História O destino não escreveu a nossa história... - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mistério, Rap Monster, Romance, Suga
Exibições 122
Palavras 641
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii
3 capítulo de hj hein?
Espero que gostem
Bjs da oioioi ❤
Já mudei o cap d novo, ficou muito melhor :-)

Capítulo 3 - O lugar secreto e minha decisão


Fanfic / Fanfiction O destino não escreveu a nossa história... - Capítulo 3 - O lugar secreto e minha decisão

-Eu... 

Por um momento eu hesitei, com medo do que poderia acontecer se minha resposta fosse sim. Mas alguma coisa me fez pronunciar aquele sim, além da minha vontade.  

Pai- Você...?

-Eu aceito. 

Pai- Que ótimo, achei que você não ia aceitar – Ele realmente parece bem aliviado – Você começa a treinar já amanhã, também vai ser amanha que eu vou lhe mostrar algumas coisas que você deve saber.

- Como assim, treinar? 

Pai- Me esqueci dessa parte. Para defendê-los, você terá que saber fazer várias coisas, lutas está entre elas. Agora vai para o carro que eu terei que te levar para a D.D.F para registrar que tudo ocorreu como esperado.

Eu apenas obedeço e entro no carro, no qual eu acabo me distraindo ouvindo música que não vi o trajeto que fizemos até aqui.

Pai-  Vem, chegamos.

- Já?

Pai- Sim, a D.D.F não é tão longe assim de casa

Desço do carro de vejo uma pequena casinha de madeira entre as árvores do bosque, sendo que ela parecia minúscula, não sei como é possível existir uma empresa aqui dentro

-Essa é a D.D.F?

Perguntei surpresa. 

Pai- Mais ou menos, agora vamos.

Quando entramos na casa, bem, ela era até que com um tamanho razoável, mas ainda assim pequena para uma empresa chegar a existir lá dentro. Meu pai se ajoelha em um pedaço do chão de madeira da casa e tira um canivete do bolso, abrindo uma das facas.

- Que diabos você está tentando fazer? Acabar com o chão da casa?

Ele ignora a pergunta (e o sarcasmo) e começa a abrir o chão(que é de madeira) com a faca. Depois que meu pai consegue arrancar as tábuas de madeira do chão, é possível ver algumas escadas, que pareciam dar em um porão escondido ou coisa do tipo.

  -Que merda é essa? 

Pai- Isso só vai ser uma merda até você ver o que tem lá embaixo.

Eu entendo o que ele quer dizer e desço para a aquele troço que nem eu sei o que é. Quando termino de entrar, meu pai acende uma luz e eu vejo, basicamente coisas de luta, não muito mais que isso. Havia um painel com três arcos e vários tipos de flechas, um desses tipos tinha uma pena verde clara na ponta, junto com o arco verde, preto e gigantesco que havia ali. Ao lado, havia um armário, logo eu vejo meu pai indo abri-lo, e vi que havia quimonos e basicamente topdas as faixas de todas as artes marciais, muitas, muitas, mais muitas facas, katanas, espadas, canivetes, alguns instrumentos que juntavam vários tipos de facas, facilmente manipulável (que no caso eu não sei o nome) e cada faca, katana ou espada tinha ao menos um tipo de desenho.

Olhando ao lado do armário, você podia ver muitas coisas de montaria, provavelmente para cavalos e pôneis. Também tinha um armário de armas gigantesco, pois havia ao menos 5 armas de cada tipo, sem contar toda a munição. Isso parece um porão de um terrorista, só pela quantidade de armas que tinha ali. Quanto mais você olhava aquele porão, mais coisas de luta você achava. Isso me deixou um pouco insegura. Como eu iria conseguir usar essas coisas?

Pai- Essa, basicamente3, é onde você vai treinar. Uma área de treinamento.

-Tá,mais porque tem uma merda de uma área de treinamento debaixo da terra dentro de uma casinha no meio de um bosque que fica no fim do mundo?

Pai -Por causa disso. 

Ele coloca a mão dentro de uma gaveta de uma cômoda e do nada a parede abre e uma porta se revela. 

Me assusto com tal ato, de forma que praticamente dou um pulo. 

Ele vai até a porta, coloca uma senha de adentra o túnel escuro. 

Pai -Vem logo Larissa 

Eu vou até que tudo começa a clarear e...


Notas Finais


💜💜amo vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...