História O caminho, o despedaçar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 1
Palavras 321
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Mistério, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Ola saquinhos de suco! (sim eu vou chamar vcs assim) esse texto foi meu ponto de escape para uma situação, então provavelmente não esta mt bom, enfim, espero que gostem ^^

Capítulo 1 - Capitulo unico


Sabe aquele aperto no peito que ocorre quando sentimos falta de algo? ou quando fazemos besteiras que não tem como consertar? é como se desse para ouvir nosso coração se romper de todos os ligamentos que o mantinham vivo e se desfazendo na agua que escorre pelo nosso rosto, nos deixando apenas com a tristeza e o vazio....

Todo dia esse órgão inexistente se renova dentro de nos, cada vez mas sensível ou endurecidos por suas experiências, todo dia ele procura uma nova esperança no seu viver se arriscando a novas simulações de morte, se arriscando a novas dores

Por que ele acredita que em uma nova vida, ele possa ser feliz, mesmo que tropece em pedras no caminho, mesmo que quebre ou que se despedace, porque ele não pode perder a esperança. Ele mantém a fé que depois de todas suas mortes, de todas as vezes que se despedaçou, que perdeu batalhas contras as sombras ou se sentiu no leito da morte.

Ele continua determinado a vencer essa guerra, ele continua determinado a enfrentar a si mesmo todos os dias para que possa encontrar sua felicidade, para encontrar o amor que tanto deseja para consertar suas feridas e impedir seu despedaçamento diário, impedir que a dor volte.

Quando encontrar o que procura, encontrara a chave para o seu próprio paraíso, as trevas nunca te deixaram, mas estará protegido por um escudo reluzente que ira te proteger todos os dias e te guiara a constante vitória.

Um escudo feito de amor, carinho, amizade, que é formado por cada pessoa que dedica um pouco do tempo para te fazer sorrir, assim como elas, vc tem que as fazer sorrir, para que seu escudo nunca pare de brilhar, e você se perca nos pecados da humanidade, se juntando ao vazio literal, afinal, é o espaço destinado as almas desistentes, aqueles que desistem de si mesmo e passam a atormentar outras almas do trajeto
 


Notas Finais


eae? oq acharam? foi a primeira vez que escrevo algo desse tipo, espero ter agradado!

até a próxima!

bjs ensucados


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...