História O Destino de Rebecca Burn - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 8
Palavras 507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Capitulo três


Fanfic / Fanfiction O Destino de Rebecca Burn - Capítulo 3 - Capitulo três

10 ANOS DEPOIS

Rebecca Narrando:
Meu nome é Rebecca Burns, como sabem, mas prefiro que me chamem de Becca, bom desde que meu avô se matou meu pai não dava muita atenção para mim e depois disso ele passou a me ignorar completamente, só falava comigo se precisava de um favor, era dificil isso, tentava não dar muitos problemas na escola para não precisarem ligar em casa, tirava as melhores notas da sala e não ficava com qualquer um, para falar a verdade, nunca fiquei com nenhum, meu futuro é mais importante depois eu penso em homem, ajudava as empregadas a limpar a cada, e sempre conversava com a Dona Maria, uma mulher que veio do Brasil e ajudou meu avô cuidar de mim e quando ele morreu, foi ela que me criou como se fosse minha mãe..Era lá pelas 23:20 quando meu pai chegou certamente alcoolizado e mandou todas empregadas saírem de casa, eu estava com um shorts de pijama extremamente curto e com um cropped que deixava meus peitos enorme, infelizmente herdei isso da minha mae, ter um corpo de "gostosa" como dizem nos tempos modernos.. Do nada eu ouvia passos do meu pai e quando ele chegou no meu quarto com uma garrafa de whisky e um bafo de álcool, ele sentou em minha cama e deitou em minhas pernas, em um tempo até achei que era como um pedido de desculpas e abracei ele, mas ele mostro ser o monstro que sempre foi, quando tentou tirar minha roupa
- Nunca reparei que você era tão gostosa - dizia ele enquanto tentava tirar minhas roupas - puxou muito bem sua mãe
- Me larga por favor - eu gritava chorando e ele só apertava minha bunda e meu peito.
Quando ele conseguiu tirar minha blusa e chupar meus peitos, eu só dei um chute nele e ele veio me batendo
- Sua vagabunda, você mora de baixo do meu teto e eu quero te comer e você vai me dar sua piranha.
- Eu nao quero, por favor para, te imploro..
Bom ele pegou a garrafa de whisky e bateu em minha cabeça, infelizmente nao consigo me recordar de nada desde aquele momento..

Henrique Narrando:

Faltava uns minutos para ser meia noite e eu estava bêbado, tinha bebido e cheirado muito, eu tinha esse direito, eu tenho lucros então posso gastar para trazer a felicidade para mim e para minhas vadias, mas aquele dia foi diferente, eu queria comer uma puta diferente, e quando cheguei em casa eu ví aquela loira com uma bunda enorme e uns peitos que eu adoraria enfiar minha cara, eu fui pra cima dela, por que todas mulheres dessa cidade querem me dar, já saiu até em revistas isso, e essa eu comeria fácil e quando eu quiser já que mora de baixo do meu teto, e quando ela falou que não ia me dar eu só peguei a garrafa de whisky e dei na cabeça dela, mas relaxa, o mundo vai girar e essa vagabunda vai me dar..



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...