História O Desejo de um Uzumaki - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Ino Yamanaka, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kankuro, Kiba Inuzuka, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Rock Lee, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Dark Naruto, Naruto Dark, Naruto Genio, Vingança
Exibições 784
Palavras 3.690
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Luta, Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yoo, como vão?
Escrevi esse cap rapidinho, espero que gostem!!

Tava meio sem idéias aí comecei a ouvir umas músicas que sei lá, instigou minha criatividade

ESTAMOS CHEGANDO A 300 FUCKIN' FAVS MEU DEUS! ❤❤❤

Espero que gostem!
Espero vc nos comentários :))

Capítulo 10 - Lado Podre da Folha



  
         

               Lado Podre Da Folha

Aquela típica sensação de mal estar, sem ao menos estar passando mal, era isso que Naruto sentia. Haviam se passado três dias, o comportamento dos ninjas de alto escalão, Jounnin, mudou completamente para com ele, obra de Kakashi. Agiam com mais cautela, mas por ter se fundido parcialmente com Kurama, há um mês, ele podia sentir a malícia emanando por seus poros facilmente.

Sua aura havia sofrido uma mudança discrepante, agora estava mais obscura e forte, também. Os aldeões agora nem tinham coragem de dirigir qualquer insulto visual, como antigamente. Não tinham coragem de ofendê-lo com palavras, mas o olhar odioso era presente em cada um daqueles que, de alguma forma, foram prejudicados pela Kyuubi. Não que isso fosse afetá-lo.

Naruto estava treinando no campo de treinamento designado a sua equipe, com seu grande número de clones poderia avançar ainda mais rápido. Seu arsenal de ninjutsus já estava em um nível aceitável, seria melhor aumentar a qualidade deles e treinar sua resistência e velocidade, são poucos que se preocupam nesses quesitos. A cópia do Pergaminho Proibido estava selada em uma parte de seu corpo, inacessível e não visível às outras pessoas.

Era vigiado constantemente por um esquadrão AMBU, que não faziam nada além de observa-lo pelas sombras, mas o comportamento deles mudavam a cada dia, se tornando mais calmos de acordo com a presença do Uzumaki. Naruto já sabia que era seguido como se fosse um criminoso, apenas se fazia de desentendido, seria melhor assim.

Estava prestes a melhorar o fluxo de Raiton por seu corpo, quando um AMBU surge em sua frente. O aparecimento repetido dele fez uma explosão de Raios ser feita, tendo como resultado um AMBU sendo lançado a inúmeros metros de distância e um Naruto sentindo uma dor jamais sentida, mas mesmo assim transpassava uma feição odiosa para com aquele que atrapalhou seu desenvolvimento.

— O que quer aqui?! – Disse Naruto firme, liberando cada vez mais chakra.

— O Hokage-sama exige seu comparecimento... – Disse, logo após colocou seu dedo indicado na testa de Naruto, as informações do local eram passadas mentalmente. Logo depois 'desapareceu' em um Shunshin, retornando, na verdade, ao seu local habitual como vigia.

O local escolhido pelo Yondaime era no mínimo icônico. Dentro da própria Floresta da Morte, eles sabiam que se Naruto fosse realmente aquilo que Kakashi havia relatado ele seria capaz de passar por aqueles desafios.

Já tinha avistado aquele lugar ao longe, nunca chegando a mais de um quilômetro de distância. Por sinal aquela cabaninha era, na verdade, mais um daqueles esconderijos clássicos dos poderosos e influentes de Konoha.

Mesmo sua nova técnica não estando perfeita decidiu esperimenta-la, seria perfeita naquela situação. Envolveu seu corpo com raios e logo em seguida começou a correr com o máximo de velocidade que podia naquele momento, se não fosse o maldito AMBU interromper seu treinamento naquele momento crítico poderia ir ainda mais rápido.

Tomaria com certeza o status de Minato de o Homem Mais Rápido do Mundo, não usando o Hiraishin, poderia se quisesse, seria mais uma cópia, faria do seu jeito. Poderia até ser aquela clássica história de um filho querendo superar seu pai, mas nesse caso era mais uma rivalidade esplêndida, entre inimigos declarados, era mais uma disputa de quem roubava o título de quem. Quem viria a se tornar mais poderoso.

