História O encontro com o passado - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Soul Eater
Personagens Black Star, Death the Kid, Maka Albarn, Personagens Originais, Soul Eater Evans, Tsubaki Nakatsukasa
Tags Soul Eater Soma Originais
Visualizações 13
Palavras 4.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente!!Consegui postar hoje uhuuul 🎉🎉🎉
Hoje me animei ao ver 17 notificações de uma fic que eu adoro ❤️Enfim,terminei isso hoje e espero que gostem!Música?!Humm escute Taylor Look What you made me do..combina muito com uma certa personagem..Até lá embaixo!

Capítulo 7 - A armadilha


Fanfic / Fanfiction O encontro com o passado - Capítulo 7 - A armadilha


Se a noite era uma criança,Ruby era uma adolescente festeira.Depois dos fogos,ela descobriu sobre o show de jazz que teria e convenceu todos de saírem do lugar confortável em que estavam e ir para o meio da multidão,apenas para dançar.Apesar da resistência inicial de Maka e Eight,a ruiva conseguiu convencê-las de ir e garantiu iriam embora cedo.

Eles pagaram a conta e foram para mais perto de onde o palco se encontrava.Os músicos terminavam de arrumar os instrumentos e Ruby junto com Clarisse estavam cada vez mais ansiosas.

-Vocês parecem querer muito dançar-diz Lizmn e Ruby abre um sorriso.

-Claro!Afinal,não passemos manhãs inteiras aprendendo cada passo de cada dança àtoa..-diz a ruiva e Clarisse concorda.

-Aquela mulher era do mal..-diz Clarisse.

-Parem de falar disso...Já tô sentindo as dores..-diz Hayato colocando as mãos nas costas fazendo as outras duas rirem.

-Você era péssimo no samba-diz Ruby

-E você na valsa-retruca a arma

-Touché

-Vocês são estranhos...mas são legais-diz Pattymn rindo.

Em pouco minutos a banda já estava pronta e começaram a tocar.Ruby puxou Hayato  para dançar,enquanto Clarisse segurava Salem,antes dele ir atras de outra parceira de dança;Emma dançou com Eight e Blue,onde uma hora uma rodopiava e girava as outras;Lizmv,Blair,Blame e Lizmn conseguiram um par no meio da multidão,enquanto as Pattys dançavam juntas;Tsubaki dançava calmamente com BlackStar,que apesar de não ser nenhum profissional,sabia alguns passos de dança.

Já Soul e Maka,eles começaram a dançar devagar,fora do ritmo animado do jazz.Pareciam que estavam dançando uma valsa,e não estavam ligando nem um pouco com isso.Conversavam baixinho,no pé do ouvido um do outro,já que a música estava alta.Vez ou outra Maka ria de algo que o albino falou,chamando atenção de Emma,que ao olhar a cena,viu certa familiaridade com as vezes que seu pai colocava uma música e pegava a mãe para dançar,mesmo que contra vontade da mesma.Naquele momento,ali no meio daquela multidão,assim como na sala de sua casa,a albina tinha certeza de uma coisa:eles realmente se amavam.

            ...

Quando o show de jazz acabou,a maior parte do grupo decidiu ir embora e não ficar para o próximo show.Blair e Salem decidiram ficar,mas antes de irem embora,o gato puxou Blue e disse algo no ouvido,fazendo-a apenas acenar com a cabeça.

No caminho para a casa de Ruby,Emma pergunta baixinho sobre o que o gato falou com ela.

-Ele disse que queria conversar comigo amanhã-cochichava Blue de volta

-Acha que ele sabe de algo?

-Não sei,é o Salem.Pode ser algo sério ou não-diz a ruiva dando de ombro-Só vou saber amanhã.

-Me conte quando souber.

-Certo.-fala Blue,terminando a conversa.

Depois de deixarem Ruby e seus companheiros em casa,o grupo se separou e foi cada um para a própria casa.Quando chegaram em casa eram 11 da noite.Maka foi direto para um banho,enquanto Soul e Emma sentavam no sofá e ligava a TV,esperando sua vez.Soul passou de canal até parar no 10 onde passava um programa em que confeiteiros lutavam para fazer seus cupcakes pararem em algum evento.

-Emma-diz Soul,enquanto um dos confeiteiros chorava por o chantilly de castanhas não está ficando no ponto.

-Oi-diz a albina sem desviar o olhar da TV.

