História O Espelho - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drabble, Suspense
Exibições 18
Palavras 288
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drabble, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então pessoal, me dediquei ao máximo a essa fanfic especialmente à vocês. Antes que eu esqueça, gostaria de agradecer especialmente meu amigo @Laito-nii-san, pois ele me ajudou muito (muito mesmo, vocês não tem noção).
Vou deixando uns avisos:
Aviso #1: Plágio é crime, não queira conseguir mérito pelo trabalho dos outros.
Aviso #2: Caso houver alguma fanfic semelhante a minha, favor de me comunicar.
Aviso #3: Divirtam-se.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Seu coração estava acelerado, era possível sentir seu sangue circular por toda sua veia, braços e pernas estavam trêmulos e não havia nada que fazia com que o acalmasse. Seus olhos estavam frustrados e olhavam somente em uma única direção. Seu suor escorria por toda sua face fazendo que formasse gotículas de suor por todo seu buço.

Naquele canto escuro, não havia nada incomum, somente uma cômoda repintada por verniz. Sobre ela, havia um espelho e um vaso com uma rosa vermelha murcha e desfolhada. Suas pétalas estavam caídas sobre a mesa, poucas, mas o suficiente para deixá-la despedaçada. O espelho refletia aquela mesma imagem descrita. Estava atirado ao chão o pano que cobria o espelho, que por conta do pó e da sujeira, estava todo imundo. O cômodo era pouco iluminado, havia uma cortina escura cobrindo a janela com grades grossas e pré-moldadas, impedindo a entrada da luz do sol das onze horas.

O silêncio tomou conta do local, podia-se ouvir o suor escorrendo por sua face. Até que o silêncio é quebrado. Ele dá um passo em direção a cômoda, seu braço direito é esticado em direção ao antigo espelho, seu dedo indicador estava prestes a tocar na própria imagem refletida. Lentamente, seu dedo foi se aproximando do objeto que, aos poucos toda a sua atenção foi depositada a ele. Ao tocar o espelho, uma luz ofuscante pôde ser vista a metros de distância. Ele olhou firmemente para o espelho, e pôde ver com uma certa clareza tudo que se passou em sua vida. Suas pernas começam a enfraquecer-se. Então, ele cai desfalecido e inconsciente ao chão. Aquele espelho não era um espelho comum, pois pôde ser visto de maneira insólita o fim de sua vida.


Notas Finais


Obrigado por ler.
Comentem aqui em baixo o que acharam...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...