História O começo da jornada de Sarada Uchiha - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Kakashi Hatake, Konohamaru, Mitsuki, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Personagens Originais, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Temari
Tags Ação, Aventura, Borusara, Boruto, Boruto Uzumaki, Chouchou, Drama, Himawari, Hinata Hyuga, Inojin, Konoha, Misterios, Mitsuki, Mitsusara, Naruto, Naruto Next Generation, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Romance, Sakura, Sakura Haruno, Sarada, Sarada Uchiha, Sasuke, Sasuke Uchiha, Sasusaku, Satoru Uchiha, Shikadai, Uchiha, Uchiha Sarada
Visualizações 120
Palavras 1.584
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiii pessoal, bem sei que todos estão com mil e uma perguntas... MAS FIQUEM TRANQUILOS kkk elas serão respondidas ao longo da fanfic.
Não seria legal eu entregar tudo em um só capítulo xD Não é mesmo?
Então, vamos ao capítulo de hoje ;)

Capítulo 14 - A festa só está começando


“Ele vai acordar logo, só perdeu a consciência por conta de um desgaste mental”-Sakura murmurou segurando a mão do filho que dormia tranquilamente na cama do hospital.-“Mas ele também precisa de descanso físico devido ao ferimento... Mas não foi nada grave”

“O que aconteceu?”-Ino perguntou curiosa

“Eu não sei... Quem o trouxe foram Sasuke e Sarada, e os dois estão num quarto próximo aqui, que está vazio”-Sakura respondeu pensativa.-“Algo mais aconteceu”

****

“O que você viu?”

“Eu já disse, era o Sharingan”

Sasuke respirou fundo.

“Você estava assustada quando encontrei os dois... Por que?”

Sarada ficou muda.

“Sarada você precisa me dizer a verdade”-Sasuke murmurou baixo

“Eu estou dizendo a verdade... Ele desmaiou, não consegui ver direito... E não sei o que houve entre os dois”-Ela disse.

Ele a olhou pensativo.

“Sarada...”

Então a porta se abriu devagar.

Tsunade e Kakashi entraram.

Sarad arregalou os olhos.

A situação era séria.

Ela os cumprimentou.

Kakashi fez sinal para que Sasuke o seguisse após.

E ele o fez.

A porta se fechou e a jovem se viu sozinha no quarto.

“O que foi aquilo?”-Ela se perguntou lembrando.

Ela ouvia alguns murmúrios no corredor.

Sentiu suas pernas se moverem... Ela tinha que descobrir algo.

Devagar encostou a orelha na porta e ficou em silêncio completamente.

Eu consegui recuperá-lo, Já Sakura está cuidando de Satoru que tem menos danos.”-Ela reconheceu a voz feminina. Tsunade.-“O  menino está bem transtornado, teve vários delírios quando acordou, mas já está mais calmo.”

“Sarada disse que viu o Sharingan”-Era  voz de seu pai. Ela reconheceria em qualquer lugar.

“Não seria impossível, mas seria nessa situação”-Outra voz masculina. Porém mais calma. Kakashi.

Houve um silêncio.

“As consequências foram graves”-Tsunade disse.-“O atingiu o menino foi um genjutsu poderoso”

“Que só poderia ser feito com o Mangekyou Sharingan”-Kakashi continuou.

Impossível”-Sasuke rebateu.-“Ele nem se formou na academia, é uma criança”

“Mas vai, e logo, é muito inteligente e se ótimo em disfarçar isso”-Kakashi disse.

Houve um silêncio.

“Porém não temos provas... “-Tsunade continuou.

“Então isso não aconteceu”-Sasuke murmurou.

“Algumas pessoas assistiram isso”-Tsunade continuou-“Mas apesar de tudo, pareceu apenas uma briga de crianças... Podemos ignorar isso e ao mesmo tempo tentar descobrir o que aconteceu”

“Pode ser um poder ocular novo, ou alguma transição enquanto ele desperta o Sharingan... A melhor pessoa pra descobrir isso é você”-Kakashi disse.-“Afinal, ele é seu filho”

“E não sabemos quais os perigos ele pode correr se descobrirem”-Tsunade complementou.

Houve um silêncio.

“Entendo”-Sasuke murmurou baixo.

Sarada se afastou da porta.

Não queria ouvir mais sobre aquilo.

Se sentou numas das camas.

Perigo?

Que tipo de perigo?

