mas eu a impedi.

- Não, sua retardada! - gritei. - Ele acabou derrubando a toalha com o susto e eu saí correndo! - voltei a susurrar com eles.

Escutei barulho de Passos na escada. Me virei e ví o Diego, que corou assim que me viu.

- Bianca vêm! - puxei ela pelas escadas. Passamos direto pelo Diego, entramos no meu quarto e eu bati a porta.

- Admite que você gosta dele! - a ruiva exclamou.

- Cala a boca Bianca! - gritei com ela - Temos um baile pra ir hoje a noite!


Notas Finais


Eita...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...