Chegou em frente aos portões magníficos do Campo de Treinamento 44 em menos de cinco minutos, ainda mais veloz que da última vez, se surpreendeu por isso. Lá estavam ainda mais AMBUS, isso o estava deixando tenso e furioso, estavam tratando-o como um criminoso. Deu um chute naquelas grades que o separavam daquela Floresta mortal, fazendo questão de não esconder sua real capacidade, iria finalmente colocar os 'pingos nos is' .

Começou a correr ainda mais em direção ao local estipulado, sentindo ao fundo aqueles ninjas impertinentes que o seguiam. De repente sentiu ter ultrapassado uma barreira, percebendo que aquela cabana sinistra e de certa forma macabra estava a pouquíssimos metros à sua frente. Era uma Kekkai, Minato era um cretino quando se tratava desse quesito, era mais uma área para massacra-lo, felizmente tinha seu sangue Uzumaki e o Pergaminho Proibido a sua disposição.

Assim que adentrou teve uma péssima sensação passando pelo seu corpo, cada pedaço de si arrepiou. O local era mal iluminado e frio, em algum lugar daquele teto tinha uma goteira, o som da água caindo em gotas era inconfundível. Macabro era a única coisa que poderia descrever aquele local.

Avistou uma pequena mesinha de centro, lá estava um pequeno pergaminho e do lado dele, estava escrito: Para Uzumaki Naruto. Eram as instruções de como remover a barreira que o separavam daquela reunião, lá estavam, provavelmente, os líderes de clã e as pessoas influentes de Konoha. Naruto tinha um status nada elegante dentro da vila, qualquer coisa a cerca dele traziam grandes repercussões.

No momento em que desfez a barreira, se deu de cara com uma porta de aço puro, ela parecia estar ali desde que entrou no casebre.

"Era um Genjutsu..." – Disse Naruto, com uma leve irritação na voz.

Sua pior área era o Genjutsu, isso o frustava. Não queria que seus inimigos, sim, os que estavam atrás daquela porta eram seus inimigos, salvo Hiruzen e outros, soubessem de sua fraqueza. O fato deles terem conhecimento de seu ponto fraco o deixava irado, isso demonstrava que era ainda mais vigiado do que pensava. Kurama insistia que essa era a única fraqueza que Jinchuuriki's possuem, pelo menos todas as outras áreas tinham uma grande proficiência, alguns tenho maior facilidade do que outros.

Adentrou por aquela porta o mais majestosamente que podia, contrariando os rumores que ele era um garoto barulhento e mal educado que tanto haviam falar. Se portavam como um Hyuuga, tinha a frieza no olhar de um Uchiha.

— Para qual finalidade fui convocado? – Perguntou Naruto, o mais diplomaticamente possível. Essa falsa educação levava Minato aos nervos, mas essa era uma das finalidades de tal atitude.

— Kakashi nos disse que você dizimou uma enorme quantidade de mercenários com extrema brutalidade e facilidade, além de agora possuir duas das sete espadas lendárias. Queremos saber até onde vai a extensão se seu poder, já que conseguiu derrotar um Espadachim da Névoa facilmente. — Disse Minato seriamente, com os dedos cruzados tente a boca. Falou com extrema malícia quando se tratou das espadas, mas se ele estava querendo, isso deixou Naruto irado.

— Na verdade, se fosse para estipular o nível concreto no qual estou, certamente seria um Chunnin. – Disse Naruto brincalhão, ninguém gostava de quando ele falava daquele jeito em uma situação tão séria como aquela.

— Um Chunnin não consegue derrotar uma pessoa de tal nível, além de massacrar tantas pessoas facilmente. – Disse Danzou, realmente interessado no filho do Yondaime. Era claro que ele possuía um grande futuro, e em sua cabeça, trazê-lo para seu lado seria a maior aquisição que alguém poderia fazer.

