História O caso de Sandy Cooper - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, One Direction, Zayn Malik
Personagens Cameron Dallas, Carter Reynolds, Harry Styles, Hayes Grier, Liam Payne, Louis Tomlinson, Matthew Espinosa, Nash Grier, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Amizade, Amor, Brigas, Triângulo Amoroso
Exibições 14
Palavras 1.492
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Lírica, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal!!! voltei de novo e olha mais um ep pra vocês...



vejo vcs nas notas finais

Capítulo 15 - Eu sou o Cameron


Fanfic / Fanfiction O caso de Sandy Cooper - Capítulo 15 - Eu sou o Cameron

Pov. Harry

Quando eu saí da casa de Alicia fui direto pro trabalho, estava disposto a falara tudo o que estava acontecendo para o meu chefe. Mesmo que eu tenha me envolvido de mais na vida de Alicia  eu ainda sabia que ela me escondia alguma coisa. Só não sabia quão grande era essa coisa. Mas agora, a pior parte é saber que esse tempo todo ela não me contou nada disso. Ela praticamente estava me usando.

Quando cheguei ao departamento, tinha uma grande escolha pra fazer. Ou eu falava tudo o que tinha pra falar pro chefe ou eu deixava essa história abafar por uns tempos.

Mas na verdade eu tomei a escolha mais fácil. Fui falar com os Griers em particular

— Hayes —chamei e ele veio a minha sala

— você chamou Harry ? —ele trabalhava com computadores pois ele era muito bom nisso, ele localizava tudo o que precisava com os satélites.

—sim chamei, preciso te dizer uma coisa

—pois não, mas antes espera. O que aconteceu com a sua roupa?

—não importa

— ta bem —sorriu — agora diga o que queria dizer antes

— bat caverna

— como? —ele sorriu flertando

— hum... bat caverna?

— o que isso significa senhor? —ele sorriu

— esperaria ouvir isso de você —eu disse rodando na cadeira

—você ta brincando né? Tem câmeras aqui? Me diz que é uma pegadinha

— há ta bem, volte ao trabalho. Tem certeza que você não sabe o que é isso?

— não senhor eu não sei eu achei que o senhor estivesse enlouquecendo ou coisa do tipo, isso foi muito engraçado —ele sorriu

— ok, você não está mentindo pra mim está? —disse sério

— por que eu mentiria por uma coisa que eu nem sei o que é? —ele gesticulou

— hum.... ta bem pode voltar a fazer o que você estava fazendo

 —ok  —ele se virou e saiu

Por que Alicia  gostaria que eu dissesse isso? Sendo que eles nem saibam o que é?

Não sei não. Mas acho que ele sabe mas não quer dizer o que é —penso

—Harry? —disse Niall vindo

— sim Niall

— o chefe ta te chamando —disse ele sentando-se na cadeira dele —vai por mim ele não parece nada feliz

— hora de enfrentar a fera —disse me levantando

— espera! —disse ele —o que aconteceu com a sua roupa? Ela ta muito empoeirada

— não foi nada de mais, longa história que eu te conto assim que sair vivo dessa —disse indo pra sala de Samuel

...

— Harry —disse ele  quando eu entrei na sala

— Sam —eu entrei e fechei a porta

— pelo visto o seu caso não está indo muito bem não é? —disse ele com um risinho no rosto que eu até cheguei a estranhar

— está tudo sobre controle

— ah é mesmo? —disse ele se apoiando na mesa e me encarando enquanto sentava

— sim por que?

— o pessoal lá de cima está achando sua investigação demorada de mais

— pessoal lá de cima?

—sim, existem outros chefes alem de mim sabia? —disse ele me encarando do mesmo jeito

— foi mal

— continuando, você está demorando tempo de mais nesse caso. O pessoal mandou um outro a gente pra investigar junto com você

— como? Não eles não podem fazer isso!

—sim eles podem sim —disse ele

— mas claro que não, eu ainda não solucionei o caso

— exatamente por isso —ele se encostou na cadeira

— mas isso não é justo —disse indignado

— isso é muito justo

—não isso não é nada justo

—olha Harry, eu te avisei pra você se apressar no caso ou uma hora isso iria acontecer

— eu sei mas...

—mas nada, o assunto está encerrado e é essa a decisão

— droga —sai da sua sala batendo a porta e irado. Já não bastava  o incidente com a Alicia  hoje mais cedo, agora tem um cara que está investigando junto comigo? Eu não mereço isso, não mesmo.

E sabe qual é a pior parte? Ter que entregar Alicia .

