História O Destino do Príncipe - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kisame Hoshigaki, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yahiko, Yamato, Zabuza Momochi
Tags Aventura, Drama, Luta, Medieval, Narusasu, Naruto, Sasunaru, Sounen-ai, Yaoi
Exibições 107
Palavras 1.717
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Voltei, pessoas maravilhosas sz.
Esse capítulo está mais para uma explicação de como o Naruto chegou em Noha.
Espero que curtam :P

Capítulo 3 - "Sou o Menma"


Algo o estava sacolejando como um saco de batatas qualquer prestes a ser jogado de uma carroça para chão. Tentou ignorar e voltar ao seu sonho onde ele brincava com seu fiel e melhor amigo. Então escutou latidos, e estes não pôde ignorar, eram desesperados e altos.

            Acordou rapidamente, os olhos se acostumando com a escuridão do quarto. Sentiu algo molhado e áspero na bochecha e ergueu a mão para acariciar o topo da cabeça do amigo. – O que foi Akamaru? – E então virou o olhar sonolento para Shino e Chouji que estavam do lado esquerdo de sua cama, iluminados pelos archotes que ambos traziam. – Espero que tenham uma ótima desculpa para terem me acordado! – falou de modo imperativo e cheio de mau humor, odiava ser acordado, principalmente de madrugada!

            Os amigos trocaram olhares e Kiba notou que era algo sério. Foi Shino pronunciou com a voz calma e séria de sempre: - A fortaleza está ardendo em chamas, pediram para acordar todos e evacuarem.

            Kiba arregalou os olhos e pulou da cama. – Por que não falaram antes! – reclamou indo para a porta.

            - Kiba... – Começou o gordo, Chouji. – Por que não coloca calças e botas?

            Kiba piscou e olhou para baixo. Fez um barulho descontente com a língua, semelhante a um “tsc” e deu meia volta. Pegou os calções com alguns rasgos nas coxas, decorrente de seu dia à dia como guarda dos canis, e vestiu apressadamente junto com as botas marrons de cano longo. –Preciso salvar os cachorros! – falou enquanto pegava uma chave presa ao lado da porta e saiu acompanhado pelos dois amigos.

            - Oh, merda! – falou. As chamas rodopiavam no ar e dançavam sobre as pedras do castelo. A atmosfera estava quente e pesada. Pessoas corriam para todos os lados, guardas e empregadas com as saias levantadas e lágrimas nos rostos. Parecia um formigueiro, daqueles que gostava de cutucar e observar as formigas saindo desesperadas, quando não tinha nada para fazer.

            Começou a cair uma leve chuva que logo evoluiu para uma tempestade de pingos grossos. – Os Deuses vieram nos salvar! – escutou alguém gritar no meio da confusão e logo outras pessoas começaram a repetir o mesmo.

            - Agradeçam mais tarde, idiotas, agora corram para a saída! – Alguém gritou.

            Akamaru apareceu do seu lado, roçando o lombo entre suas pernas e então Kiba saiu de seu devaneio.

            Correu em disparada com Akamaru ao seu encalço junto de seus dois amigos dizendo que ele deveria ir para a saída e não para perto do castelo.

            - Preciso soltar os cachorros seus idiotas. Não pedi para me seguirem.

            E então aumentou o passo, passando pátio e entre torres. As chamas estavam desembestadas e devoravam o castelo de forma inenarrável. Um guarda passou correndo, por uma das pontes de ligações com torres, com as roubas em chamas e gritos agonizantes. Até que tropeçou e caiu da ponte em uma carroça de fenos que descaçava logo a baixo, esta logo começou a pegar foto também. Kiba passou direto, ignorando os gritos do homem que logo se sessaram. Tinha que abrir os canis. Salvar os cães.

            Chouji balbuciava logo atrás dele. – Os canis não ficam na parte leste? Próximos a saída dos criados na encosta do rio? Aposto que está tudo em chamas.

