História O Despertar Da Haruno Sakura - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari
Tags Feitiçeira, Naruhina, Naruto, Nejiten, Poder, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Vampiro
Exibições 373
Palavras 3.300
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Esse cap é um pouco grande, mas foi preciso aumentar.
espero que gostem .
E quero agradecer ao meus lindos que continuam lendo a fic e comentando Arigato !!! *-* *-*

Capítulo 5 - Sakura


Sakura...

-É você? Diz o Hyuuga.

  As Hyuugas mais novas o encaram questionando sua surpresa e emoção...

-Pai você a conhece? Diz Hinata surpresa.

-Como não iria conhecer ela é a filha da Mebuki. Diz se levantando da cadeira.

-Que? Da tia Mebuki? Diz Hanabi

-Sim dela mesmo. Diz caminhando em minha direção.

-Mas a tia Mebuki não tinha morrido meses após o meu nascimento pai? Diz Hinata desconfiada. _ E o Sr nunca nos disse que ela teve uma filha. Me encara de cima em baixo.

   Minha cabeça gira, não sei o que pensar eu tinha um tio e primas! Como nunca tinham me contado? Porque esconderam de mim?

-Minha mãe morreu? Digo a primeira coisa que me vem à cabeça. Aquela pergunta o acertou em cheio ele parou diante a mim e me abraçou. Foi estranho nunca o tinha visto na minha vida, nunca o havia conhecido, ele era um estranho para mim, mas eu não era para ele.

- Eu nunca contei porque era segredo ninguém poderia saber da existência dela  e querida minha irmã partiu durante o seu nascimento. Diz com a voz chorosa. Meu coração aperta minhas lágrimas caem. Porque eu choro? Porque me sinto triste? Eu sabia que meus pais haviam morrido, minha avó me disse isso quando era pequena, mas, eu acho que pelo fato de que eu descobri ter uma família isso me deixou na esperança que estavam vivos.

.-E meu pai ele também... Minha voz saiu triste achando que ele também havia morrido já que ele não havia vivido comigo.

-Bem seu pai não morreu, bem até ontem aquele homem safado estava vivo. Diz sorrindo tentando me animar.

-Mas... Porque ele... Digo me surpreendendo. Não termino a frase ele retorna á sentar-se à mesa que ele estava e me pedi para sentar na cadeira em sua frente e diz:

-Pedem para a empregada trazer algo para comer e beber teremos uma conversa um tanto longa.

-Vai Hanabi. Diz a Hinata

-Porque eu? Diz Hanabi

-Porque esse assunto e para adultos não crianças, ou seja, você não precisa está tão ciente aos fatos.

-Preciso sim pelo o que vejo também sou prima dela. Diz apontando para mim.

   Hinata se estressa abre a porta e empurra a menina para o lado de fora fechando a porta em sua cara.

- Espera. Diz menina fazendo Hinata revirar os olhos e se sentar em uma cadeira perto de mim.

   O Hyuuga mais velho a encara soltando um sorriso de meia boca.

-Vocês duas não mudam. Diz se virando para mim me observando, fazendo com que eu ficasse vermelha. Até então ele percebi uma loira na sala.

-Oh, desculpa eu fiquei tão emocionado em ver minha sobrinha que não lhe perguntei, quem e a Srta?

   Envergonhada ela se aproxima para perto de mim e diz:

-Yamanaka Ino.

-Oh então você e a filha do Inoichi?! Diz espantado._ Ele me disse que chegava por esses dias e estava muito animado alias.

-Sim. Diz sorrindo

-Seu pai e um grande amigo meu, mas me diz como conheceu a... Ele dá uma pausa e me olha._ Qual o seu nome? Meu deus eu esqueci o nome que me Irmã te deu, oh céus! Diz sorrindo meio sem graça.

-Bem, sou Sakura Tanaka? Digo meio sem saber o meu nome certo.

-Oh sim Sakura como a árvore de cerejeira ela amava essa arvore. Diz suspirando. _Bem, no entanto seu nome não é Tanaka esse era apenas um nome de “disfarce” seu verdadeiro nome é Haruno Sakura. Diz e volta a olhar a Ino me deixando com muitas perguntas, Porque me deram um nome falso? antes que eu abrisse minha boca para perguntar ele diz a Ino:

-Como conheceu a Sakura?

