História O Destino Da Haruno - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Gaaino, Itasay, Naruhina, Sasusaku
Exibições 132
Palavras 1.799
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiie. ♥

Capítulo 4 - Chapter 4.


*O DESTINO DA HARUNO* 
*CAPÍTULO 4*: A Sakura fica, Karin.
*Por sakura*

Novamente a merda de aula. Hinata faz bagunça em todo quarto a procura de alguma coisa.  

– Hinata fique quieta. – Reclamo.

– Não dá. Perdi meu relógio favorito e estamos atrasadas. – Ela reclama. Reviro os olhos e bocejo me sentando na cama. 

– Seu relógio está dentro da gaveta e o relógio está à uma hora de adiantamento. – Bocejo e me espreguiço.

– Porque não me disse, Sakura? – Ela cruza os braços seria.  

– Porque você não perguntou? – Dou de ombros.  

– Ótimo, agora estamos acordadas e adiantadas. – Reclama ela. 

– Bom, assim você pode fazer minha panqueca preferida.  – Bato palminhas e sorrio, Hinata suspira. 

– Isso foi propositalmente, né Sakura? – Ela franzi a testa e eu gargalho, concordando.  – Você é a pior pessoa desse mundo. – Ela me joga um travesseiro e eu rio ainda mais.

– Foi sim.  – Rimos juntas. – Vou tomar banho. 

– OK. – Diz ela me deixando no quarto sozinha.  Levanto-me da cama e vou para o banheiro. Tomo um banho rápido e lavo meus cabelos.  

Assim que saio do banheiro, vou até o guarda roupa, pego meu uniforme da turma de manhã, camisa social branca, e uma – Micro. – Saia rodada preta.  Uma gravata verde com preto e meu all star preto. Visto tudo rapidamente e penteio meus cabelos, sem maquiagem como vou todos os dias, pego minha mochila e saio do quarto indo para a cozinha. 

Hinata prepara as panquecas enquanto a batem na porta.  Hinata olha para mim e diz para eu abrir. 

– Sakura-chan. – Naruto entra me abraçando. 

– Oi, Naruto. – Murmuro.  – Hinata está na cozinha.  – Digo. 

– Hinatinha meu amor. – Diz ele indo para a cozinha. 

– Oi, saky. – Itachi bagunça meus cabelos. 

– Oi, Ita. – Sorrio. – Say. – Abraço Saya forte. – Que bom ver você. – Ela retribui ao abraço. 

– Digo o mesmo. – Ela sorri. – Como esta? – Pergunta ela. Itachi entrelaça seus dedos nos dela novamente e sorri. 

– Bem, e você? – Ela sorri e balança a cabeça em um sim.  Olho para a porta vendo Sasuke ali. – Oi. – Dou de ombro. 

– Hm. – Ele também da de ombros indo para a cozinha. 

– Isso vai dar casamento. – Itachi ri e eu reviro os olhos.

– Nem morta. – Digo fechando porta. 

– Isso é panqueca? – Itachi pergunta assim que entramos na cozinha. 

– Sim,  Itachi. – Hinata diz gentilmente. 

– Amo panquecas. – Diz ele.  

– Eu também, são minhas favoritas. – Digo à Itachi. 

– Eu prefiro bolinhos de chuva. – Saya balança os ombros.  

– Amanhã eu faço para você. – Diz Naruto e o encaro incrédula. 

– Você? – Eu e Sasuke perguntamos ao mesmo tempo. 

– É, eu. – Ele fala. – Bolinhos de chuva são minhas especialidades. – Fala ele sorridente. – To certo.

– Tudo bem, isso eu saberei amanhã. – Saya diz.  

– Quer que eu contrate um bombeiro antes, caso você passe mal?  – Sasuke diz e eu seguro o riso. 

– Ei teme, eu sou melhor que você na cozinha. – Naruto se levanta e encara Sasuke que também se levanta. 

– Nunca, Baka. – Sasuke diz. 

– Porque vocês não apostam?  – Sugiro. 

– Aposta? – Pergunta os dois. 

– É. Vocês preparam uma comida que vocês são realmente bons, e o melhor prato vence. – Digo. Sasuke sorri de canto e Naruto mostra todos os dentes. 

– Eu te desafio, Teme. – Naruto diz alegremente. 

– Desafio aceito. – Diz Sasuke. 

– Para ficar mais interessante, o vencedor escolhe um mico para o perdedor pagar em público. –Itachi diz. 

– Isso sera muito divertido. – Saya ri. – Boa sorte aos dois hoje a noite. – Fala ela. 

