História O casamento da minha ex mulher - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Hailee Steinfeld, One Direction, Selena Gomez, Tori Kelly
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Hailee Steinfeld, Harry Styles, Lauren Jauregui, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Tori Kelly
Tags Brigas, Camren, Casamento, Drama, Morte, Revelaçoes, Traição
Visualizações 479
Palavras 2.610
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pessoinhas, eu nem demorei tanto dessa vez eu acho jdjdjdi
Enfim, eu quero dizer que só mais alguns capítulos e a fic acaba, por incrível que pareça comecei essa fic ano passado e eu quase desisti dela então muito obrigada por todos os comentarios e por todos os favoritos.

Capítulo 33 - Best Girlfriend in the world


               Demi Pov's 

 Não sei em que ponto minha vida começou a se tornar essa grande bola de neve, era como se um problema atraisse o outro desse jeito tornando minha vida praticamente um inferno, talvez tenham começado quando meu pai abandonou minha mãe, eu não saberia dizer e aposto que ninguém teria a resposta para essa pergunta.

 Eu simplesmente não aguentava chegar em meu apartamento sabendo que eu não encontraria a pessoa que eu queria, mas ainda assim eu tinha Selena e incrivelmente isso me fazia me sentir pior ainda, era como se estar com Selena me afundasse cada vez mais em um mar de culpa da qual eu não conseguia me livrar e talvez essa era a parte mais assutadora.  Veja bem, não é como se eu gostasse da idéia de magoar Selena, mas que outra opção eu tinha? 

Eu apenas não a amo e fingir que meus sentimentos por Camila vão sumir de um dia para o outro claramente não esta me ajudando em nada.

 - Você esta estranhamente quieta - Sofia murmurou me tirando de meus devaneios 

- Achei que gostasse mais de mim calada - Respondi dando de ombros.

E era realmente verdade. 

Sofia sempre reclamava quando eu tentava puxar algum assunto com ela, para ser sincera, Sofia sempre me odiou, eu tentei o meu melhor para tentar mudar isso, mas não consegui. Desde que ela se mudará para a mansão novamente para cuidar de Alejandro eu tenho tentado me aproximar de Sofia, simplesmente porque o pai dela havia me pedido para que eu fosse legal com a garota, mesmo ela tornando quase impossível termos uma boa convivência.

 - Você esta certa - Ela disse indiferente 

 Não entendi o motivo de Alejandro ter me mandado ir buscar Sofia na escola, ele poderia ter mandado seu motorista busca-la, iria poupar meu tempo e Sofia não teria que me aturar. 

 Um silêncio incomodo pairava sobre nós já que estranhamente Sofia nem ao menos ligou o rádio e por incrível que possa parecer ela não esta ignorando a minha presença.

 - Você não acha estranho papa ter mandado você ao invés do motorista dele? - Ela questionou e eu podia sentir seu olhar sobre mim.

 - Não costumo questionar os motivos do seu pai - Respondi mantendo minha atenção na estrada.

Não é como se eu não questionasse, mas eu preferia questionar as decisões de Alejandro somente para mim mesma, ninguém precisava saber que eu não confio mais nenhum pouco nele, muito menos a sua filha que aparentemente tem uma certa admiração por ele.

Sofia não disse mais nada o caminho inteiro, nem ela e muito menos eu estavamos afim de falar algo, até porque não tinha muita coisa a ser dita

 Não demoramos muito para chegar na mansão e tanto eu quanto Sofia franzimos o cenho quando vimos Alejandro parado na porta de entrada nos esperando. 

- Obrigado por traze-la - Ele disse assim que estavamos um ao lado do outro. - Sofi, me espere lá dentro. 

 Sofia sem nem mesmo pestanejar entrou para dentro sem nem mesmo se despedir de mim.

 - Qual o problema? - Questionei realmente confusa ao notar o pequeno sorriso que teimava escapar por seus lábios.

 - Vamos conversar em outro lugar - Ele murmurou e saiu em direção ao seu carro, não me dando a chance de falar algo. 

 (…) 

 " Se ao menos conseguíssemos enxergar a infinita cadeia de consequência que resulta das nosssas pequenas decisões. Mas só percebemos tarde demais, quando percebemos é inútil"

Essa citação nunca fez tanto sentido como agora. 

