História O Diário de Yusuke - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, O Diário De Yusuke, Romance, Yaoi, Yusuke
Exibições 14
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Helloooww! Tudo bem com vocês?

N tenho nada pra comentar, só leiam e tirem suas dúvidas 🌚

Capítulo 8 - A Casa da Cailane ! Part 4


Diário de Yusuke On

 Diário do céu, me socorre, o negócio tá ficando quente com o Henry, ele tá me contando tim Tim por Tim Tim, e eu anotando ... claro... Heuehuehu :V Vamos partir pro Hot agora muhaha adoro'

   Henry on

   Depois de pensar muito, eu ainda não sabia oque fazer. A calça e a blusa que ele me deu ficaram grande, a blusa deu para usar, mas a calça não. 

   Sai do banheiro, ele estava deitado na cama me esperando. Quando ouviu a porta se abrir, ele sentou e ficou olhando para mim.

  -Uau... Você ficou mais lindo sem aquela maquiagem de ratazana raivosa haha -Ele abaixou um pouco a risada- E então? Decidiu?

  -Decidi.

  -E então?

   Eu fui até ele, sentei na cama e disse olhando-o nos olhos.

   -Uma pergunta... Você quer apenas me comer ou um relacionamento?

   -Olha Henry...

    -Eu vou admitir, eu quero sim continuar com isso, mas quero fazer com alguém que me dê valor, não com uma pessoa que queira apenas me usar. Não estou te obrigando a me namorar, só quero perder a minha virgindade com alguém especial.

    -Eu pensei sobre isso, e sim, quero ter algo com você. Sei que está me conhecendo agora, se quiser podemos ser amigos por um tempo e depois namorar. Precisamos nos conhecer mais.

   -Sim... Claro...

   Ele me pegou e me pôs em seu colo.

   -Que tal partimos para a melhor parte é conversamos depois?

   -O-ok... 

   -Essa noite vai ser inesquecível -Ele disse me beijando.

    Eu fiquei vermelho na hora. Claro, não foi a primeira vez que eu beijo, mas aquilo me deixou nervoso.

    Ele deitou na cama de casal e eu continuei em cima dele.

   -Ja disse que você está lindo desse jeito? -Ele disse parando o beijo.

   -Acho que não -Voltei a beijar sua boca.

   A boca dele era macia, estava me deixando louco. Eu nunca me imaginei fazendo uma coisa dessas com um homem.

   Ele sorria enquanto me beijava, ele era lindo, seu jeito era sexy. Enquanto estava sentado no seu colo, sentia sua ereção na minha bunda.

   -Não aguento mais -Ele tirou minha (na verdade era dele) blusa.

   Ele alcançou a mesinha que tinha no lado da cama e pegou um lubrificante. Ele me olhou, e entendi o recado.

   Tirei minha cueca. Ainda com o rosto vermelho fiquei de quatro na cama. Afundei a cabeça no travesseiro. Senti gotas geladas na minha entrada, e logo em seguida seu dedo me penetrando. Gemi por causa do desconforto.

   -Tudo bem ai? -Ele perguntou preocupado.

   -Arh... S-Sim, continua -Eu disse com a voz abafada.

    Ele começou a movimentar o dedo, quando ele percebeu que eu já estava acostumado, enfiou o segundo dedo, gemi um pouco mais alto, logo em seguida o terceiro.

   -Vou enfiar agora. Se doer, me diz.

   Meu coração batia forte. Sério mesmo que eu estava fazendo aquilo? Será que ele estava falando a verdade quando disse sobre a amizade e o relacionamento? E se alguém entrar e nos ver?

   Enquanto pensava cada vez mais profundamente, ele enfiou a ponta do seu pênis lubrificado pelo gel na minha entrada. Mesmo ele tendo me preparado antes, senti um pouco de dor, mas tampei a boca com a mão.

   -Q-quantos centímetros tem? -Eu não queria perguntar aquilo.