-Amanhã de manhã,eu vou sair pra comprar algo.Quer ir ?

-Pode ser.Mas vai comprar o que?-fala a menina,finalmente olhando para o pai.Ele que ainda observava a Tv,virou seu rosto para a albina e sussurrou no ouvido dela:

-Um presentinho para sua mãe-diz ele  com um sorriso travesso no rosto enquanto voltava sua atenção para a TV.

-Então,esta dando tudo certo?-diz a menina com um grande sorriso.

-Sim,só falta montar a armadilha e sua existência está garantida-diz o albino.

-Quer ajuda?-pergunta a menina,ainda mais animada.

-Olha,eu aceito.-diz ele sorrindo-Vamos ver se conseguimos resolver tudo amanhã.Acorde cedo.

-Certo-fala Emma e eles voltam sua atenção para a TV.Maka libera o banheiro 9 minutos depois e a albina parte para o banho,seguindo para cama depois.


----Dia seguinte-----

Uma mãe fria tocava o ombro de Emma e a sacudia,tirando a do seu lindo sonho em que nadava em dinheiro.Ao abrir os olhos deu de cara com Soul.

"Levanta"foi o que ela leu dos lábios,já que o albino não emitiu som.

Ela sentou-se no colchão e olhou para o lado,onde uma loira dormia docemente.Olhou para o relógio e viu que era 8 horas,logo olhando para o albino como se dissesse "Serio?!"

"Se arruma"foi o que ele disse antes de sair do quarto de fininho.

Emma se levanta e pega as primeiras roupas:uma blusa branca escrito "Deathcity",uma calça preta e o moletom com desenho de alma com carinha fofa.Segue para o banheiro,tomando um banho morno,que ajudava ela a despertar aos poucos.Quando saiu do chuveiro,encontrou Soul na cozinha,com o café da manhã pronto.

-Bom dia-diz ele colocando dois pratos na mesa-Desculpa te acordar tão cedo.Mas precisamos sair,antes dela acordar.

-Tudo bem.Ja sabe para onde vamos ?

-Não faço a mínima ideia-diz ele soltando um pequeno riso.

-Bem daremos um jeito nisso.-diz a menina dando um sorriso-Agora,vamos comer!

Eles tomam o café e se ajeitam antes de sair.Por insistência de Emma,eles deixam um bilhete a Maka,avisando que iriam sair e voltariam antes do almoço,além de informar sobre o café de manhã pronto.


-Então,o que faremos primeiro?-pergunta Emma,enquanto caminha com Soul em um das ruas de Deathcity.

-Comprar o presente-responde Soul.

-Tá certo,já tem alguma ideia de o que comprar?

-Não,mas eu vi umas coisas bem legais ontem na feira que a gente passou.

-Já é um começo-diz a albina abaixando os ombros e olhando para o céu,onde nuvens cinzas encobriam o sol.Iria chover.

Soul e Emma andam até chegarem na feira do dia anterior,onde havia uma variedade de coisas: joias, livros, roupas,bichinhos de pelúcia...seria difícil escolher algo.Os dois andaram pela feira e vez ou outra um apontava para uma barraca,a olhavam e não gostavam de nada.

-Aaaah,mas que droga!Não pode ser tão complicado comprar uma coisa pra ela!-diz Soul com as mãos no rosto

-Olha,se continuar assim é melhor comprar um livro-diz Emma desanimando.

-Mas se eu comprar um livro,vou ter que escrever uma dedicatória.

-E daí?

-E dai que eu vou escrever o que?"Comprei esse livro pra você,espero que goste.E ah,a propósito,eu estou apaixonado por você,que tal irmos num encontro?"

-Hahahaha..seria uma boa!Direto na lata-diz Emma ainda rindo enquanto Soul revira os olhos.

-Vamos continuar procurando-diz Soul olhando ao redor e achando uma barraca de vestidos-O que acha de um vestido de presente?

-Isso pode ser interpretado por um "Não gosto das suas roupas" e ela pode ficar chateada,sem chances-diz Emma seria.Nem parecia mais a histérica que ria na rua.Ela observou uma barraca mais pra frente com lindas bijuterias -Humm,que tal irmos ali,parece interessante.-ela aponta para o local e Soul assente,andando até lá.

-Olá,fiquem a vontade-diz uma jovem de cabelos loiros cacheados,sentada atras da barraca.