 

Flashback on:

“Você quer conhecer seu irmãozinho?”-Tsunade perguntou.

“Irmão?”-Sarada olhou para os pais-“É um menino então....”

Sakura assentiu.

Sarada ficou séria.

Depois sorriu.

Andou até o lado do pai que a pegou e a colocou na cama.

Sarada se apoiou em Sasuke que olhou para o bebê embrulhado.

“Qual o nome dele?”-A menina perguntou a mãe.

Sakura olhou para Sasuke.

Era visível que já haviam conversado sobre isso.

“Satoru”-Sakura disse olhando para o menininho.

Sarada passou a mão em seus poucos cabelos ainda.

Eram lisos e rosados, mas num tom mais claro que de Sakura.

O pequeno olhou para a irmã.

“Oi Satoru”-Sarada murmurou.

Como se a entendesse o pequeno sorriu.

 

Flashback off:

 

Sarada se levantou devagar e abriu a porta.

Não havia mais ninguém ali.

Ela olhou para os lados, os corredor estava vazio.

Quanto tempo ela ficara pensando no dia do nascimento do irmão?

Caminhou pensativa até o quarto onde Satoru estava.

Se aproximou.

Ele parecia tranquilo.

Dormindo assim nem parecia ser o menino levado que era.

Ela sorriu passando a mão em seu rosto.

E ouviu um barulho atrás de si.

Olhou curiosa.

Mitsuki.

Ele se aproximou.

Estava usando o uniforme.

Não era uma noticia boa então.

“Oi”-Ele murmurou olhando para Satoru então-“Fiquei sabendo do que aconteceu”

Sarada ficou muda.

Até onde ele sabia?

“Ele não consegue ficar longe de confusão”-Sarada sorriu.

Mas por dentro estava tensa.

Mitsuki sorriu torto e colocou a mão na cabeça como se sentisse dor.

“O que houve?”-Sarada perguntou curiosa

“Ham, nada”-Ele murmurou fechando os olhos e tampando com as mãos.-“Ando sentindo algumas dores de cabeça”

A jovem o olhou pensativa.

Ele então se recompôs e sorriu.

“Então, você vai na festa da Himawari?”

Sarada suspirou.-“Não estou com clima para festas”-Ela disse.

“Você vai sim”-Uma voz surpreendeu os dois.

Satoru os olhava deitado.

Sarada abriu a boca e a fechou rindo.

“Você estava fingindo dormir!’

Satoru riu.-“Acordei com vocês tagarelando”-Ele debochou.

Sarada cruzou os braços.

“Mas e você?”-Sarada perguntou já´esperando a resposta.

Mitsuki suspirou e olhou pela janela.-“Eu tenho uma missão”-Ele disse pensativo.-“Mas acho que você deve ir”

Sarada o olhou.

Mitsuki se aproximou e lhe deu um beijo na testa.

“Eu vou passar na sua casa hoje quando voltar.”-Ele murmurou baixo.

Satoru s sentou tentando ouvir a conversa.

Sarada colocou a mão no rosto do garoto que resmungou ao ser afastado.

****

A casa estava cheia.

Sarada acabara de parabenizar Himawari e lhe entregou seu presente.

Havia pessoas  conhecidas e alguns que estavam faltando.

Dentre esses especificadamente, estava Mitsuki.

A jovem suspirou ao ver um casal abraçado na varanda da casa dos Uzumaki.

“Ah, finalmente!”-Uma voz fez Sarada se virar.

“Chouchou?”

“O que?”-Ela parou diante da amiga tentando entender a reação.-“Eu fui convidada também”

Sarada riu-“E o que podemos fazer de bom aqui?”-Ela perguntou.

“Ah a comida é muito boa, o estilo musical eu aprovo e vou te dizer, Himawari conhece uns gatinhos eim”-Chouchou disse olhando para um trio de garotos que passavam por elas.

“Chouchou! Fala abaixo”- Sarada murmurou se aproximando mais da amiga.

“Você veio então”-Alguém se direcionou a Sarada.

La virou o rosto encontrando Boruto ao seu lado.

Houve um silêncio.

“Anos depois e eu continuo invisível”-Chouchou resmungou.-“Vou pegar uma bebida”

“Chouchou”-Sarada a chamou mas a outra apenas acenou rindo.

Sarada se virou um tanto tensa.

“Eu tô ficando maluco com essa barulheira toda”-Boruto resmungou.