-Bem foi enquanto eu retornava a Konoha digamos que eu morava lá na casa de meus avós, e estava retornando para vim ao colégio, mas, tinha uma coisa eu não sabia o caminho e começou a contar a história de como nos conhecemos.

-Hahahaha se perder da aldeia da areia ate aqui seria um tanto perigoso. Quando ia falar mais a Hanabi entra junto da empregada trazendo algumas coisas para beber e comer._ oh sirva-se disse para mim e para Ino.

-Oh, não obrigada devo recusar tenho que ir para minha casa meus pais devem estar preocupados.

-É verdade sua mãe é um pouco dramática enquanto a isso, quando o Inoichi um dia ficou aqui resolvendo uns problemas sérios, ele havia passado da hora que prometeu chegar em casa, ela veio até aqui bateu em minha porta perguntando se ele estava, e eu disse que sim ela bateu e quase deixou ele surdo dizendo que havia deixado ela preocupada isso e aquilo até que no fim chorou fazendo-o prometer chegar em casa na hora marcada.

-Serio que minha mãe fez isso? Que vergonha. Diz Ino.

-Okay então, Srta Yamanaka pode ir quer que Hinata ou alguém te leve? Sabe o caminho?

-Não. Diz ela vermelha.

-Hinata... O Hyuuga mais velho disse.

-Ah não pai não levo quero saber de tudo diz se afundando na cadeira.

-Okay, Natsu pode leva-la diz olhando a mulher que apareceu na porta.

-Sim querido. Diz ela

-Bem essa aqui e a Hyuuga Natsu minha esposa.

-E um prazer conhecê-las. Diz ela meigamente.

-Essas daqui e a Srta Yamanaka Ino e essa. Diz um tanto emocionado. E essa Sakura Haruno!

-Haruno? Diz desconfiada.

-Sim ela é a minha sobrinha filha de Mebuki.

-Oh meus Deus! Diz animada como cresceu da ultima vez que vi no meio da correria era apenas um pingo de gente sua mãe era minha melhor amiga. Diz sorrindo._ Bem queria continuar, mas vejo que tem muito a se por em dia depois nos falamos porque agora levarei a Srta Yamanaka a sua casa. Diz me abraçando e saindo da sala seguida pela Ino.

-Minha esposa é muito gentil, conheci ela através de sua mãe. Diz Hiashi

   Eu continuo a observar ele esperando que comece a falar.

         -Eu sei que esta curiosa sobre tudo, mas vou logo adiantar não te contarei tudo só o necessário para hoje, o resto deixarei que seu pai lhe conte okay?  Diz piscando o olho.

-Ah, diz logo papai não faz diferença ela vai saber de qualquer jeito. Diz Hinata tirando um suspiro de Hiashi.

-Bem começando... Diz ignorando Hinata.

    Há certo tempo a uns 200 ano atrás existiu um homem terrível que tinha prazer em fazer pessoas inocentes sofrer, ele destruía tudo em sua frente, matava sem piedade abusava das moças, fazia de prisioneira até que se enchesse e as matasse. ele e seus familares tinham o poder concentrado nos olhos um poder passado de geração em geração igual aos da família Hyuuga que mais tarde falarei sobre nossos poderes mas por hora falaremos do Sharingan.

- Um poder nos olhos incrível e suas habilidades eram:

    As habilidades do Sharingan consistem de duas partes: o "Olho da Percepção" e o "Olho do Hipnotismo". A primeira habilidade do Sharingan é capaz de ver o fluxo de energia vital. O próprio Sharingan dá cor a essa energia, permitindo que o usuário possa diferenciá-lo. Ele também é capaz de dizer se uma pessoa está sob um genjutsu caso o fluxo de energia da pessoa estiver irregular. A segunda habilidade é a mais importante do Sharingan, concedendo ao usuário uma incrível clareza de percepção, permitindo-lhe reconhecer facilmente genjutsu e diferentes formas de energia, embora não na mesma proporção que o Byakugan. Isso também permite ao usuário visualizar detalhes sutis, permitindo que ele saiba o que a pessoa esta falando ao ler o movimento dos lábios e até mesmo permite que ele consiga imitar movimentos de lápis.