Emma passa os olhos pelas bijuterias que ali haviam,quando algo chamou sua atenção:um lindo anel em X com uma pedra verde no meio.Ela o segura e o olha atentamente:já tinha visto ele em algum lugar...

-O que você está olhando?-pergunta Soul,tirando a albina de seus pensamentos.

-Ah,eu achei isso aqui-diz ela amostrando para o pai-Bonito,não?!

-É mesmo...mas isso é mais pra quando for firmar algo,não pra um presente espontâneo-diz Soul e Emma concorda,colocando-o no lugar.

-Com licença,desculpa me intrometer,mas pelo que eu ouvi você quer dar um presente pra uma pessoa especial,certo-diz a jovem apontando para Soul,que acena com a cabeça,um pouco vermelho-Bem,então porque não dá uma olhada nos nosso colares especiais?Ele vem um umas frases bem fofas-diz ela apontando para um canto onde haviam caixa preta.

Eles seguem até lá e veem diversos colares,de diversas formas e frases,alguns até com desenho.Emma viu um com o desenho de uma rosa e uma frase em francês,que ela sabia ler,já que a família do pai era francesa e pensou em levar para ela,mães lembrou que precisava de algo para a mãe.Olhou para Soul e ele olhava fixamente para um canto da caixa.

-Achou algo legal?-fala Emma e o menino concorda.

-Gostei desse-Soul diz,pegando uma colar com um coração prata com pedrinhas se entrelaçando em diagonal nas cores preta e vermelha.-O que achou?

-É bonito...

-Ele abre-diz a atendente,assustando os dois.-E tem uma frase dentro.

-Sério?!-diz Soul,abrindo o pingente:de um lado estava escrito "My Soul is yours"* e do outro se encontrava um pequeno desenho de alma,onde poderia se colocar uma foto.-Olha gostei ainda mais disso aqui.Vou levar.

-Certo!-diz a menina sorrindo.Ela parecia realmente feliz por estarmos levando o colar-E você querida,vai levar aquele colar?

-Bem,eu...

-Vai sim e coloca aquele anel no pacote também-diz Soul e Emma o olha supresa-Considere isso um presente por estar indo comigo planejar isso tudo.

-Ok-disse Emma abrindo um sorriso.Um presente é um presente.

-Quanto deu?-pergunta Soul pegando a carteira.

-Trinta e três reais -diz a loira sorrindo.Soul da o dinheiro e ela embrulha as joias.-Aqui está senhor seu troco de 7 reais e suas compras.Tenha um bom dia.

-Você também-diz os albinos,saindo de lá.

Enquanto a atendente observava os dois indo embora,uma outra jovem de cabelos azuis chegava e parava ao seu lado.Ela observou a loira em sua frente suspirar e seguiu a direção que seu olhar tomava,vendo um casal de albino,de onde um ela reconhecia.

-Afrodite!-gritou a azulada para a loira,que então notou sua presença.Porém,ela não parecia muito feliz.

-O que houve,minha cara irmã?-diz ela sorrindo calmamente.

-O que você vendeu para aqueles dois!-diz a jovem,tensa.

-O que vendemos aqui:joias.

-Não se faça de desentendida!Você sabe muito bem que estou falando!-diz a garota,começando a ficar vermelha de irritação-Você não vendeu aquele* colar né?

-Não,minha amada irmã,não o vendi-diz Afrodite,fazendo com que a azulada relaxasse-Mas não entendo o problema de vender aquilo para eles..

-Porque aquele garoto ali é the last deathscythe,Soul Eater Evans!-diz a azulada-Se ele leva isso para Shibusen e uma bruxa vê,Maabaa-sama vai acabar sabendo que estamos aqui e estaremos fritas!

-Certo,minha irmã.Terei mais cuidado a partir de agora-diz a jovem loira mexendo nos cabelos-Mas confesso que gostei daquele jovem.

-Afrodite...

-Não comece a pensar asneiras-diz a loira rindo,enquanto sua irmã a olhava com incredulidade -Eu vi que ele não procurava uma simples joia,parecia muito focado e dedicado nisso...achei isso interessante,por isso acabei vendendo o anel de Eros.

-Você não fez isso!Maabaa vai acabar nos encontrando!-diz a azulada,desolada-Tenho pena dos novos donos,a maldição que vão enfrentar...espero que dessa vez dê tudo certo..

-Isso,minha irmã,só o destino nos dirá...

       ...

