História O colega de quarto - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Taekook Vkook V Jungkook
Exibições 20
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello aliens! Eu sei que vocês devem querer matar-me por eu não postar quase há um mês, mas as aulas não ajudam muito e isso faz com que eu não consiga postar com frequência. Bem, este capítulo foi meio Urgh ao meu ver, não gostei muito do conteúdo, mas eu precisava mesmo de postar, por isso está aí! I wish you can enjoy this shit ^^

Capítulo 4 - Noite de álcool


"Taehyung continuava a ser o mais irritante no meio de todos eles, tudo me irritava nele sem um motivo específico. Talvez fosse porque ele é muito agarrado às pessoas, é uma pessoa muito carente...não sei, talvez esteja a tirar conclusões precipitadas, afinal só o conheço há dois dias."

Após termos uma longa conversa, cheguei à conclusão de que cada um deles tinha um passado feliz com a sua família, como maior parte das famílias, a meu ver. 

Taehyung pouco falou do seu passado, apenas disse que vivia com os seus pais em Seul desde que nasceu. 

Estranhei um pouco o facto de ele estar tão calado naquele assunto, afinal ele é o tipo de pessoa que nunca se cala, até a dormir fala! 

(Pausa de tempo)

Quando a conversa acabou, cada um de nós dirigiu-se para o respetivo quarto que nos pertencia, pois as aulas já tinham terminado por hoje. 

Taehyung ia ao meu lado calado. 

"Estranho..." - pensei. 

O tão falador Taehyung mantinha-se calado, o que não era normal. 

-Estás bem? - questionei, sim, eu não sou de me preocupar com as pessoas, mas quando me apercebi, eu já lhe tinha perguntado. 

-Sim... - respondeu suspirando. 

-Sabes que esse "sim", não foi nada convincente, certo? 

-Até pode não ter sido, mas qual é a tua de me vires perguntar do nada se estou bem? - perguntou Taehyung ligeiramente alterado. 

-Eu pergunto-te se estás bem, que é coisa que raramente faço e tu ainda tens a lata de me responderes assim? 

-Ah, a sério que te incomoda? É que só te respondi da maneira que me costumas responder desde que nos conhecemos! - exclamou. 

Não respondi, pois não tinha resposta para lhe dar...ele estava certo, e por mais que eu quisesse dizer alguma palavra, nada saía da minha boca. 

A conversa acabou por ali, pois nenhum de nós se limitou a continuá-la, sabíamos que não valia a pena. 

(Pausa de tempo)

Ao chegarmos ao nosso quarto, depois de um longo momento de silêncio torturante, subo até à minha cama e sento-me na mesma. 

"Eu falo assim tão mal com ele?"

"Por que é que ele não falou do seu passado?" 

"Por que é que ele estava tão calado?"

Este tipo de perguntas passavam pela minha mente a cada segundo. 

De facto, eu tinha os meus motivos para ser arrogante, talvez ele tivesse os seus. 

Passados alguns minutos, vejo Taehyung levantar-se da sua cama e ir até à porta de saída.

-Onde é que tu vais? - perguntei. 

-Não tens nada a ver com isso, mas para não me começares a encher de perguntas, eu digo-te. Vou ter com o Jimin, volto mais tarde. - respondeu e fechou a porta do quarto, deixando-me sozinho no mesmo. 

(Pausa de tempo)

Como já eram sete horas da noite, desci do beliche e fui vestir o meu pijama. 

Dirijo-me a um mini-fridge que estava em cima de uma bancada e tiro uma lasanha instantânea para aquecer no micro-ondas. 

Coloco a comida no eletrodoméstico e espero quinze minutos até que esteja pronta. 

Quando ouvi um "pi" vindo do objeto, vou até ao mesmo e tiro de lá a minha refeição.

Sento-me numa cadeira e começo a comer. 

Enquanto comia a minha mais que preciosa lasanha, um infeliz que eu nem sabia quem era ligou-me, o que fez com que eu interrompesse o meu ataque à comida. 

Ligação On

-Jungkook? 

-O próprio quem fala? 

-É o Jimin. 

-Ah, então...estão a divertir-se muito? 

-Ham...bem...não, na verdade, só deu merda. 

-E o que é que eu tenho a ver com isso? 

-Tu mesmo perguntaste se nos estávamos a divertir e eu respondi-te. 

-Por que é que me ligaste e onde é que conseguiste arranjar o meu número? 

-O Tae deu-me o teu número.

-Tae? 

-Sim, o Taehyung. 

-Ah, e por que é que me ligaste? 

-Bem...digamos que o Tae bebeu mais do que devia e acabou por desmaiar. Preciso que me ajudes a levá-lo para o teu quarto.

-Ele foi para aí sozinho, não foi? Por isso, ele agora que se desenrasque e venha sozinho, porque tem pernas tal como nós os dois.

-Jungkook, ele é teu colega de quarto e teu amigo porra! Não és capaz de ajudá-lo numa situação como esta? 

-Ele que não me tivesse falado mal hoje à tarde! 

-E tu por acaso lembras-te da forma como lhe falaste? 

-Eu tenho motivos para ser como sou! 

-E ele também tem os dele! Deixa de ser orgulhoso e vem ajudar-me a levá-lo!

-Okay...qual é o número do teu quarto? 

-104.

Ligação Off

"Como é que o Taehyung tem o meu número e que é que o idiota do Jimin pensa que é para me falar destes modos?" - pensei. 

Estava de cabeça cheia e irritado com a maneira que o Jimin me tinha falado, mas eu tinha de ir buscar Taehyung. 

Tiro o meu pijama e visto umas calças de ganga azuis, uma camisa branca e calço as minhas botas da Timberland. 

Saio do quarto e procuro pelo Jimin. 

(Pausa de tempo)

Alguns minutos depois, encontro o quarto do Jimin. Bato à porta para ele me abrir a mesma. 

-Já vai! - disse Jimin do lado de dentro do cómodo. 

Jimin abre-me a porta do seu quarto e sinto o cheio forte de álcool a invadir-me as narinas. 

-O que é que vocês estiveram a beber? - questionei tapando o nariz. 

-Whisky, vodka, cerveja e mais algumas coisas... - responde Jimin. 

-Nós temos aulas amanhã! Qual foi a vossa cena de irem beber num dia de semana? - perguntei irritado. 

-E qual é a tua de estares de mau humor todos os dias? - perguntou Jimin.

-Tenho os meus motivos. 

-Eu também tenho os meus motivos para beber. - disse Jimin. 

-A bebida nunca resolve nada! - gritei. 

-E ser idiota como tu também não. - gritou de volta. 

-Faz com que as pes...

Fui interrompido quando ouvimos um gemido de Taehyung. 

-Parem de gritar, dói-me a cabeça. 

-Não tivesses bebido, porra! - exclamei.

-Vamos levá-lo para o vosso quarto. - diz Jimin.

-Eu levo-o, não sou uma cópia de smurf humana como tu, caso te tenhas esquecido. Adeus.

Vou até Taehyung e coloco-o nas minhas cavalitas de modo a que o conseguisse levantar. 

De seguida, ando com ele nas minhas costas até chegarmos ao nosso quarto.  







Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Não sei quando posto o próximo capítulo, por isso não vou estar a dizer-vos prazos que podem não ser cumpridos. See you soon aliens ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...