História Ó Encontro - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Crack!fic, Mc Fioti, Mc Kevinho, Mc Livinho, Nine, Para Minhas Amigas
Visualizações 14
Palavras 1.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Capítulo Três - Venenosa Ela


Fanfic / Fanfiction Ó Encontro - Capítulo 3 - Capítulo Três - Venenosa Ela

X – Capítulo Três. – X

X – Venenosa Ela. – X

 

 

Nine – Jênifer, chame como quiser. – estava em um quarto de hotel, lindo. Muito lindo por sinal. Tinha uma varanda de frente para a praia.

Porém ela se perguntava como tinha chegado ali. Ah, é mesmo.

Ela foi agredida, por Beatriz, para entrar no avião e para parar de gritar que sua vontade não estava sendo respeitada, que iria denunciar todos eles – Fátima, Biah, Fióti e Livinho – Por maltrato aos animais. O que lhe rendeu mais uma tapa, dado por Fátima, que falou que era pra ela falar mais alto, por que o resto do mundo não tinha escutado.

E lá estava ela agora;

Sentada no chão, perto da cama já de banho tomado, roupa trocada – Escolhida por Fátima. – e cabelo preso em um coque bem feito – Por que seu cabelo era uma desgraça, de acordo com ela, e se ela fosse ‘fazer’ um coque malfeito, ficaria parecendo uma usuária de drogas. – E usava duas correntinhas no pescoço.

Uma era uma pedra do signo de Capricórnio, dado por John Lucas. E o outro, ela uma correntinha simples e bem pequena de uma folha, com uma pedrinha no meio.

Fátima estava dividindo um quarto com Livinho. E Biah, estava sozinha.

Rosnou, mas reprimiu quando viu Fióti sair do banheiro já arrumado.

 – Pra onde nós vamos? – Ela perguntou se levantando.

 – Você fez sucesso, pequena. – Ele falou. – Hoje, nos iremos no shopping, encontrar com outro amigo meu.

 – Eu não posso ficar aqui? – Ela perguntou. – Não quero sair.

 – Não pode não. – Ele falou. – Vai ser divertido.

E quando ele sorriu, ela só queria dar um soco na cara dele. Um soco bem dado, naquela maldita cara bonita, que ele tinha. Queria morder pelo menos a garganta dele.

E essa vontade só aumentou, quando ele lhe beijou a bochecha e arrastou para fora do quarto.

 

...

 

Andavam todos conversando entre si, até mesmo Nine. O que era um milagre, por que quando não queria algo, não dificultava em perceber que não estava gostando.

Porém até que o passeio no Shopping estava sendo legal, tinha que admitir. Já tinham encontrado o tal, amigo de Fióti que não ninguém menos que Kevinho.

O mesmo tinha contratado, Beatriz com dançarina e acompanhante.

Os Mc’s, queriam comprar várias roupas para eles, e para suas acompanhantes, também. Fátima e Biah, toparam comprar já que eles tinham se oferecido para comprar para elas. Porém Nine estava com o pé atrás, sempre foi meio desconfiada, mesmo.

Enquanto suas amigas, e os outros dois Mc’s, compravam meio mundo de roupas, Nine apenas estava sentada em um dos banquinhos, olhando para eles comprando.

Porém seu olhar desviou, para uma sapatilha bem bonita, na cor creme.

 – Gostou dessa? – Ouviu a voz de Fióti, esse que estava do seu lado.

 – Ela é bonita. – Comentou. – Bem bonita.

 – Então eu levo. – Sorriu, pegando as sapatilhas.

 – Mas, eu não quero. – Ela falou se levantando e se colocando na frente dele. – Nós estamos aqui para comprar roupas para você. É você quem tem que aparecer bem, já que sempre tem gente querendo tirar fotos com você.

 – É, mas você está comigo agora. – Ele respondeu. – Então, eu só vou andar arrumado, se você estiver arrumada também, Nine.

 – Faça o que quiser, parça. – Saiu da frente dele, e voltou a se sentar.

A verdade era que Nine, estava com vergonha. Ela era uma vaca louca, e com alguns segredinhos, também. E sem nenhum contatinho, no celular. Porém em apenas dois dias, acabou tendo que gravar vários números de alguns Mc’s, que insistiam em mandar fotos, e perguntar qual estava melhor.

Por acaso ela tinha cara de ser expert, em saber de beleza? Claro que não. É só você olhar bem pra ela, que tu pensa; Nossa, essa daí deve ser uma mendiga.

