História O Doloroso segredo - Nosso amor não pode morrer - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Bulma, Chichi, Goku, Personagens Originais, Yamcha
Visualizações 99
Palavras 1.153
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 6 - O encontro!


-

Faltava quase duas horas para o horário do encontro e Chichi já tinha colocado a carne para assar no forninho com o seu tempero especial e por último fez um purê de batata com manteiga e queijo, não deixando faltar também no cardápio o seu tradicional arroz com legumes. Após isso foi até o quarto e colocou um vestido preto curto de seda, que evidenciava bem seus volumosos seios, fez uma maquiagem que marcava bem os olhos e arrumou o cabelo num coque médio frouxo. A morena se olhou no espelho e sorriu, sentindo-se bonita e poderosa, tendo a certeza de que seu ex não iria resistir ao seu visual ousado.

Enquanto isso em outro bairro da cidade, numa pequena casa, Goku recém saiu do banho, se enxugou ligeiramente e começou a vestir uma calça social preta, uma camisa pólo azul escuro e calçou um sapato preto. Para impressionar a mãe de seus filhos passou um perfume francês que tinha ganho de sua nora Videl, para ser usado em ocasiões especiais.

Passou-se uma hora e finalmente o horário do encontro estava quase chegando. Chichi olhou pela quinta vez no relógio, constatando que só faltava meia hora para a janta, ela esperava que o sayajin viesse um pouco antes do combinado, desejava que ele não se atrasasse. Para acalmar a ansiedade que tomava conta dela, a morena foi arrumar a mesa e verificar se a comida ainda estava quente, quando a mãe de Gohan tinha terminado de olhar o forninho e o desligado, a campainha da porta começou a tocar.

Chichi caminhou apressadamente até a porta e a abriu, quando fez isso suspirou de forma inconsciente ao notar como estava bonito seu ex-marido, aquela roupa o deixava ainda mais atraente e aquele perfume, era convidativo.

Goku ao ver a maneira sexy que sua amada estava vestida, se segurou, pois aquele visual ousado dela o deixou ardendo de desejo, um fogo que a tanto se encontrava escondido se acendeu novamente dentro dele. Logo que adentrou na residência, sentiu o cheiro delicioso da comida de Chichi e um sentimento nostálgico se apoderou dele. Fazendo a morena notar que ele ficou pensativo, por um breve momento.

- Está com fome? – Pediu a mãe de Goten divertida.

- Sim! Ah! Chichi como sinto falta de sua comida...

- Só da comida? – Perguntou a morena séria caminhando até a cozinha, sendo seguida pelo sayajin.

- Não! Eu sinto falta de você também – Confessou o sayajin num fio de voz.

- Bem, eu também sinto sua falta Goku! – Murmurou à universitária enrubescida, ao mesmo tempo em que se abaixava para pegar a carne no forninho e a depositar em cima da mesa.

- Nossa Chichi! Que cheiro bom, parece estar uma delicia – Elogiou o sayajin.

- Pode se servir Goku, só falta eu colocar mais algumas coisas que preparei – Gesticulou a morena, se virando de costas e pegando o purê de batata e o arroz com legumes para depositá-los na frente do ex-marido, que sorriu.

- Huummm que delicia! Realmente muito bom! – Sussurrou Goku voltando a comer de forma ligeira.

- Obrigada! – Agradeceu a mulher feliz antes de se servir também e comer.

O jantar foi como o esperado pela morena, que sorriu ao ver o pai de seus filhos raspar a travessa do arroz e do purê, além de comer o último pedaço de carne. Um pouco ansiosa Chichi olhava para o relógio de parede que ficava próximo a geladeira, o tempo tinha passado rápido, faltava quase meia hora para Yamcha chegar. Um pouco exasperada a mulher levantou-se e tirou os pratos da mesa, causando estranheza no sayajin, que resolveu ficar calado e observar.

- Goku! Vamos para a sala, beber uma taça de vinho! – Convidou a universitária puxando o moreno pela mão até a sala de televisão.

O sayajin deixou-se conduzir até um recinto enorme, bem decorado nos tons bordô e dourado, o sofá no qual o casal sentou-se era de camurça na cor violeta.

- Como está a faculdade Chichi? – Perguntou o moreno resolvendo quebrar o silêncio.

- Está bem, daqui a dois anos, eu termino...

- Que bom, acho que você tem o dom na cozinha, escolheu uma ótima profissão – Comentou Goku meio encabulado.

- Pois é! Adoro cozinhar, isso é uma paixão que tenho! Fale um pouco de você, como está seu trabalho? – Indagou Chichi se levantando e pegando as taças de cima da mesinha e enchendo de vinho tinto suave e alcançando para seu ex, que pegou a taça de imediato.

- Bem, é um local bem movimentado, ajudo um monte de gente com meus ensinamentos. Trabalho só no período da tarde, de manhã fico livre para treinar e ganho um bom dinheiro do Mister Satan para ajudar ele. O dinheiro que ganho me ajuda com as despesas com a casa, comida e outras coisas, quando não tem torneios sobrevivo por causa desse trabalho – Confessou o sayajin, ao mesmo tempo em que bebia um pouco de vinho.

- Nossa... como você mudou, quando éramos casados você nunca pensou na hipótese de trabalhar assim como está fazendo – Comentou a morena.

- Verdade, mas eu mudei – Sussurrou enquanto tomava mais um gole de vinho o pai de Gohan.

- Sabe, ás vezes fico pensando em nós – Revelou a morena, fazendo Goku a olhar interessado e pensativo.

- E Yamcha? Como está o namoro de vocês? – Especulou o moreno curioso.

- Não está passando por uma fase boa – Respondeu com falsa tristeza.

- Humm! Entendo...

- Goku, eu ainda acho que gosto de você! – Declarou Chichi se aproximando de seu ex-marido e o beijando ternamente, o fazendo largar a taça e puxá-la para mais próximo dele, e imediatamente aprofundar o beijo.

No momento em que seu ex-marido intensificou o contato entre eles, a morena se arrependeu de estar usando o sayajin para o plano de vingança dela, pois ainda nutria um sentimento forte por ele. As mãos habilidosas do moreno já estavam em sua coxa e subindo até sua calcinha, a universitária gemeu ao sentir o toque dele, os beijos.

Enquanto o clima esquentava dentro da casa, Yamcha estacionou seu automóvel do outro lado da rua, donde sua namorada morava. O ex-ladrão naquela noite vestiu sua melhor roupa para impressionar Chichi. Então sem querer perder mais tempo saiu do carro rapidamente e atravessou a rua, chegando perto da moradia de sua amada, preferiu não tocar a campainha, mas entrar no local de surpresa com sua chave reserva, sem hesitar girou a maçaneta e ingressou no lugar. Yamcha gelou na hora quando ouviu gemidos vindos da sala, imediatamente ficou em alerta e milhões de coisas vieram em sua mente, porém decidiu caminhar vagarosamente para o recinto de onde vinham os sons. Ao visualizar o sofá, de imediato viu sua namorada seminua cavalgando Goku, e os dois gemendo interditos. Naquele instante o sangue do ex-ladrão ferveu e uma fúria assassina tomou conta de seu ser.

-

Continua

-


Notas Finais


Bom... a coisa vai pegar fogo no próximo capítulo.

O Yamcha se ferrou...

O que será que Goku vai fazer ao descobrir
que fez parte de um plano de vingança de sua ex?

Grata por sua leitura... espero que tenha gostado do capítulo.

Abraços!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...