Emma e Soul saíram da feira e começaram a andar pelas ruas de Deathcity,a procura por um bom restaurante,mas nada agradava os dois.Ambos já estavam cansados e pensavam em procurar outro dia,quando encontraram Kid e Eight,comendo frutas com chocolate e vindo na direção deles.

-Eight!-grita Emma indo na direção da amiga e a abraçando.

-Oi Ems-diz Eight,saindo do abraço,enquanto os dois outros jovens se cumprimentavam com um aperto de mão duplo.-O que fazem aqui?

-Ah,viemos comprar algumas coisas-diz a albina levantando a sacolinha que tinha na mão-E vocês ?

-Vim trazer Eight para comer um doce perfeitamente simétrico!-diz Kid,amostrando seu espeto com 6 morangos idênticos.-Eles possuíam o número perfeito...-falou o Shinigami ficando com uma áurea negativa.

-Querem comer um?Podemos levar vocês lá,é pertinho..-diz Eight apontando para o caminho atras dela.

-Tá pode ser-diz Soul e os quatro andam até a barraca que a deusa havia falado.

Por não estar um tempo propenso à um sorvete,a fila para comer frutas com chocolate estava enorme.Enquanto esperavam,conversavam sobre diversas coisas e tentando animar o Shinigami,que comia seus morangos triste.

-Não fique assim,já que estamos aqui podemos pedir 8 uvas idênticas para comer..-sugere Eight,o que parece animar o deus.

-Ah,Eight,Kid-diz Emma chamando a atenção dos dois-Vocês sabem de algum bom restaurante?

-Humm,pra que você quer saber disso?-indaga a deusa.

-Bem,é que queríamos recomendações pra um jantar e tals-diz a albina,mas a deusa ainda a olhava desconfiada.

-Certo...

-Eu conheço um-diz Kid sorrindo-Ele é perfeitamente simétrico e sua comida é maravilhosa.

-E qual o nome disso aí?-pergunta Soul.

-Flowers de La Vie-responde Kid -É um restaurante canadense.

-Canadense?-fala Emma,supresa.Ela já ouvi falar de um restaurante turco,mas nunca de um que fazia comida do Canadá.

-Eu sei,estranho.Mas as comidas típicas de lá são deliciosas e são simétricas.

-E onde fica isso?-pergunta Soul,se fosse um lugar legal...Porque não tentar?!Ja tinham passado por tantos e nenhum tinha sido o que ele consideraria o ideal..

-A duas ruas daqui.Levo vocês para dar uma olhada depois de comprar mais oito simétricas frutas-diz Kid.

Eles conversam um pouco mais na fila e logo a vez deles fazerem seus pedidos.Emma e Soul pedem também alguns para viagem,para levar para as gatas e Maka.De lá seguem Kid para o tal restaurante canadense.Quando chegaram,viram o restaurante de dois andares.Na porta de vidro,havia um homem que estava atendendo os clientes.Chegando lá,Emma pede o cardápio e os olha junto com Soul:a comida parecia ser boa e o preço não estava ruim,além do lugar parecer ser bem bonito do lado de fora,já que com as enormes janelas de vidro no segundo andas,deu para dar uma olhada no ambiente do local.Soul pediu o número do restaurante,para poder fazer a reserva depois.Eles saíram da porta e se despediram do casal de deuses,mas antes que partisse,Kid chamou Soul.

-Soul,passe no Shibusen mais tarde,preciso conversar com você.Chame o Black também-disse o shinigami.-Não precisa chamar a Maka.

-Houve algum problema?-pergunta Soul,supreso pela exclusão da artesã da conversa que teriam.

-Não é nada que precisa do envolvimento dela ou da Tsubaki,apenas isso-diz Kid olhando para Soul e depois para Emma.Algo fazia a albina sentir que envolveria ela e as meninas...

-Vou passar lá umas três da tarde,tá bom?-diz Soul e o shinigami assente.

Os quatro se despedem e os albinos seguem para casa,conversando sobre o que Kid poderia querer dele e do Black...Ema desejava que não fosse nada grave ou algo que a colocasse em um dos terríveis castigos do pai...Uma vez,ele deu spoilers falsos da sua série de TV,aproveitando que ela não poderia ver nada durante uma semana...foi cruel pensar que Arya estava morta e descobrir que na verdade,aquilo não tinha ocorrido e que suas lágrimas tinham sido em vão..

