História O Deus Da Morte - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Eren Jaeger, Erwin Smith, Hange Zoë, Levi Ackerman "Rivaille", Mikasa Ackerman
Tags ErenxLevi Yaoi Misterio
Exibições 175
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo Minnaaaaa
A quanto tempo, como eu prometi aqui esta um novo capitulo, não me julguem eu falei que iria postar em no máximo três dias só não falei a hora hehe
Bem eu não tive culpa, estou procurando trabalho e também a escola ta difícil além dos meus parentes sempre aparecerem aqui de surpresa ( chatos pra porra )
bem sem mais delongas, bom capitulo

Capítulo 6 - Só Escute


Fanfic / Fanfiction O Deus Da Morte - Capítulo 6 - Só Escute

Imagens daquela noite começaram a passar pela a minha cabeça quando eu vi o Levi, então eu não estava errado quando pensei achar ele bonito ou pelo menos atraente


Quando eu tinha meus 17, comecei a tentar me lembrar do Levi., pois eu não queria esquecer nada que aconteceu naquela noite, na época eu me lembrava muito mais da foice que ele carregava, ela era linda, totalmente preta com alguns detalhes na cor azul, sua lamina tinha a cor cinza escuro, agora na presença do mesmo eu me pergunto onde ela poderia estar, eu também me lembrava do seu rosto, me lembrava que ele era sério, mas ainda assim tinha um olhar cheio de dor e tristeza, me lembro dos seus cabelos escuros e do cheiro de algo que eu não consegui decifrar vindo do Levi, e seus olhos azulados, que naquela noite estavam estranhamente muito encantadores


O Levi me pediu para segui-lo, aparentemente ele quer me falar algumas coisas como regras, eu realmente estou curioso, nunca havia falado com ele tão diretamente, quero conhecer mais desse ser tão fascinante chamado Deus Da Morte


Nós caminhamos por algum tempo até que chagamos em um cômodo que aparentava ser a sala de estar, ela tinha uma grande lareira acesa, na frente da lareira havia uma poltrona preta, na frente da mesma havia um sofá médio de cor cinza e no centro havia uma pequena mesa de madeira que continha um pequeno vaso de rosas vermelhas


O Levi se sentou na poltrona enquanto eu sentei no sofá, ficamos nos encarando por alguns minuto sem saber oque falar, até que o silencio foi cortado pelo suspiro do homem a minha frente


- Bem, eu sei que você quer conhecer os seus novos companheiros e que também deve estar cansado, mas precisamos conversar pelo menos sobre as regras desse lugar - Ele fala, enquanto coloca as pernas em cima da mesa de centro -Não são muitas então não vai demorar, por favor escute com atenção Eren


-Ok, sem problemas, vou prestar atenção - Digo, me sentando de um jeito  mais confortável


-A primeira regra é, cada um dos moradores dessa casa devem fazer alguma tarefa de limpeza como varrer o chão, lavar a louça, etc .. essas tarefas serão dadas por mim todos os dias, a cada dia uma pessoa terá que fazer uma tarefa diferente, é claro, eu não sou diferente


-Entendo, isso é fácil, eu sempre arrumava a casa com a Mikasa - Digo dando um pequeno sorriso


-Isso é bom, espero que não me desaponte na limpeza - Ele fala dando um pequeno, quase inexistente, sorriso - Continuando, a segunda regra é, quando você quiser sair para algum lugar, nem que seja para a esquina, nos avise, nós queremos assegurar que nenhum dos nossos companheiros seja capturado, e se for nós saberemos onde procurar, então sempre avise o lugar, mesmo que deixe em um bilhete em seu quarto ok


-Ok, pode deixar


- E a terceira e ultima regra é, essa é a mais importante então atenção, nunca, eu disse NUNCA conte a algum humano sobre você ter alguma habilidade, obvio que eles sabem que nós existimos, mas mesmo assim se algum descobrir por acaso que você é um Shinigami não fique para descobrir oque vai acontecer, os humanos são gananciosos com coisas que não intendem, eles são capazes de tudo para conseguir mais poder, mesmo que isso leve a morte de um inocente, você intendeu Eren?


- Sim intendi, não se preocupe, não é como se eu fosse achar um amigo nas ruas, eu não sou bom em me socializar com os humanos mesmo - Digo dando uma risada


-Ótimo, está liberado, agora eu vou dormir, tenha uma boa noite Eren


-Obrigado por explicar as regras Levi, e Boa noite


E assim o Levi foi para o quarto enquanto eu fui para a cozinha, queria ver quem era o pobre coitado que havia ficado para limpar aquela bagunça


Chegando lá encontrei a pessoa que começou a bagunça, a mesma estava  limpando tudo totalmente desanimada, Hanji estava com os ombros caídos enquanto murmurava xingamentos para um certo baixinho


-E ae Hanji, quer ajuda? -Perguntei já pegando o pano de chão


-Ai Eren, você sempre me salva nas melhores hora - Ela fala se jogando em cima de mim


- Eu sei eu sei, agora me solta faz o favor - Falo tentando tirar a mesma de cima de mim


- Ok Ok desculpa, não faço mais -Ela fala dando risada, enquanto continuava a passar pano nas mesas


Eu limpei todo o chão enquanto a Hanji limpou todos os armários, mesas e louças que acabaram sujas pela brincadeira idiota da mesma


Terminamos de arrumar as coisa e já era muito tarde, mas mesmo assim eu achei muito divertido arrumar as coisas com a Hanji, nós ficamos conversando sobre oque eu deveria fazer aqui, e como seriam os treinamentos que eu deveria fazer para fazer os meus poderes aumentarem, eu estava começando a ficar ansioso


Chegando no meu quarto eu só me deitei na cama, estava acabado, foi só eu cair no meu travesseiro que meus olhos já estavam ficando pesados, eu dormi tão rápido que quando notei algo me lambendo e me pisoteando já era tarde de mais


Eu acordei em um pulo, minha cara estava toda babada e em cima da minha cama estava um pequeno filhote de Husky Siberiano, que brincava de rasgar o meu travesseiro


Ele era muito bonito, seu pelo em cima era preto e em baixo um branco e seus olhos eram de um azul claro, eu adoro cachorros, são os animais que eu mais amo, mas eu não entendi oque aquele cachorro estava fazendo no meu quarto


-Que merda 'ta acontecendo? -Me pergunto enquanto tentava entender a situação em que eu estava 


Não foi difícil me aproximar  do cachorro, parecia que ele me conhecia a anos, ele gostava da minha pessoa, pois foi só eu chegar perto que ele saiu da cama e começou a rodear meus pés e a pular para onde as minhas mãos estavam, acabando por lamber as mesmas


Hoje será um dia realmente agitado, serio, que merda 'ta  acontecendo, alguém pode me explicar 


Notas Finais


Yo Minna e ae gostaram eu tive que adicionar um cachorro e eu amo Huskys eles são tão fofos e não se preocupem vou explicar no próximo capitulo o porque dessa fofura ter aparecido
bom espero que tenham gostado
comente e de favorito eu adoro comentário grande serioooooooooo fala em grego kkkk
ok desculpa
até o próximo capitulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...