História O Contrato- Primeira temporada - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate, Giovanna Chaves, Gustavo Daneluz, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Zé Felipe
Personagens Giovanna Chaves, Gustavo Daneluz, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Zé Felipe
Exibições 394
Palavras 263
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente!
Mais um capítulo.

Capítulo 6 - Cap. 06


Larissa Manoela:


        Assinei o contrato. Dentro de três meses eu serei a esposa do João Guilherme. Não estou feliz com isso e pretendo deixar bem claro para meu pai. Depois que nos despedimos dos Ávila's, eu e meu pai fomos para casa e não trocamos uma palavra sequer durante o caminho. Mas, quando chegamos, a coisa mudou.
Lari: Eu sei que dinheiro é importante, mas eu podia simplesmente arrumar um emprego.
Gilberto: Larissa já está resolvido você se casa em três meses, assinamos o contrato, não sei se você lembra.
Lari: Não tente mudar de assunto, estou dizendo que você não precisava obrigar sua única filha a se casar com um desconhecido por causa que você deixou o seu escritório ir a falência.
Gilberto: Não foi bem sim e precisamos do dinheiro ou você prefere ser pobre.
Lari: Minha mãe certamente preferia que fossemos pobres, ela nunca me obrigaria a casar com quem não amo.
Gilberto: Larissa....
Lari: Chega. Já ouvi o suficiente, só espero que um dia você se arrependa disso. -falei e subi as escadas.
Gilberto: Tenho certeza de que um dia você irá me agradecer por isso Larissa. 
        Ouvi ele gritar e fechei a porta do meu quarto, me jogando na cama. Chorei. Chorei tudo que eu precisava chorar. Como eu queria que a minha mãe estivesse comigo agora, ela me entenderia. Meu pai é um idiota, nunca irei agradecer a ele por estar acabando com a minha vida. Estou certa de que até o casamento muitas coisas podem acontecer, mas não tenho nenhuma esperança de que alguma seja boa. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...