Fui pra minha mesa, me sentar e ver se relaxava um pouco, o que na verdade não adiantava nada naquele momento, só queria que Alicia  não tivesse que ser perseguida por um idiota ao invés de mim. Não sei se ele vai conseguir arrancar alguma coisa dela, mas eu sei que eu não posso mais me envolver com ela depois de tudo o que está acontecendo com a gente. O que acontece mesmo é que eu e ela não estamos nos dando bem depois do ocorrido. Ela não abrir o jogo pra mim foi o tipo de coisa que me deixa frustrado. Mas deixar alguém persegui-la não vai melhorar a situação

— hey cara —disse Niall passando a mão no meu ombro

— nunca mais faça isso de novo —disse por causa do susto que ele havia me dado

—desculpa se eu te assustei —disse ele se rendendo

— ta —disse voltando a pensar no que estava pensando antes de ser interrompido

— tudo bem aí? —disse ele pegando uma cadeira pra sentar—se

—não ta nada bem —disse da mesma maneira

— conte-me —disse ele paciente

— não sei se você entenderia

— você pode tentar

— tudo bem então! EU ESTOU ENCRENCADO 

— com o que?

—Alicia  

—sim, é claro tinha que ser

— olha não é nada de paixonite boba, é algo mais complicado

— então me conta

— esse é o problema, não sei se posso te contar

— qual é cara? Não confia em mim? Somos amigos lembra?

— eu sei disso é que eu...

— CON-FIA — EM —MIM — disse ele pausadamente silaba por silaba —eu guardo segredo

— então... eu fui pra casa dela hoje de manhã e..... —fui interrompido

— OLÁ HARRY —disse um cara mais ou menos da minha altura cabelo meio aparado e olhos castanhos

— desculpa eu te conheço? —disse

— talvez não se lembre de mim agora, mas tenho certeza que já nos vimos antes —ele foi andando pra sala do Samuel e eu e Niall apenas observamos aquele esquisito

— nossa que estranho —disse Niall

—nem me fale

— mas continue o que você estava falando

— olha a Alicia  eu descobri que ela...

—HARRYYY! —disse Samuel da sala dele —venha aqui por favor —disse ele entrando de novo na sala

— meu deus parece que veio todo mundo até do inferno pra nos atrapalhar

— eu te conto depois, assim que eu voltar da sala do Sam

— tudo bem então —me levantei e fui andando

...

Entrei na sala de Sam e estava sentado o cara estranho que falou comigo  e com Niall agora a pouco

— olha Harry, esse foi o agente que mandaram pra ajudar você no caso —disse ele

— olá de novo muito prazer, eu sou o Cameron —disse ele estendendo a mão

— eu...sou o Harry —disse estendendo a mão para ele e nos cumprimentamos

— espero que o trabalho de vocês comece a andar pra frente dessa vez. Olha Cameron, o Harry é um dos nossos melhores agentes, mas dessa vez ninguém soube o que aconteceu ele estar demorando tanto tempo pra resolver esse caso

— eu entendo como deve ser difícil trabalhar perto de uma garota tão bonita como a senhorita Stewart —disse ele sorrindo ao mesmo tempo que falava de uma maneira desconfiada pois ele me olhava como se soubesse de mim e de Alicia  

—desculpe, quem? —disse  o chefe

— Harry você não falou pra ele sobre ela não é?—disse ele me jogando na parede contra o chefe

— não eu não falei, não achei que fosse importante

— ta brincando não é Harry ? —disse Samuel —tudo o que envolve o caso me interessa, por que você não falou dela? —disse ele

— olha eu achei mesmo que não fosse necessário

— não venha com essa. O Cameron acabou de chegar e já sabe muita coisa sobre o fato

— sim eu estudei  muito o caso que você me mandou hoje cedo e eu decidi que era melhor eu verificar essa história direito....

— espera aí —disse interrompendo —você contou pra ele o caso ?

—sim contei pra ele já ficar sabendo do que ele teria que enfrentar. Olha Harry eu sei que esse negocio de parceiro não seja com você, mas você ai ter que aceitar que vai ser assim e pronto

— eu entendo... eu só...

— que bom que entende —disse Samuel me interrompendo —agora vão pra casa descansar que amanhã cedo eu vejo vocês aqui de novo

—amanhã? Mas ainda é meio dia —disse Cameron

—é folga do Harry —disse o chefe

Sai da sala todo emburrado por essa historia de parceiro, não achava necessário isso.

Fui pra minha mesa pegar umas coisas antes de almoçar e ir pra casa.

Sai do departamento e fui passar em um restaurante que tinha ali perto e pedi um prato de macarronada com almôndegas e fiquei só pensando no que estava acontecendo no departamento e na vida de Alicia . será que eu deveria contar pra Samuel o que estava acontecendo de verdade?

Fiquei ali comendo e pensando ao mesmo tempo nisso tudo e do nada...

—PARADO! TODO MUNDO NO CHÃO, ISSO É UM ASSALTO 

nte de novo, ahh e eu vou atualizar tds sim


Notas Finais


oie de novo, fiz uma new fic, é mais uma., na minha outra conta, e olha ela é sobre a 1d especificamente do zayn e do harry. E mais uma coisa, eu tô pensando em fazer mais uma, mas dessa vez é do shawn dnv, e vai ser bem lega, na vdd são duas fics, vou postar depois
https://spiritfanfics.com/historia/2-irmas-2-caras-e-1-mega-confusao-7144607


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...