Se eu tivesse sido esperta, teria me livrado ou simplesmente me afastado de Alejandro enquanto ainda era tempo, mas agora eu estava em suas mãos. 

Ele dizia que eu tinha opção de escolha, mas sabemos que aquilo não era realmente verdade. 

 Eu não fazia a mínima ideia de como Alejandro tinha descoberto de que eu, digamos assim, peguei uma quantia empresta de um certo cliente meu, até porque eu não tinha dito isso para ninguém e eu tinha feito tudo certo, eu não deixei rastros, mas aparentemente eu estava errada porque a ultima pessoa que eu queria qur descobrisse agora sabe um de meus segredos e isso não poderia ser pior em um momento como aqueles. 

 (…)


              Camila Pov's


 2 semanas e meia.

 Fazia duas malditas semanas e meia que eu estava sem ela.

 A vontade que eu tinha era de simplesmente pegar um vôo até Madrid e ir de encontro a Lauren, mas eu tinha responsabilidades e eu sabia disso, mas isso não tornava as coisas mais fáceis. 

 Eu não havia percebido que estava tão dependente de Lauren até que eu tive que ficar sem ela e apesar das ligações frequentes eu ainda sentia como se fizesse anos que eu não falava com ela, mesmo que eu estivesse conversando com ela a 1 hora atrás.

 No momento eu estava em uma pub com Normani, Dinah, Harry, Louis e Niall já que segundo eles eu precisava urgentemente me divertir, e bem, eu posso afirmar com toda certeza que não estava sendo nada divertido para mim ter que ficar vendo o casal Norminah e o casal larry se pegando enquanto eu e Niall ficávamos de vela.

 - Eu não sei porque eu vim - Niall resmungou com uma careta enquanto observava Harry e Louis praticamente se engolindo em nossa frente.

 - Talvez de tempo de desistir - Murmurei baixo enquanto observava Normani e Dinah se pegando. 

 Para o nosso azar, Niall não foi o único que ouviu o que eu falei já que no momento seguinte Dinah se separou de Normani e me lançou um olhar assassino me fazendo engolir em seco.

- Nenhum dos dois vai sair daqui - Dinah disse autoritária 

Olhei para o loiro ao meu lado que tinha os olhos arregalados e eu aposto que ele nem tinha percebido que tinha prendido a respiração. 

Prendi a risada que estava querendo sair e encarei Dinah da forma mais séria que consegui no momento.

 - Eu preciso ir trabalhar amanhã China - Eu disse na tentativa de faze-la me deixar ir para o meu apartamento.

-Todo mundo tem que ir trabalhar amanhã Walz - Dinah retrucou

 - Camila todo mundo aqui sabe que você quer ir embora somente para se deprimir deitada na sua cama e assistindo algum filme romântico idiota e comendo besteiras - Normani disse me olhando entediada.

 A pior parte é que ela estava realmente certa e eu não tive como argumentar contra aquilo, eu realmente fazia isso. 

Quando eu não estava no hospital, eu estava em casa me deprimindo e comendo besteiras, Deus! Parecia que eu havia acabado de terminar um namoro, quando na verdade minha namorada estava apenas fazendo uma viagem a negócios, uma viagem que já durava 2 semanas e meia devo acrescentar.

 - E além do mais - Harry finalmente entrou na conversa - Ficar esse tempo longe de Lauren vai te fazer bem. - Ele disse e eu franzi o cenho em confusão 

- Como diabos ficar longe de Lauren vai ser bom pra mim? - Perguntei ainda sem entender 

- Vocês estavam muito grudentas - Respondeu como se não fosse nada demais 

- Estavam praticamente morando uma na casa da outra. 

 - Isso é verdade Walz - Dinah concordou com Harry - Quando você não estaca na casa de Lauren, a branquela estava em seu apartamento. 

Todos na mesa concordaram e mais uma vez eu não pude argumentar contra aquilo novamente.

 Eu não podia negar que nós meio que aceleramos as coisa, mas não é como se para mim aquilo fosse um problema e se Lauren não falou nada comigo sobre aquilo era porque para ela também não estava sendo um problema. 

