História O Casamento Real - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Tags Drama, Romance
Exibições 218
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


E aí pessoal? Tudo bom? Comigo tudo ótimo! Espero que gostem, muitos beijos.

Capítulo 39 - A Vingança de Nathaniel...


- Nathaniel? – Perguntou Marinette, sentindo seus olhos se encherem de lágrimas.

- Eu mesmo, princesa. – Disse ele, abraçando Marinette, ela estava tão chocada que nem pensou em recusar o abraço.

- Mas... achei que Gabriel havia o matado. – Disse Marinette, separando o abraço.

- Ele tentou, mas eu fugi. Gabriel me deixou preso no calabouço por dias, até que um dia em especial, eu consegui achar alguém para me ajudar. Eu escapei, Marinette. Escapei por você. – Disse Nathaniel, segurando os dois braços da garota.

- Nathaniel, não pode ficar aqui. Vá embora, vá viver sua vida fora daqui. – Disse Marinette, implorando.

- Não vou sem você. – Disse ele, em sua cabeça, ele estava achando que estava super romântico, e heróico.

- Sim, você vai. Nathaniel, se o Adrian te vir, eu não sei o que vai acontecer... – Disse ela, tentando empurrar Nathaniel.

- Não vou embora, Marinette. Não sem você, já disse. Seremos a família mais feliz do mundo se vier comigo. – Disse ele, implorando. Marinette escutou passos, ela colocou um pedaço de sua cabeça para fora das árvores, e viu Adrian indo até o local.

- É o Adrian! Vá embora, Nath. Por favor. – Disse Marinette, aflita.

- Você está com medo do Adrian? Que mal ele te fez? Vou acabar com ele! – Disse Nathaniel.

- Não, não! Por favor, Nathaniel. Não faça isso, vá embora. Por favor. – Disse Marinette, segurando o pulso de Nathaniel.

- Não vou te deixar com esses monstros! – Disse Nathaniel, apontando para o lado de fora. Marinette estava tão aflita, que começou a chorar.

- Nathaniel, por f-favor. N-Não f-faça isso! – Disse ela, chorando. Nathaniel segurou os pulsos dela, com o objetivo de acalmá-la, mas a situação só piorou. Adrian chegou naquele momento, e o que ele viu, foi tudo o que ele não queria. Ele viu Marinette chorando, com Nathaniel segurando seus pulsos, e ela estava com a roupa suja, já que Nathaniel a abraçou. Adrian pensou o pior, sem dúvidas. Ele se aproximou de Nathaniel e meteu-lhe um soco no rosto, Marinette deu um grito de susto. Adrian ia bater novamente em Nathaniel, mas Marinette impediu. – Por que eu tenho sempre que separar vocês? Chega de brigar. Por favor. – Disse ela, ofegante, com lágrimas caindo de seus olhos.

- Marinette, o que esse cara fez com você? – Perguntou Adrian, olhando para Marinette, preocupado.

- Você entendeu tudo errado, eu não estava chorando pelo o que ele fez. Eu estava aflita, podemos conversar em outro lugar? – Perguntou Marinette, segurando o braço de Adrian.

- Era para esse desgraçado ter morrido! – Disse Adrian, apontando para Nathaniel. Ele estava ficando com raiva, e o Adrian com raiva... Não é algo muito bom...

- Calma, Adrian. – Disse Marinette, entrando na frente novamente. Nathaniel estava se recuperando do soco que ele levou.

- Desgraçado? Você vai ver o desgraçado! – Disse Nathaniel, indo até Adrian, com raiva.

- Parem! Não façam isso! – Disse Marinette, tentando segurar Adrian, mas não adiantava muita coisa. Uma criada passou por ali na mesma hora, Adrian a viu e disse:

- Você! Leve Marinette para dentro, só a tire daqui. – Disse Adrian, a criada obedeceu, mas digamos que Marinette estava com uma certa relutância em ir.

- Adrian! Nathaniel! Por favor, não façam isso! Não briguem! – Disse Marinette, Adrian ordenou que a criada a tirasse a força. Ela obedeceu, e levou Marinette, com ajuda de alguns guardas, deixando Adrian e Nathaniel sozinhos.

- Você maltrata tanto ela, como pode?! – Perguntou Nathaniel.

- Eu não a maltrato! Ela é minha esposa, e eu a amo! E a última coisa que precisávamos era de alguém como você! Ela está grávida e não precisa de mais estresse que ela já tem! – Disse Adrian, quase gritando. Ele esqueceu completamente que não podia contar sobre isso para ninguém, foi o maior erro ali.

- E-Ela está o quê? – Perguntou Nathaniel, pasmo. Somente naquela hora, Adrian percebeu a burrada que fez. Nathaniel avançou em Adrian e o derrubou no chão, dando socos nele, e o chutando. Nathaniel saiu correndo em direção ao castelo. Adrian se levantou, com um pouco de dor, e olhou em volta, e pôde ver, Nathaniel entrando no castelo. O ruivo correu até o quarto em que Marinette estava, abriu a porta, e a viu. Ela olhou para Nathaniel, com medo. Ele foi até ela e segurou seu pulso com muita força, ela grunhiu de dor. – Como você pôde me trair?! Como você pôde transar com ele?! E agora vai me dizer que está grávida?! – Disse ele, apertando mais o pulso de Marinette.

- Nath-thaniel... Está... doendo... – Disse ela, começando a chorar. Era aquela, a cena que Marinette desejava nunca ver. Nathaniel puxou Marinette pelo braço, e saiu do quarto com ela, ele começou a correr, quase arrastando Marinette no chão. Nathaniel conseguiu despistar alguns guardas, e então entrou dentro de um quarto qualquer. Ele jogou a menina em cima da mesa, fazendo muitas coisas que estavam lá em cima, caírem. Marinette lutava para tentar sair, mas Nathaniel segurava seus braços, e a empurrava contra a mesa.

- Você vai se ver comigo! – Disse ele, pegando uma faca da mesa de refeição. Nathaniel esta possuído, de tanta raiva.

- NÃO! POR FAVOR! – Disse ela, se debatendo mais. Nathaniel posicionou a faca na barriga de Marinette, que chorava desesperadamente para se libertar, mas não houve sucesso em suas tentativas. Nathaniel começou a pressionar devagar a faca na barriga de Marinette. – N-Nathaniel... Não faça isso... – Disse ela, olhando nos olhos do ruivo.

- Cale-se! – Gritou ele, Nathaniel colocou um pouco mais de força, Marinette começou a sentir uma ardência, vinda da região. Marinette nunca desejou que Nathaniel agisse daquela maneira, nunca. Nunca nem imaginou que Nathaniel seria capaz de fazer algo como isso. Do jeito que ela o conhecia, pelo visto... Marinette nunca conheceu Nathaniel por completo. Marinette sabia que se Nathaniel penetrasse aquela faca em sua barriga, ela mesma talvez não sobreviveria. Ela pensava em algo para fazer o mais rápido possível, mas ela não conseguiu. De repente, o chão começa a tremer...

            


Notas Finais


E aí, gostaram? Muito obrigada para todos que apoiam, beijos!

E o concurso foi cancelado, já que só tivemos duas participantes que enviaram a foto... mas a foto não se encaixou muito bem com a história... Ou seja, o concurso tá cancelado.

Muitos beijos e muitos queijos também.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...