– Valeu, Sah. – Sasuke diz sorrindo para ela. 

– Valeu Say-Chan.  – Naruto se senta novamente. – Se prepare para perder, Teme. – Ele ri. – To certo. 

– Se prepare você, Baka. – Ambos se encaram o que faz todos da mesa riem.

Depois de tomarmos cafe juntos e rir das briguinhas dos meninos, saímos de casa.  A escola é um pouco longe da minha casa, mais fiquei feliz que Itachi tem um carro, pra ser mais exata: Um Mustang preto com rodas prateadas. 

– Uau. – Murmuro. – Que carrão. – Itachi ri. 

– Lindo né? – Ele diz e eu concordo.  

– Cheguem de papo, vamos logo. – Sasuke reclama. 

– Vamos saky,  se não o senhor tolinho do meu irmão dá à luz antes da hora. – Rimos. Entro no carro e por infelicidade, eu fico ao lado se Sasuke.

O caminho até à escola é em silencio, dá minha parte e de Sasuke. Porque Itachi cantarola ao lado de Naruto e Saya gargalha junto à Hinata. 

– Ei. Sakura? – Saya me chama. 

– Sim?  – Respondo-a.

– Gosta de música? – Ela pergunta, concordo com a cabeça. Amo música, de todos os estilos principalmente rock. 

– Rock. – Saya sorri. 

– Eu também. São os melhores. – Concordo.Ela sorri e Itachi para o carro na porta do colégio. Descemos rapidamente e fomos andando juntos até a sala. 

– Amor, vou ao banheiro. – Saya diz dando um selinho no moreno. 

– Vou com você. – Hinata diz sorridente. 

– Não vou ficar sozinha com eles. – Falei encarando Sasuke. 

– Então vamos. – Ela diz rindo. 

– Não demorem e não cacem encrenca. – Falou Itachi. 

– OK, baby. – Saya respondeu. – Meninas eu acho que estou grávida. – Diz ela assim que entramos no banheiro. Arregalei os olhos e Hinata também. 

– Isso é sério? – É a única coisa que sai dos meus lábios. 

– Sim. – Ela coloca a mão na barriga. – Meu ciclo está atrasado e meu corpo aos poucos está mudando. – Falou ela nos olhando. 

– Itachi não percebeu? – Hinata pergunta. 

– Não. – Ela fica rubra. – Aquele tarado não repara ele já vai fazendo... Er vocês sabem. – Concordamos que sim. 

– Faz o teste.  – Falei. – Depois da aula a gente vai na farmácia e compra os testes. – Ela pega na mochila uma sacola. 

– Eu já comprei. – Fala ela. 

– Então entra no banheiro e faça. Também estou curiosa. – Hinata diz e rimos. 

– OK. – Falou ela entrando em um dos banheiros.

– Será? – Hinata pergunta e eu concordo. 

– Sim. – Digo. 

– Eu to ouvindo. – Gritou Saya do banheiro. Gargalhamos. 

– Desculpa. – disse rindo.  – Então, se for sim... O que você vai fazer?  

– Não sei. – Ela murmura saindo do banheiro. 

– Itachi vai gostar de saber, disso eu sei. – Falou Hinata e eu concordei. 

– O que deu? – Olho o teste nas mãos dela. Ela balança-o e depois de uma olhada e olhos arregalados ela nos mostra. 

– Isso quer dizer... 

– Sim,  eu estou grávida. – Ela diz baixinho. – Eu vou ser mãe. – Ela começa a chorar. – Santo deus, eu vou ter um filho do Itachi. – A abraçamos. 

– Parabéns. – Eu e a Hina falamos juntas.

– Obrigada. – Diz ela sorrindo. – Mantenham segredo? 

– Porque? 

– Vou contar para ele a noite. – Disse ela maliciosamente.  

– Ai que fofinho. – Ralhou Hinata. 

– Também acho. – O sinal toca. – Temos que ir. – Ambas concordam. Saímos do banheiro de braços dados e caminhamos para a sala.  Assim que entramos vemos uma sena nada agradável. 

Konan encostada em Itachi que parece visivelmente alheio que chegamos. Sasuke esta ao lado de Karin que praticamente se joga sobre ele. E Ino também toda engraçadinha para o lado de Naruto. 

– Que merda é essa? – Saya rosna. – Não vai ter surpresa nenhuma para Itachi hoje a noite.  Ela diz tão seria que engoli em seco por ele. 