 Esse clã invadiam terras matando todos os homens fracos indefesos. Eles faziam isso sobe as ordens do chefe deles o mais forte do clã que se chamava Uchiha Madara seu avô.

-Meu avô? Disse com a voz embargada e horrorizada.

-Sim. Seu avô da parte de pai. Diz ele concentrado em lembrar a história._ continuando essa família que continha o kenkei genkkai Sharingan se denominaram como o clã Uchiha.

   Durante anos eles passavam de vila em vila causando desastres e estava fazendo com que muitas vilas ficassem preocupadas e em uma dessas passagens por terras acharam uma completamente desabitada e então ele decidiu fazer dessas terras suas, que agora essas terras se chamam vila de Konoha situada no país do fogo, e como ele queria um lugar bom para viver decidiu deixar de lado um pouco sua vida um tanto prazerosa “pra ele” para construir um lugar confortável para si e seus familiares.

  Quando a vila já estava totalmente construída ele chamou alguns clãs de habilidades individuas para se juntar ao clã Uchiha e assim fazer de Konoha a mais forte vila de todas, e assim foi feito chegaram muitos clãs diferentes o clã Uzumaki, Senju, Nara e entre outros.

-Mas o seu clã não e de vampiros e sim de feiticeiros certo? Pergunto a ele.

-Sim, mas isso será contado mais a frente._ Com a vila construída sem nada para fazer decidiu voltar a se “divertir” então decidiu dividir os vampiros em grupos ele separava sempre grupos de mais ou menos 4 pessoas para trazerem escravos, pessoas para torturar e obter sangue fácil e denominou essa “diversão como missões da quais eram obrigatoriamente que tivessem sucesso e essa missões ele que designava a cada um e então ele ficou conhecido como chefe da vila digamos líder. Tinha uma vila da qual aonde ele nunca havia ido então decidiu ir com um grupo e lá nessa vila que ele conheceu uma moça muito agradável tinha um belo corpo, era linda, meiga, gentil, bom e isso que seu pai me contou. E então decidiu casar-se com ela porem ela não quis aceitar casar-se com ele então ele pegou matou todos os familiares da moça e a raptou da vila da nuvem que fica no Pais do Trovão. E a fez dela sua esposa e desse relacionamento teve dois filhos. A gravidez dela foi muito trágica ela era uma humana e engravidou de um vampiro. Disse ele abaixando os olhos. _Mas o pior que não foram um filho só de cada vez  mais sim dois... eles acabaram com ela, eles acabaram comendo sua mãe por dentro a deixando fraca bebiam de seu sangue e a única coisa que a fez aguentar ate o oitavo mês foi o sangue que o  Uchiha Madara lhe deu satisfazendo as crianças até o fim de sua gestação foi assim. O Uchiha tinha mudado depois que soube da gravidez de sua mulher tinha ficado um pouco digamos “bom” tinha parado de mandar ninjas caçarem vitimas e até prestavam serviços as outras vilas tentando remediar o que tinha feito.

   As crianças nasceram prematuras nasceram bem, mas, a mãe deles morreu assim que deu a luz...

   A esse ponto da historia eu já estava horrorizada e botei uma coisa em mente, jamais engravidar de um vampiro.

   *_mas eu não sou humana. Disse meu interior*

- Não quero saber, não engravidarei disse discutindo comigo mesma.

-Passaram-se anos e depois que sua esposa tinha morrido ele voltou ao normal deixava seus dois filhos aos cuidados das empregadas e saia atrás de outras mulheres para se divertir e as torturar, e também voltaram com as missões que destruía vila após vila por onde passava acontecia uma catástrofe fez do mundo um inferno eles atacavam sem piedade e quando ele queria fazer um acordo e se negassem a ele matava a pessoa sem piedades o mundo tinha ganhado a cor vermelha de sangue.

   Mas ele começou a atacar a vila da Areia e as outras vilas potentes, que não gostaram nada e decidiram mata-lo, seus filhos que agora estavam crescidos sabendo disso e não gostando do que seu pai fazia se juntaram as vilas inimigas e em uma certa noite a uns 150 anos, atacaram a mansão de seu pai e junto das feiticeiras as únicas capazes de mata-los (os vampiros) e o atacou foi uma guerra e tanto para conseguir mata-lo tivemos grandes perdas e ele também mas, por fim graças ao trio maravilhoso e um grande amigo conseguimos derrotar ele.

