História O doce calor do inverno ( Imagine Kim HyunAh ) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 4Minute, HyunA
Personagens HyunA
Tags 4minute, Imagine Hyuna, Imagines
Visualizações 163
Palavras 1.693
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Orange, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, Ohana!
Tudo bem com vocês? Espero que sim!

Finalmente mais um imagine, e decidi trazer um com a HyunA.

Espero que gostem!

Boa leitura!

Capítulo 1 - The sweet warmth of winter.


Fanfic / Fanfiction O doce calor do inverno ( Imagine Kim HyunAh ) - Capítulo 1 - The sweet warmth of winter.

Era uma noite fria, o inverno estava especialmente cruel naquela noite, (SeuNome) se sentia sozinha em seu quarto. Há muito tempo não via a pessoa que tanto amava, ela havia perdido tudo. Seu namorado e boa parte de seu amigos, tudo por conta de uma garota que a menosprezou.

- Você é o ser humano mais estúpido, (SeuNome). - A garota disse a si mesma, se levantando de sua cama. Já sabia que não teria nada que a interessasse, mas o quarto em que estava a fazia lembrar dos momentos que teve com sua amada.

 

- Você gosta de mim? - Perguntei em descrença, sentindo o corpo de HyunAh me prensar com força na parede.

- Não. - Respondeu rindo. HyunAh começou a distribuir beijos pelo meu pescoço. 

- Mas, então-

- Você é excitante, olhar você dançando naquela pista de dança acabou com minha sanidade. - Olhou em meus olhos, passando uma de suas mãos sobre meus seios, os apertando e apalpando, apertei olhos meus olhos segurando qualquer gemido que pudesse escapar de meus lábios.

- HyunAh, não posso, eu ten- - Me calou com beijo. Mesmo sabendo de todos os riscos, continuei com aquilo, deixei que ela tivesse total controle sobre mim.

 

(SeuNome) em um ato automático, sorriu ao lembrar de sua primeira noite com a garota que tanto a atraía, mas eu perceber tal ação, desfez o sorriso, mostrando seu semblante em frustração. Sua mente gritava em ódio a HyunAh, mas seu coração implorava para que ela voltasse, queria que a mais nova batesse em sua porta e a abraçasse, dizendo que a ama e que jamais faria tal coisa novamente.

Com um copo de vinho em mãos, a garota se dirigiu até sua sala de estar, ao sentar no sofá, notou que em sua mesa de centro estava uma pulseira, dada pela HyunAh. 

"Mesmo com tudo que aconteceu eu ainda não me livrei disso." Pensou, pegando a pequena joia em sua mão livre, a olhando com certa dor em seu peito.

 

- Unnie, eu tenho um presente para você. - HyunAh disse entregando o pequeno embrulho em suas mãos, a mais velha percebendo o rosto vermelho de HyunAh pegou o presente, o abrindo. - É algo pelo seu aniversário, me perdoe não conseguir vir ontem.

- Está tudo bem, HyunAh. Não tem problema. - (SeuNome) viu a pequena joia em sua mão com seus olhos brilhando. - Nossa, Hyun. É lindo.

- Fico feliz que tenha gostado. 

 

Aquela foi a única vez que HyunAh havia sido carinhosa com (SeuNome), HyunAh nunca demonstrou nada em além de interesse carnal. Diferente da mais velha, HyunAh queria apenas sexo, o que complicava para (SeuNome) dizer o que sentia.

Sentindo seus olhos arderem, (SeuNome) bebeu de uma vez o líquido presente em seu copo, deixando o mesmo em sua mesinha. Se deitou no sofá, deixando suas lágrimas caírem novamente, a terceira vez somente naquela noite. Lembrando da pior lembrança que tinha em toda sua vida.

 

Havia finalmente tomado coragem, eu iria pedir Kim HyunAh em namoro, suspirei batendo na porta. Ao perceber a demora, bati mais uma vez, logo revelando HyunAh ofegante. Meu sorriso desapareceu instantaneamente ao ver uma garota ao lado de HyunAh, também ofegante.

- Nos vemos outro dia, HyunAh. - A garota deu um beijo no rosto da mais nova e saiu da casa.

- (SeuNome), o que você faz aqui? - HyunAh perguntou irritada, me puxando para dentro de sua casa.

- Eu, eu queria falar com você.

- E o que queria me dizer? - Olhei nos olhos de HyunAh que ainda demonstravam raiva. - Vamos, (SeuNome). Não tenho dia todo.

- Eu queria te pedir em namoro. - O local ficou em alguns segundos em silêncio após o meu sussurro, logo HyunAh riu levemente,  me fazendo a olhar me perguntando do porque da risada.

- (SeuNome), eu já havia dito. Não sinto nada por você, o que tínhamos era exclusivamente sexo, nada mais que isso.

- Acha engraçado? - HyunAh ficou confusa com a pergunta. - Acha divertido brincar com as pessoas assim?

- Olha, eu havia dito isso desde o início, eu não me apaixono por ninguém.

- Você está certa. - Fui em direção a porta. - Me faz um favor, me esqueci, nunca mais fale comigo.

 

(SeuNome) havia dormido após o choro, mas seu sono não durou por muito pois a campainha tocou freneticamente, a deixando confusa, quem naquele frio sairia de casa, ainda mais aquele horário?

Ao abrir a porta, (SeuNome) se surpreendeu com a garota a sua frente, que tremia seus lábios tentando aquecer seus braços com o casaco que vestia. A mais velha se segurou para não abraçar HyunAh e a colocá-la para dentro de sua casa para aquecê-la, sua mente ainda estava mais forte que seu corpo.

