História O Doutor da Peste - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 6
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Mistério, Suspense
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hey pessoal aqui é a Lily desculpe a ausência ...Espero q gostem do capítulo vcs vão conhecer mais a nossa última vítima...Iris Hawthorne

Capítulo 7 - Recomeço


Fanfic / Fanfiction O Doutor da Peste - Capítulo 7 - Recomeço

 

(Iris )
Logo que o detetive saiu  eu fiquei em silencio encarando o local , o quarto na verdade ,Jake entrou na sala e ao entrar ele sorriu  e eu o encarei.
-Jake eu prefiro ficar sozinha agora ...Nao é por nada.
-Iris você sabe que não é obrigada a falar com esse detetive.Não sabe?-Jake perguntou e eu o encarei novamente.
-Jake eu sei o que devo ou que não devo fazer.
Jake fica sem graça e sai do quarto , eu fecho meus olhos e abraço meus joelhos e sinto um vento entrar pela janela e acariciar meu rosto fazendo cocegás e eu sorrio com isso .Embora eu não sorrisse muito depois de tudo que passei , eu às vezes sorria sozinha , mas bem raramente e preferia que ninguém me visse sorrindo.Hoje eu voltaria para casa , hoje era um recomeço  como Jake fazia questão de dizer.Eu sai do quarto e senti minhas pernas com cãibra reclamarem , pois eu não fazia exercícios eu ficava o dia inteiro trancada naquele quarto que era meu refúgio . 
-Iris -Jake diz assustado.
-Jake eu queria me desculpar pelo modo que falei com você , eu estava nervosa , eu na verdade sou nervosa.
-Tá tudo bem olhos azuis -Ele diz pois ele me chamava assim , pois quando ele não sabia meu nome ele me nominou desse jeito.
-Eu vou pra casa .
-Eu levo você ....Você aceita uma carona?.
-Aceito sim.Se não for atrapalhar .
Ele sorri e estende a mão e com muito medo eu pego sua mão , sua mão que era quente super diferente da minha que era gelada.
-Iris você tem família?-Jake perguntou enquanto íamos em direção ao estacionamento .
-Todos tem uma certo?.
-Certo....
Eu tinha uma família , no caso meus dois irmão gêmeos Steven e Sebastian.Meus pais faleceram quando eu tinha 10 anos , e quem cuidou de nós foi meu tios .Praticamente nosso pais.Jake liga o rádio  do carro onde tocava uma música que eu não conhecia mas era uma melodia calma para meus ouvidos ,encostei minha cabeça no vidro do carro e fechei meus olhos , comecei a sentir a música , na minha família todos tínhamos talentos musicais eu e meus irmãos tocávamos piano , claro que Steven era o melhor de nós mas ele não era nem um pouco modesto , fazia questão de jogar que era o melhor na nossa cara. Sebastian tocava flauta também e eu lembro que eu sempre insistia para ele tocar uma música para mim antes de dormir , e era muito bom dormir sentindo a música , e eu estava com muitas saudades deles .
-Iris chegamos-Jake diz.
-Como vc sabia onde eu morava?.
-Eu trabalho na polícia você é vítima de um caso , querida Iris eu tenho todos os seus dados.
-Ta bom Jake, senhor sabe tudo ....Obrigada pela carona.
-A gente se vê né?Eu vou sentir sua falta-Jake diz e eu o abraço e eu sabia ia o quanto ele gostava de mim.
-Obrigada por tudo que você fez por mim.
-Eu faria tudo de novo se fosse preciso.
-Tchau.
Eu saio do carro e me aproximo da minha casa , quanto tempo eu não ia lá que parecia que eu nem morava mais ali.
-IRIS-Sebastian que estava no balanço que ficava logo na entrada diz vindo em minha direção e ele me abraça .
-Eu estava com tantas saudades....Tá tudo bem maninha?.
-Digamos que agora está melhor.
-Não acredito que a pianista voltou-Steven  diz me levantando.
-Steven você não muda ....
Meus irmãos eram 2 anos mais novos que eu, eu tinha 19 anos , e eles 17.
-Cadê a mamatia?-Perguntei "mamatia" era um mistura de mãe com tia.
-Ela está fazendo o jantar você sabe como ela é , logo que soube que você voltava hoje fez o jantar do ano-Sebastian diz rindo e nós rimos.
Eu entro com eles e logo que entro vejo a lareira acesa e encaro o quadro onde tinha uma foto de meus pais.
-Iris-Meu tio diz me abraçando.
-Oi...
Eu sentia que todos estavam preocupados comigo depois de tudo que eu sofri , mas eu estava me sentindo tão bem em casa , tão segura .
-Iris -Minha tia diz sorrindo ao me ver.
-Mamatia .
-Como essa casa é sem graça sem você!!.
Minha tia era muito nova , quando ela ficou com minha guarda ela tinha a minha idade :19 anos....Ela namorava meu tio ainda eles se casaram quando ela fez 22.Mas meu tio era 5 anos mais velhos que ela e ele é como um pai para mim.
-Richard-Minha tia diz e meu tio faz uma careta.
-Fala meu amor-Ele diz.
-Você pode pegar o presente da Iris .
-Presente??Tia não precisava-Eu falo.
-Claro que precisava Iris .Pare de ser teimosa parece a Lily-Ela diz Lily era minha mãe que infelizmente faleceu num acidente de carro .Eu sentia muita falta dela também.
-Tá aqui amor-Richard diz pegando uma caixinha e entregando para minha tia.
-Iris é apenas uma lembrança-Minha tia diz.
Eu abro a caixinha e nele tinha um colar de prata que tinha um pingente  piano .Eu sorrio ao ver isso.
-Meu Deus , eu amei-Eu digo .
-Eu que ajudei a escolher -Steven diz.
-Obrigada gente.
-Bom vamos jantar-Sebastian diz.
-Bastian você é muito guloso-Steven diz e eu acompanho ele para a cozinha .
-Tá com um cheiro bom-Richard fala.
Eu janto  , e como eu sentia saudades  da comida de minha tia que só ela sabia fazer , sentia saudades de tudo.
-Eu tenho uma notícia para dar para vocês faz uma semana que eu sei, mas eu queria que a Iris estivesse aqui para eu poder contar-Minha tia diz e eu encaro ela.
-É boa ??-Richard pergunta preocupado ele era muito preocupado com minha tia.
-Não sei o que você vai achar papai-Ela diz e imediatamente eu sorrio.
-"Papai" foi isso mesmo que eu ouvi??-Richard diz dando um beijo em minha tia.
-Tia eu não acredito !!!Voce tá grávida??Serio?-Eu digo me levantando e abraçando ela.
-Sim...-Ela diz e ela sorria igual uma boba.
-Parabéns- Steven e Sebastian dizem juntos.
Eu estava muito feliz com essa notícia o jantar inteiro ficamos falando sobre qual seria o mais novo membro da família Hawthorne.E era bom como eles não me encheram com perguntas do tipo "como foi lá?" Simplesmente ignoraram tudo e fizeram de conta que nada tinha acontecido e seria bom se eu não me lembrasse de mais nada o que não era o caso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...