            - Cale a boca, Chouji, se não quiser o Kiba lhe jogue no fogo. – Shino falou.

            A chuva só aumentava. As roubas de Kiba pesavam em seu corpo e os seus passos ficavam cada vez mais lentos.

            Quando chegou aos canis, soltou um suspiro de alivio. Se adiantou para a porta e colocou a chave na fechadura. Girou uma, duas, três vezes até que a porta soltou um estalo. Kiba a abriu e se afastou.

            Os cachorros correram em disparada noite a fora.          

            - Podemos ir agora? – Chouji perguntou, o olhar virado para a porta dos criados que pegava fogo.

            - Maldito seja você Chouji, pare de ser um covarde! – Kiba gritou.

            A porta caiu no chão e as chamas se extinguiram com a lama.

            - Akamaru? – Kiba perguntou sentindo falta do companheiro. – Akamaru!

            Só o que faltava! Onde seu amigo fora parar?

            Escutou latidos e olhou em direção a encosta. O castelo ficava encima de um pequeno monte no meio da cidade, o lado leste do mesmo ficava lado à lado com um rio que dividia a cidade da Terra.

            Kiba se dirigiu ao topo da encosta que tinha aproximadamente uns cinquenta metros até a margem do rio. – Como ele foi parar ali? – Shino perguntou levantando a voz, para ser ouvido além da chuva.

            - O que ele vai fazer? – Chouji perguntou olhando para Kiba, este que havia se agachado e estava pronto para escorregar até o cachorro.

            Havia hesitação nos olhos de Kiba quando ele começou a derrapar lentamente pela encosta. Se fizesse algum movimento errado poderia morrer. Escorregou dividindo o peso entre o calcanhar e a ponta dos pés, uma das mãos segurava na terra impedindo que perdesse o equilíbrio. Começou a escutar o barulho revoltado do rio que corria as presas estimulado pela tempestade.

            “Calma”, era o que Kiba dizia para si mesmo.

            Akamaru tinha parado de latir e começado a ganir. Kiba notou que o animal estava escorregando mais ainda. Soltou um apoiou do calcanhar e deixou-se escorregar mais rápido. Segurou Akamaru por uma das patas e o ergueu, puxando-o para si e o segurando-o em um abraço com um braço só.

            Olhou para cima. Não tinha pensado em como subiria. Mas só tinha um jeito. Levantou um dos pés para começar a escalada, mas não pisou rápido o bastante e escorregou. Automaticamente, protegeu Akamaru com o corpo e deixou-se rolar, rezando para que não caíssem dentro do rio.

            Suas costas esbarraram em algo pontiagudo assim que conseguiu parar de rolar. Aquilo havia doído. Sentou-se, primeiramente certificando de que seu companheiro estava bem, e tateou-o às cegas para ver em que havia esbarrado.

            Era plano e tinha testura de couro cozido. Uma bainha, e pela rigidez, havia uma espada dentro. Fechou a mão ao redor da bainha e puxou. Estava pesada.

            O céu começava a clarear com o amanhecer, apesar da chuva e Kiba conseguiu ver um homem desmaiado. Aproximou-se. Ainda estava vivo!

            - Shino! Chouji! – gritou para cima sobre o barulho do rio e da chuva.

                        ***

            Naruto ainda deitado na cama de palha onde havia acordado um dia antes. Mas dessa vez está cercado por três jovens: a menina de cabelos rosas, que se chamava Sakura; um garoto de péssimos modos, com cabelos arredios e marcas estranhas nas bochechas, chamado Kiba; e um menino com sobrancelhas estranhas, grossas e negras, acima de dois olhos grandes, chamado Lee;

            Havia acordado com o barulho de discussões que logo sessaram e os três jovens se juntaram ao redor dele. Kiba, como se apresentou, foi quem o tinha levado até ali. E até então estava contando como o achou.

