História O ESTRANHO // Imagine JB - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7, K.A.R.D
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Jiwoo, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags Fanficjaebum, Got7, Hentai, Imjaebum, Jaebum, Romancejb, Yaoi
Visualizações 73
Palavras 1.505
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura ❤

Capítulo 6 - Capitulo Seis


Fanfic / Fanfiction O ESTRANHO // Imagine JB - Capítulo 6 - Capitulo Seis

Jaebum

Parecia que tudo estava mudando para mim, amanhã a tarde eu já iria embora daqui, eu estava muito ansioso, não vejo meus amigos a dois meses, é pouco, mais sinto saudades dos meus irmãozinhos.

Hoje S/n me acordou com as mensagens dela, passei a mão no meu rosto e vejo as mensagens, reviro os olhos e bloqueio a tela, tentei voltar a dormir mais tinha perdido meu sono, me levantei e tropecei em umas das caixas, me equilibrei e consegui não cair, rio de mim mesmo e vou na cozinha e pego uma agua, e como sempre um canudo pra conseguir tomar pot causa do aparelho, isso era horrível, meus dentes estavam quase todos feito, só faltavam os do fundo para consertar

- Filho? Já acordado? - Disse minha mãe me vendo lá das escadas.

- Ah, bom dia, eu estava com sede, acabei perdendo o sono de vez - Disse tirando o canudo da minha boca.

- Entendi, poderia ir comprar um pouco de chobon cha para seu pai tomar? Ele amanhaceu um pouco doente. - Disse a mesma indo ate mim e me dando um dinheiro.

- Claro queatenção á volto - Peguei o dinheiro da mão dela e sai.

Fui ate um para um pequeno mercado que tinha alguns minutos da minha casa, mais quando escuto aquela voz familiar, uma voz suave que já me fazia saber quem era, ninguém mais ninguém menos que S/n vindo ate mim

- O que você quer? não quero conversar agora - Continuo andando sem dar a minima atenção para ela que estava do meu lado.

- Meus amigos me disseram o que eu te falei na festa, olha, eu juro que não tive noção alguma do que eu disse - A mesma me olhou.

- Você esta mentindo, para de mentir uma vez pra mim, sera que você consegue? Ou é muito difícil olhar na minha cara e falar que não me quer perto? - Falei olhando ela e parando de olhar.

- Me desculpa.. Eu não queria ter te machucado.. Eu não sabia o que eu estava falando

- Não S/n, dessa vez não, fica tranquila que você não me machucou, me fez acordar, sua amizade é falsa, você é falsa, não fala mais comigo, que eu vou agradecer - Dei as costas e fui andando.

- Essa nunca foi minha intensão, me perdoa.. Eu sinto muito - A mesma choramingava andando do meu lado.

- Você sabe.. Quantas vezes, só nesse mês, eu pensei em você? Achando que você sentia algo por mim, que você não ligasse pra beleza.. - Disse baixo olhando ela.

- Mais eu não ligo, Jaebum, eu gosto de você - Ela pegou na minha mão.

- Tarde demais pra me falar isso, agora, não entre mais em meu caminho, nunca mais - Soltei sua mão da minha, entrei dentro do mercado deixando ela lá fora.

- Jaebum, por favor - Ela suspirou e saio de lá com uma cara triste, mais ao mesmo tempo nervosa, por ter dito todas aquelas coisas

Eu simplesmente não queria mais ver ela, aquilo pra mim já tinha sido o suficiente, comprei o chá do meu pai e voltei para casa, coloquei em cima da mesa e sentei no sofá mexendo no meu celular

- Por que a demora? - Perguntou minha mãe pegando o chá que estava em cima da mesa.

- Estava procurando esse chá, não encontrei em lugar nenhum, vou pro meu quarto - Me levantei e fui ao meu quarto.

Estava totalmente entediado quando resolvo ligar pro Jackson pelo Skype, faz muito tempo que eu não o vejo que quando ele atende a ligação fico alguns minutos encarando a tela do celular

- Jackson? É você mesmo?

Ele estava muito diferente, tirou o aparelho, não tinha tantas espinhas quando nos vemos pela ultima vez, pintou o cabelo e também tirou os óculos

- Jaebum, olha só - O mesmo rio e fez um coração com os dedos.

Eu ainda não estava acreditando que era ele mesmo, isso era completamente estranho

- Cara o que você fez ? - Rio dele ainda muito surpreso.

- Eu e os garotos, essas ultimas semanas estamos sendo muito alvo de bullying - Ele disse e passou a mão nos cabelos.

- Entendo perfeitamente, me jogaram ate na piscina por diversão - Rio e me jogo na cama.

- Então, eu resolvi mudar um pouco meu visual, ate os meninos mudaram também... Agora a gente ta sendo mais respeitados que o normal, e então Jae, quando vai volta?