— Em minhas lutas contra Zabuza, eu o irritava ao máximo que podia, tirando-o do foco da batalha, assim criando várias brechas, foi preciso apenas uma brecha para que o derrotasse, já que por ser tão cheio de si subestimava minhas capacidades. Achando que o jogo estava a seu favor, ele esqueceu completamente que eu poderia ter um às escondido na manga, assim o derrotei. Os comparsas de Gatou viram o estado que Zabuza estava e logo me superestimaram, colocando-me como uma figura poderosa e imbatível, desistiram fácil de qualquer contra ataque. É uma forma única de vencer aqueles que são indiscutivelmente mais poderosos. – Explicou Naruto, com um sorriso zombeteiro que brincava com o canto de seu rosto.

Era uma estratégia bem pensada, na verdade. Até mesmo Shikaku estava surpreso com o pensamento de Naruto, aquela era uma tática de guerra, prova disso era Minato, que foi o trunfo para Konoha sair vitoriosa da Terceira Grande Guerra, apenas a sua presença espantava a maioria dos guerreiros, que o colocavam como status e um Deus.

— E onde aprendeu todos esses Jutsus? – Perguntou Homura, um dos conselheiros.

— Com um mascarado misterioso. Estava treinando sozinho em um dos campos de treinamento da vila e ele apareceu, propondo Treinamento. — Disse Naruto calmamente, replicando a mesma desculpa que disse a Gai e Kakashi, se começou contando-a que morresse dizendo a mesma coisa. Pareceu ter convencido Minato, já que ele começou a soltar uma grande quantidade de Sakki.

— Nunca mais volte a ter encontros com esse indivíduo, entendeu bem?! – Disse Minato sombriamente, com os olhos escuros de ódio.

Kurama havia dito sobre um homem com as mesmas características, que a arrancou de dentro de sua antiga hospedeira, Kushina, e obrigado-a a atacar Konoha. Vendo que seu pai estava irado com a informação de que ele "treinava" com a pessoa que trouxe a desgraça à vila o deixava extasiado, no minimo.

Debruçou-se na mesa, saindo daquela pose nobre, encarando Minato no profundo de seus olhos, com os suas pupilas no mais vermelho sangue, eram os olhos da Kyuubi. O Namikaze estremeceu de leve, por conta de toda aquela Sakki e tambem todo aquele ódio que garoto em seus frente emanava, ainda mais do que a Bijuu de Nove Caudas exalava quatorze anos atrás. Todos naquela sala ficaram pasmos com o olhar penetrante e assustador que Naruto tinha para com Minato, ja ficavam mais na retaguarda. Uma coisa que Kurama e Naruto odiavam com força eram Minato e Kushina, expor aquilo em frente à todas aquelas pessoas era incrível, pensavam.

Me obrigue. – Disse Naruto baixinho, mas não o suficiente para que apenas o Yondaime escutasse, todos naquela reunião ouviram. Ele era realmente corajoso, desafiar um Kage sem ao menos um pingo de receio era meio impossível de se ver. Aquilo atiçou ainda mais as segundas intenções de alguns ali.

Fazendo jus ao seu título de Relâmpago Dourado de Konoha, Minato surge atrás de Naruto com um Rasengan na mão esquerda e a sua Kunai típica, de três pontas, empunhada em sua mão direita. O Namikaze achava que aquela atitude facilmente previsível seria capaz se atingi-lo, todos naquela sala estavam pasmos com a reação do Yondaime.

Naruto apenas rolou os olhos, atitude prontamente estranhada. Envolveu seu corpo com eletricidade e, no último segundo, conseguiu desviar da investida de Minato, pousando levemente no teto. A técnica dele fez com que a mesa fosse quebrada, além de ter uma pequena cratera no chão. Antes de pousar no solo, lançou a sua Kunai especial em direção a Naruto, este que não rebateu e fez nada, apenas interrompeu o fluxo de chakra de seus pés, desgrudando do teto. Conhecia bem o Hiraishin, rebater aquela Kunai significaria perder.

— Com essas atitudes impensáveis, agindo por instinto, jamais conseguirá me derrotar, Yondaime. – Disse Naruto, com aquele seu veneno típico na voz.