Quando chegaram no prédio,Soul seguiu para a garagem,para esconder os presentes de Maka,até que ele tivesse oportunidade de levar para cima,sem Maka ver.5 minutos depois o pai volta e ambos sobem para o apartamento levando as sacolas com os doces e o colar da albina.Abrindo a porta,deram de cara com Blame e Maka,sentadas no sofá,comendo pipoca com sacos de mercado na cabeça e o rosto coberto por uma gosma verde.

-Mas que porra é essa?!-pergunta Soul,entrando na sala,atônico.Aquilo era estranho e as faziam ficar um pouco...medonhas.

-Ah,Soul-kun,Emma!Aproveitamos que vocês estavam fora e decidimos fazer uns tratamentos de beleza caseiro-diz Blame sorrindo,enquanto Emma estava estática.

-Vocês estão fazendo um dia de beleza sem mim?!-diz a albina,aparentemente magoada.

-Vocês saíram sem a gente-retruca Maka.

-Vocês estavam dormindo,não queríamos incomodar-diz Soul

-E nos..trouxemos frutas com chocolate..-diz Emma,amostrando a sacola com os potes com o conteúdo.-Nem sei se merecem mais...

-Não fizemos isso por maldade..só havia nós duas aqui..Não achei nada demais-fala Maka,em defesa 

-Não fique assim,Ems-chan!Ainda tem um pouco de máscara e ainda podemos fazer a massagem em você-diz Blame tirando os sacos da mão da albina,indo para a cozinha e voltando com um pote com a mesma gosma verde que tinha no rosto-Vai lá,lava o rosto e volta aqui.-diz Blame e a albina assente,seguindo para o banheiro menos triste-E você,Soul-kun,quer que façamos em você também?

-Não,obrigado..-diz Soul,se afastando da gata e indo para o quarto-Oe,Maka,quando a comida estiver pronta me chama-a loira assente e o albino anda até o quarto.

Emma volta e começa o processo de beleza.Maka passa o creme de massagem pra cabelo nos fios brancos da menina,enquanto Blame aplicava a máscara.Depois se juntou a elas para ver um filme,comendo o doce,enquanto esperava o tempo necessário.Vez ou outra comentavam sobre a atuação péssima do ator ou da má qualidade dos efeitos especiais.Depois de tirarem tudo aquilo do rosto e do cabelo,Emma se olhou no espelho.Sua pele estava lisinha e limpinha,e os cabelos estavam macios e sedosos.Se sentia uma pessoa nova e diferente.

Após a sessão beleza,Emma ajudou Maka a colocar a mesa,já que o almoço estava no forno,quando os albinos chegaram.Blame chamou Soul para comer e eles jogaram papo fora,antes de começarem uma guerra de comida pois Soul jogou um pepino em Maka,implicando com a máscara que ele tinha visto ela usando.Após os ânimos se acalmarem,eles retornaram a comer.Depois de tudo terminado,Maka foi lavar a louça,enquanto Soul arrumava a bagunça da guerra.

Emma e Blame ligaram a TV e começaram a ver treze homens e um novo segredo,com a gata comentando o que achava de mais bonito em cada ator.Logo depois,a loira e o albino se juntaram as meninas para ver o filme.
No meio do ápice do filme o telefone toca e o mais próximo a ele,ou seja,Soul vai até o mesmo e o atende.

-Ei,Emma é a Blue,ela quer falar com você-diz Soul segurando o telefone.A albina bufa e sai do sofá,em direção ai albino e pega o telefone da mão dele.

-Oi Blue!

-Ele sabe.

-Ele quem?

-O gato.Ele sabe que sou filha dela.

-M-mas como?!

-De acordo com ele,eu ficar olhando a dona dele toda hora era meio suspeito.

-Normal uma mulher encarar as outras..

-E que sou a cara da minha mãe.

-E você é.Mas não o suficiente para isso.

-Aí por fim,ele confessou que Blame abriu a boca.

-Blame é?!-diz Emma,olhando com um ar acusatório para a gata que a olhava com cara de inocente,seja lá do que a albina falava.-E aí ?!O que ele disse?

-Que não vai se meter e não vai dizer nada pra ela.E me encheu de perguntas.

-A cara dele fazer isso

-Verdade..-diz Blue rindo do outro lado da linha-Ah,Blair pediu pra avisar que só volta mais tarde.

-Que essa gata foi fazer?

-Ela tá com o Salem.Preciso dizer mais alguma coisa?

