História O Esposo de Paizinho Araraue - Kai o crente - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Suho, Tao
Tags Chanbaek, Chen, Comedia, Kaisoo, Kristao, Satansoo, Sulay, Yaoi
Visualizações 37
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tá confesso que me inspirei demais na história @Catarro para construir essa Fic 🌚♥. Primeiro essa é minha primeira Fic, minha função quando escrevi a mesma foi que vocês rissem não ficassem irritados comigo então, gente respeito todas as religiões e levem isso na brincadeira Ok? Ok!

Boa leitura ♥

Capítulo 1 - Realização de um sonho - Kai o crente


Fanfic / Fanfiction O Esposo de Paizinho Araraue - Kai o crente - Capítulo 1 - Realização de um sonho - Kai o crente

 

       Kim Jongin ou Kai, como queria sempre ser chamado, era um pobre crente, que além de ser muito bonito, foi castigado logo quando nasceu, tendo sua pele levemente bronzeada e um par de dentadura bem feita em sua boca.

 

Ele era muito humilde, um garoto de poucos amigos, porém, grandes sonhos e um deles era conhecer seu grande ídolo Do Kyungsoo. Um padre macumbeiro e adorador do inimigo. Seu maior sonho era se casar com ele e ter vários Kyungsoo's Junior's em sua casa, só que o pobre garoto sabia o qual difícil isso séria, afinal, sua família era crente e ele também era. E seu grande ídolo era um padre macumbeiro e adorador do Satan.

 

Até que um dia algo inesperado aconteceu, seu Appa, Zhang Yixing, se converteu, virou pai de santo e conheceu o grande padre macumbeiro, tocador de tambor da 00:00, Kyungsoo e logo apresentou o mesmo o seu varoa, Kim Junmyeon, que parecia muito feliz ao conhecer o mesmo. Que logo depois também se converteu, virou tocador de flautinha, fazendo todas as cobras que haviam no centro subirem.

 

E naquele belo dia de sol, Kai, teve a oportunidade de conhecer seu grande e amado ídolo, D.O Paizinho Araraue, Kai ficou feliz e Kyungsoo espantado. Afinal, o moreno sorria e ria. E era tão inocente quanto seu atual namorado Chanyeol e foi aí que um grande amor floresceu entre os dois.

 

Depois de duas semanas, o sonho de Kai se realizou por completo, ele ia casar com seu ídolo tão querido e só precisava esperar quatro meses para isso acontecer.

 

A festa tão esperada aconteceu, todos dançavam, conforme a música MAMA os ajudava, Chanyeol, o ex namorado traíra de D.O Paizinho Araraue, dançava acompanhado com sua antiga amante e agora, a sua atual varoa, Baekhyun. Que era também conhecido como "Puta Maior". Finalmente a festa acabou, já estava chegando a hora de Kai se abrir por completo para o seu varão adorador do inimigo, mas antes tinha que se raspar, afinal, seu varão queria uma raba limpa e brilhante. E então foi isso o que o pobre garoto fez quando chegou no seu novo e doce lar deixando rapidamente o ralo entupido pela sua moita anal.

 

Paizinho Araraue se deitou na cama e pesquisou no Google fotos do capiroto. Aonde o mesmo se masturbou e gemeu alto deixando seu pequeno íntimo da forma que ele queria.

 

— Obrigado Oxalá.

 

Kai finalmente chegou ao quarto e se despiu de uma maneira tímida.

 

— De quateo vamos reproduzir.

 

D.O paizinho Araraue fala e pede para o seu querido varão se deitar. Então o pobre garoto faz o que seu varão mestre ordenou, ficou de quatro e esperou o mesmo entrar com força em sua raba. D.O fica parado irritado e logo grunhiu, fazendo seu varão ficar confuso esperando o pênis do seu varão o atolar.

 

— O que foi marido?

 

— Eu quero que cante a música a qual nós mais ouvimos na igreja.

 

— Ah sim

 

O mesmo se ajeita mais um pouco na cama fechando os seus olhos, enquanto seu marido se posiciona em sua entrada.

 

— Piririm, Piririm, Piririm, alguém ligou pra mim... Piririm, Piririm, Piririm alguem ligou pra mim... Quem é? Sou eu bola de fogo, e o calor ta de matar, Vai ser na praia da barra que uma moda eu vou lançar. Vai me enterrar na areia? Não, não, vou AHHHHHHH

 

Ele grita assim que sente o pênis do seu varão o atolar, lá estava os dois cantando loucamente a música e também reproduzindo. Até que a parte do "completa" chega.

 

— Vai me enterrar na areia?

 

— Não, não, vou atolar.

 

— To ficando atoladinho. To ficando atoladinho. To ficando atoladinho.

 

— Calma calma foguetinho.

 

E finalmente meus irmãos essa cena Maravilhosamente reprodutiva acaba, quando os dois reprodutores chegam ao seu clímax juntos, com um varão orgulhoso do seu reprodutor e o outro varão orgulhoso do prazer pecaminoso que até então para o mesmo que continuava a ser "crente" em segredo era um horrível pecado. E agora lá estava os dois fedidos a "porra" e um Kai que não parava de sorrir feliz. E um D.O que pegava sua Bíblia macabra e lia a mesma.

— Vamos terminar a noite lendo esse trecho que diz...

— Careless, careless

Shoot anonymous, anonymous

Heartless, mindless

 

No one who care about me?


Notas Finais


Suave? Suave. 🌚♥ Talvez eu continue.. Não tenho ainda certezas 👻♥

E então continuo?? 🌚♥

_Naya.Ra


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...