-Um trio um tanto maravilhoso? E um grande amigo? Questiono.

- Sim o trio formado por sua mãe Mebuki e seus dois irmãos gêmeos Hiashi e Hizashi o trio maravilho e meu grande amigo e o Inojin que usou a técnica típica de seu clã o de posessão de mente depois que eu e meu irmão gêmeo o acertamos com nossos punhos e sua mãe conjurava um feitiço. Assim derrotamos o mais temível Uchiha Madara.

-Minha mãe era muito forte. Digo impressionada.

-Sim era a maior feiticeira do nosso clã. Diz ele orgulhoso.

-Foi nessa luta que meus pais se conheceram? Pergunto

-Sim foi minha querida, e depois dessa guerra que parte da família Yamanaka e Hyuuga passou a viver em Konoha a pedido de seu pai. Porque desse jeito se ouvesse algo de errado nas atitudes dos vampiros nós estaríamos aqui e tambem assim faciitava que as outras vila voltassem a confiar na gente.

-Uau meu pai também é forte? Pergunto

-Pois sim saiba que diferente do irmão ele não nasceu com o sharingan, ele nasceu com uma força bruta incrível, acreditamos que essa força e por causa de sua avó já que os humanos são fortes em taijutsu técnicas de lutas corporais.

-Uau digo impressionada, mas pera quem e o meu tio? Irmão de meu pai, aonde ele vive?Digo.

-Seu tio se chama Uchiha Fugaku, o chefe da vila. Diz ele se inclinando para frente. _ Minha sobrinha quero lhe pedir um favor não chegue perto do clã Uchiha evita falar com eles para o seu bem.

-Porque pai? Diz Hinata.

-E para o bem dela enquanto seu tio não estiver aqui é o melhor para ela, eu também queria você longe daquele Uzumaki e daquele Uchiha mais você não me ouve. Diz ele sério encarando a menina que bufando sai da sala.

-A mãe dela a mima muito. Diz ele observando Hanabi sair atrás da Irmã.

-Mas... Porque não posso? Pergunto a ele.

-Ah... Diz ele se espreguiçando já falei demais hoje e que eu saiba amanha a Srta tem aula certo? Diz ele para mim._Bem tem um quarto de hospede aqui pode ficar aqui em casa enquanto seu pai esta fora. Diz ele se levantando da cadeira.

-Mas... Digo enquanto ele me empurrar para fora chamando a empregada.

-Arrume o quarto para a Sakura dormir. Diz ele a empregada. _ A alimente se ela estiver com fome e pegue um dos uniformes de escola da Hinata que amanhã ela terá aula e percebo que ela ainda não tem o uniforme. Diz ele parecendo saber que eu não havia comprado às roupas de escola.

-Sim, vamos Srta Sakura. Diz a empregada me chamando bufo e a sigo até o andar de cima e observo a empregada arrumar o quarto e quando acaba pergunta se quero algo para comer digo que não e então ela se retira deixando em cima da cama um uniforme de escola.

-Ta sendo complicadas tantas perguntas sem respostas... Digo enquanto caminho ao banheiro que tinha no quarto e tomo um banho calmo e relaxante que durou uns 30 min. quando acabo pego umas roupas de dormir que tinha na minha mala e me deito na cama e em seguida pego no sono...

 - Sakura! Ouço alguém batendo na porta._Estamos atrasadas para a escola.

-Eu não vou. Digo sonolenta e viro para o lado até que vejo a porta sendo arrombada e alguém me levantando brutamente me empurrando para o banheiro.

-Mas o que é isso? Digo apavorada.

-Estamos atrasadas sua idiota se arruma. Diz Hinata.

-Okay, não precisa fazer isso. Digo pegando o uniforme que eu tinha colocado em cima da mesa.

-Se eu não tivesse arrombado você não teria acordado. Diz revirando os olhos. _você tem dez minutos para descer se não te levo assim para a escola. Encara-me de cima a baixo.

-Cadê o tio Hiashi? Pergunto.

