História O doente e a suicida - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais
Visualizações 49
Palavras 1.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hoje tá caprichado hein... Aproveitem!

Capítulo 8 - Assumir o que é meu por direito


♥《《 S/N Point Vision 》》♥


Segunda, 18:49 PM


**Sua chamada está sendo encaminha à caixa de mensagens... Deixe sua mensagem após o sinal**


Já era a quinta vez que eu ouvia essa voz eletrônica pelo meu aparelho, e eu nunca falava nada após o sinal, minha voz não saia


- Jun... - Eu falei com a voz embargada, pisquei várias vezes, sentindo duas lágrimas escorrerem pelo meu rosto em tempos diferentes - Jun, por favor, se estiver aí... Atenda - Funguei - Eu estou preocupada com você. Eu te procurei no fim da aula, não te achei, suas coisas estão comigo e... E... e... - Respirei fundo - Só fale comigo, quero saber se esta bem...


-Oi... - Sua voz ressoou rouca e cansada no outro lado da linha - Estou aqui, e estou bem... Satisfeita?


-Não... - Respirei fundo - Quero te entregar as coisas... E... Porque você não voltou, aconteceu algo?


-Nada que seja assunto seu... - Sua ignorância havia me assustado - Pode dar minhas coisas para o Eric, depois ele me entrega


-Qual é? Por que está agindo assim? Que mal te fiz? Você começou a falar comigo hoje, e já não quer mais me ver? - Ri nasalando - Achei que você fosse diferente...


- Não! Não é isso... É que... Aish... - Ele fez um louco de silêncio, como se pensasse se falaria ou não - É que alguém colocou coisas na minha cabeça... Desculpa


-E esse alguém seria Jeon Jungkook? - Eu ouvi sua respiração travar - Como eu suspeitava... - Ri baixo - Não ligue para o que aquele idiota diz, ele só está com inveja que eu ando com a pessoa mais foda da escola!! - Ouvi sua risada soar no outro lado da linha, sorri com aquilo - E aí? Vai querer suas coisas ou não? 


-Vou! - Falou se animando - Me encontre no Parque Sharon daqui 20 minutos... E não me de bolo, ouviu?


-Esta bem!! - Ri - Até daqui a pouco!!


Desliguei a chamada, logo indo me arrumar. Eu ainda estava com a roupa da escola, toda manchada de sangue, não seria legal eu sair por aí desse jeito...


Então, fui já animada, pegar minha roupa, que no caso seria uma saia azul bebe com duas listras brancas na borda, uma camisa curta rosa pastel, e por fim, peguei minha bota caturno que eu havia customizado, ela toda manchada de aquarela nas cores rosa, lilás e azul, tudo em cores pastéis

Entrei dentro do meu banheiro e me despi, eu estava cansada, e suja de sangue...


• • •


Eu ensaboava meus braços com delicadeza, eles estavam sensíveis até mesmo com a água


• • •


Dei mais uma rodadinha no espelho, eu estava fofa... Blee! Mas valia a pena... Eu queria causar uma impressão leve nas pessoas


Coloquei meu sobretudo da cor bege claro, peguei a mochila de Jun, e sai de casa, indo no parque Sharon


• • •

E là estava ele, com seu olhar para o nada, ouvindo talvez um rock em seus fones

Mas... O que me intrigava era seus ololhos inchados, e seu nariz vermelho... Aquilo não me cheirava a resfriado


-Oi... - Disse me sentando ao seu lado

-Não mexeu nas minhas coisas, né? - Falou, ainda prestando a atenção no nada

-Por que eu mexeria?

-Nada...


Tirei sua mochila de minhas costas para lhe entregar, mas por um momento. Um momento de descuido meu. Deixei que caísse alguns livros de dentro da mochila no chão


-Desculpa... - Disse me abaixando para pegar os objetos caídos

-N-nao... - Ele tentou me impedir, mas... Tarde demais


**Jeon JungHyun**


Foi o que eu li na capa de seu livro

-Jun... Não me diga que você...

