História O Desafio Inesperado - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Colin O'Donoghue, Jennifer Morrison
Personagens Colin O'Donoghue, Jennifer Morrison
Exibições 62
Palavras 839
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Minha Culpa


Com as nossas brincadeiras a manha passou rápido e muito cansados voltamos para casa ainda brincando um com o outro. Logo que chegamos em casa a pequena seguiu para o banho como eu pedi e Colin foi ver TV enquanto fazia alguma coisa para comermos já que já passava do 12:00.

-----//-------//--------//---------//--------//-------

A noite havia chegado e com ela veio uma noite com o céu bem estrelado...o clima estava muito perfeito para fazer o seu próximo desejo que era um jantar romântico e como aqui não tinha nenhum restaurante por perto e não podemos deixar Zoe sozinha resolvi fazer um jantar ao ar livre e ele logo aceitou.

Ele está tão animado que nesse momento esta cantando em frente ao espelho enquanto passa perfume...pensa em um homem vaidoso, é Colin O’Donoghue.

-Colin, esta pronto?

-Sim amor, podemos ir

-Então vamos para o nosso jantar

Consegui descer ele ate a metade da escada, logo que ia continuar o celular dele começou a tocar então ele me fez subir tudo de novo para ele atender a ligação mas.... eu juro que não queria ter escutado a conversa dele mas não aguentei, logo que passei em frente ao quarto acabei escutando um pedaço da conversa com Willian, nosso advogado.

*Não Willian, vai tudo para o nome da Jennifer

*Mas Colin, e a zoe? (*Estava no viva voz)

*Daqui 2 meses eu já estou indo embora, então tudo será da Jen e então ela resolve do jeito que ela quer

Como assim 2 meses? Ele vai ficar com a gente por 7 meses, ainda falta 5 meses para completar, ele não tem esse direito de me deixar antes da hora.

*Então esta tudo certo, basta ela assinar a papelada

*Eu...eu vou falar com ela e depois eu te ligo

*Ok, estarei esperando a sua ligação.

Ele logo desligou e então resolvi entrar no quarto mesmo com os olhos vermelho e as lagrimas caindo.

-Como assim daqui 2 meses?

-Jen...

-Me fala logo, como assim você já esta indo daqui 2 meses sendo que você ainda tem mais 5 meses comigo e com a sua filha

-Jen as coisas estão passando muito rápido e então eu liguei para Miguel e pedi para diminuir meus dias nos exames...eu cheguei em um ponto que não esta dando mais

-Porque? –Disse com a voz falhando –Estamos indo tão bem

-Eu sei e esse é o problema, quando mais melhor for depois vai ser mais dolorido a minha partida...me desculpa amor

Eu não disse nada sobre a sua desculpa, apenas segui ate a saída da casa, preciso de ar, meu mundo esta se fechando muito rápido, eu estou ficando presa e não estou dando conta...preciso pensar em um jeito de contar a Zoe que  seu pai vai embora mais cedo do que imaginava.

Estava caminhando para o jardim atrás da casa que era um jardim aberto ate o momento em que escuto um barulho forte dentro  da casa, corro imediatamente ate o barulho, mas antes eu deveria ter me preparado para o que poderia vir pois o que vi desmoronou toda as minhas estruturar, tudo que me mentinha em pé...com os olhos embaçados corro ate Colin que estava desacordado.

-Colin –Disse tremendo e tentando acordá-lo – Pela mor de deus, acorda vai, eu preciso da você comigo

Tentei de todas as formas acorda-lo mas nada dava certo, ele não pode ter ido...não agora deus, me trás ele de volta por favor é a única coisa que peço.

-Mamãe, o...ele...

- O que aconteceu Zoe? –Disse desesperada

-Eu não sei, você saiu e ele foi atrás de você então eu me virei e logo ouvi um barulho alto, quando me virei ele estava rolando as escadas –Disse também chorando

O desespero falava mais alto a cada segundo que passava, o medo já era notável em todo o meu rosto e as lagrimas já caiam como um cachoeira e não tinha previsão para parar... se acontecer mesmo o que estou imaginando, elas nunca vão parar.

AS 3 HORAS DA MANHA...

Aqui estava eu e Zoe nessa maldita sala de espera, minha pequena tremia e chorava assim como eu...acho que agora ela já consegue ter um ideia do que vai acontecer daqui a alguns minutos ou meses.

Eu não conseguia parar sentada, eu precisava de noticias, eu precisava do meu homem de volta.

Andando de um lado para o outro ouço a porta da sala de espera se abrir e logo vejo Miguel que por sorte estava por aqui com a sua família aparecer.

-Jennifer

-Si...sim

-Nós precisamos conversar e tem que ser agora

-Mas primeiro me diz uma coisa? –Disse ainda olhando para Zoe que também olhava para mim

-Diga

-É serio? –Disse olhando dessa vez para ele que apenas afirmou com a cabeça

E de um simples jantar tudo mudou de repente, eu não deveria estar passando em frente ao quarto naquele momento da conversa, eu não deveria ter ouvido, eu não deveria ter saído de casa....é a minha culpa por ele estar aqui, e dessa vez é de verdade.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...