História O Caso Kira - A morte também tira férias - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Death Note
Personagens L Lawliet, Light Yagami, Mihael "Mello" Keehl, Misa Amane, Rem, Ryuuku, Watari
Tags Death Note, Kira, Light, Mello, Near, Romance, Ryuk, Suspense
Visualizações 24
Palavras 601
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus pandas! Me desculpem por ter ficado essas duas semanitas sem postar nada, eu estava sem meu notebook e como eu prefiro escrever nele, tive que esperar!
Digamos que a ideia não bateu tanto em minha mente hoje, eu sinto muito pelo pessimo capitulo que eu acebei rescrevendo, eu realmente queria ter feito um melhor <|3.

Antes de tudo queria dar um pequeno recadinho, estou escrevendo uma fanfic nova, porém desta vez é de Naruto e é sobre o Obito e o Kakashi, querem muito que acompanhe a história desses dois, além de estar bem gostosa está bem engraçada. Ela será postada aqui também, logo quando eu terminar esta.

Enfim, tenha uma boa leitura <3

Capítulo 5 - Siga seu coração, Lawliet.


Fanfic / Fanfiction O Caso Kira - A morte também tira férias - Capítulo 5 - Siga seu coração, Lawliet.

O despertador em cima da mesinha de canto marcava exatamente 03:45 da manhã, o quarto foi tomado por uma imensa escuridão, Light dormia tranquilo do outro lado da cama, ao contrario de L que estava apreensivo pelo fato de quem amar querer matar Near, a pessoa a qual viveu ao seu lado por um longo tempo. Se encontrava sentado no chão encostado com as costas na cama (com seu mesmo jeito estranho de se sentar), talvez se arrependesse depois do que faria, mas era a única coisa que voava pela cabeça do detetive.

Levantei - me da cama pondo - me de pé, como o quarto ainda estava escuro foi um pouco difícil de se encontrar o celular. O peguei com as pontas de meus dedos adentrando na sala de investigações, me sentando em um dos sofás, pondo o mesmo próximo ao ouvido a sala estava vazia pelo fato de ter encerrado as investigações.

Beyond, chamando. – Era o que mostrava a tela do celular.

Dentro de alguns segundos, uma voz rouca embreagada pelo sono atendeu –Urh, alô? Quem é?

- Beyond, é o L. Estava querendo falar com você sobre..

Foi interrompido pelo de cabelos pretos do outro lado da linha – Espera, você está me ligando as quatro da manhã? Eu não sou como você L, eu durmo e como também.

- Eu como também, bastante por sinal, e hoje eu dormi.

- O que diabos você quer afinal?

- Um conselho. Resumindo, uma pessoa que eu amo quer matar outra pessoa que eu também amo.

- Matar, matar mesmo? No sentindo de enfiar a faca?

- Sim. Matar no sentido da policia acabar se envolvendo.

- E por que justamente você foi se apaixonar por uma pessoa assim?

- Da para vocês calarem a merda dessas bocas? –respondeu uma voz irritada do outro lado da linha.

- Matt? O que está fazendo com o Beyond?

- Tentando dormi, o que vocês dois deveriam estar fazendo. –resmungou o outro.

- Porra eu estou tentando dormi aqui –foi a vez de Mello resmungar.

- Até você Mello?

- As vezes eu faço uma coisa que se chama dormi, L. O que por sinal deveria tentar.

- Se vocês não se importam, eu estou tentando dar uma de conselheiro aqui.

- Des de que eu possa dormi, por mim tudo bem.

- Deveria seguir seu coração L, e não ficar pedindo conselhos amorosos para o Beyond, sabe que ele não é bom nisso. Afinal você achou sua conchinha com perola. –respondeu a pequena “criança” de cabelos brancos com o celular em mãos.

- Da onde ele tirou isso de conchinha em perolas? –perguntou Beyond.

- É perolas em conchinha idiota.  E Mello deve ter o ensinado. –respondeu Matt.

- Ryuzaki, você está ai em baixo? –perguntou Light com uma voz sonolenta, sinal de que havia acordado á pouco tempo.

- Olha a voz do sortudo ae.

- Deixa eu ouvir gente. Quem é?

- Depois nós conversamos –disse L, por fim encerrando a ligação. – Estou aqui em baixo, Light.

- Quem era no celular? –havia um pequeno sorriso formado no canto dos lábios do castanho, era estranho de se pensar que a poucas horas teria morrido para o mesmo.

- Nada com que tenha que se preocupar. –respondeu o moreno o puxando para si, lhe arrancando um beijo de tirar o folego. Tudo o que achava errado, sumia quando estava beijando a boca de Light. E mesmo que fosse errado, no fundo desejava estar errado ao lado de Light podendo por fim enfrentar barreiras junto ao namorado. Emocionante, eu diria, aventurasse desta maneira.


Notas Finais


Como eu adoro esses dois, meu deus dos mares.

Até a próximas pandinhas <3333
Xoxo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...