-Não,mensagem captada chefe.Vou avisar o pessoal daqui.Mas algo,Vossa Majestade?

-Talvez você ir pro inferno?!-diz a ruiva e Emma ri -Tá liberada cadente!Vejo você amanhã,capeta branco.

-Tchau praga vermelha.Ate amanhã 

Emma desliga o telefone e volta para o sofá,repreendendo Blame e sendo repreendida por Soul e Maka por esta atrapalhando o filme.Depois do fim das broncas e do filme Soul se arrumou e saiu de casa,avisando que talvez demorasse.Maka,olhou ele sair sem entender nada e depois olhou Emma a procura de uma resposta.

-Kid pediu pra ele e Black,encontra-lo na Shibusen.

-Só os dois?

-Sim,disse que não era necessário você e a Tsubaki lá.

-Certo...estou curiosa para saber do que eles vão conversar.

-Eu também..Mas vamos saber quando ele voltar.-diz Emma  pegando o controle-E aí?O que vamos fazer agora?

-Outro filme?!-diz Maka e Emma começa a fuçar a televisão.

---

Soul subia as escadarias da Shibusen junto com BlackStar para falar com Kid.Estava curioso do que o Shinigami podia falar,principalmente por pedir para deixarem as meninas de fora.Isso não era do feitio dele.

Eles chegaram no topo e andaram até a Deathroom,tensos.Apesar disso,os garotos não deixaram de falar besteiras para tentar aliviar a tensão,mas não conseguiam.Estavam preocupados,Soul tinha a sensação que aquilo poderia envolver sua menina,Emma.Afinal,ela era sua filha,e apesar de saber disso a poucos dias,ele se encontrava muito apegado à ela.

Soul e Black entraram na Deathroom e encontraram Kid e Stein conversando,sérios.Soul tossiu falsamente depois que ficou parado por 4 minutos em frente aos dois,chamando a atenção de ambos.Kid olhou para os rapazes com um sorriso mínimo,assim como Stein.

-Que bom que vieram-diz Kid calmamente.

-Não enrola Kid-fala BlackStar sério-Diz logo o que você quer com a gente.

-Certo-diz ele se virando para Stein-Professor,por favor comece a explicação.

-Certo-diz Stein,tomando uma expressão séria-Recentemente,começamos a investigar uma pequena organização que é contra nossa aliança com as bruxas.Colocamos alguém da Shibusen infiltrado lá dentro,e parecia mais nada que apenas pessoas insatisfeitas fazendo baderna.Porém,recentemente eles começaram a se movimentar mais e pareciam estar envolvidos em algo grande.

-Tá,e o que isso tem haver com a gente?-pergunta Soul,impaciente.

-Não tem nada diretamente com vocês,mas sim com as meninas-fala Stein e os dois o olham preocupados-Descobrimos que eles estão envolvidos na vinda delas para cá.Pelo que nos informaram,eles foram contratados para capturar as três.

-Capturar as 3?Quem foi que os contratou?

-Ainda não sabemos-diz Kid,sério-Estamos esperando por mais informações.

-Seja quem for,se tocar um dedo na Blue,será uma pessoa morta.

-Digo o mesmo.Mato quem fizer mal à Emma.

-Eu não os impedirei-diz Kid fechando a mão com força -E farei a pessoa que tocar Eight,passar pela pior tortura possível.

-Guarde esse ódio para quando acharmos o responsável-diz Stein ajeitando os óculos,com um sorriso no rosto-Primeiro,faça o possível para manter elas e a si mesmo em segurança e avise se ver qualquer coisa suspeita.Isso conta para você também Shinigami.

-Certo-diz o azulado e o albino

-Já deixei a Lizmv sobre aviso- diz Kid -Era só isso que queria dizer a vocês rapazes,pode ir.

-Ok,só não esqueça de nos avisar quando souber de qualquer coisa.-falou Soul e o moreno apenas assentiu.

Black e Soul saem da sala da morte e seguem para fora da escola,conversando sobre maneiras de matar aqueles que querem mexer com suas filhas.Eles se despedem na escada da escola e Soul segue para casa.Na porta do prédio,Soul encontra uma menina muito familiar falando com o porteiro do prédio.Ele se aproxima,e então reconhece a jovem.

-Mahiru?-pergunta Soul e a jovem se vira para ele,sorrindo.

-Soul-kun!Que bom vê-lo!-disse animada.