Mas acabou fazendo amizade com Pedrinho, que estava interessado em outra amiga sua; Letícia, mais conhecida como; Se eu tô interessada em um, e vir dez, eu pego os onze.

Não sabia o por que, mas Pedrinho lhe pedia conselhos sobre a vida. A pobre coitada não sabia o que estava fazendo com a própria vida, porém dava uns ótimos conselhos. Pena que não seguia nenhum.

Para falar a verdade, ela só seguia um;

Se você tem limões nas mãos, esprema nos olhos das inimigas, e dance – Turutum, na frente delas.

 

...

 

Uma coisa que Nine gostava era de comer; Comia de tudo, menos coisas que envolvessem Passas. Por que passas, eram coisas do diabo, trazidas para terras, para acabar com a humanidade.

Enquanto tomava seu terceiro milk-shake, por que bem, nem era seu, era o milk-shake  que filhote havia pedido e bebido um pouco, porém foi tomado de si, por Nine, que disse que ele não podia tomar gelado, ou ficaria com a garganta doendo.

 – Onde vai parar tanta comida? – Perguntou Kevinho, abismado com a quantidade de coisa que a garota já havia comido.

 – Vai parar na bunda dela. – Respondeu Fióti. – Por que ela treme, legal.

 – E depois ela diz que não sabe dançar. – Resmungou Fátima.

 – Eu não danço. – Nine respondeu. – Aquilo é apenas desespero. – Depois de falar isso, voltou a atacar o milk-shake.

 – Então eu queria ser desesperada daquele jeito. – Beatriz falou, provocando risos em Kevinho.

 – Com licença.. – Ouviram uma voz doce e melosa, demais, e olharam para a garota que chamou; Tinha cabelos médios e meio cacheados, com as pontas azuis, e usava um vestido.

 – Sim? – Respondeu Livinho.

 – Eu quero um autógrafo, do Mc Fióti. – Ela falou.

 – Eu só posso dar, se minha acompanhante deixar. – Ele respondeu, tentando ser o menos grosso possível. Aquela garota praticamente esfregava os peitos na cara dele, com a aproximação repentina.

 – Essazinha? – A garota mostrou a verdadeira face, ao olhar para Nine indignada.

 – Essazinha, não. – Fátima começou. – Ela tem um nome, querida.

 – Eu também tenho fofa. – A garota falou. – É Melissa.

 – E quem lhe perguntou? – Retrucou Biah.

 – Gente, calma. – Nine falou cruzando as pernas. – Eu não me importo por ela ter me chamado de “Essazinha” – Suspirou. – Por que pelo menos, eu sou “Essazinha” enquanto ela é só outra no mundo.

Livinho engasgou com o refrigerante, Kevinho começou a gargalhar, Fátima e Biah, se olharam cúmplices e Fióti abriu a boca surpreso. Notamos aqui, que Nine sabe ser uma cobra.

 – Sinceramente, tantas garotas no mundo... – Melissa começou. – Não sei por que  ele tinha que escolher você como dançarina e acompanhante. Aposto que você não sabe nada dele.

Nine tirou a boca no canudo do Milk-Shake, riu abafado, e olhou para a garota. Seus olhos estavam frios, e sem nenhum sentimento presente.

 – Eu sei apenas algumas coisas, Melissa. – Nine descruzou as pernas, e se levantou da cadeira, indo ficar de frente para Melissa, que era bem mais alta que si. – Só sei que o nome dele é João Eduardo, ele tem somente dezessete anos, e apesar de algumas músicas pesadas, ele é muito simples. – Sorriu amigável. – E ele me escolheu, por causa do destino. E naquele dia, eu só queria comprar pão. – Passou a não no cabelo. – Vamos embora, Fióti? Amanhã você tem um show para fazer. – Passou por Melissa. – Tchauzinho, Mel.

 

 

...

 

Andavam pelo corredor, gargalhando.

 – Meu Deus, uma patada por trás da outra! – Falou Livinho.

 – Como é venenosa, ela! – Brincou Fátima.

 – Vamos apostar uma corrida, até a saída? – Perguntou Kevinho, já segurando Fátima pelo pulso.

 – JÁ! – Gritou Livinho, correndo e puxando Biah, junto de si.

Nine olhou confusa, e logo entendeu; era uma corrida.

Agarrou Fióti pela mão – não pelo pulso – e começou a correr, junto com os outros.

O coração de Fióti disparou. Disparou tão forte, quanto as balas de borrachas, que os policiais disparam no povo que fica protestando.

E nossa, Fióti sabia o que significava.

E ele queria muito, que fosse um infarto.

 

{...}

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...