Ninguém estava acreditando que um simples Gennin conseguiu desviar da técnica mais poderosa de um Hokage, além de esnobá-lo. Certamente ele havia se tornado alguém poderoso, que não deveria ser subestimado, assim como Kakashi havia dito.

— O que querem mais de mim? Tenho coisas melhores pra fazer Ficar aqui, discutindo sobre as minhas reais capacidades não interferirá em nada em suas vidas. – Disse Naruto entediado.

— Quem você acha que é, Garoto-Raposa?! – Perguntou Homura irado com tamanha insubordinação, não se importando com a regra imposta pelo proprio Sandaime.

Em um piscar de olhos Naruto desapareceu e reapareceu em frente a Homura, com o braço todo energizado, saiam até faíscas. O conselheiro estava quase entrando em pânico quando percebeu que o Uzumaki tinha sua palma da mão a milímetros de seu rosto. Mas do nada ele para o movimento, fora um movimento brusco, na verdade.

Kyuubi no Jinchuuriki... – Disse Naruto sombriamente, mas de certa forma com dificuldades.

Kagemane no Jutsu. A principal técnica do Clã Nara. Não foi preciso ver quem havia usado, era apenas Shikaku do Clã naquela reunião.

Em um momento impensado, Naruto aumentou ainda mais o fluxo de Raiton, alguns pequenos raios saiam de seu corpo, que, por sorte, atingiram a única lâmpada que iluminava aquela sala, fazendo-a agir em plena funcionalidade, era como se fosse um pequeno sol. Como consequência disso a técnica de Shikaku havia sido desfeita.

— O Kagemane no Jutsu precisa de sombras para funcionar, o que não há nessa sala. – Explicou Naruto com uma voz grave. Logo depois de falar encostou com a ponta de deu indicador na testa de Homura, desmaiando-o com facilidade.

— AMBU! – Gritou Koharu, fazendo aparecer alguns ninjas para prender Naruto, afinal, ele havia, de certa forma, agredido um conselheiro.

— Nem pensem nisso... – disse, fazendo ainda mais raios saírem de seu corpo. — Ele violou a lei imposta pelo Sandaime-sama, como consequência disso ele deve ser levado até a Força de Tortura e Investigação. –   Finalizou Naruto, zombeteiro. Os ninjas não podiam discutir, eram as regras de um Kage.

A mulher estava rangendo os dentes e apertando os punhos com força, agora estava experimentando o que Minato passava a cada vez que se encontrava com seu filho renegado.

— Pode reclamar o quanto quiser, Koharu-sama. – o escárnio era presente em sua voz – São apenas as leis, elas não são supremas para todos? – Finalizou Naruto. No final ele sempre saia por cima, isso deixava todos seus inimigos irados.

— Como sabe que tem a Kyuubi selada em seu interior, Naruto? – Perguntou Shikaku, realmente interessado, mas também era uma forma de quebrar aquela tensão palpável entre o Gennin e uma conselheira.

— Estava meditando e entrei, acidentalmente, em meu subconsciente. Pode-se dizer que temos uma boa relação, mas não amigável, temos um inimigo em comum, isso é o que nos deixa próximos. – Mentiu Naruto, seria melhor omitir toda a verdade. Os ali presentes queriam parar de se surpreender, mas o Uzumaki realmente não colaborava. Ter uma relação pacífica com uma Bijuu era um feio para poucos, Naruto era realmente uma incógnita.

— E qual seria esse inimigo em comum? – Perguntou Hiruzen seriamente. Ter um Naruto com ódio total acerca de uma só pessoa não deveria ser algo bom.

— Aquele que desgraçou a minha vida. — Disse Naruto com uma voz destorcida, de arrepiar. Ninguém ousou mais uma palavra sobre aquele assunto.

— Naruto, agora sobre as espadas da névoa... – Disse Koharu receosa, mas ao mesmo tempo com uma pintada de ódio – São muito importantes e valiosas, com elas poderíamos abrir acordos imperdíveis com Kirigakure. – Disse com malícia espressa em sua voz, isso fez com que o Uzumaki a olhasse desinteressado.

— Elas não estão em negociação. Além de que, em minhas mãos, elas são mais funcionais. – Disse Naruto irredutível.