            -... Gritei duas vezes e os dois babacas, mas não me ouviram por causa do barulho maldito da chuva! Fiquei ali naquela maldita encosta, prevendo o rio encher e nos levando para só os deuses sabem onde! – falou em um tom mal humorado. – Pensei que teria que esperar até a chuva parar, mas ai os dois apareceram encima de uma carroça pela beira do rio, até ai o sol já tinha saído e a chuva diminuído. Colocamos você, todo sujo de lama na carroça, falando nisso, seu cabelo ainda está marrom com a lama seca, melhor lavar depois que sair dessa cama. Enfim, viemos para cá.

            Naruto assentiu agradecido e colocou a mão nos cabelos. Estavam duros. – Obrigada por salvar minha vida, irei retribuir... - assim que voltar para o castelo e falar com meu tio, Lorde Uzumaki, pensou em falar, mas calou-se. Não havia necessidade de se por ali.

            Saiu da cama e esticou as pernas que doíam. – Então... Não estamos na cidade da Terra. Qual o nome dessa vila?

            - Noha. – Lee falou. – Venha! Tem um rio aqui próximo, vamos tomar banho lá!

            Kiba saiu correndo. – Quem chegar por último é um bastardo de merda!

             - Esperem ai! – Sakura gritou.

          - Você vai Sakura? – Lee perguntou com uma voz doce.

            - O que? Com vocês três pelados? Não! – falou com a cara fechada e virou para o Naruto. – Você está bem?

            - Estou ótimo! – falou com vivacidade e sorriu para mostrar que estava bem.

            Sakura deu de ombros e saiu, os cabelos compridos balançando nas costas. E então Naruto seguiu Lee.

            Quando chegaram ao rio, Kiba estava boiando próximo a algumas algas. Lee começou a tirar os calções e a túnica e pulou na água.

            Naruto sorriu. Parecia divertido. Pelo que ele lembrava, nunca havia tomado banho em um rio. Observou enquanto Kiba afundava Lee na água e pensou, por um momento, que iria matar o amigo afogado, até que Kiba começou a sair de dentro da água, levantado por Lee que o soltou em determinado momento fazendo com que caísse com um estalo devolta a água. Ambos riam.

            Tirou as roupas sujas de lama e entrou na água, sem perder tempo, junto com os meninos.

            Passou as mãos rigorosamente pelos cabelos para tirar a maldita lama e nadou até os dois amigos que brincavam de guerra. Quando o notaram ali, se aproximaram discutindo algo e o encararam. – Sem aquela lama no cabelo você realmente fica diferente. – Lee falou sorrindo e passou a mão nos cabelos negros para tirá-los dos olhos.

            Naruto encarou Kiba que o olhava estranho. Então notou os brilho de reconhecimento quando Kiba arregalou os olhos e abriu a boca. – Você não é...

            - Menma. – Naruto falou antes que Kiba terminasse a frase.

            - Não, não. – Kiba balançou a cabeça. – Eu já te vi antes! Você é o... – Naruto o cortou novamente, tapando a boca de seu salvadir com as mãos e aproximou a boca do ouvido do garoto. – Guarde segredo. Mais tarde nós conversamos, você e seus dois amigos que trouxeram-me para cá, aqui eu sou Menma.

                                   ***

            - Vossa Alteza, Princesa Hinata. – Escutou o conselheiro do pai chamar.

            - Sim? – respondeu enquanto observava a cidade do Ar pela janela de sua torre.

            - O Príncipe Itachi Uchiha, do reino do Fogo, virá lhe visitar em breve. – o homem falou e Hinata virou para encará-lo com os olhos pálidos, estava incrédula. – Vossa Graça pediu para lhe comunicar.

 


Notas Finais


^^
Para quem não notou. "Noha" eu peguei de KoNoha :p só inovei um pouco.
Pensei que não iria dar tempo de postar hoje, mas deu certo! hehe.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...