História O conto da Lullaby - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas, Originais
Tags Aventura, Horror, Magia, Romance, Violencia
Exibições 1
Palavras 700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Mistério, Survival, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 5 - O conto da Lullaby capitulo 5


  Depois de meia hora Erick voltou ao normal e foi direto para o lago gamaco onde ele e Mika se encontraram varias vezes a lullaby já dominando boa parte do seu corpo começou a falar

-Se torne mais forte me alimente com seu ódio. Com um tom melancólico a lullaby continuou falando até a fala se tornar uma canção as luzes da cidade começou a se apagar e as nuvens ficar negras os ventos que antes estavam calmos começou a ugir com toda sua força depois de cinco minutos a cidade estava em na escuridão total com uma tempestade mais forte do que qualquer pessoa já mais imaginou.

   Então Erick sem conseguir enxergar por conta da tempestade foi correndo para sua casa com dores quando ele chegou em casa um único clarão roxo em forma de raio atingiu sua casa e foi direto para a lullaby Erick começou a ficar com mais dores depois do raio ter atingido a flauta como se alguém estivesse dando facadas por todo seu corpo.

  Todos da cidade estavam com medo do que estava acontecendo a única coisa que eles conseguiam ver era as luzes fortes vindo do meio da floresta onde ficava a casa de Erick eles todos estavam reunidos dentro da escola por causa de um evento tradicional da cidade que tinha todo final de ano para comemorar o dia do rei de fogo que eles cultuavam como deus.

     A população inteira estava em pânico até uma menina chamada Esma dizer onde está o Erick então todos começaram a se perguntar a mesma coisa até um menino chamado William falar

- Olha aquela luz no meio da floresta não é lá que o Erick mora

- Sim. Respondeu outro menino então começou o alvoroço e todos a ficar revoltados dizendo

-Foi ele que estragou nosso evento vamos atrás dele. Então a cidade toda se dividiu em grupos e depois que tempestade acabou seguiram em direção a floresta onde Erick morava chegando na entrada da floresta estava saindo um som agudo que só animais conseguiam ouvir todos estavam preparados  com seus cachorros para invadir a floresta porém os cachorros estavam se recusando a entrar na floresta com medo da presença que estava cobrindo a floresta e do som. Os grupos já dividos resolveram soltar os cachorros que saíram correndo de medo pra longe da floresta todos ficaram assustados porém já era hora de algo acontecer todos começaram a rezar e a se despedir dos seus filhos e mulheres depois de meia hora de preparo e despedida eles começaram a entra com medo na floresta assim que o primeiro passo foi pisado começou a vim uma onda sonora que espantou animais e pássaros só ficando corvos planando em cima da floresta todos começaram a se perguntar de onde veio a onda sonora que deixou o ar pesado e a floresta morta sem nenhum som metade dos homens ficaram com medo e quis retornar porém assim que eles pisou pra fora da floresta caíram mortos no chão.               

Todos ficaram com mais medo ainda porém sem opção tiveram que continuar adentrando na floresta que antes esbanjava  vida e agora tudo está morto, 10 dias passaram todos estavam famintos a procura de comida porém não tinha nada para caçar até um camponês chamado de Miahacos que tomou e se auto título líder do bando.
   Depois de uma longa jornada chegaram no lago chamado Tincam um homem do bando abriu o sorriso e saio correndo tirando a roupa para pular no lago como um estopim todos começaram a segui-lo até Miahacos dar ordem - Não vão esperem. 
    O homem que estava se deliciando na água começou a sentir uma visgada então deu uma olhada para seus companheiros que estavam com olhar assustados o pobre homem olhou em volta e viu que todos os peixes estavam mortos ele começou a ficar desesperado e saiu o mais rápido possível do lago assim que ele pisou em solo seco sua pele começou a cair por conta do ácido solto pelos peixes mortos demorou 5 segundos para que seu corpo ficasse apenas em carne e sua carne apodrecer o homem estava deitado no chão desesperado então o Miahacos ordenou que matassem o homem.


Notas Finais


Espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...