História O dono do meu coração - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente, Matteo
Tags Lutteo
Visualizações 182
Palavras 795
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!
Como vão?
Essa é minha primeira One!!
Eu tenho uma fanfic Ruggarol e uma original, para quem gosta vou deixar o link nas notas finais!!
Bom, essa One é triste. Não tem o final feliz. Se você é muito emotivo, é capaz de chorar!
Essa fic se passa no final do episódio 40 da segunda temporada de Soy Luna 2, quando ela é quase atropelada.
Beijos e boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Luna

Eu simplesmente travei. O carro estava quase me atingindo. Fechei os olhos e me preparei para o impacto. Mas eu não senti o impacto. Bom, senti, mas não foi meu corpo contra o carro, e sim braços fortes me jogando contra o chão. 

Depois de alguns segundos me certificando que estava tudo bem, abri os olhos, mas foi a pior decisão que já fiz na minha vida. 

Tudo que vi foi Matteo estirado no chão, sangue, um corte em sua cabeça e marcas de pneu no asfalto. Me levantei correndo e fui até ele.

-MATTEO! MATTEO! Porfavor! Acorda Matteo!- Lágrimas já escorriam pelo meu rosto. Seguro em sua mão.- Não me deixa Matteo!

-Amiga! Amiga o que aconteceu?- Nina chega e se abaixa ao meu lado.

-Não sei... Tudo que me lembro é de um carro vindo em minha direção, sentir um impacto forte contra o chão e quando abri os olhos...- Não consegui terminar a frase, mas ela tinha entendido.

-Calma! Não se preocupe!- Ela pega seu celular e chama uma ambulância.- Calma, eles já estão chegando!- Ela me abraça de lado. 

Ainda estava ao lado de Matteo, segurando suas mãos.

-Matteo porfavor, acorda!- Vejo ele abrir os olhos- Matteo!

-Luna...- A ambulância chega

-Senhorita, o que aconteceu?

-Ele foi atropelado...- Como doía dizer em voz alta

-E o carro?

-Não sei... Saiu dirigindo...- Os para-médicos o colocam em uma maca.

-Pronto amiga, já avisei a equipe!- Nina chega por trás.

-Você é o que dele?- O para-médico pergunta se dirigindo a mim. Olho para Nina e ela balança a cabeça positivamente.

-Sou... A namorada. Sou a namorada dele.

-Gostaria de acompanha-lo na ambulância?

-Sim! Nina, você poderia avisar o pessoal?- Ela concorda. O para-médico me guia até a parte de trás da ambulância. Me sento e pego na mão de Matteo, que abre os olhos.- Calma, vai ficar tudo bem!

[...]

Estava sentada naquela cadeira a quase 40 minutos. Mas pareciam 40 horas. Eu estava impaciente. Desde que chegamos ao hospital, me pediram para sentar aqui que já me chamariam, mas nunca acontecia! 

-A senhoria Luna Valente, namorada de Matteo Balsano, porfavor!- Chama a enfermeira. FINALMENTE!

-Eu!- Me dirigo ao balcão

-Quarto 234.

-Obrigada!- Vou direto para o quarto e abro a porta.

-Senhorita Valente?- Pergunta o doutor.

-Sim. Como ele está doutor?

-Eu sinto muito em te informar, mas ele não ira sobreviver.- Meu olhos se encheram de lágrimas

-Não pode ser...

-Infelizmente, o impacto da sua cabeça contra o chão foi muito forte. Tentamos de tudo, mas não há nada que possamos fazer.- Olho para ele com meu rosto já molhado por muitas lágrimas. Isso não podia estar acontecendo. Tudo isso foi por minha causa! Ele queria me proteger! Se eu não tivesse saido correndo...- Você gostaria de um tempo sozinha com ele?- Confirmo com a cabeça e ele sai do quarto. Me dirigo até a cama e pego em suas mãos. Nesse momento, já não me importa a competição, a Juliana ou qualquer outra coisa. Só ficar ao lado dele.

-Luna...- Ele abre seus olhos.

-Matteo! Me desculpa! Tudo isso foi culpa minha! Se eu não tivesse saido correndo, nós estariamos felizes na pista, dançando e cantando.- Lágrimas insistiam em cair.- Mas eu prometo, de agora em diante, todos os dias da minha vida, estarei junto a você. Juro que meu amor nunca será tão forte por ninguém mais. De agora em diante, sou só sua. Sua namorada. Meu amor é só seu. Você é a única pessoa que amarei na vida. E prometo ficar para sempre com você. Aqui, eu selo o nosso amor para sempre! Porque você é, foi, e sempre será, o dono do meu coração, Mauricinho!

-Você não pode...

-Porfavor Matteo! Meu amor por você é único. Nunca vou amar alguém tanto assim! Nosso amor significa muito pra mim. É verdadeiro.

-Eu... Eu te amo Menina Delivery!- Fala com dificuldade. Vejo seus olhos fecharem e a máquina, aquela maldita máquina, faz aquele barulho. Aquele maldito barulho. Eu já não tentava mais segurar as lágrimas. Quando ouvi aquele barulho, meu mundo desabou. Comecei a chorar mais. Deitei minha cabeça nele. Era isso. Ele tinha morrido, segurando minhas mãos. Aquelas foram suas últimas palavras. Ali, selei nosso amor para sempre. E, dali em diante, serei para sempre, a namorada do Mauricinho.

"Como primavera despiertas a la flor
Como melodías que llenas de valor
Vives en mí
Estoy en ti

Como esa lluvia que moja el corazón
Como un poema que nunca se escribió
Vives en mí
Estoy en ti"

Canatrolei.

Narradora

E assim, Luna cumpriu sua promessa. Ela nunca mais se apaixonou por ninguém, tanto quanto por seu "Mauricinho". Ela viveu o resto de sua vida, sendo a namorada de Matteo. O famoso...

Dono de seu coração.


Notas Finais


Então? Gostaram?
Fiz alguém chorar? Se sim, me desculpa! Kkkk (tô rindo pra n chorar tbm!)
Links das minhas outras fics:
Derrepente, Amor (Ruggarol) > https://spiritfanfics.com/historia/derrepente-amor-ruggarol-9788912
Diferentes porém iguais > https://spiritfanfics.com/historia/diferentes-porem-iguais-em-hiatus-9301789
Beijos Fanáticoos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...