-O que faz aqui?-perguntou ele,surpreso ao vê-la ali.Ela era uma menina tão fofa,não entendia a implicância de Emma com a garota.Pessoas fofas não fazem mal,certo?!

-Ah,encontrei Blame mais cedo e ela me disse que comeu todos os biscoitos e vocês nem puderam experimentar-fala a menina,então erguendo uma pequena caixa-Por isso,pra compensar,trouxe alguns bombons para vocês.

-Não precisava,Mahiru..-diz Soul coçando a cabeça

-Blame parecia se sentir mal,então eu achei que seria algo legal pra que vocês não ficassem bravos com ela...-diz ela mexendo o pé,com um sorriso inocente-Então por favor,aceite Soul-kun!

-Tá legal,tá legal-diz Soul,pegando a caixa.Afinal,comida não se nega.-Mas não precisava disso.

-Ah,imagina.-diz ela abrindo um largo sorriso,mas ele diminui de repente-Não conte pra Emma que fui eu que dei.Blame disse que ela não gosta de mim...Não quero causar briga entre vocês..

-Ah,não ligue pra isso.É só implicância-diz Soul dando de ombros-Mas se quer assim,eu não conto.Dou uma desculpa.

-Obrigada Soul-diz ela e seu sorriso aumentou novamente.-Bem,eu vou indo...

-Não quer subir?

-Não,não.Prefiro evitar conflito e eu só vim pra entregar isso mesmo-diz ela ainda sorrindo -Tchau,Soul-kun!

-Tchau Mahiru!-diz Soul,acenando para a garota,que seguia rua adentro.Soul sobe para o apartamento com a caixa em mãos 

-Estou em casa-grita Soul da porta.Ele encontrou Maka e Emma na cozinha,sentadas a mesa conversando,enquanto algo estava no forno.Ambas olharam para o albino.

-O que Kid queria?-pergunta Maka,enquanto Soul ia para a mesa da cozinha 

-Kid só queria por o papo em dia-fala ele,escondendo o que realmente aconteceu.Soul colocou a caixa em cima da mesa e se sentou ao lado direito da Maka.

-O que é isso?-pergunta Emma,apontando para a caixa.

-São bombons-diz ele dando de ombros-Ganhei de alguma admiradora.

-Posso pegar um?

-Fique à vontade.

-Se é assim,também quero-fala Maka,abrindo a caixa e pegando 2,assim como a albina,o que fez Soul franzir o cenho.

-Ei!Assim não vai sobrar nenhum pra mim!-ele grita.

-Se não vier rápido é aí mesmo que não sobra-diz sua filha rindo.Ela já estava na metade do seu segundo bombom.Soul andou em direção ao balcão e encheu a mão -Esses bombons são deliciosos.

-São mesmo-diz Maka pegando mais-E viciantes.-ela olha para Soul que  estava com dois bombons na boca e dá uma risada-Come devagar!Assim você vai engasgar!

Soul ia retrucar,quando a campainha toca.

-Estão esperando visita?-a albina pergunta e ambos negam com a cabeça.-Então,quem será ?

-Deve ser a Blair-responde Maka dando de ombros e pegando mais 1 bombom.-Ela sempre esquece as chaves.Vou abrir a porta.

-Deixa que eu abro,estou mais perto-fala Emma indo em direção à porta.

Entretanto,Emma começa a sentir tudo ao seu redor girar,enquanto anda até a porta,trocando os pés.Pontos pretos apareciam em sua visão e ela já não encontrava forças para continuar,quando abriu a porta.Na sua frente estava a morena com os olhos que ela mais odiava.

-Boa noite,Emma-diz Mahiru com um sorriso doentio,enquanto Emma caia no chão e tudo ao redor dela escurecia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Eu sei,estranho um restaurante canadense,mas fiquei cansada daqueles italianos ou franceses...Quero saber quem disse que comer macarrão é algo romântico e ótimo para um encontro...Se alguém souber se existe algum assim,aqui no BR,me avise por favor..as comidas parecem tão gostosas...

E aí ?Gostaram?Mahiru é mesmo do mal...O que será que vai acontecer depois?Teorias?Repararam em algo,envolvendo os números da fic?E de Afrodite e esse anelzinho de Eros?Deu pra notar que gosto de mitologia né?!Culpem o Riordan e seus livros maravilhosos..
Espero que tenham gostado.Bjs😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...