— É só colocarmos alguns ninjas para vasculhar seu apartamento, não precisamos de sua autorização. – Disse Danzou com um sorriso zombeteiro. Eram todos podres, com exceção de alguns ali, isso o deixava com ranço, vontade de vomitar.

— Podes vasculhar toda Konoha que jamais as acharão, Danzou-sama. — Disse Naruto, se lembrando que as espadas estavam seladas dentro da cópia do Pergaminho Proibido, este que estava selado onde o sol não bate.

— Está me desafiando? – Perguntou Danzou meio alterado.

— Baah, encare isso como bem quiser. – Retrucou Naruto, isso fez com que o Shimura rangesse os dentes, mas não falou nada, era melhor se manter calado, por enquanto...

— Acredito que tudo o queriam falar já foi dito. Se querem realmente saber as minhas reais capacidades que me promovam a Jounnin ou AMBU, por exemplo. – Disse Naruto, com os olhos fechados e os braços atrás da cabeça, era uma pose relaxada.

— Pular todas as etapas sem antes ter sido testado? Acho isso improvável... – Disse Hiashi, com sua rotineira feição de superior, estava olhando-o com desdém. Isso deixava Naruto irritado, mas não fez nada. Duelar contra o líder do Clã mais forte de Konoha seria suicídio, mas conhecia una forma melhor de subjulgar todos os Hyuuga's.

— Derrotar um dos sete espadachins da  névoa, dizimar dezenas de ninjas e desmaiar um conselheiro não são feitos dignos para tal promoção, Hiashi-sama? – aquele veneno típico, no qual ele usava com perfeição. – Se ainda não está satisfeito que coloque seu melhor ninja para lutar contra mim, creio que não exista um sequer que chegue ao meu nível. — Disse Naruto zombeteiro. O lider do Clã Hyuuga não gostou nem um pouco do modo em que aquele Uzumaki havia falado, colocaria, certamente, seu melhor ninja para lutar contra Naruto, seria uma forma de cortar toda aquela insubordinação.

— Declaro essa reunião como encerrada. Já temos todas as informações que necessitavamos, certamente será feito um teste para a sua provável promoção. — Disse Hiruzen, fazendo menção aos Exames Chunnin, e não a um impossível para Jounnin ou até mesmo para AMBU. Era melhor não prolongar aquilo tudo, caso contrário Naruto continuaria a criar tensões, e pelo o que percebeu ele estava disposto a ir até o fim em suas palavras, maus hábitos nunca mudam. Pelo menos ele não espalhava pelos quatro ventos que aquele era seu Jeito Ninja de Ser.

"Não faça nenhuma besteira, Naruto..." – Disse Hiruzen em pensamentos, preocupado com aquelas mudanças bruscas que seu neto havia sofrido. Percebeu que todas as ações que ele tomava eram protetivas. O Sandaime foi embora daquela reunião con um Shunshin de folhas, ato seguido pela maioria das pessoas de la.

Ficaram Minato, Naruto e Danzou. Os dois homens encaravam Naruto com uma feição impossível de se ler, suas verdadeiras intenções eram exemplarmente escondidas.

Mais que rapidamente Naruto teve que desviar daquela impertinentes Kunai personalizada de Minato, que tinha a marca do Hiraishin. Quase que não conseguiu desviar, fora no último segundo que conseguiu escapar da investida do Yondaime. Tinha adornado seu corpo com Raiton, técnica que mais estava usando, querendo aperfeiçoa-la e torná-la perfeita antes dos Exames Chunnin, que seriam dali a pouco tempo.

Reapareceu na quina daquela sala, ciencou a desviar mais chakra para seus punhos, em contrapartida Minato já havia formado o Rasengan. Ambos impulsionaram suas pernas e foram praticamente voando em direção um ao outro, mas antes que tivessem contsto uma forte ventania se fez presente no local.

— Fuuton: Shinkūha. ( Ondas de Vácuo ) – Disse Danzou calmamente, impedindo que o Rasengan de Minato, e o projeto de Raikiri de Naruto colidissem. Eram ataques de puro chakra, o impacto deles seria estrondoso. Naruto estava, de certa forma, agradecido pelo 'socorro', ele não fugiria do combate, porém perderia miseravelmente, nenhum dos dois era una opção.

