História O Crush do Meu Melhor Amigo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, V
Tags Flex, Hoseok, Lemon, O Amigo Do Meu Crush, Sexo, Spin-off, Taehyung, Vhope, Yaoi
Visualizações 248
Palavras 1.429
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


IMPORTANTE!
Pra quem caiu aqui do nada, é importante que leiam primeiro a fic original, O Amigo do Meu Crush. Esta fic é apenas um spin-off, ou seja, se originou daquela e é extremamente importante ter lido aquela fanfic para entender essa. Deixarei o link nas notas finais.

Pra quem caiu aqui pelo O Amigo do Meu Crush, sejam bem vindos aos que se interessaram pelo maravilhoso vhope. Será curto e rápido, mas contará histórias importantes como a de Hoseok e Jungkook. Será breve e mais focado em vhope, nas partes não vistas em OAMC huhu Não estarei att com muita frequência por ser curta e breve, e também porque o foco mesmo é OAMC, certo?
Não está terminada ainda, tem apenas alguns capítulos prontos, então vamos com calma. Espero que aproveitem esse vhope que não mostrei muito na fic, e gostem. Decidi portar à parte porque acho que fica até mais fácil, já que quem curte apenas a história jikook, lerá aquela, e quem curte a parte vhope, poderá ler essa igualmente huhu.
Bom, já expliquei melhor em O Amigo do Meu Crush, mas podem tirar suas dúvidas nos comentários ou em meu curious cat
Boa leitura!

Capítulo 1 - Taehyung, e sua novela mexicana


Não era novidade, mais uma vez, eu ser esquecido pelo meu querido amigo. Talvez eu já tivesse previsto isso acontecer quando pensei em apresentá-lo ao Hoseok.

Jimin era birutinha por ele, mas não é como se fosse o fim do mundo encarar o amigo emburradinho. Só que ao invés de dar atenção para o denominado crush, ele ficava na cola de quem? Do amigo, exatamente.

E agora, eu tinha que aguentar as furadas que ele dava, porque simplesmente ficava estressado demais para lembrar de mim. Jungkook sabia mesmo como irritá-lo e Jimin também não fazia muita questão de deixar quieto e ia lá mexer com a fera.

— Deixe-me ver, Jungkook está com Jimin e os dois estão quase se matando? — Sorri, quando abri a porta de meu apartamento para Hoseok.

— Possível, eu só sei que tenho dois potes enormes de sorvetes intactos — Levantou as sacolas — Você topa? Jimin não deve vir também, e eu sei que estou sentindo cheiro de pipoca.

— Sorvete e pipoca? — Fiz uma careta e deixei ele entrar — Isso vai acabar em uma noite no banheiro.

— Ou em uma noite agradável onde fingimos que nossos amigos não irão nos abandonar hoje —  Riu — Eles são estranhos juntos.

— Você sabe que Jimin está tentando conquistar o perdão dele, certo?

— Não duvido nada, então é melhor vermos um filme, ou jogar cartas, se preferir.

Fechei a porta, já imaginando que tipo de noite seria.

Hoseok colocou os potes de sorvetes na mesinha e eu fui buscar a querida pipoca e as colheres gigantes. Eu sei que daria ruim comer algo salgado e ainda ingerir sorvete, mas vai que dá certo, não é mesmo?

— E então, amigo esquecido, companheiro de dias iguais a este, o que quer assistir?

— Que tal algo que realmente valha a pena comer estes potes?

Eu não era muito fã de filmes triste, e isso me deixou um pouco entediado.

— Mas se quiser, podemos ver um filmes de comédia — Continuou.

E eu concordei.

[...]

No dia seguinte eu nem preciso dizer que foi exatamente a mesmo coisa. Jimin furou, Jungkook furou, e desta vez eu fui até o apartamento de Hoseok.

— Sorvete?  

— Intactos ainda — Fechou a porta atrás de mim — Vou pegar as colheres.

Sentei-me em seu sofá macio demais, e vi uma bolinha de pelos encolhida no canto. Ah, um gatinho. Minha fraqueza.

— Hoseok, é um gatinho mesmo? — Tive certeza de que meus olhos brilharam — Eu posso tocar?

— É uma gata siamesa, fique à vontade — Ele largou as coisas no braço do sofá e sentou no chão perto de mim — O nome dela é Pru, costuma fazer esse som quando quer comida.

— Ela não é arisca?

— Nem um pouco, é uma gatinha estranha, parece que sempre quer um colo novo — Eu adorei saber disso — Gosta de banhos e de pessoas sorridentes como você.

— Essa última parte deve ser apenas um complemento para me deixar feliz — Arrisquei passar a mão na coisinha fofa — Gatos geralmente só querem dormir e não ligam para isso.

— Você que pensa, leva ela pra sua casa e descubra as coisas que ela fará, e não é dormir.

— Entendi — Ri — O que planeja fazer hoje? Não quero fazer nada muito cansativo.

— Podemos pensar em algo, mas eu realmente não cheguei a planejar nada.

— Então vamos conversar.

Dei tapinhas no lugar ao meu lado, indicando que ele poderia sentar ali, e tive coragem de pegar Pru e colocá-la em meu colo. E não é que a danada gostou, rodou um pouquinho e se encaixou no meio de minhas pernas como se me conhecesse há anos?

— Me conte a história dela — Pedi.

— Eu adotei ela ano passado, achei-a na rua — Ela miou quando ele fez um carinho, e eu quis receber esse miado também — Ela tem uma carinha de gatinho de botas que me fez levar ela pra casa.