- Amanhã a tarde provavelmente já estarei ai, ate que você ficou legal assim, só eu que contínuo o mesmo estranho de sempre - Reviro os olhos rindo.

- Pode ter certeza que quando você voltar, vamos dar um jeito em você, se eu consegui mudar todos, você também não vai ser diferente

- Uau, agora ta virando caridoso de beleza Jackson Wang ? - Rio.

- Talvez sim, eu estou cansado de ver meus amigos sofrerem por causa de seus visuais, eu não vou negar que essas lentes me incomodam de mais, mais pode falar, eu fiquei gatão né? - O mesmo gargalhou.

- Prefiro não comentar nada, sabia que isso era lente, mais enfim, me conta as novidades daí - Rio e o observo.

- Bem, não tem muitas, deste que você saiu não tem tanta graça aqui em casa, os meninos estão passando um tempo na minha casa, eu pedi Mark em namoro, minha mãe deixou morar na casa antiga aqui na cidade, acho que só

- Hum.. Pera, o que? - Olho ele muito surpreso.

- O que foi ? Ah, sobre o Mark não é? - Ele rio envergonhado.

- Eu estou impactado, você falava que ele era bonito, mais nunca disse que era gay ou que gostasse dele, ta, preciso de agua - Rio.

- Ele pediu um tempo para pensar, relacionamento gay é mais complicado do que você imagina - ele suspirou.

- São os pais dele não é?

- Também, ele deve pensar, acabamos de sair de um preconceito, e provavelmente vamos entrar em outro. - Ele olhou pros lados para ver se não tinha ninguém entrando no quarto dele.

- Uma hora você consegue Jack, fica calmo, é só deixar ele pensar um pouco, eu acho, não sei - Rio um pouco confuso.

- Espero que sim, mais vou dar o tempo dele, a gente não ta se falando direito, ele me olha e fica um pouco envergonhado

- É coisa do momento, quando eu chegar ai, eu resolvo isso pra você, não sou o cupido, mais consigo arrumar algo - Rio.

- Vou agradecer mudando essas suas roupas, mais continuando, quando você vai tirar esse aparelho? - Ele me olhava.

- Não sei, acho que essa semana consigo tirar essa merda, não aguento mais isso aqui

- Amem, Jaebum, vou indo, tenho meu curso e to muito atrasado, eu e os meninos vamos te esperar lá no aeroporto, se você perder o avião, eu te mato - O mesmo rio e se despediu desligando a câmera.

- Ate - Rio e bloqueio a tela do meu celular.

Nem havia percebi que tinha milhares mensagens da S/n, fui notar algumas horas depois, ela parecia estar querendo mesmo minhas desculpas, mais já tinha desculpado ela demais, sofri o bastante, agora o que ocupava meus pensamentos era minha volta a Coréia.

O dia seguinte chegou, acordei em pulo ao perceber que já estava atrasado, coloquei qualquer roupa e peguei meu celular, desci correndo e meus pais já estavam arrumando tudo

- Esta pronto Jaebum? - Perguntou meu pai.

- Com certeza - Abri um sorriso em meu rosto, um que nunca tinha mostrado para ele.

- Espero que esteja mesmo, a viagem sera longa - Meu pai saiu e colocou as coisas no carro.

Eu sai um minuto para ajudar ele a colocar uma mala e vi S/n que estava me olhando do outro lado da rua, a mesma me olhou balançando a cabeça em negativo, cruzou os braços e deu as costas, não tinha dado nem um dia direito e ela já estava de frescura comigo, mais eu não ligava, estava ansioso demais para dar atenção pra ela, talvez eu queria dar atenção, mais uma parte não me deixava

Deixamos a casa e em alguns minutos de carro chegamos ate lá, eu tinha passado a viagem toda olhando a foto da S/n, querendo mandar uma mensagem para ela, mais ficava passando um filme na minha cabeça sobre tudo que eu passei por causa dela, que desistia e bloqueava o celular toda hora, eu seria um pouco troxa de ligar, enfim, saímos do carro colocando todas as bagagens na roleira

O avião demorou algumas horas para chegar, quando deu o horário, fomos e entramos no avião, eu coloquei meus fones ouvindo Kard-Rumor e passei ouvindo kpop a viagem toda, era meu estilo favorito de música

{ Algumas horas mais tarde chegamos a um outro aeroporto, e pegamos outro avião, isso enrolou bastante por causa das bagagens, mais depois de muito tempo, chegamos a Coréia }

*Mensagem De S/n*

Sinto muito ter te falado aquelas coisas, obrigada por ter sido meu amigo.. E um adeus ❤

Fim Do Capítulo 6 °


Notas Finais


Espero que tenham gostado ❤👌🌚💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...