“Achei que estava gostando’-Ela murmurou.

“Ah... pela irmã só...”

“E seus pais?”-Sarada então percebeu que não havia nenhum pai ou mãe de seus amigos.

“Ela exigiu ser uma festa ‘jovem’”-Boruto riu.-“Então meu pai levou minha mãe para jantar fora o que não acontecia a anos”-Boruto ficou pensativo.

“Imagino”-Sarada murmurou olhando para o lado um pouco desconfortável.

“Você deve estar com sede”-Ele disse a puxando pelo pulso.

“Boruto”-Ela reclamou enquanto era levada para a cozinha.

No caminho tiveram que passar por alguns jovens mais novos que conversavam na sala.

“Aqui tá ficando mais cheio”-Boruto resmungou se esticando para pegar uma latinha de refrigerante para a jovem.

Sarad a pegou tropeçando em algo que preferiu nem olhar e se aproximou de Boruto que procurava outra coisa na geladeira.

Ele então puxou uma garrafa.

“Cerveja?”-Sarada perguntou descrente.

Ele deu de ombros.

“E por que eu ganhei um refrigerante?”-Ela perguntou fingindo estar indignada.

“Porque você é uma jounin consciente e responsável...”-‘Ele afirmou melancolicamente. “Diferente de mim”-Murmurou baixo.

Ele cruzou os braços o franzindo os olhos.

Boruto a olhou um tanto surpreso, e então se agachou diante da geladeira e pegou algo do fundo.

“Você têm que jurar que não viu isso”-Ele disse.

Sarada levantou uma mão assentindo de brincadeira.

Então Boruto pegou um engradado de seis e escondeu em seu casaco chamando Sarada para o seguir.

Ela o fez.

****

“Que feio Boruto, desobedecendo as regras do seu pai”-Sarada fingiu estar brigando.

“Olha quem fala”-Ele murmurou se deitando.

Os dois estavam no telhado da casa.

O som abafado chegava bem mais baixo até os dois.

Sarada se deitou apoiando os cotovelos nas telhas.

Boruto levou a garrafa até a boca e então cruzou um dos braços atrás da cabeça.

Sarada ficou pensativa.

Porque ela sentia aquilo quando estava ao lado dele?

Boruto então a surpreendeu com uma pergunta.

“Sarada... O que você achou naquele dia que... Bem, nos beijamos no dia do festival?”

Ela elevou o corpo se sentando.

Aquela pergunta... Naquele momento.

Ela virou o resto do líquido da garrafa .

Então suspirou.

Boruto esperava a resposta.

“Por que está perguntando isso agora?”-Ela murmurou.

Boruto se sentou então.

“Eu... Sempre quis saber, mas não tinha coragem de perguntar”

“Hum”

“Hum?”

“Me diz você, que conseguiu beijar duas garotas no mesmo dia”-Sarada disparou.

Boruto a olhou espantado, e depois relaxou.

“Está se referindo a Sumire?”

“Por que? Teve outras que não fiquei sabendo?”-Sarad ironizou.

Boruto se irritou.

“Claro que não, e só pra começar não fui eu que beijei Sumire... Ela fez isso e eu nem reagi!”

“Imagino”

“Eu nem queria isso, me arrependo de não tê-la afastado, mas não me arrependo de ter beijado você!”-Ele disse se levantando-“Mas parece que você sim”

Sarada sentiu um enorme peso sair de suas costas.

Todas aquelas vezes que Boruto a chamou para conversar e simplesmente fugia do assunto inicial... Era para perguntar isso?

Ela suspirou, e olhou para o jovem um pouco mais a esquerda.

Boruto estava de pé olhando para frente.

“Eu não me arrependo, na verdade...”-Sarada murmurou-“Eu nunca esqueci”

****

Droga.

Falei tudo que não deveria falar.

Sarada você está namorando, não aja assim novamente.

Ao mesmo tempo que essas vozes vem em minha cabeça me dando bronca por estar bebendo ali no telhado com um outro cara...

Penso no porquê nunca deixei aflorar o que senti por Boruto.

Por quê?

Eu gosto do Mitsuki, ele é incrível e me trata tão bem, mas... Não sei explicar o que sinto por Boruto.

Ele então para minha surpresa se senta ao meu lado.

E me olha sorrindo.

Ah não.

Esse sorriso.  

A droga daquele sorriso.          


Notas Finais


Logo logo vem mais ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...