 - Apenas se divirta Mila - Normani disse suavemente com um pequeno sorriso. 

 - E quanto a você Niall - Louis disse encarando o loiro que se mantivera quieto durante a conversa - Precisa se divertir também. 

 - E não venha dizer que precisa ir trabalhar também porque não vai colar - Harry disse quando Niall estava prestes a falar. 

 - Vocês são um saco - Ele disse revirando os olhos. 

Não pude evitar soltar uma risada quando vi Dinah mostrar a lingua para Niall, quantos anos ela tinha? 7?

 - Normani como é ter que cuidar de duas crianças? - Zombei fazendo todos derem risada, menos a polínesia que me olhava com uma falsa expressão ofendida em seu rosto. 

 - Se foder ninguém quer, né? - Dinah questionou semicerrando os olhos em minha direção. 

-Ela até quer, mas Lauren não esta aqui -Niall respondeu fazendo todos gargalharem 

 - Seu traidorzinho - Eu disse apontando um dedo acusatório em sua direção 

- Desculpe Mila - Ele respondeu levantando as mãos em sinal de rendição - Nao resisti 

- Hey - Louis chamou a atenção de todos - Vamos ver quem fica bebado mais rápido? 

 - Brinquem vocês crianças, alguém aqui precisa ficar sóbrio para levar o resto para casa - Normani disse suavemente. 

 - Eu também não vou beber - Harry disse. 

 Todo mundo aqui sabia que o primeiro a passar mal era Louis e quando isso acontecia Harry dizia que preferia estar sóbrio para cuudar de seu noivo, o que eu tinha que admitir que era uma atitude bem fofa do inglês. 

(…) 

 Eu sentia tudo rodar mas havia válido a pena já que eu fui a ultima a ficar bebada ganhando assim aquele jogo idiota. Mas de que qualquer forma eu não ganhei nada com aquele jogo, então parando pra pensar, não havia válido a pena porra nenhuma. 

 - Eu mereço um prêmio de melhor pessoa depois dessa noite - Normani murmurou com uma careta enquanto praticamente me carregava e por algum motivo comecei a dar risada como se aquilo fosse a coisa mais engraçada que ela tivesse dito. 

 Fazia tanto tempo que eu não bebia desse jeito que eu até havia me esquecido de como era a sensação de estar bebada e eu tenho que admitir era otima, eu me sentia até um pouco mais leve.

 Eu não saberia dizer aonde eu tropecei e levei Normani junto comigo, mas quando percebi já estava no chão dando risada de mim mesma.

 - Camila você vai acordar o prédio inteiro rindo desse jeito sua escandalosa - Normani disse enquanto me ajudava a me levantar. 

Eu não estava nem um pouco me importando com aquilo, na verdade no momento su não estava me importando com nada. 

 - Onde estão suas chaves, Mila? - Normani perguntou parando em frente a porta de meu apartamento. 

 - Chave? - Murmurei de forma embolada de cenho franzido

 - Isso, sua chave - Normani respondeu pacientemente - Onde estão?

Eu não fazia a menor ideia de onde estavam minhas chaves, MEUS DEUS SERÁ QUE EU HAVIA SIDO ROUBADA SEM PERCEBER?

 Arregalei os olhos ao pensar nessa possibilidade, mas logo cai na gargalhada novamente quando notei que não, eu não havia sido roubada, minhas chaves estavam no bolso de minha calça. 

 Normani revirou os olhos e tentou pegar a chave de minha mão, franzindo o cenho quando eu bati em sua mão.

 - Eu abro - Eu disse de forma arrastada

 Eu não sei bem o que estava pensando quando disse isso, já que no momento eu estava tão tonta que enfiar a chave na fechadura se tornou uma tarefa impossível para mim. Quando eu estava prestes a conseguir a porta foi aberta bruscamente. 

- Ouch - Exclamei com um bico, eu estava quase conseguindo. 

Arregalei meus olhos surpresa quando vi Lauren parada em minha porta, Céus! Eu estava realmente muito bebada pensei voltando a dar risada, aquilo era engraçado por algum motivo.

 - Eu não sabia que voltava hoje - Ouvi a voz de Normani atrás de mim e só então me dei conta de que era Lauren de verdade ali. 