  -Da última vez que medi, tinha 23cm... Por que?

   -Ah... Nada não -Deus do céu, se amanhã eu acordar com a rabeta ardendo, ja sei o porquê.

   Ele esperou alguns segundos eu me acostumar. Por causa do tesão, comecei a fazer um movimento de vai e vem em seu membro. Ele segurou minha cintura e começou a se movimentar lentamente.

   Meus gemidos ficavam cada vez mais altos. Suas estocadas cada vez mais fortes e rápidas, ele estava me levando a loucura. 

   Eu sentia cada centímetro de seu membro entrando em mim. Ele se abaixou até na minha nuca e começou a beijar. 

   -Arrgh... É tão apertado... 

   Eu permanecia gemendo, já nesse ponto a dor se transformou em prazer.

   De repente senti ele me empurrando para o lado, fiquei de frente para ele. Logo em seguida tampei o rosto com o travesseiro de novo.

    Felipe riu um pouco.

   -Quero ver seu rosto, Henry.

    -Não -Minha voz saiu abafada- Nao quero que você me veja assim, sinto vergonha.

   -Você é lindo.

    Ele tirou o travesseiro do meu rosto. Quando olhei pra ele, ele estava com o rosto suado, escorria gotas de suor pelo seu corpo, ele estava lindo.

   Ele começou a estocar cada vez mais forte e rápido, eu gemia mais alto. Agora meus gemidos corriam livre pelo quarto.

   Felipe era uma máquina, não se cansava nunca, não fazia uma pausa sequer. Meu pênis latejava.

    Enquanto me fodia, começou a me masturbar. Não estava mais aguentando. Meu pênis pulsava. Gozei em sua mão. Foram 7 jatos. Os 4 primeiros alcançaram meu peito e os 3 últimos na minha barriga. 

   Enquanto bombava, ele me olhava com um olhar faminto. Senti seu pênis pulsar também dentro de mim, eu já sabia oque estava por vir.

   Depois de alguns minutos naquela mesma sintonia, sinto um líquido quente. Ele se desfez dentro de mim.

    Ele caiu no meu lado, eu e ele estavamos exaustos. Estávamos a 2 horas transando sem parar. 

    -Você é lindo Henry. Perfeito. Como não te conheci antes?

    -Eu quem deveria ter falado isso -Falo ofegante.

    -Gostou? -Ele passou o braço em volta de mim.

    -Foi o melhor dia da minha vida.

   Ele deu um sorriso com o canto da boca. Como uma pessoa pode ter um sorriso tão lindo?

    Enquanto eu estava com os olhos fechados, tentando me recuperar, ele se encosta na cabeceira e me coloca em seu colo.

    Olhei para ele confuso, ele abriu minha bunda e disse:

    -Tá preparado pra outro Round? 

    Arregalei os olhos naquela hora. Pelo amor de Zeus, o boy era incansável.

     Ele encostou o pênis na minha entrada. O líquido branco descia pelas minhas pernas.

      Ele penetrou mais uma vez. Ele parou. Olhei pra ele confuso.

      -P-por que parou? Continua...

      -Iiih querido, acha que é fácil? Passei 1 Round sem direito a pausa.

       Então eu mesmo comecei a me movimentar, pra cima e pra baixo. Ele não largava minha cintura. Acompanhava o movimento com as mãos.

   -Mais rápido Henry ...

   -N-não consigo.

   -Acho que vou g-gozar.... (Aaaah eu vou gozar 🎤... Desculpa)

    -Eu t-também... Arhh

   Gozamos ao mesmo tempo, eu caí em cima dele totalmente exausto. Ele estava ofegante. O sêmen escorria pela minha bunda e na cama.

    Só me lembro de ter apagado em cima dele.


Notas Finais


Tá aí o lemonzinho huhu' Lembrando que é o primeiro Lemon que escrevo... Então, se estiver ruim, comentem que irei refazer !!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...