História O Diário de uma Treinadora - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Antoine Griezmann, Cristiano Ronaldo, Fernando Torres, James Rodríguez
Exibições 76
Palavras 662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Rumo ao primeiro jogo!


Fanfic / Fanfiction O Diário de uma Treinadora - Capítulo 3 - Rumo ao primeiro jogo!

----//----

Querido Diário,

-Prima, sério, me desculpa! –Fernando não parava de me encher o saco depois do incidente.

-Vamos tirar essa porcaria – Griezmann arrancou minhas botas quando eu ainda estava no chão e atirou-as longe. – Tome – ele era mais estranho que eu.  Tirou seu tênis para eu calçar.

-Você é tonto? Esse seu pezinho de bebê nunca serviria em mim – Antoine estava sendo todo carinhoso, e eu dava patadas no coitado.

-Você nem calçou... – Acabei me arrependendo de ter sido malvada com o Tonho, que só queria me ajudar. Se eu deveria ser cruel com alguém, era com o Fernando, idiota.

Eu coloquei o tênis e o povo não parava de nos encarar.

-Olha lá, serviu... – Griezmann deu risada e eu apenas observei o quão bizarro ficou meu look. Estava toda elegante e de preto, mas com tênis de rapper colorido e grande. E olha que encaixou perfeitamente em mim.

-Podem rir – todos ‘’obedeceram’’ minhas ordens, viram como eu estava ridícula, fiz uma super-produção de make, roupa e tudo nos mínimos detalhes, para ser derrubada pelo meu primo, cair no chão e perder minhas botas da Chanel. Triste minha vida. Agora eu ficaria o resto do dia com esse tênis de rapper?

Até mesmo o Griezmann e o Torres, que me devia uma, riram da minha cara. Oh, deus...

Andei reto e tentei ignorar isso, eu não gostava de situações constrangedoras... (Quem diabos gosta?) os dois foram atrás de mim, mas como o dia estava ainda mais azarado, acabei tropeçando no chão liso, mas por sorte, me segurei na parede.

-Meu deus, olha por onde anda – Antoine e Fernando acabaram pegando em meu braço à força e eu tive que andar acompanhada para não passar mais vergonha.

Embarcamos, enquanto estávamos no jato, notei como os jogadores estavam presos em seus mundinhos, todos ficavam grudados no celular. Eu estava meio excluída, então tentei procurar por outro lazer, tentar terminar de ler o livro que achei em casa. Mas alguém veio me atrapalhar...

-Olá... – Eu era irmã de Oliver e prima de Fernando, dois dos jogadores eram meus parentes, eu acabei crescendo junto com o atacante principal do clube. Tínhamos uma relação amistosa, mas algumas complicações...

Ficamos muito próximos por um tempo, porém, acabamos confundindo parentesco e amizade com amor. E isso certamente era algo errado para primos.

O que acontece é que acabamos trocando alguns beijos na adolescência, ele já quis coisas a mais, porém eu dei um fora na hora. O que ainda causa um certo desentendimento entre nós, e muito arrependimento de minha parte.

-Oi – respondo sem mesmo olhar para ele.

-Ansiosa para o primeiro jogo? – Fernando não me parecia com outras intenções, aquilo já estava no passado, mas às vezes era meio estranho para nós dois lidar com isso...

O jeito era esquecer e focar somente nos bons momentos que causavam certa nostalgia...

-Um pouco... – Dou um sorriso forçado.

-Eu acredito em você... Está meio nervosa, mas entende mais de futebol do que todos daqui... Espero que seja nossa treinadora para sempre – ele pegou em meu braço para dar um apoio, isso me deixou envergonhada.

-O-Obrigada... Eu fiquei feliz agora, nem eu estou acreditando em mim mesma... – Meus olhos acabaram brilhando.

Assim que chegamos até Munique, preparamos para o jogo, era somente para cumprir tabela.

-Bom, eu quero que usem a mesma tática, vão jogar: Oblak, Godin, Miranda... Juanfran...

Eu acabei não citando Griezmann, que sentiu-se ofendido.

-Por que eu não vou jogar?

-Quero te poupar... O jogo não vai mudar nossos resultados... Então hoje, jogam Oliver, Koke, Carrasco, no ataque vai ficar o Gameiro...

-Está bem... – Griezmann acabou aceitando isso numa boa.

Entramos na Allianz, enquanto os jogadores aqueciam, fiquei em pé analisando quem eu era agora, pela primeira vez, assumiria um papel de treinadora.

Muitos repórteres vieram me entrevistar. E perguntaram sobre o meu look peculiar.

-Para que esse tênis? – Muitos indagaram.

-É uma piada interna com Griezmann, ele me emprestou.

-Ele é seu namorado?

-Não.

‘’Infelizmente’’ – Pensei.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...