História O casamento da minha ex mulher - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Hailee Steinfeld, One Direction, Selena Gomez, Tori Kelly
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Hailee Steinfeld, Harry Styles, Lauren Jauregui, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Tori Kelly
Tags Brigas, Camren, Casamento, Drama, Morte, Revelaçoes, Traição
Visualizações 305
Palavras 1.699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ola pessoas, o menino da foto é o Henry.
Eu querianme desculpar pela demora, mil desculpas e desculpe também pelo capítulo pequeno.

Capítulo 33 - Even without being


Fanfic / Fanfiction O casamento da minha ex mulher - Capítulo 33 - Even without being

               Camila Pov's


 Hoje completaria 2 semanas em que Lauren viajou para fazer uma viagem de trabalho, não posso negar que meu humor durante esse tempo estava insuportável, não sei como Sinu estava me aguentando sendo que nem eu mesma me aguentava mais.

 O lado bom é que minha relação com Sinu estava bem melhor do que era antes, e estranhamente eu estava gostando de finalmente ter a atenção de minha mãe só para mim novamente. Não me entendam mal, mas dessa vez não tinha Alejandro e Sofia, dessa vez era apenas eu e ela, e por incrível que pareça, ela esta realmente disposta a recuperar o tempo perdido e eu era mais do que grata por isso. 

 Tudo finalmente parecia estar se acertando, até mesmo minha relação com Normani que por incrível que pareça  não achou uma péssima ideia quando eu sugeri ficar de babá de Henry para que Dinah e ela pudessem ter uma noite só delas.

 Minha mãe estava terminando de preparar o jantar eu estava sentada na bancada fazendo companhia a ela, balançando a perna distraidamente.

- Falou com Sofia hoje? - Sinu perguntou de repente me fitando com um olhar cheio de esperança

 - Ela não quer falar comigo Mama - Respondi observando o brilho de esperança sumir dos olhos dela - Alejandro deve ter feito a cabeça dela contra mim e contra você.

 - Eu não entendo - Resmungou estalando a lingua em reprovação  em seguida - Eu fiquei naquela sala de espera até ter certeza de que ele estaria bem, não entendo o motivo de ele envenenar sua irmã contra mim.

 Não respondi, eu também não entendia o motivo de Alejandro estar fazendo aquilo, afinal de contas agora ele parecia ter ae acertado com sua segunda família, ja que Lena havia se mudado para a mansão dele. Sinu ficou arrasada quando soube, mas foi o que ela precisava para finalmente conseguir seguir com sua vida sem que Alejandro estivesse nela. 

 - Eu posso tentar conversar com ela novamente - Sugeri e Sinu apenas assentiu com um sorriso triste. 

 - Não fique assim Mama - Eu disse saindo do balcão e indo abraça-la - Vai dar tudo certo, Sofi vai voltar a falar com a gente e tudo vai voltar a ser como antes - Tentei tranquiliza-la 

- Não como antes - Sinu retrucou me fazendo franzir o cenho - Não vou colocar mais nenhuma de minhas filhas de lado Kaki - Me chamou pelo apelido que ela usava quando eu era pequena me fazendo dar um largo sorriso. 

Não demorou muito e ouvi a campainha tocar, andei sem pressa nenhuma apenas para deixar Dinah nervosa, ela sempre reclamava que eu sempre a deixava esperando na porta e era engraçado ve-la reclamando. 

 Abri a porta e dei de cara com uma Dinah irrritada assim como o previsto, reprimi a risada que queria sair ao notar o olhar assassino que ela me lançava. 

 - Espero que não tenha feito isso de propósito Karla - Dinah esbravejou entre dentes ignorei totalmente a polínesia e foquei minha atenção no garoto adormecido no seu colo, Henry dormia feito uma pedra no ombro de Dj

- Espero que cuide bem dele Walz - Dinah disse me entregando o ruivinho que acordou mas logo se deitou em meu ombro. 

 - Não se preocupe China - Eu disse pegando a mochila com minha mão livre - Vou cuidar dele como se fosse meu filho. 

 Dinah sorriu e assentiu se despendido de mim em seguida. 

 Eu só havia cuidado de Henry umas duas vezes e não posso negar que estava muito animada por finalmente saber que Normani voltou a confiar em mim, sem contar que o pequeno seria uma ótima distração

- Ele está tão grande - Sinu comentou com um largo sorriso no rosto. - Quer que eu coloque ele na sua cama? O jantar está pronto - Questionou e eu apenas assenti.

 Não demorou muito e logo estavamos jantando em uma conversa sobre o meu trabalho. Eu amava quando minha mãe me olhava com orgulho estampado em seus olhos, mas não iria admitir tão cedo, era incrivel como as coisas mudaram entre nós em tão pouco tempo.

 - Lauren já ligou hoje? - Minha mãe perguntou curiosa

 - Sim, mas ela não pode falar muito - Disse dando de ombros - Ela estava entrando em uma reunião importante. 

 Minha mãe apenas assentiu e terminamos de comer com um silêncio confortável pairando entre nós. 

 (...) 

 Não pude deixar de sorrir quando encontrei Henry sentado na cama coçando seus olhinhos com seus cabelos ruivos desgrenhados, Deus! Ele é tão adorável. 

 - Esta com fome? - Questionei e ele apenas negou com a cabeça. Andei calmamente até a cama e me deitei no espaço livre, sorri quando Henry se aninhou em mim.

 - Que garotinho manhoso eu tenho aqui - Eu disse com um ar divertido - Não acha que dormiu demais, pequeno? 

