História O Coordenador Algodão Doce - Interativa - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Dawn Hikari, Diamond, Drew, Fantina, May
Tags Ação, Altaria, Aventura, Contest, Cress, Dawn, Drew, Fanfic Interativa, Fantina, Fic Interativa, Fic Interativas, Interativa, Interativas, Luta, May, Mega Evolução, Pokemom, Pokémon, Pokemon Contest, Romance, Torneio, Wallace, Yaoi
Exibições 33
Palavras 1.548
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Super Power, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Segue mais um capítulo pra vocês que acompanham!
Boa leitura :3

Capítulo 10 - A Floresta de Eterna


Fanfic / Fanfiction O Coordenador Algodão Doce - Interativa - Capítulo 10 - A Floresta de Eterna

Nossos heróis estão seguindo em frente, direto para a cidade Eterna onde Tyler enfrentará seu quarto ginásio, e depois iram para Hearthome onde lutará o seu quinto e Onodera entrará no seu segundo torneio. Porém, para chegar a todos esses destinos, os dois garotos tem que passar pela floresta de Eterna, um lugar calmo, pacato, cheio de Pokémon e extremamente verde e sem civilização. Os jovens andavam bravamente pelo local a procura de aventuras e acontecimentos fantásticos.

- Tyler minhas pernas estão cansadas. – Onodera dizia quase se arrastando na grama com uma face de cansaço, o moreno se vira e exclama:

- Ai você não é o companheiro de viagens mais forte que achei!

- Vamos descansar, estou com fome. – O menor se senta no chão enquanto seu estomago fazia um grande som. Tyler irritado fala ao companheiro:

- Aiai, okay, se não tem outro jeito.

- Pessoal, podem sair! – O garoto de cabelos azuis libera Algodão Doce, Audino e Flabébé. Tyler solta seu Pokémon Inferno, Mightyena e Talonflame:

- Vamos galera!

- Aqui está a comida de vocês. – Onodera divide a ração Pokémon entre todos ali envolvidos, Tyler observa o cuidado e carinho do menor com todos eles, tanto com os seus quanto com os do amigo. Ele pergunta:

- Você cuida bem de todos eles não é?

- Sempre, eu os amo. – O garoto diz sorrindo com doçura, aquilo faz o negro corar e desviar o olhar de seu companheiro enquanto dizia meio sem graça:

- Legal.

- Coma um Tyler. – Onodera oferece um de seus cupcakes azul e rosa, o garoto apenas retira de sua mão e coloca na boa falando:

- Tá... Nossa, isso está muito bom.

- Após terminar a frase, Tyler começa a comer tudo o que tinha ali como se o mundo fosse acabar, o garoto mais novo achou engraçado aquela cena e disse:

- Que bom que gostou hahaha

- Ei vocês! – Uma voz feminina é expelida para os garotos, Tyler se vira e pergunta com a boca cheia:

- O que?

- O que pensam que fazem em nossa floresta? – Outra voz feminina e semelhante a outra continua a falar. Onodera arqueia a sobrancelha ao repetir:

- Nossa?

- Eu ou Lindsay e essa é Elijah! Somos as irmãs fantásticas e iremos desafiar os dois por terem invadido nosso território. – As garotas idênticas se apresentam, ambas retiram as pokéball do bolso e Tyler se levanta empolgado:

- Há! Vocês é que vão perder essa meninas!

- Se não tem outro jeito né? – Onodera dá de ombros e se levanta junto. Lindsay joga a pokeball:

- Kirlia eu escolho você!

- Gothorita vai! – Elijah falava ao lançar a sua. As duas Pokémon graciosas saem juntas, Tyler sorri alegre e grita aos seu Pokémon:

- Péssima escolha de vocês, acaba com elas Mightyena!

- Flabébé agora tá na hora, arrase! – Onodera aponta o dedo pro campo e a pequena fada voa até sua frente. Lindsay começa:

- Confusion Kirlia!

- Gothorita você também! – A irmã conclui. Onodera age rápido:

- Flabébé protect!

- Um circulo de proteção invisível se faz em volta da fada, parando a energia azul clara que vinha em sua direção. Já Tyler ve a energia e diz:

- Mightyena aguenta firme.

- Mightyena é levantado com o poder da mente e jogado para longe, mas cai de pé como se nada tivesse ocorrido, Onodera fala preocupado:

- Coitado dele Tyler.

- Relaxa, nem é efetivo. – Tyler coça atrás do pescoço enquanto o menor de cabelos azuis diz:

- Mesmo assim.

- Mightyena use o Dark pulse! – Tyler comanda, e do corpo de sua hiena sai uam grande energia escura e acerta Kirlia, nesse momento Onodera pede:

- Flabébé use o toxic!

- Um tiro de veneno mole e rápido acerta a outra psíquica, deixando a mesma envenenada enquanto suas treinadoras gritavam:

- Meu Kirlia!

- Minha Gothorita!

- Não vamos deixar barato, Psychic! – Ambas falavam juntas como se fossem uma pessoa só, e os dois Pokémon soltam raios roxos em grande velocidade.

- Use o sucker punch! – Tyler exclama, o Pokémon dark desvia de todos os ataques e lança a pata certeira na face de Gothorita enquanto Onodera fala a sua Pokémon:

- Magical leaf!

- As folhas magicas e de cores variadas são lançadas em Kirlia como uma tempestade cortante. As duas caem enquanto as gêmeas falam junto mais uma vez:

- Ah, essa não.

