História O doce desejo de Ravenna. - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor Doce, Colegial, Drama, Escola, Garotos, Mistério, Romance No Colegio, Vida Escolar
Exibições 15
Palavras 560
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Harem, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Pessoal adiantei um capitulo por causa que vou ter de dar uma paradinha para fazer os trabalhos da faculdades (que alias estão atrasados rs), porém voltarei logo acredito que a partir de terça- feira já tenha terminado tudo e ai volto a escrever.

Capítulo 8 - Pequenas mentiras parte 2


Ainda naquela noite... Bruno se despediu de Ravenna e Cristine com um beijo no rosto e deu um tchauzinho com a mão para o Fred, entrou em seu fusquinha, apesar de tudo estava feliz. Ravenna conversou um pouco com a prima tentando acalmá-la e após tomou um banho e foi dormir, ela teve o mesmo sonho que anos atrás.  

Fred mora na mesma Rua que a Cristine na frente de sua casa havia uma Harley Davidson e no fundo uma camionete, o rapaz cresceu com a prima de Ravenna os dois eram muito amigos já ficaram diversas vezes, mas não tiveram nada sério, por isso na manhã seguinte ele foi levar as garotas para ver Dona Ana no hospital.

Dona Ana estava bem iria fazer uma bateria de exames para descobrir a causa do inicio de infarto, durante a visita Fred perguntou se ela tinha passado algum nervoso.

- A meu rapaz eu tive uma má noticia (disse começando a marejar os olhos), preciso de dinheiro para pagar a hipoteca caso contrario vou perder a minha casa.

Então aconteceu um daqueles momentos que se não tem controle.

- Mas, Dona Ana a Cristine e a Ravenna não estão trabalhando ?(o ambiente ficou um pouco tenso e ele fez uma brincadeira antes que Ravenna conseguisse consertar e acabou que piorou tudo), ela estava de máscara ontem, ora quem trabalha para os Monte Rey aqui é considerado Rico.

A senhora começou a agradecer a todos os santos e ao os deuses, o que deixou Ravenna e Cristine em uma saia justa, elas não poderiam desmentir estavam com muito medo de causar mais problemas a dona Ana por isso Cristine confirmou todo.

- Sim mãe Ravenna já arrumou trabalho, mas ela não esta bem trabalhando para os Monte Rey isso depois conversamos... mas me diz a senhora está se sentindo melhor?

- Com essa boa notícia estou bem melhor Cristine.

- Vejo que já esta se sentindo bem Dona Ana (o médico entrou pela porta e verificou os batimentos de Ana), venho dar seus remédios precisa descansar.

Os três endentaram e saíram do quarto, após o médico explicou os exames que ela a tia iria passar e traquilizou a Cristine.

Já na caminhonete de Fred, Cristine o repreendeu.

- Me diz Fred o motivo de ter mentido para a minha mãe daquela forma!!! Porque disse que minha prima estava trabalhando? E o pior para os Monte Rey.

- E ela não trabalha lá

- Não (disseram as duas)

- Mas eu vi, ela estava com uma máscara da mansão, achei que estivesse trabalhando lá.

- Pois achou errado, agora a minha mãe que alias está no hospital devido a um infarto, acredita que a “solução” de seus problemas esta com a Ravenna ou melhor no incrível emprego dos Monte Rey.

Ele dirigia pela cidade em direção a casa de Cristine.

- Posso resolver tudo, eu posso conversar com o Brian e pedir um trabalho para a Ravenna ou sei lá, vou da os meus pulos, desculpa foi mancada eu sei.

- Que bom que sabe (disse Cristine cruzando os braços).

Fred deixou as duas e foi até a casa dos Monte Rey lá ao conversar contando tudo para o Brian ele ficou de pensar no caso não prometendo nada, devido a isso Fred correu a cidade inteira caçando um emprego para a Ravenna.


Notas Finais


Três dias passam rápido. então até.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...