História O Enteado Do Meu Pai - Capítulo 2


Postado
Categorias Harry Styles, Maia Mitchell
Personagens Harry Styles, Maia Mitchell, Personagens Originais
Tags Drama, Enteado, Proibido, Romance, Suspense
Visualizações 7
Palavras 377
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amoreees, mais um cap ( graças a Thaina shshsh) Espero que gostem

Boa Leitura🌚💕

Capítulo 2 - Olá, Carolina


Fanfic / Fanfiction O Enteado Do Meu Pai - Capítulo 2 - Olá, Carolina

Harry Point of view

     Assim que o avião parou, juntei meu casaco de couro e minha mochila nos ombros.

     Desci calmamente e logo os berros dos meus "familiares" ecoaram aos meus ouvidos.

Coloquei um sorriso maroto no rosto e acenei para os dois, que continham uma placa com o meu nome escrito.

Repetitivo.

 

    Caminhei devagar até ambos e notei, que a pirralha não tinha vindo. Não me surpreendeu.

Ha dias atrás minha mãe havia comentado o quanto ela estava dificultando as coisas.

Não vê-la aqui, não me surpreendeu de jeito nenhum.

  

    Senti o corpo da minha mãe se chocar ao meu e retribui a apertando. Fazia quase cinco meses que eu não a via e digamos que, eu a tinha deixado de lado por conta de suas escolhas.

      Ter aceitado ficar com a filha do Robin, foi uma completa luva para mim me redimir com ela, já que ela havia ficado chateada com a minha tamanha ausência. Com razão, claro.

     - Oi mãe! Que saudades, baixinha!

      - Baixinha, não meu querido!

Beijei o topo de sua cabeça ainda rindo e a soltei.

   Dei um quase abraço em Robin e bati em suas costas.

 

   - Eai Padrasto, tudo ok por aqui?

   - Tudo ótimo, e você meu enteado tudo certo por lá?

  Ri nasalar dele. Aquilo nunca iria perder a graça.

    - Tudo em seus devidos lugares. Foi aqui que pediram um irmão responsável?

         Ao entrar na mansão, tudo parecia estar em seus lugares. Aconchegante e com aquele ar de: "Somos podres de ricos, mas gostamos de parecer humildes".

    Deixei minhas únicas duas malas no Hall da escada, onde um dos empregados ficaria encarregado de levar escada a cima.

        - E então? Cadê a minha irmã? - Perguntei sorrindo encarando o local.

    Ela podia não ter ido até ao aeroporto, mas me recepcionar em sua casa era quase que obrigada, pelo menos seu pai a obrigaria.

        - Olá.

     Ao ouvir uma voz fina feminina, dei meia volta, e a olhei.

  Ela não parecia a garota que eu conheci casualmente no noivado dos nossos pais.

Além do corpo, seus olhos não demonstravam mais a rebeldia e imaturidade que estampavam a quase dois anos atrás.

   Ela não era mais uma garotinha com medo da "nova família"

Ela parecia decidida.

        - Olá, Carolina.


Notas Finais


A "Garotinha" cresceu ahshshs🌚
Se querem mais cap comentem shshs💕🌚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...