História O destino em minhas mãos - Interativa - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Flowey, Frisk, Grillby, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Undyne
Tags Kitsune, Morte, Romance, Undertale
Exibições 24
Palavras 643
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieeeeeeee genteeeeeee ~~~

Desculpa ta sumida todo esse tempo... Tive uns problemas pessoais aí... Mas já esta tudo bem! ^^

Ah! Vou posta todos os capítulos que to devendo pra vocês por essa semana... (Já vi que vou ter que morar na fabrica onde produzem o café)

E mais uma coisa,desculpa se o capitulo ficou chato
Juro que os próximos serão bem mais empolgantes que esse.

Bem boa leitura ^~^

Capítulo 7 - Flowey a flor


Fanfic / Fanfiction O destino em minhas mãos - Interativa - Capítulo 7 - Flowey a flor

A morena que havia caído no grande buraco escuro acorda,com dor em seu corpo ela se senta,olha para baixo de si e vê que estava sentada em cima de várias flores douradas, que formavam um espécie de cama.Olhou em volta, estava escuro,seus olhos perdidos ali naquela escuridão, seus grandes orbes dourados pousaram em alguns pilares e entre dois dos pilares tinha uma grande brecha que parecia ser uma porta.Ela se levantou,colocou a mão no braço esquerdo,que por sinal ainda estava dolorido,e andou em direção até aquela grande e escura porta.

Do outro lado também era escuro mas bem ao centro daquela sala tinha uma brecha de luz, a morena se aproximou dali e de repente de lá sai uma flor com um sorriso no... rosto?

- Opa! Como vai! - Fala a flor para a morena que arregala seus orbes dourados espantada com a flor falante.

- V-voc - Antes que terminasse de falar algo a flor continuou.

- Eu sou Flowey.Flowey a Flor. - ainda sorridente - Ummm... - Olhou atentamente para a morena ainda espantada - É sua primeira vez no Subterrâneo,né? - Pergunta a flowey - Poxa tudo deve parecer tão confuso.Alguém precisa te ensinar como as coisas funcionam por aqui! Acho que o bom e velho eu terei de cuidar disso.- Fala a flor abrindo um sorriso maior - Tudo pronto? Vamos lá! -
Tudo ao redor dos dois fica escuro por completo e alguns botões a frente da morena surge um coração de cabeça pra baixo vermelho e com pouco de brilho dourado,Flowey parecia estar surpreso e ao mesmo tempo confuso - V-vê esse coração? Essa é sua Alma a própria culminação do ser! No começo ela é bem fraca mas pode ficar mais forte se você ganhar bastante LV - A morena inclina a cabeça para o lado confusa - O que LV significa? Ora LOVE é claro! - olha para o lado rapidamente e volta o olhar para a morena - Você quer LOVE certo? Não se preocupe eu irei compartilhar um pouco com você! - Nesse momento ele dá uma piscada - Aqui embaixo LOVE é compartilhado por... pequenas e brancas... "balinhas de amizade" - Ao lado de Flowey aparecem essas "balinhas brancas" -
Tudo pronto? - a morena fica meio apreensiva com tudo aquilo mas confia na flor sorridente. - Se mexa! Pegue o máximo que puder! - Ele lança aquelas "balinhas da amizade" em direção a morena, que correu em direção as "balinhas de amizade" de Flowey.Nisso Lia sente uma grande dor em seu corpo.

- O-o que... - Fala a morena que fica de joelho no chão e olha para Flowey, que estava com sorriso diferente, era um sorriso psicótico.

- IDIOTA - fala Flowey com esse sorriso psicótico - ACHOU MESMO QUE ALGUÉM PERDERIA UMA CHANCE DESSAS? AQUI É MATAR OU MORRER. - Flowey faz um circulo ao redor da morena daquelas "balinhas de amizade" e aos poucos foi se fechando enquanto Flowey assistia rindo e sorriso como um psicopata - MORRA! -

Vendo o seu fim logo ali, Lia fechou os olhos e quando as "balinhas de amizade" chegaram na morena ela não sentiu dor alguma,abriu os olhos confusa e sua vida tinha se recuperado completamente,então olhou para Flowey,que estava também confuso com aquilo.De repente uma esfera de fogo aparece ao lado de Flowey fazendo assim ele voar para longe,logo aparece uma ....cabra? Usando um longo vestido roxo,seu olhar era sereno e em seu rosto havia um sorriso gentil.

- Mas que criatura terrível, maltratando uma alma tão inocente... - Diz a cabra olhando para Lia com seus olhos serenos e que transmitiam um enorme conforto e segurança,algo que sentia apenas com uma pessoa.

- Ah,não tenha medo,minha criança.Eu sou Toriel,guardiã das Ruínas - Toriel estende sua mão para a morena de joelhos,a mesma segura e a ajuda a levantar.


Notas Finais


Quase esqueci de falar! Estou fazendo outra fic com meu bombom *-*

bem,até a próxima e Bjs de purpurina ★-★


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...