- O que você faz aqui, HyunAh? - (SeuNome) perguntou no mesmo tom de voz de HyunAh da última vez que se viram.

- E-Eu quero co-conversar com você, po-por favor, me deixe entrar? - Gaguejava por conta do frio.

- Eu disse para nunca mais vir falar comigo.

- Eu senti sua falta, e-e-e... - HyunAh tentava, mas era quase impossível dizer alguma coisa, seu casaco era muito fino para aquele tempo, o que fez (SeuNome) puxar a garota para dentro de sua casa ao perceber a vestimenta que a mesma usava.

- Você é louca saindo nesse frio desse jeito?

- Eu queria te ver, e peguei a primeira blusa que vi pela frente, não imaginava que estaria tão frio. - A mais nova riu sem humor, ainda tentando se aquecer. - Posso conversar com você?

- Você precisa se aquecer, HyunAh-Ssi. - (SeuNome) hesitou em abraçar HyunAh, ainda estava relutante com ela, mesmo preocupada. A mais velha segurou a mão da mais nova, sentindo a mesma congelada.

- Unnie, por favor, me deixe falar. - HyunAh pediu impedindo que a mais velha a conduzisse para qualquer lugar que fosse. - Eu preciso falar com você, eu quero pedir desculpas, por ter sido uma idiota com você.

- Acha que só me pedir desculpas vai me fazer esquecer a humilhação que você causou, por ser menosprezada, por ter dito na minha cara que eu era apenas uma boneca sexual para você? - (SeuNome) pronunciou cada palavra com calma, não queria se exaltar, mas seu olhar mostrava a raiva que guardava da mais nova.

- Eu sei, eu fui uma tremenda estúpida com você, mas - Se aproximou do corpo da mais velha. - eu quero você novamente.

- Ah, então foi para isso que veio? - (SeuNome) empurrou a mais nova levemente, a afastando de si. - Veio apenas para saciar seus desejos? Você é patética, HyunAh. Procure outra pessoa para te dar isso.

- Esse é o problema, - Rapidamente HyunAh se aproximou de (SeuNome). - isso é algo que só você pode me proporcionar. - Segurou a cintura da mais velha que se arrepiou pelo contato gélido da mais nova, atacando seus lábios em um beijo afoito, que com muitas tentativas falhas de resistir, foi correspondido.

HyunAh em passos cegos, guiou a mais velha em direção ao quarto, onde deitou (SeuNome) e logo subiu em cima da mesma. 

- Sai de cima de mim. - Ordenou a mais velha empurrando Kim pelos ombros, ainda tentando resistir aos toques de HyunAh. A mais nova segurou as mãos daquela que a impedia de fazer o que tanto queria, deixando as mãos da outra em cima de sua cabeça sobre a cama.

Sentindo os beijos molhados e quentes serem distribuídos pelo seu pescoço, (SeuNome) mordia os lábios fortemente, segurando seus gemidos. Ao perceber a mais velha completamente rendida aos seus toques, HyunAh soltou as mãos de (SeuNome), passeando seus dedos pelo corpo de (SeuNome) pelo fino tecido da blusa que a mesma usava, o arrancando em seguida, deixando os seios da mais velha exposto para ela. 

O corpo de HyunAh que antes estava congelando, agora não suportava mais suas vestimentas, tirando as mesmas de forma apressada, ficando semi-nua, não contendo seu sorriso ao perceber a mulher a sua frente morder os lábios olhando seu corpo de cima a baixo.

Ao encarar os seios de (SeuNome), HyunAh umedeceu seus lábios, atacando os seios de (SeuNome) que soltou um pequeno gemido. A mais velha gemia baixo o nome da mulher em cima de si, segurando os cabelos da mesma, se entregando por completo a mais nova. Entre beijos e chupões no pescoço, Kim tirou as roupas por completo da mais velha a deixando completamente nua, a deixando excitada somente olhando para seu corpo. 

HyunAh sentia falta daquele corpo, se sentia idiota por desperdiçar seu tempo com inúmeras outras garotas, sendo que tinha a mulher perfeita a sua frente. 

A mais nova distribuiu beijos pelo corpo, voltando para os lábios já vermelhos da (SeuNome).

- Gostaria de fazer tantas coisas com você. - HyunAh dava leves pausas entre seus beijos enquanto falava. - Então irei recompensar te chupando de forma inesquecível. - Desceu seus beijos até chegar na intimidade de (SeuNome), dando o melhor de si naquele oral. (SeuNome) gemia de forma manhosa, com a tortura da mais nova, que sabia qual era o ponto mais sensível da mais velha, chupava esse ponto com vontade e desejo, mas logo mudava deixando a mulher completamente enlouquecida de desejo.

Começou a sugar o clitóris da mais velha que rebolava na boca da mais nova e pressionava o cabelo da mesma, sem aviso, HyunAh enfia dois dedos de uma vez, logo ouvindo o gemido de surpresa pela mais que agora, gemia o nome da mais nova junto a palavras desconexas, deixando a mais nova satisfeita com seu trabalho.

O corpo da mais velha começando a se enfraquecer, sentiu seu ápice chegar melando os dedos da mais nova, que os lambeu olhando para a (SeuNome) que estava totalmente ofegante, HyunAh se deitou ao seu lado, sorrindo. (SeuNome) ao recuperar seu folego, se levantou da cama deixando Kim curiosa com sua ação.

- Acha mesmo que só você ai foder aqui? - Perguntou a mais velha segurando um cinto com um pênis de borracha, fazendo a mais nova sorriu maliciosa.


Notas Finais


Me perdoem os erros, ainda não corrigi...

Espero que tenham gostado...

Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...