— O Yondaime lutando contra um Gennin... Ainda mais ele sendo seu proprio filho? Decadente... Vá embora, caso contrário contarei a Sarutobi o que houve aqui. – Ameaçou Danzou, fazendo Minato, mesmo a contragosto ir sair de lá em um Hiraishin.

— Sei muito bem que não fez isso por caridade. O que quer de mim? – Perguntou Naruto seriamente, encarando aquele velho Falcão de Guerra.

— Nem um pouco sútil... Gostaria que entrasse em minha bifurcação da AMBU, a NE, lá terá suas habilidades ainda mais desenvolvidas, ganhando uma vasta experiência, já que, se aceitar, só fará missões Rank-A para cima. Assim você pode esquecer de sua equipe, além de ganhar poderes inimagináveis. – Disse Danzou, era uma proposta tentadora e seduzente. Aceitar aquilo seria ir contra a tudo aquilo que acreditava.

— Desculpe-me a recusa, Danzou-sama, mas é como Hiashi bem disse, tenho que passar por todas as etapas antes. – Disse se dirigindo em direção a porta. – Não se preocupe, não contarei nada para o Sandaime-sama, a não ser, é claro, que esses AMBUS impertinentes continuem em meu caminho. – Finalizou Naruto, indo embora sem o mínimo de cerimônias deixando um Danzou completamente furioso para trás, este que murmurava que nada daquilo ficaria assim.

Decidiu ir embora andando calmamente, havia gastado muito chakra a toa, seu corpo clamava por descanso. Sua técnica estava longe de ser perfeita, mas felizmente a cada vez que usava ficava cada vez melhor.

Já do lado de fora da cabana, Naruto avistou algo que realmente estava fora de seus pensamentos. Era Kakashi, a pessoa que provocou toda aquela chatisse de reunião, era muita cara de pau aparecer ali depois de algo como aquilo.

— O que faz aqui? – Perguntou Naruto com uma falsa calma, o que fez com que Kakashi arrepiasse de leve.

— Quero pedir desculpas pelo que aconteceu anteriormente entre nós dois... Ficaremos um bom tempo na mesma equipe, precisamos ter uma relação amigável... Apenas relatei tudo aquilo porque era necessário, você sabe disso, não? – Perguntou Kakashi constrangido.

Não era segredo que o Hatake estava fazendo aquilo a contra gosto, podia sentir as sensações dele claramente. Estava tentando retomar aquela falsa relação entre mestre-aluno, o que realmente não faria falta a Naruto. Com certeza ele fora mandado ali por Minato, querendo manter seu fiel espião de olho no Uzumaki.

— Que seja... Não me importo com isso. – Disse Naruto sinceramente, com uma feição desinteressada.

— E como pedido de desculpas, quero lhe ensinar o Raikiri, você é o único no time que possui Raiton para aprendê-lo. – Disse Kakashi, com um falso sorriso por debaixo da máscara.

Os olhos de Naruto se expandiram levemente, ficou surpreso com a o que seu Sensei havia dito. Logo depois sorriu de canto, se ele quisesse passar sua marca registrada para Naruto que fosse assim, pelo menos teria mais uma técnica poderosa em seu arsenal.

— Claro que sim, Kakashi-sensei. — Disse Naruto, com o tom mais angelical e falso que poderia fazer, deixando bem claro que sabia das reais intenções de Kakashi, este que suspirou de leve, era difícil, senão impossível, ludibriar Naruto.

Começou a correr com o máximo de velocidade que podia em direção a saída da Floresta da Morte, não se importando no gasto excessivo de chakra. Precisava de um descanso, de qualquer forma, pelo menos gastando mais chakra era apenas chegar em casa e desabar na cama.

Tinha altas expectativas para o dia seguinte, afinal, escoltaria Shijimi, a esposa do Damyo até a capital.

   


Notas Finais


E então? Como fui?

Me perdoem qualquer erro ._.

Até o próximo cap, meus bruxos :))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...