 - Não mesmo - Ele disse escondendo seu rosto em meu pescoço me fazendo soltar uma risada baixa.

 - Eu tenho uma presente pra você - Informei fazendo com que ele me olhasse em expectativa. 

 Me levantei e peguei o leão de pelúcia que eu havia comprado para ele essa manhã, e sim eu sei que Dinah disse para não comprar nada para ele dessa vez, mas eu simplesmente não resisti.

 - Mas você vai ter que esconder da sua Mama, se não ela me mata - Eu disse e ele me olhou com os olhinhos arregalados - Você não quer que ela me mate, não é mesmo? - Perguntei com uma sobrancelha erguida 

- Não vou deixar Mama fazer isso tia Mila - Henry respondeu como se tivesse dito a coisa mais séria do mundo.

 - Você promete? - Perguntei e ele assentiu freneticamente erguendo seu dedinho 

 - De dedinho tia Mila - Sorri e entrelacei meu dedinho com o dele. Enteguei a pelúcia para ele que rasgou rapidamente o papel de presente e quando viu o que era pulou em meus braços me agradecendo. 

 - Quando eu era pequena - Comecei ajeitando Henry em meu colo - Eu tinha um urso. Ele me protegia e evitava que eu tivesse sonhos ruins e esse leão vai proteger seus sonhos, assim como o meu urso protegia o meu

- Mommy pode saber que você me deu um leão tia Mila? - Perguntou inseguro

. - Só se você prometer que ela não vai me machucar - Eu disse fingindo estar com medo de Normani

 - Simba e eu não vamos deixar - Ele disse com convicção. 

 - Mas você tem que ter muito cuidado - murmurei séria - Simba pode dar a louca e te atacar, pequeno.

 - Ele pode me atacar? - Ele perguntou desconfiado, seu cenho franzido em confusão. Puxei o leão de sua mão calmamente dando um sorriso travesso em sua direção. 

 - Sim - Eu disse tirando Henry do meu colo com uma falsa expressão séria - Desse jeito. - Eu disse antes de começar a fazer cócegas no pequeno ouvindo sua risada gostosa ecoar por todo o quarto. 

 - Tia pa...para - Henry disse entre suas risadas.

 Eu só parei quando meu celular começou a tocar e praticamente sai correndo para atende-lo, já estava bem tarde e a unica pessoa que poderia estar me ligando no momento era minha namorada. Não demorou muito para que ela desistisse de ligar para realizar uma Facetime

 - Hey camz - Lauren disse abrindo um dos meus sorrisos favoritos no mundo, senti meu coração bater forte somente com aquilo. 

- Você demorou - Eu resmunguei fazendo um biquinho. 

 - Eu sei, me desculpe por isso - Ela disse com um sorriso culpado - E não faça esse bico se eu não estiver por perto para beija-lo. 

 Soltei uma pequena risada e me sentei na cama novamente, não demorou para que Henry sentasse em meu colo e abrisse um largo sorriso ao ver Lauren na tela do meu celular. 

 - Tia Lo, tia Mila me deu um leão pra proteger meus sonhos! - Comentou animado me fazendo dar risada. 

 - E sua mama sabe disso? - Lauren perguntou com um sorriso travesso enfeitando seu rosto

 - Tia Mila disse que não era pra contar - Ele respondeu de forma inocente. 

 - Que feio Camz - Lauren disse divertida me fazendo revirar os olhos - Imagina o que Dinah fará quando souber disso! 

- Ela só vai saber se alguém falar - Disse dando de ombros - Henry prometeu que não falaria, não é mesmo ruivinho? 

 - Isso - Ele respondeu mostrando lingua para Lauren.

 - Henry não faça isso, não queremos que nenhum gato coma sua lingua - Lauren disse suavemente. 

 Eu tinha certeza de que Lauren seria uma ótima mãe, não é como se eu pensasse nisso com frequência, até porque não faz muito tempo que começamos a namorar novamente. 

(…) 

 A essa altura Henry já estava dormindo tranquilamente ao meu lado, eu tentava falar o mais baixo possível com Lauren para não acorda-lo, mas era praticamente impossível não rir alto com as coisas idiotas que ela estava falando. 

 - Sinto sua falta - Comentei e Lauren sorriu de forma triste 

- Eu sei meu amor - Respondeu deixando um suspiro escapar. - Mas vai passar rápido, você vai ver. 

 - Não gosto de ficar sem você, Lolo - Eu disse tão baixo que fiquei na duvida se Lauren tinha escutado ou não. Depois de alguns minutos em silencio, ela respondeu: 

 - Vou te contar um segredo - Ela disse com um sorriso de canto - Você esta comigo aqui, Camz. - Lauren disse e antes que eu pudesse falar algo, ela continuou - Você esta comigo quando eu tenho preguiça de levantar cedo e acabo me lembrando que toda vez que você tem que acordar mais cedo sempre resmunga e fica de mau humor o dia inteiro, ou quando sua musica favorita toca na minha playlist, até mesmo de quando eu coloco aquela blusa azul que você insiste em dizer que não é só pra me irritar - Tentei segurar o choro mas falhei miseravelmente. 

 - Eu te amo tanto, Lauren Jauregui - Eu disse entre lagrimas 

- Eu te amo Camila Cabello 


Notas Finais


Me desculpem novamente pela demora, comentem e me digam o que estão achando da fic.
Obrigada por todos os favoritos e pelos comentários


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...