— Acho que eu não sairei da sua casa tão cedo, eu amo gatos, mas não tenho coragem de ter um.

— Por que não? — Ele olhou-me com expectativas.

Jimin do céu, fisga ele logo antes que dê merda 

— Eu não acho que suportaria ver ele morrer algum dia — Admiti — Eu não sei como lidaria com a situação.

— Já teve um?

— Já, há muito tempo — Deixei um sorriso mínimo aparecer — Hum, eu não sei o que aconteceu, mas ele fugiu.

— Eu sinto muito.

— Não, tudo bem... Já faz muito tempo.

Eu pensei que a gatinha reclamaria por eu estar brincando com seu rabo, mas ela apenas empinou seu traseiro para receber mais carinho. Uma gatinha estranha mesmo, igual ao dono.

— O que você achou do Jimin?

— Eu achei que é uma pessoa divertida, mas que cairá nos encantos de Jungkook.

Eu ri de sua afirmação. Sabe de nada mesmo, coitado. Coitado do Jimin também.

— Por que acha isso?

— Eles combinam, e eu sei que Jimin não faz as coisas por maldade — Hoseok recebeu uma mordida de Pru — Jungkook deve estar se divertindo também. 

— Jimin diz que ele é um demônio, que é grosso e um idiota.

— Isso é um sinal de que Jungkook está deixando ele entrar em seu espaço pessoal — Revelou —  Se fosse qualquer outra pessoa, Jungkook já teria espancado até a morte.

Eu fiquei um pouco receoso sobre isso.

— Jimin não merece ser espancado e, pelo bem do seu amigo, espero que não faça isso com ele.

— Ele não vai, relaxa — Sei, quero só ver — É minha culpa ele ser assim.

A culpa era dele? Não acho que seja isso.

— Hoseok...

— Não, é sim. Eu posso parecer uma pessoa pacífica, mas eu já fui pior. Eu já machuquei pessoas ao ponto delas irem parar no hospital.

Jimin, pelo amor de Deus, não se meta com Hoseok também.

Eu abri minha boca diversas vezes, mas o que eu diria?

— Jungkook apenas seguiu o meu exemplo, seu pai colocava muita pressão nele, e de alguma forma ele tinha que botar toda a agonia para fora, ou explodiria. Eu fiz com que ele se tornasse fechado porque eu sabia que eu só queria um companheiro para me seguir em minha rebeldia.

— Não faz sentido.

— Não faz, não é mesmo? — Ele riu, envergonhado — Eu sei, mas eu mudei agora. Cresci com alguns tios, nenhum deles realmente me queriam. Diziam que meus pais foram uns irresponsáveis e que não quiseram arcar com a consequência de ter um filho, e agora devem estar viajando pelo mundo. Eu só estava confuso na época, mas muita gente pagou por isso.

— Mas agora já não é mais assim, e isso é bom.

— Jungkook não conseguiu mudar, apesar de se segurar muito para não sair batendo nas pessoas — Ele foi se afastando, e eu senti pena — Ele odeia que as pessoas se aproximem dele, ele desconfia dos interesses e tenta sempre se manter longe. Mas eu sei que ele quer atenção, carinho e uma vida contrária ao que seu pai deseja.

— Ele está indo contra o pai?

— Sim, tipo isso. Na verdade, ele só aceitou pagar a faculdade para ver se abria os olhos do filho. Não que vá adiantar muita coisa, isso vem do fundo dele, é o que ele quer. E o pai... Nunca foi uma flor que se cheire, só que agora parece estar pior. Jungkook tenta não se envolver com nenhum tipo de pessoa.

— Jimin não teve problemas em se aproximar dele, por quê?

— Jimin exala teimosia, não é fácil para Jungkook fazê-lo se afastar. É complicado explicar direitinho, mas Jimin e Jungkook tem personalidades semelhantes, mesmo que pouco. Jungkook não é desse jeito que parece, só é torrão. É teimoso e difícil de lidar.

— Acha que Jimin pode mudar esse jeito fechado dele?

Parecia mais um questionário. Um questionário para eu aprovar Jungkook na vida de Jimin. Que engraçado como isso soa.

— Eu aposto que sim, Jungkook já começou a se abrir para mim. Ele chega aqui já soltando tudo o que Jimin causa nele. É engraçado, na realidade. Jungkook está muito mais à vontade agora, solta sua ira, mas se controla. 

— Isso é bom então, para os dois.

Será que Jimin acabaria por ficar com Jungkook?

— Ele é uma pessoa bem divertida, gosta de desafios, mas não admite muito as coisas — Difícil de ver isso — Às vezes ele esquece de ser rude com as pessoas, e acabamos por ver um lado um pouco mais... Leve. Raramente vejo isso, e eu reparei que isso acontece com mais frequência quando o assunto é o seu amigo.

Eu, pelo menos, nunca vi. Então por enquanto duvidarei de suas palavras até que veja isso com meus próprios olhos.

— Eu aposto que irão se casar — Terminou.

Exagero, sim, muito exagero.   

Hoseok é um exagerado.


Notas Finais


O Amigo do Meu Crush: https://spiritfanfics.com/historia/o-amigo-do-meu-crush-9473116

Bom, gente, espero que tenham curtido huhu As coisas ainda estão no começo, quando eles ainda estavam se aproximando, ok? Calma, que eu vou tentar desenvolver eles bem huhu <3 <3 <3
Espero que deixem um comentário me dizendo o que acharam e se curtiram <3

Curious Cat: https://curiouscat.me/NamieK
Twitter: https://twitter.com/_NamieK

Bjkas no heart de todos <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...