História O Diário de Emma Walker - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 8
Palavras 879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Drogas, Estupro, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - 25 de Junho


Taaa...eu sei que não cumpri o que eu havia falado de vir todos os dias mas aqui estou e  infelizmente dessa vez não posso demorar pois já estou atrasada para terminar de me arrumar para a festa, as 21 Horas Caleb já esta aqui em casa e eu não quero me atrasar.

Mas apenas passando para dizer como foi o meu dia hoje, já que mamãe veio falar comigo (Ela continua triste mas veio falar comigo pelo menos e deu alguns sorrisos e chorou comigo)

*FlashBack On*

Havia acabado de chegar da escola, estava em meu quarto quando ouço alguém bater na porta, primeiro achei estranho mas resolvi não comentar nada apenas a mandei entrar e saber da nova noticia que com certeza iria atrapalhar a minha alegria de hoje.
Ela logo entrou e foi ate minha cama se sentando ao meu lado.

-Você ira sair hoje não é?

-Você ouviu a minha conversa? -Perguntei com um tom de voz triste

-Eu não queria juro, mas eu estava indo para a sala ver tv ai eu acabei ouvindo que aquele seu amigo...

-Colega -Disse concertando a sua frase

-Colega, vai vir te buscar

-Tudo bem para a senhora me deixar sair?

-Claro, você já tem quase 18 anos, sem contar que se ficar mais do que já fica aqui ira começar a mofar -Disse dando um pequena risada

-Concordo -Disse rindo igual a ela -Mas acho que não vou, já que não tenho uma roupa adequada ao evento

-Se você desistir eu irei ficar brava com você Emma

-Mãe, olha as minhas roupas, elas estão todas surradas e rasgadas e sem contar que são todas pretas e...

-E o que filha?

-E feias -Disse baixando a cabeça enquanto brincava com um papel qualquer

-Acho que nós podemos resolver isso mas não sera por algo tão chique como você merece

-Como assim mãe?

-Me espere aqui, que vou trazer algo a você

Ela saiu a passos largos enquanto eu estava pensando sobre o que ela estava falando, pois não é normal a gente que não tem muito dinheiro (apenas para comida e contas) resolver a situação de roupas que aqui em casa é um caso serio.

Ela logo apareceu com duas sacolas e o que mais me surpreendeu foi que a sacolas estavam com o logo da loja do shopping que não são nada baratas.

-Aqui -Disse me estendendo as sacolas - Seu presente adiantado de aniversario

-Mas...como assim mãe? Essa loja é a Louis Vuitton, as roupas são caras de mais

-Você já deve ter percebido que eu não ando mais bebendo muito menos usando drogas então estou conseguindo juntas alguns trocados de alguns bicos por ai e eu resolvi comprar já que achei a sua cara

-Mas e as contas da casa...as suas dividas mãe? Eu não posso aceitar, vamos voltar a loja e pedir nosso dinheiro de volta -Disse me levantando

-Eles não aceitam devoluções Emma -Disse tranquila -E eu quero que você aceite esse presente, não custou muito caro as coisas, vai da para pagar as contas depois e sobre as dividas nós deixamos para o próximo mês pois ate la já terei dinheiro novamente.

-Senhora Tereza...

-Emma, você nunca saiu de casa, nunca vi um amigo seu tão feliz ao receber o seu sim para uma festa. Deixa eu te ver feliz pelo ultima vez?

Foi inevitável segurar as minha lagrimas, ela batalhou para conseguir o dinheiro para me ver feliz e eu estou aqui negando ao que ela esta me dando de coração.
Segui ate ela e abracei o mais forte que eu consegui, eu precisava do abraço dela e ela do meu.

-Obrigada mãe, quando conseguir um trabalho bom irei devolver o dinheiro e a senhora vai pagar todas as dividas

-Não precisa se preocupa filha, nós sempre conseguimos dar um jeito no final, agora quero que aproveite vem a festa, esqueça os problemas que passamos e estamos passando, esqueça as pessoas ruins que vão estar la e se divirta o quanto quiser mas com moderação viu dona Emma Walker

-Sim senhora -Disse rindo

Abri as sacolas e fiquei surpresa pois eu amei o vestido azul escuro e ainda mais o sapato alto preto, ok..eu não sou de usar salto mas e esse eu amei e vou usar com toda certeza.

Ficamos conversando a toa sobre outros assuntos, ate mesmo ela me contou como foi as festa que ela já havia ido na sua adolescência...senti tanta falta dessa nossas conversas.

*FlashBack Off*

E ai esta a resposta para a pergunta que havia se formado por ai...onde ela conseguiu roupa para ir a uma festa, já que ela é pobre não tem roupa certa para a ocasião?

Aqui estou eu escrevendo e olhando para o pequeno espelho de corpo que tenho em meu quarto, nele vejo Emma que não via a muito tempo, uma Emma feliz que não existe problemas, que não se corta e tem pessoas ao seu lado quando precisa e ela só tem felicidade em sua vida.

Ops...Caleb chegou, então acho que já devo ir, mas amanha eu estou aqui de volta para contar tudo.
Seja que deu quiser...amém.

*Só para deixar claro, eu não estou confiante sobre essa festa, mas estou deixando a minha alegria falar mais alto nesse momento.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...