História O Diário De Larissa Manoela - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Larissa Manoela
Tags Larissa Manoela, O Diário Da Lari
Exibições 105
Palavras 509
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 3 - O Fantástico Mundo Da Lari / Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction O Diário De Larissa Manoela - Capítulo 3 - O Fantástico Mundo Da Lari / Capítulo 1

Nunca fui uma menina de muitos amigos. Era mais sozinha, mais reservada, mas é claro que eu tinha fome de brincar e de me divertir. Então, com quem brincava?


Com meus amigos imaginários.


Eram quatro amigos, e eu fazia tudo com eles. Eu tinha os amigos da escola, mas os imaginários eram muito mais próximos. Aliás, eu nem precisava de amigos na escola. Minha diversão era estar com os quatro. Olha que quarteto lindo!


* DARIKLIM * KIMBIKLIM *

* BENGON * DENGON *


Eu almoçava com eles, limpava a casa com eles, só não ia para a escola. Na minha cabeça, eles eram amigos uns dos outros e surgiam para me alegrar. Eram dois meninos e duas meninas. Nós brincávamos, por exemplo, de boneca, mas essa brincadeira que os meninos não gostavam. Aí, eu ficava só com as meninas e eles ficavam em um canto. Foi longe a história.

Os nomes dos meus amigos imaginários vieram da minha imaginação, hahaha. Não faço ideia de onde vieram, na verdade. Sempre fui muito criativa, então eu não queria nenhum nome normal. Não podia ser Gabriela, Julia ou, sei lá, Lucas, Pedro. Tinha que ser Degon, Bengon, Sariklin e Kimbiklim. De onde veio isso tudo, senhor? Da imaginação!


Fiquei até uns seis anos ou sete anos com os amigos imaginários. Quando cheguei em São Paulo, minha mãe perguntou: " Cadê seus amigos? " Respondi: " Eles ficaram... " OMG!!! Minha mãe tinha medo deles, acreditam? Às vezes, eu sentava para comer e pedia para ela colocar o prato dos quatro. Quando ela vinha falar algo na hora errada, eu dizia: " Fica quieta, mãe. A Kimbiklim está falando agora." HAHAHAHA! Minha mãe achava estranho e até ficava com medo. Eu tinha uma imaginação fértil para tudo.

Não só para criar os amigos imaginários, mas também oara brincar de boneca. Com elas, eu brincava de mamãe e filhinha, mas as histórias eram sempre voltadas ao meio artístico. Minhas Barbies, por exemplo, eram modelos. Havia uma brincadeira que eu AMAVA. Eu era dona de uma agência de atores e modelos. A agência englobava todas as idades e perfis, de kids e teens aos adults e até dogs. Eu amava brincar de boneca. Até aí, tudo bem. Normal. Coisa de menina. O que era diferente ( e minha mãe achava anormal ) era que as minhas bonecas eram agenciadas. Em casa, tinha um telefone velho, antigo. Eu atendia e dizia assim:


" Boa tarde, agência KIDS, TEEN, ADULTS AND DOGS. Senhora, nós temos uma ruiva linda, maravilhosa. Ela desfila e... cobra em dólar. Nós temos uma negra também, muito linda. "


Era tudo assim. Minhas agenciadas eram todas muito lindas, maravilhosas, desfilavam muito bem. Quando eu brincava com as bonecas grandes, a brincadeira também não era muito normal. Eu era a mãe que levava a criança ( a boneca ) nas agências para fazer testes para uma propaganda da fralda Pampers.

" Mamãe vai dar comidinha? " 

" Mamãe vai levar filho para passear? "

" Mamãe vai levar para ver a vovó? " 


NÃO! A brincadeira envolvia agências e testes e comerciais. Com Barbies, também.  


Notas Finais


Espero que tenha gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...