História O Diário de Yusuke - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, O Diário De Yusuke, Romance, Yaoi, Yusuke
Exibições 14
Palavras 898
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Chegay novamente, desculpa se reparti muito, mas eh pq to mt ocupada (dormindo e comendo), então espero q gostem 💕

Capítulo 7 - A Casa da Cailane ! Part 3


            Diário de Yusuke on

Oi diário, de boa? Eu estou bem também! É, como escrevi na página anterior, tava rolando uma festa com direito a comidas e... Bofes Marombas Semi-Nus <3 Então vamos lá !

Quando eu abri a porta, só conseguiamos ver homens e travestis se pegando, ou se abraçando ou se sarrando. Claro... Eu estava adorando muito tudo aquilo.

Eu, Cailane e Henry fomos direto para a mesa, vestidos daquele jeito, eramos somente um pingo de retardadisse no meio de um mar de maluquice, então ninguém olhou para a gente.

Chegando na mesa de comida, começamos a comer loucamente os salgadinhos e docinhos. 

-Ai meu cú gente, isso tá muito gostoso -Disse Cailane com a boca cheia de salgadinhos. -Nunca comi tanto assim na minha vida. Sentirei saudades dieta.

-Meu Zeus, olha quanto homem, será que é uma festa gay? -Perguntou Henry pegando 6 salgadinhos em cada mão.

Olhamos para o Henry, sério mesmo que ele fez aquela pergunta?

Viamos aquelas pessoas se pegando, até que chega um garoto alto, ombros largos e com não muito pouco músculos. Ele se encosta na mesa no lado de Henry e lança um sorriso de lado. Henry, como era timido, ficou vermelho no mesmo instante. 

-Oi, meu nome é Felipe. Qual o seu? -disse o homem sorrindo malisiosamente-

-Erh... Ah... H-henry... Meu nome é Henry. 

-Então... HENRY, vejo que você tem um estilo bem peculiar. -Falou Felipe chegando mais perto de Henry.

-Arh... Pois é né... T-tenho um estilo meio diferente.

Enquanto isso eu e Cailane nos seguravamos para não fazer xixi de tanta gargalhada.

-Essa festa tá chata, não acha? Quer conhecer a casa? -Felipe tinha uma expressão pervertida no rosto.

-Acho melhor eu ficar com os meus amigos.

Enquanto isso, eu e Cailane chegamos por trás de Henry.

-Que isso rsrs, a gente vai sarrar em alguns boys aqui, depois te procuramos.

Pela expressão de Henry, ele queria no mínimo quebrar a clavícula de cada um.

-Que bom, viu? Vamos lá! Tenho uma coisa para te mostrar. -Felipe ia puxando Henry pela casa.

Quando chegaram no corredor, ele foi direto para um quarto, como se conhecesse cada cômodo daquela casa.

-Ah... Você tem certeza que pode entrar aqui?

-Haha, a casa é minha.

-Q-quantos anos você tem?

-O garotinho é curioso -Felipe estava trancando a porta- Tenho 18. E você?

Aquele sorriso malicioso não saia de seu rosto.

-Santa Inês Brasil ! Tenho 14... O que v-você queria me mostrar m-mesmo?

Henry estava vermelho como um tomate, não sabia oque fazer e oque iria acontecer.

~Henry Narrando

Aquele homem não tinha cara de querer apenas uma amizade.

Ele começou a tirar a blusa, mostrando seu corpo malhado. Ele começou a chegar perto de mim, fazendo um gesto para eu tirar a blusa também.

-Ah... E-e-eu acho que estão me chamando... -Tentei passar pela porta, mas estava trancada e ele estava com a chave- Aonde você colocou a chave?

Ele balançou a chave no ar com o indicador e polegar. Eu estava pressentindo que algo não muito bom estava por vir.

-Tem certeza que quer isso?

-Sim, quero sair. Me dê ela.

Aquela barriga malhada estava fazendo efeito em mim, estava me deixando louco, mas eu não teria coragem de começar algo.

-Não é isso que seu amigo está mostrando -Felipe disse rindo, apontando em minha direção.

Eu não entendi... Que amigo? Estávamos só nois dois no quarto.

-A-amigo? 

Ele apontou para minha saia.

Quando olhei, vi um pequeno volume nela. Era difícil de perceber, mas eu estava super vermelho, pois aqueles imbecis passaram 4Kg de pó na minha cara. Oque deixava o momento mais vergonhoso.

-I-isso é por causa do... Do... Cueca! P-por causa da cueca. 

Ele Não parava de rir. Que humilhação!

-Olha, não precisa ter vergonha, eu sei que você é... -ele deu uma pausa para rir- ... Virgem. Serei gentil e cuidadoso, sou preparado baby.

Aquilo estava me deixando mais corado ainda.

-Mas sou de menor, e eu não me sinto confortável com essa roupa. Você é bonito, mas não consigo.

-Você quer?

-...

-Eu não encontro problema em você ser menor. São apenas 4 anos de diferença.

-E as roupas?

-Com esse seu jeitinho, já percebi que não foi você que se vestiu. Se quiser, te empresto umas roupas, você pode ir no banheiro e trocar.

Eu pensei um pouco, eu poderia sair dali e nunca mais ver aquele homem na minha vida, ou vestir as roupas dele e... Vocês sabem.

Ele foi até o guarda-roupa que tinha no quarto e pegou uma calça moletom cinza, cueca e uma blusa. Hesitei por algum tempo. Ele permanecia segurando o conjunto me olhando com a maior paciência.

-Pode tomar um banho se quiser, use minha toalha. -Ele apontou para uma porta atrás de si.

Peguei o conjunto e fui em direção ao banheiro.

Entrando lá, tranquei a porta. Meu coração acelerava a cada segundo, eu não tinha certeza se queria realmente fazer aquilo. Eu já estava com muito tesão e excitado. Meu lado Wesley Safadão dizia que era pra eu ir fundo. Mas meu lado Ana Paula Valadão dizia que se eu pecar vou morrer (Quem pecar vai pagar�� Ok, desculpa...)

Enquanto tirava a minha roupa, pensava se valeria mesmo a pena. Será que ele só vai me comer e meter o pé? Ou vamos ter algum tipo de relacionamento? Aquilo estava me corroendo.

Continua...

 

 

 


Notas Finais


.... Só pra deixar vocês no suspense muahahaha :V
Espero que gostem, e até o próximo capítulo.
#Frase do dia: Se a vida te der limões, faça dois homens se pegarem.

Até a próxima gente má.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...