História O coraçao de um demonio - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 27
Palavras 319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Pertencida ao inferno


Fanfic / Fanfiction O coraçao de um demonio - Capítulo 3 - Pertencida ao inferno

Conforme o tempo foi passando as desgraças ao meu redor pioravam. Meus pais eram drogados e alcoolicos, aos poucos foram perdendo tudo o que haviam ganhado com o pacto. Realmente nada foi tirado deles, mas nao significava que eles mesmo nao perderiam. 

Em meu primeiro ano de vida, todos os meus dentes ja haviam crescido, algo nada normal para bebes desta idade. Neste mesmo dia acabei arrancando a cauda da gata da vizinha com os proprios dentinhos de leite. Me encontraram com sangue por todo o corpo e rosto, algo que realmente destacou meu olhos vermelhos que encantavam e surpreendiam a todos que os viam, mas mal sabiam elas que aqueles olhos fofos os atormentaria as proximas noites. Cada um e olhava dentro de meus pequenos olhos sofriam noite após noite com tormentos em sonhos macabros, acidentes inesplicaveis e assumbraçoes ao seu redor. Meus pais começaram a ficar preocupados ao receber a carta de suicidio de uma companheira da seita que dizia.

"Matem esse demonio antes que ele acabe com voces, esses pequenos olhinhos demoniacos estao me perceguindo, ja nao durmo a uma semana.

Mesmo que exautemos o rei do inferno isso ja é demais! Vocês são pessoas legais mas espero que morram por terem trazino este demonio para este mundo. 

Vao para o inferno! 

SUSAN E JHON"

Esta carte acabou chegando até eles e os assustaram muito. Acharam que a mulher tinha enlouquecida, pois como um bebê tao fofo e inocente poderia ter causado isto nao é mesmo?

Os anos foram passando e eu crescendo. Me tornei uma criança agressiva e maldosa com as outras crianças. grudava chilhete nos cabelos, fazia-os cair, e esmurrava quem me contrariasse. Tudo isso longe dos olhos de qualquer adulto. Para eles eu era uma criança docê que machucava sem querer os amiguinhos, mas isso nao era nada verdade. Tudo ao meu redor era repleto de desgraça e sofrimento, e eu me sentia muito bem con aquilo.


[CONTINUA...]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...