- Nós perdemos, vocês são uma ótima dupla. – Continuava Lindsay, sua irmã pega em sua mão e fala:

- Vamos irmãzinha.

- As duas correm e somem no meio da floresta. Flabébé nesse momento começa a brilhar e Onodera pergunta:

- O que é isso?

- Ela está evoluindo. – Tyler explica ao ver que o menor nunca viu uma evolução de Pokémon. Após cessar a luz, a pequena havia se tornado uma Floette. Onodera exclama animado:

- Nossa, ela se transformou em uma Floette!

- Sim, parabéns Onodera. – Tyler diz ao menor que se entender se vira ao novo Pokémon e fala:

- Você é quem merece parabéns Floette!

- Onodera a abraça e Tyler pergunta apontando o polegar para a nova direção que iriam caminhar:

- Enfim, e nós vamos ou não?

- Vamos guardar as coisas e continuar a andar por essa floresta enorme. – Onodera olha as coisas em volta, Tyler ri e repete:

- Hahaha, enorme.

- Os dois andam por mais alguns minutos, finalmente veem algo, é uma mansão antiga, cheia de pedaços quebrados e sem iluminação. Onodera aponta animado:

-Olha uma casa abandonada.

- Não entre ai, esse tipo de lugar é cheio de Pokémon fantasma. – Tyler fala sério, o menor se vira e diz:

- Nossa, que medroso você.

- Eu? Hahahaha deve estar me confundindo. – Tyler se nega ao amigo que começa a andar em direção à residência podre:

- Então não tem problema de entrarmos.

- Vamo logo Onodera. – Tyler o puxa de volta pelo colarinho e os dois continuam a andar procurando a saída da floresta. Os dois rapazes andaram por mais alguns minutos e finalmente quando acharam a saída para a civilização, um rebanho de mareep passando correndo. Os dois ficaram ali encarando o mundo de algodão que corria em alta velocidade. Onodera aponta para seu Swablu que voa por cima do rebanho alegre e animado com os Pokémon ali correndo, porém, Algodão Doce vê algo diferente no meio do rebanho amarelo, havia uma pequena bola rosa. Curioso pousa em cima da mesma que se movimenta para sair de perto dos outros, era um mareep rosa e diferente dos outros.

- Olha aquilo Tyler! – Onodera dizia ao companheiro correndo até a pequena ovelha, Tyler se agacha e fala:

- É um Pokémon shiny, que incrível!

- Ele é lindo. – Onodera se aproxima ainda mais da ovelha dizendo:

- Oi mareep.

- Mareeeeeep! – Ela grita e sua lã começa a fluir eletricidade. Onodera se ajoelha na altura dos olhos do Pokémon e fala mexendo na bolsa:

- Calma amigão, olha aqui.

- Está com fome? – Pergunta retirando um dos seus cupcakes, o Pokémon cheira desconfiado e ele diz docemente:

- Isso pode comer.

- A ovelha começa a comer o primeiro e sorri feliz, depois disso Onodera pega mais um e lhe da na boca novamente. Tyler ve a cena e ri um pouco antes de falar:

- Você é inacreditável né?

- O que foi? – O garoto de pele leitosa pergunta, o negro joga os braços na sua nuca e diz virando rosto:

- Nada não.

- Você é lindo e eu quero ter uma batalha pra tentar te capturar, o que acha? – Onodera diz fazendo carinho no Pokémon que o observa por um tempo, após entender apenas pula no colo do menor e começa a rir:

- Maree marree marreep!

-Opa, acho que nem vamos precisar hahaha – Onodera ria de volta com o Pokémon  enquanto Tyler via tudo sem acreditar naquilo. O garoto para e fala:

- Mas eu não tenho pokéballs.

- Eu tenho essa aqui que nunca vou usar, pega. – Tyler retira uma de sua bolsa, era roxa e rosa, ONodera questiona curioso:

- Porque não usaria?

- É rosa cara, mas combina com você. – Tyler explica o menor, ele observa a pokéball e pergunta ao maior:

- Ah sim, é uma dreamball não?

- Isso mesmo. – Tyler concorda. Onodera se levanta e fala apontando a Dreamball para o pokemon elétrico:

- Tá legal, bem vindo ao time marreep.

- Maa! – A ovelha rosa responde sendo convertido em energia vermelha. Quando a dreamball parou de se mexer, Onodera apenas falou:

- Isso.

- Parabéns Onodera. – Tyler fala ainda sem entender como o menor conseguia aquilo. Ele sorri e fala:

- Mas foi ele quem me escolheu.

- Vamos continuar, a saída é logo ali. – Tyler aponta a saída e os dois correm em direção a cidade de Eterna. Os nossos aventureiros correm em direção ao destino, nesse capítulo Onodera evoluiu seu primeiro Pokémon, Flabébé que se tornou uma linda Floette, e ainda capturou um Pokémon de cor diferente que chamam de shiny, um lindo mareep, uma ovelha elétrica e simpática. Que aventuras esperam o nosso novo treinador Tyler e nosso pequeno coordenador Onodera na busca de realizarem seus sonhos na região de Sinnoh? Leiam no próximo capítulo.

(Continua)


Notas Finais


É isso ai, acabou mais um cap.
Se for leitor novo, favorite a fanfic e comente o que acha,
Mande sua ficha leitor que já favoritou e não a mandou ainda,
Você que é leitor fantasma sem favoritar, faça isso, ajuda bastante a crescer a fanfic.
E Beijos a todos que fazem já tudo ceritnho, <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...