-Saiu para resolver algumas coisas por quê? Diz a Ignorante da Hinata

-Nada. Entro no banheiro faço minha higienização e saio correndo do quarto já pronta desço as escada correndo até a porta e vejo a Hinata parada com uma cara de quem comeu e não gostou.

-Até que em fim a princesinha se arrumou. Diz abrindo a porta e saindo.

   Nós andamos até o colégio em silencio, mas na velocidade da luz chegamos no mesmo estante que o sinal tocou.

-Droga! Vamos Sakura diz Hinata que já abria o armário trocando os sapatos. Como não sabia qual era meu armário e o meu tio me emprestou um sapato escolar da Hinata que deu perfeitamente bem no meu pé tirei o que eu estava e coloquei o escolar e o outro enfiei no armário dela.

-Oi, Sakura. Diz Ino.

-Oi! Qual sua sala Ino?

- 2-1 e a sua? Pergunta

             -Também. Digo já de sapatos trocados, pegando uns papéis que minha avó disse que eu precisaria entregar ao professor quando chegasse à escola.

-Deixa o mimi para depois nos três estamos atrasadas então, por favor, vamos. Diz já subindo as escadas andamos até a sala 2-1 e entramos.

   Os olhares pesam em cima de mim e da Ino, Hinata correu para o seu lugar com cara emburrada.

-Bom dia para você também Srta Hyuuga. Diz o professor.

-Com licença somos as alunas novas. Diz Ino meio corada, que fofo ela fica corada por tudo kkk.

-Oh! Sim bem que percebi que não estavam aqui no ano anterior. Diz o sensei carinhosamente.

   Entregamos nossos papeis com os dados e nomes, ele observa ao papel e por fim diz:

-Essas são suas novas companheiras de turma Yamanaka Ino e diz dando uma pausa me encarando. _Haruno Sakura

    E daí começa um falatório baixo na sala, mas não presto atenção no que falavam. E por fim eu e Ino dizemos:

-E um prazer conhecê-los. E ai ouço um comentário sobre meu estranho cabelo vindo de uma menina ruiva o que me faz quase perde a cabeça, mas o professor começa a falar:

-Haruno Sakura sente-se em frente ao Uchiha Sasuke e Yamanaka Ino sente-se de frente ao Sai diz nos direcionando ao lugar.

      Quando ouvi o nome Uchiha Sasuke me lembrei daquele energúmeno que conheci no dia anterior e então encaro o lugar aonde ia sentar na esperança que ele não seria aquele Uchiha que viu no dia anterior, mas pela minha grande falta de sorte era o mesmo ao vivo e a cores, reviro os olhos e caminho até a ele e percebo que sua mesa estava muito para frente e digo:

-Com licença a sua mesa esta muito para frente. Digo de ma vontade.

-A desculpa não sabia que era gorda e precisava de tamanho espaço. Diz ele sinicamente puxando a mesa. Como o odeio gente, bem que meu tio me avisou contra os Uchihas. Penso cerrando os pulsos me sentando tentando não estrangular aquele ser.

 -Espero que as trate bem. Diz o Iruka se virando percebendo a nossa discussão.

-Eu a tratarei perfeitamente bem. Diz maldosamente o loiro que eu havia visto no dia anterior com Hinata e então percebo um estojo vim na direção dele voar em sua cabeça, o que faz resmungar.

    Penso em rir da situação, mas percebo alguém ao pé do meu ouvido dizendo:

-E um prazer lhe conhecer Srta. Haruno. Diz o Uchiha com uma voz rouca contendo sua raiva._ Saiba que te tratarei perfeitamente bem. Eu dou um sorriso percebendo que estava contendo sua raiva por mim e por fim digo:

 -Que bom que posso contar com você Sr. Uchiha. Digo sorrindo de lado.

    Ele volta para o seu lugar e percebo que ficou irritado pela minha resposta o que me deixa muito satisfeita.


Notas Finais


Grande né? mas espero que tenham gostado fiz com grande carinho
e sobra os capitulos eu publicarei toda terça e aos sabados mas os de sabados nao sao certos porque ao contrario dos escritos experiente eu escrevo os capitulos no dia e demoro a elaborar um historia boa.
Bjs. #Reeditado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...