História O casamento do meu melhor amigo - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Hentai, Lemon, Romance, Yaoi
Exibições 181
Palavras 729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Amoras do coração, tomem ai mais um capítulo maroto. Como cês tão? Me contêm tudo, quero saber todos os detalhes, mas só depois que vocês lerem esses capítul. Ah, muito obrigado pelas favoritações eu sei que não é uma história fácil de compreender, pq ela não tem um potencial grandioso, ainda. Estou escrevendo mais partes no bloco de notas e pretendo postar para vcs toda Terça, Quinta e Sábado.

Capítulo 3 - O garoto sem par



Tenho muitos benefícios nesse negócio de "cupido", eu acabo ganhando experiência para o próximo casal. Pena que na próxima semana eu vou ter que ir para faculdade e infelizmente não vou poder continuar meu trabalho como cupido, juntei todas as pessoas da escola e agora não tem mais ninguém, hoje tenho que passar na Faculdade para conhecer. Como sempre vou com a minha mãe a viagem vai ser traquilha e silenciosa, isso eu gosto nos meus pais, porque nunca brigamos, mas também nunca fazemos nada juntos a não ser sair, jantar e almoçar. Nossas conversas são sempre curtas e precisas, eles nunca se beijam, nunca se abraçam e nunca falam o que querem. Nunca sei como agir perto deles então sempre evito eles, por mais que eu tenha estudado minha vida toda em Colégio Militar. 
- Vamos?- Uma voz feminina vinda da porta , revelando uma senhora de 43 anos ruiva, cabelos cacheados, olhos esverdeados e pele clara. Não me pareço muito com ela, tirando o fato da minha pele ser clara não temos nada em comum, com minha " mãe".
- Vamos- Falei um pouco desanimado.
 Entramos no carro e tomamos rumo a Faculdade, eu sempre soube que tinha que escolher uma especialidade, então decidir não ser igual a eles. Então escolhi uma faculdade longe deles, em Seattle, e uma especialidade que minha família não gostava tanto assim, Cirurgião. Meu avó que morreu 7 anos antes de mim nascer era um grande Neuro-Cirurgião, ele sempre gostou dessa profissão, porque é pura adrenalina. Eu ainda estou tentando escolher, adoro corações e pulmões, então seria um ótimo cirurgião Cardio-torácico, mas tenho grande curiosidade na Cirurgia Geral, você nunca sabe o que esperar, ou na única especialidade que não é comentada por definitivamente ninguém na minha família a Neuro-cirurgia.
- Chegamos.- Disse Amélia Frooz, a mulher que eu herdei o nome, a pele e nada mais, eu nunca fui parecido com nenhum dos dois, sempre fui carinhoso com todos e mais comunicativo possível.
- Tchau - Saí logo do carro em direção a recepção da faculdade sem esperar pela mulher que me deu a vida.
 Logo avistei várias pessoas estranhas e bem diferentes do que eu pensava, pelo menos eu não precisava mais usar uma farda meio apertada nas coxas e nos meus braços que era extremamente quente.
- Eu vim fazer a inscrição para entrar na Faculdade - Falei a uma senhora simpática - O senhor veio com sua filiação ou vai fazer sozinho.
- Filiação - Falei sem ânimo.
- Tudo bem, então espere ali perto do garoto da blusa vinho que quando seus pais chegarem eu te atendo.
- Ok - Falei por fim e saí andando em direção a cadeira ao do garoto louro. 
 Logo que sentei abri um livro só para me distrair minha tinha ido falar com o reitor da Faculdade, por isso a demora. Resolvi pegar um dos melhores livros que encontrei avista no meu quarto Harry Potter e as Relíquias da Morte. Adoro esse livro porque mostra em detalhes vários detalhes da própria história do protagonista sem falar que junta todos os livros em um só, junta várias situações que já aconteceram e trás um ar bem mais calmo do que o livro anterior. Logo que comecei no velho conto dos três irmãos não consegui mais parar.
- Sua primeira vez?- Ouvi uma voz forte ao meu lado esquerdo que ao mesmo tempo que me chamou a atenção me assustou.
- Desculpe, o que disse?
- Perguntei se: é a sua primeira vez lendo este livro?
- Ah, na verdade não já li várias vezes.
- E por que está lendo ele de novo?
- Porque é um ótimo livro.
- Defina ótimo.
- Bom ele trata de uma série de 7 livros triste que tem um final excitante, épico e bem controverso.
- Mas por que escolheu logo este livro? Tem tantos outros que podem ter finais parecidos.- Disse convencido.
- Escolhi ele porque minha vida sempre foi assim só momentos tristes e também porque foi o único que consegui encontrar na minha pilha de livro apenas em um olhar, e realmente tem vários outros livros com finais parecidos mais esse é único, pelo menos para mim.
- Interessante - Falou colocando a mão no queixo - Me chamo Diego - Disse me estendendo a mão.
- Prazer, sou George. - Apertei.
 


Notas Finais


O que vcs acharam, gente o que vcs acharam? Gente quando as pessoas vêm falar comigo eu sou que nem ele, sério vcs vão ver no proximo capítulo(não é spoiler ñ se preocupe). *3* beijo para vcs e até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...