História O diário que se repete - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 5
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Capítulo 6 - A adorável ceifadora de vidas da terra



    Lentamente abro meus olhos, acima de minha enxergo a Lily, abaixo de minha cabeça estavam suas pernas dobradas cuidando para que eu ficasse o mais confortável possível. Carinhosamente sua mão passava pelos meus cabelos, seu olhar de felicidade e tristeza ao mesmo tempo era marcante.
    - Olá Lily, quanto tempo não? - disse com um leve sorriso no rosto.
    - Olá Rei, realmente, pra mim faz bastante tempo... - disse um pouco insegura.
    - Como vão as coisas? - perguntei ainda deitado em seu colo.
    - Vim para cá assim que soube de sua morte, sinceramente eu não tinha acreditado que você havia escapado... só você mesmo pra fazer uma coisa dessas... - disse Lily olhando carinhosamente para mim.
    Vejo uma pequena lagrima saindo de seu olho esquerdo, sutilmente pego meu lenço azul do bolso de minha calça e passo em seu olho.
    - Você sabe que eu não gosto de ver você assim... - disse com uma voz calma.
    - Fico triste quando imagino que logo logo não vou mais lembrar deste momento... - Lily fez uma pequena pausa, desviou o olhar para as rosas brancas espalhadas por todo o jardim - Porem fico feliz ao pensar que vou continuar lembrando do dia em que você me deu aquela rosa branca...
    - Foi um lindo dia - disse olhando com pena para ela, com um sorriso triste em minha face.
    - Você precisa mesmo voltar? - disse Lily focando o olhar em mim novamente.
    - Vim para a terra por um motivo, o futuro do universo depende disso. - disse enquanto esticava minha mão para o céu branco sem fim.
    Lentamente me levanto de seu colo, ela usava um lindo vestido branco com vários bordados pretos, seus cabelos e olhos pretos realçavam a palidez de sua pele.
    - Você está... - disse enquanto dava uns passos para frente no jardim de rosas brancas, o qual eu não conseguia ver o fim não importava a direção em que olhasse.
    - Claro que não, jamais ajudaria aqueles bárbaros... - disse Lily após se levantar e caminhar até o meu lado. - Deixei minha Lifa do tempo no templo de Belaris.
    - Sobre isso, eu ainda não tenho muitas informações, acredito que deva ter circulado algo nas reuniões da sua família... - disse enquanto olhava para frente.
    - Não me importo de dizer o que eu sei Rei, apenas gostaria que você tomasse cuidado, não quero que você fique preso novamente naquele lugar. - disse Lily logo atrás de mim.
    - Não se preocupe, eu escaparia novamente só para te ver. - disse num tom mais animado.
    - Estou falando serio Rei - disse fazendo sua cara de braba, que não importa como eu olhasse, era muito mais fofinha do que aterrorizante - Muito bem, Rei, vou lhe contar o que eu sei sobre as Lifas do tempo. - Lily fez uma pequena pausa, deu um leve suspiro e continuou - Ela foi criada para detectar magos do tempo, pode detectar qualquer mago do tempo que usar seus poderes num raio de 100 metros.
    - 100 metros? - disse com a mão esquerda no queixo - Não parece muito distante... - disse um pouco mais calmo.
    - Realmente não é muito, foi o máximo que os cientistas de Keblam conseguiram detectar, com a ajuda do seu irmão, Klaus. - disse Lily um pouco receosa em mencionar o meu tolo irmãozinho. - E como você já deve saber, devido a ser um dos motivos deles te encontrarem da última vez, a pedra fica azul quando atinge seu objetivo, neste ponto, sua localização fica exposta, não importa onde você vá.
    - Interessante... - disse um pouco pensativo - Neste caso, como já ativei uma Lifa do tempo uma vez, minha localização está exposta? - perguntei um pouco relutante para Lily.
    - Ah, não se preocupe com isso, ela fica sem energia em aproximadamente 5 colons, após isso ela volta a ficar incolor e para de atualizar a sua localização. - disse Lily também olhando em frente.
    Neste caso, se por ventura eu ativar uma Lifa do tempo, terei que fugir insanamente por 50 horas na terra.
    - Obrigado Lily, essas informações realmente vão me ajudar. - disse me aproximando um pouco.
    Lily não era alta, chegava até meu ombro, sendo que eu tenho, normalmente, 1,75m. Ela tinha uma aparência delicada, apesar da posição que ocupava era uma garota dócil e compreensiva, porem devido à costumes de sua família, levava o trabalho em primeiro lugar. 
    Eu queria voltar logo, situações inacabadas como uma morte acidental não faziam o meu estilo. Me aproximo dela, olho em sua direção e lhe dou um abraço. Após sentir ela me abraçando de volta, fortemente, com seus braços finos e delicados, eu pude perceber. Ela sabia, ela sabia que Elaha estava viva.
    - Realmente não tem jeito, não? - disse enquanto a abraçava.
    - É muito cruel você pedir isso pra mim Rei... Justo eu... - disse enquanto me abraçava com a cabeça apoiada em meu ombro direito.
    - Eu sei, isso foi um pouco egoísta da minha parte...  - disse consciente do que estava pedindo.
    - Só um pouquinho - disse próxima ao meu ouvido - De qualquer forma, não vou deixar aquela garota sair viva da terra... Não se preocupe, não vou denunciar sua posição, até por que isso não é minha responsabilidade - Lily fez uma pequena pausa, então paramos de nos abraçar, ela deu dois passos para trás - Espero que consiga atingir seu objetivo, Rei. - disse por fim enxugando as lagrimas com as mãos.
    - Irei cumprir, com toda a certeza. - disse seriamente para ela.
    - Peço desculpas antecipadamente pelos métodos que usarei para levar a vida da garota, acredito que você entenda, como doí em mim fazer isso com você, mesmo sabendo que pode voltar caso te mate acidentalmente. - disse Lily triste, enquanto olhava em meus olhos.
    Dirijo um sorriso para ela e desvio meu olhar para olhar os confins do jardim. Então concentro minha energia e volto no tempo para quando estava indo em direção ao teatro.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...