 - Lolo! - Exclamei me jogando em seus braços, sentindo ela passar seus braços por minha cintura.

 - Eu adoraria ficar e conversar com você - Normani disse fazendo Lauren se desvencilhar de mim, me fazendo resmungar em protesto - Mas ainda tenho que levar Niall para casa e cuidar de uma Dinah bebada.

 - Obrigada por traze-la Mani - Lauren disse suavemente. Me apoiei em Lauren, eu sentia que se eu a soltasse iria cair a qualquer momento. 

- Não foi nada - Normani respondeu simpática 

Depois de Normani ter se despedido adequadamente, Lauren me levantou e a unica alternativa que eu tive foi de entrelaçar minhas pernas em sua cintura. Mas ao contrário do que imaginei Lauren não me levou para meu quarto e sim para a cozinha me deixando sentada na bancada e ficando entre minhas pernas. 

 - Eu vou fazer um café bem forte pra você - Lauren disse fazendo uma pequena carícia em minha bochecha

- Eu não quero - Respondi de forma embolada cruzando meus braços abaixo de meus seios fazendo um bico surgir em meus lábios 

 - Que bom então que não perguntei se você quer, não é mesmo? - Lauren retrucou beijando meus lábios, mas ela se afastou qiando tentei aprofundar o beijo. 

 Céus! Que saudades eu senti daqueles labios. 

(…)

 Depois de Lauren ter me obrigado a tomar um café extremamente forte e ter me dado um banho gelado, eu me sentia bem melhor e poderia dizer que estava quase totalmente sóbria.

 No momento estavamos deitadas em minha cama uma de frente para a outra, Lauren mantinha um braço em volta de minha cintura de forma possessiva enquanto eu calmamente passava meus dedos por seu rosto, eu queria gravar todos os detalhes de seu rosto, mesmo que eu ja soubesse.

- Nunca mais me deixe por tanto tempo - Eu disse, minha voz saindo um pouco mais alta que um sussurro Lauren me lançou um pequeno sorriso antes de responder: 

- Sabe que se eu tivesse escolha, nunca sairia do seu lado - Ela respondeu e mesmo que essa não fosse exatamente a resposta que queria eu apenas aceitei. 

 Ficamos em um silêncio confortável, nossos olhos cravando uma batalha silenciosa, os verdes nos castanhos. 

 - Isso me lembra nossa adolescência - Lauren disse divertida me fazendo soltar uma pequena risada

- Apenas invertemos os papéis - Respondi com um sorriso brincando em meus lábios. 

 Quando eramos adolescentes não foi pouca as vezes em que eu tive que cuidar de uma Lauren bebada, mas não é como se alguma vez eu tivesse reclamado disso.

 - Você sempre foi a melhor namorada do mundo - Lauren sussurrou como se estivesse dizendo o maior segredo do mundo. 

Naquele momento eu estava feliz por estarmos no escuro, pelo menos assim Lauren não iria me ver corando de uma forma vergonhosa. 

 - Sabe que isso não é verdade -Disse no mesmo tom de voz que ela usou. 

 - Você sabe que é! - Lauren retrucou - Mesmo depois de toda a merda que fiz, você continuou do meu lado, mesmo quando você tinha que odiar, você me amava e eu era extremamente grata por isso naquela época. 

 Não respondi, eu apenas me inclinei e selei meus lábios aos seus, afinal de contas, beijos são a melhor forma de comunicação. 

 É sua chance de dizer tudo o que palavras não conseguem expressar. Quando se sentir fraco e frágil e você já lhe deu tanto de seu coração que poderia quebrar a qualquer segundo, diga… Beije devagar, beije suavemente, os dedos passando pelas costas, rosto entre mãos, quando sentir que esta pegando fogo, como se não importa o quão próximo estejam um do outro nunca será próximo o suficiente, diga. Mãos passando pelos cabelos, sussurros no meio, beijos desesperados risadas na boca deles ou delas. Eu apoio as palavras, mas, confie em mim, beijos são melhores que poesia.  


Notas Finais


Comentem o que acharam do capitulo e MUITO OBRIGADA PELOS COMENTARIOS DO CAPITULO ANTERIOR, SIGNIFICA MUITO PARA MIM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...