– Meninas. – Disse Sasori chamando a nossa atenção. Os meninos nos encaram e vejo ambos ficarem pálidos – Naruto e Itachi – Sasuke deu de ombros e desviou o olhar. 

– Oi, Sasori. – Sorri para ele. – Mantenham a calma. – Olhei as meninas que tremiam. 

– Ah claro. – Murmurou ambas juntas. Elas se soltaram de mim e se sentaram em seus lugares. 

– Eles estão ferrados, certo? – Sasori sussurra.  

– Sim.  – Digo e vejo Sasuke se sentar ao meu lado. 

– Como eu me livro dessa ruiva? – Pergunta seco, o encaro incrédula. 

– Leve ela para sua cama. – Digo vendo-o rir. 

– Nem à pau. – Ele diz totalmente serio. 

– Não é isso que ela acha. – Karin vem em minha direção. 

– Sai dai coisa rosa. – Ela rosna e eu abro a boca para falar. 

– Não! – Sasuke disse. 

– Não? – Eu e Karin falamos ao mesmo tempo. 

– Não, Karin. – Sasuke diz. – Quem vai sair daqui é você. – Falou ele e mordi o lábio e encaro Sasuke curiosa. 

– É sério? – Karin pergunta também incrédula. 

– Sim, por um acaso você vê alguem rindo aqui? – Sasuke dá de ombros. 

– Seu.. Seu... – Karin sai bufando da sala. Suas amigas vadias vão atrás. Vejo Hinata encarando o quadro e Saya visivelmente irritada fazendo o mesmo.

*Por Saya* 

Encaro o quadro seria. Porém minha raiva é tão grande que posso quebrar a cara do Itachi a qualquer momento. 

– Amor? – Ouço a voz dele. 

– Não fala comigo, Itachi. – Rosno. Não o olho, mais sei que ele não vai falar mais nada.  O professor entra na sala e a aula tem início.  

A Aula é de História e amo história, mas minha cabeça esta longe de mais para eu poder prestar atenção. Levo a mão na barriga e respiro fundo. 

Eu vou ser mãe. Um sonho ao qual nunca pensei em realizar – Cedo – Por um lado, é assustador. Eu não sei nem cuidar de mim mesma e tem aquele desgraçado que pode me encontrar a qualquer momento. Más, por outro. Eu fico feliz e curiosa.  

Ansiosa também. Feliz por ser mãe do filho de Itachi, curiosa para saber como será o rostinho dele ou dela. Se sera igual à mim ou ao pai. Ou também a mistura de nós dois.  E ansiosa para ver a minha barriga crescer. 

Se minha mãe fosse viva, com toda a certeza ela ficaria feliz comigo. E orgulhosa também. Droga... Sinto tanta falta deles.

.[…]. 

Quando dou por mim a aula acabou. Respiro fundo e me levanto a próxima aula é de Educação Física, e não estou nenhum pouco com vontade de assistir.  

Caminho pelo corredor e entro na sala de artes sem que ninguém me veja. Sento-me no chão e fecho os olhos, ouvindo a porta se abrir,  eu sei de quem se trata e não abro os olhos para ter certeza. 

Ele se senta ao meu lado no chão e segura minha mão. Não o afasto, más não o olho. 

– Ei, olha para mim. – Diz ele baixinho.  Abro os olhos meio relutante e o encaro. – Eu juro por deus que aquela maluca já chegou se atracando em mim. – Ele ri, eu não. 

– Por acaso você não tem mãos? – Pergunto seca. 

– Tenho. 

– Poderia ter usado elas para tirar aquela vadia de você. – Rosno. 

– Eu fui pego de surpresa achando que era você. – Ele diz e eu rio irônica. 

– Somos tão parecidas. – Digo irritada. 

– Ei amor, calma. Eu não fiz nada, foi ela. – Tento soltar minha mão da dele, porém Itachi me puxa para sí, me deixando sentada em seu colo. Minhas barreiras caem. 

– Me solta. – Murmuro baixinho. Ele sorri e me desarma. 

– Cade a Saya sem ciúmes? – Ele segura meu rosto com as mãos. 

– Eu tenho ciúmes, mais não demonstro. E isso não quer dizer que eu não sinta. – Digo. 

– É mesmo? – Arqueou a sobrancelha rindo. 

– Eu sei amor. – Ele beija meus lábios. – É isso que me faz ama-la ainda mais. – Me beija de novo. 

– Amor, olha eu tenho uma coisa pra te falar. – Ele me encara.  

– Não amor... 

– Eu to grávida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...