-Sim... Eu infelizmente pertenço a mesma família daquele idota - Ele disse de cabeça baixa - Mas por favor, não conte a ninguém, eu não suporto lembrar que sou irmão dele, serei rotulado assim por todos se caso souberem

- Você será rotulado igual a mim, que é conhecida pelo Amor Proibido de Busan - Suspirei - Eu nunca imaginária que você seria irmão de Jeon Jungkook... Vocês são completamente diferentes. Ele é um mala sem alça, e você... É um cara bacana, que resolveu ser amigo de uma pedaço de mal caminho, e você também é um ótimo amigo...

- Para... Vou ficar com vergonha - Ele disse então rimos - Quer tomar um sorvete comigo? - Perguntou receoso

- Eu gostaria de ficar em casa, e tentar descobrir mais de meu passado

-Oh! Sim, eu entendo... Bom, então até amanhã...

-Eu não vou voltar... - Falei e engoli seco

-Porque?

-Vou assumir minha herança por parte de mãe...

-Não entendi...

-É melhor que não entenda... Adeus... - Me levantei e sai dali em passos rápidos


• • •


Adentrei no lugar que aparentava estar em decadência. O local fedia a bebida, droga e urina

Jamais imaginária que esse lugar fosse um dos lugares mais limpos onde o clã se reunia, claro, na época em que minha mãe reinava

-Olá garotas... Quanto tempo não?  - Falei assim que adentrei numa das salas, vendo quatro homens em volta de uma mesa, cada um com uma prostituta barata em um dos colos, cada um com sua garrafa de cerveja - Céus, este lugar está realmente mais ruim do que pensei! - Falei colocando uma de minhas mãos na boca, fingindo estar desacreditada - Lembro da época que tomavam Wisky, não essas porcarias! 

-Quem é você? - Um dos homens diz retirando a puta de seu colo, logo se levantando, tentando me intimidar

- Não lembra de mim... Choi Baek?  Você me levava nos parquinhos, e me comprava algodão doce!

- Eu não tenho filhas... - Falou dando um passo firme em minha direção

-E quem disse que sou sua filha? Estou longe disso! - Suspirei, colocando uma mecha minha atrás da orelha - Espera! Vou falar uma frase, talvez se lembre dela... - Limpei minha garganta - "Mecha-se maldito! Minha filha é mais preciosa que um diamante!" - Falei num tom autoritário, fazendo as mesmas expressões que minha mãe fazia

- Ora, ora... Quem temos aqui! - Sorriu de ladino - A pequena S/N... Só que agora não é mais tão pequena... Esta uma tremenda de uma gostosa em - Falou com seu ar perverso - O que veio fazer aqui? Pagar pelo prejuízo que sua mãe nos causou? Ou é a nova garota de programa? - Por fim deu uma risada, que foi acompanhada pelos outros três

- Eu vim tomar o que é por direito! E mais respeito como fala com sua superior, seu maldito! 

-Olhe para ela... Tem o mesmo jeito da mãe - Acariciou umas de minhas bochechas com aquelas mãos imundas - Mas aposto que tem o espírito covarde do pai...

-Aish... - Resmunguei baixinho, logo aagarrei o pulso do mais velho a minha frente. Então torci seu braço e o levei para trás - Velho desgraçado... Porque não se põe em seu lugar? Você não é grande coisa, não há no que se gabar! - O empurrei, fazendo o mesmo cair de quatro no chão

-Como é bom entender que você soube se decidir em qual caminho ir... - Falou o velho no chão

-Onde estão as minhas novas mascotes?

A partir daí um sorriso se formou nos lábios de todos presentes no comodo


Notas Finais


S/N indo pro caminho do Mal

ADOROO

Jun então é irmão do Jungkook? Isso pra vocês não foi nenhuma surpresa, acredito

Aposto que eu vou me fuder para acordar hoje as 6 da matina pra ir pra escola

Tsc... Tsc

Falo nada

Só faço merda mesmo

Desculpa qualquer errinho meus lindos, até outro dia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...