História O Diário - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Tags Drama, Steven Universe
Visualizações 4
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E aí, Beleza? Então... Se você vai ler a Fanfic, primeiro leia isso por que aqui irei dizer algumas coisas...
Zaphacha é a protagonista que no caso é uma gem que no caso sua pedra é a Turquesa. Existe outra que trabalha como protagonista com ela que é: Esmeralda, Benitoíte e Peridot, é isso, Boa Leitura!!

Capítulo 1 - O Diário.


Fanfic / Fanfiction O Diário - Capítulo 1 - O Diário.

Narrando

- Zaphacha, uma Gem que foi convocada à estudar humanos do planeta Terra. Em que a partir daí, a vida Gem dela muda. Em homeworld é onde as Gems nascem, e a partir delas nascerem, elas já devem saber o que fazer. Porém existe aquelas defeituosas que são quebradas logo quando nascem, pelo fato de homeworld ser um planeta limpo sem defeitos.

Zaphacha estudando Humanos

- Eu nunca vou entender esse trabalho, você estuda algo que não precisa saber por que nunca irá ver um humano(na sua frente) ou tocar em um. Humanos são tão... Chatos... - Zaphacha bocejou. - Falta quanto tempo para eu sair daqui? 40? 30? 20? Nossa, dá pra ver dois animes nesse tempo.

Zaphacha queria sair logo dali e ir para sua casa, até que foi novamente dar uma olhada ao mundo humano, lá viu um caderno caindo da bolsa de uma garota. Ela deixou-o quieto pois logo ao falar isso, tentou-se não querer nada do tipo "Humano".

Mas ela estava curiosa, então pegou-o e o abriu.

Ela se impressionou com o que estava lendo pelo seus olhos, voltou e olhou novamente para a garota do mundo humano. Viu que ela não notou que deixou-o cair. e continuou a andar para sua casa.

Zaphacha lendo o que escrito no "caderno"

- Eu não sei como continuar... Eu não sei por que ainda estou aqui... Eu já tentei sumir mas não consegui... Não tem motivo de ir... Por que isso só faz meu coração se partir... - A Garota escreveu em seu diário.

- Eu não entendo. Por que esse drama? Qual o significado disso? É um caderno com rimas? Por que alguém escreveria tais coisas tão inúteis em um caderno assim? Quando se pode fazer algo bem mais... Inovador? E... Ir para onde?

Zaphacha continua lendo...

- Olá diário. - Estava escrito no caderno. Zaphacha então agora sabia o nome deste caderno, que no caso é "Diário". - A primeira vez que tentei dizer algo aqui, deu errado, desculpe-me por ser tão dramática e sarcástica, por que na verdade eu estava sofrendo por coisas que não fazem sentido na vida e que nem existem.

- Eu me pergunto. O que é um diário? - Um alarme tocou, era o final do trabalho. - Ó, já posso ir embora... - Zaphacha Fecha o diário e vai embora. - Em casa irei ler mais essas palavras que uma humana colocou nesse... Diá-...Rão, eu acho.

Zaphacha não se lembrava do nome correto, mas isso não era o caso de preocupação. Após ela desligar tudo, teve que passar pela Gem Guarda, que além de ser uma Guarda do serviço, ela sempre olha se alguém pegou ou roubou algo.

Zaphacha não se preocupava tanto, pois já tinha em mente um argumento para usar. Que por ela seria eficaz. A Guarda Gem perguntou:

- Zaphacha, pegou algo dessa vez? - A Guarda Queria saber se Zaphacha tinha pegado algo, pois se pegasse seria proibido, e teria que devolver logo ali.

- Peguei, e é algo mui--- A Guarda Gem não a deixou-o terminar o que estava falando, e logo disse para dar o que ela havia pegado.

Zaphacha então entregou o diário, logo a entregar, disse: "Abra, leia." A Guarda Gem abriu, leu e não se impressionou como Zaphacha, mas pensou que o caderno era só um modo de avançar nos estudos humanos.

- Isso é... Para estudar os humanos, certo? Por que... - Zaphacha então berrou dizendo que era, por que por um lado, era sim para estudar um pouco os humanos. - Ah... Então está bem, pegue.

A Guarda Gem devolveu o Diário para Zaphacha, e voltou ao seu trabalho, Zaphacha o pegou novamente, ela então estava no caminho para sua casa, e logo começou a pensar na garota que havia perdido o Diário. Até avistar uma pessoa que se falava "Amiga" de Zaphacha.

O nome dela era Esmeralda, mas a chamavam de esmeraldinha. Ela correu até Zaphacha para dar Oi e dizer como foi o trabalho, como sempre... Esmeralda era adorável com todos, mas tinha algo a mais que ela tinha por Zaphacha.

- ZipZop, Zaap!! Como foi seu trabalho hoje? - Esmeralda sempre dizia isso, correndo e saltitando até Zaphacha.

- Igual a sempre... E bem... Eu encontrei isso, se chama diário e foi escrito por uma Humana, ela o deixou cair e então eu peguei para ler, e eu acho que também vou usar isso para um modo de estudar mais os humanos, e avançar mais em minhas pesquisas. Compreende?

- Olha, sim. Posso ler um pouco desse diário? - Esmeralda perguntou pois nunca tinha lido um diário humano

Zaphacha deu o Diário para Esmeralda pra que ela lesse e visse o que o diário tinha escrito. Elas estavam andando em direção à casa de Zaphacha, até que Esmeralda parou e disse:

- Pela aparência, é só um pequeno caderno. Mas após você abrir e ler, você encontra algo que nós, Gems, Nunca iríamos conseguir escrever. - Esmeralda tinha visto algo além do conhecimento dela no diário. - Essa humana... Escondeu um segredo de caça palavras bem grande nesse diário...

Zaphacha não sabia do que ela estava falando, por que ela só tinha lido 2 páginas do diário, estava bem curiosa em saber sobre esse "Segredo" que uma humana o deixou nesse diário. Ela pensou se foi de propósito a humana ter deixado cair o diário.

Esmeralda voltou a falar

- Eu não li todo ele por completo, porém eu tenho uma pergunta para você, zap. - Zaphacha perguntou o que ela queria perguntar, talvez algo sobre o diário... - No que você está pensando?

- Se foi de propósito o Diário ter caído da bolsa dela... O que você acha?

Esmeralda achava o mesmo, pois o diário já estava quase todo escrito por completo, então respondeu.

- Isso é provável.. Bem... Muito provável.

Zaphacha chegou em sua casa, esmeralda então se despediu por ali. Zaphacha entrou em sua casa e colocou o diário em um canto, logo ao fazer isso foi ver mais um pouco o mundo humano.

Enquanto isso na casa da garota

O nome da garota era Lucy, ela tinha 17 anos e era a dona do antigo diário que por acaso deixou-o cair de sua bolsa na volta pra casa do colégio. Ela tinha acabado de chegar em casa e foi pegar seu diário novamente para o guarda-lo, mas percebeu que não estava em sua bolsa.


Notas Finais


E aí, beleza? Então. Se você está lendo isso, é por leu o Cap, certo? E se leu e não parou, foi até o final. Deve ter sido por que gostou, ou não. É claro. Mas então, quero saber se você gostou mesmo, então comenta aí beleza? E você deve tá se pergunta, ou não. É claro: Quando o novo Capítulo lança? Então. Não sei responder bem essa pergunta, por que ainda não tem data de publicação de Capítulo, entende? Mas então é isso, é a gente, iiii, sayonara!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...