História O eterno pode durar até um segundo - MITW - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Andrei Soares "Spok" Alves, Aruan Felix, Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Christian Figueiredo, Douglas "Rato Borrachudo", Eduardo Benvenuti (BRKsEDU), Evaristo Costa, Felipe "Febatista" Batista, Felipe Castanhari, Felipe Neto, Felipe Z. "Felps", Feromonas, Flavia Sayuri, Gabriel "MrPoladoful", Gabriel Brianez (Lugin), Gabriel Vilhena, Guilherme "Mano Coelho" Coelho, Gustavo Stockler (Nomegusta), Inês Brasil, Isis Vasconcellos (Heeyisis), João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Leandro Pereira (Milho Wonka), Leonardo Bacci (BomDiaLeo), Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Lucas Henrique e Rosane Martins (Casal de Nerd), Lucas Lira (Invento na Hora), Luiz Felipe (Luiz 1227), Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?), Maddu Magalhães, Malena "Malena0202" Nunes, Marco Tulio "AuthenticGames", Maria Luiza Ramos (MoonKase), Mariana "Satty" Ferreira (Pense Geek), Maycon Lorenz, Murilo Cervi (Muca Muriçoca), Natalia "Nah" Cardoso, Nilce Moretto, Patricia "Pathy" dos Reis, Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Rafael Moreira, TazerCraft, Thiago Cruz Alves "TerrorBionic", Thiago Elias "Calango", Whindersson Nunes
Personagens Alan Ferreira, Andrei Soares "Spok" Alves, Cauê Bueno, Christian Figueiredo, Daniel Mologni, Eduardo Benvenuti, Evaristo Costa, Felipe "Febatista" Batista, Felipe Castanhari, Felipe Neto, Felps, Gabriel Tenório Dantas, Gabriel Vilhena, Guilherme Coelho, Gustavo Stockler, Inês Brasil, Isis Vasconcellos, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Júlio Cocielo, Kéfera Buchmann, Leo Bacci, Lucas "LubaTV", Lucas Henrique, Lucas Lira, Lucas Olioti, Luiz Felipe "Luiz 1227", Lukas Marques, Malena0202, Marco Tulio "AuthenticGames", Mariana "Satty" Ferreira, Maycon Lorenz, Miguel "Feromonas" Campos, Mike, Milho Wonka, MoonKase, Muca Muriçoca, Nah Cardoso, Nilce Moretto, Pac, Patricia "Pathy" dos Reis, Pedro Afonso Rezende Posso, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Rafael Moreira, Rato Borrachudo, Rosane Martins, Thiago Cruz Alves, Thiago Elias "Calango", Whindersson Nunes
Tags Cellbit, Cellnix, Jvtista, Jvzende, Kesta, Lemon, Mitw
Exibições 100
Palavras 877
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


CAP NOVO
VAI TER L3DDY SIM
VAI TER LUIZ REBELDE SIM
VAI TER DRAMA PRA CARALHO SIM
E desculpem não ter postado,eu tava ocupada (dormindo)
Tá vai logo pro cap E LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 36 - Eu nunca concordaria com isso - 2 TEMPORADA


-Alo Paczinho? - falei ao telefone.

-Me chamou de Paczinho,o que você quer? - ele perguntou irritado.

-Falar com meu noivo namorado bonitinho que não vai me agredir fisicamente por ter saído de casa? - falei com voz de bebê.

-VOCÊ O QUE? - ele berrou no telefone e quase estourou meus tímpanos.

-Tive uma discussão com meu pai,da pra você abrir a porta?Tô tocando a campainha da sua casa faz vinte minutos! - reclamei

-Se eu não te amasse te deixaria virar um mendigo. - ele disse e desligou,minutos depois abriu a porta e me ajudou a levar as malas para seu quarto. - onde você tava com a cabeça?

-A culpa não é minha por ser filho de um babaca. - respondi - eu apenas disse a verdade.

-Você sabe que seu pai é louco,podia ter machucado você. - ele passou a mão de leve em meu rosto. - se ele te machucasse quem iria cuidar de mim?

-Você tá me provocando. - falei.

-Na verdade tô mesmo. - ele soltou um sorrisinho malicioso e mordeu o canto dos lábios.

-Você por acaso tá usando chantagem pra depois disso me pedir alguma coisa que eu não aceitaria agora? - perguntei enquanto senti sua mão deslizar para baixo da minha bermuda e me segurei para não soltar nem um grunhido.

-Talvez. - senti que ele ia literalmente pegar minhas roupas e jogar pela janela mas ele simplesmente parou e puxou a mão para perto de si mesmo. - eu termino isso e você vai conversar com seu pai pra voltar pra casa.

-Ah filho da puta,você não fez isso.

-Fiz.

-Ok,eu falo com ele,mas agora. - Puxei-o pela nuca para um beijo com desejo é mãos que passeavam entre nossos corpos.

P.O.V Luiz

-Lívia me traz outro pote de sorvete do supermercado por favor! - pedi pela décima vez para minha querida e doce irmãzinha.

-LUIZ PEIXE EU TO POR AQUI COM VOCÊ,NÃO SOU A SUA EMPREGUETE E VOCÊ NEM TINHA QUE TA AQUI,HOJE VOCÊ VAI EMBORA DA MINHA CASA,EU VOU SAIR,VOU IR NO MERCADO E QUANDO EU VOLTAR SEM A DROGA DO SORVETE NÃO QUERO VER NEM UMA MEIA SUA. - ela saiu batendo a porta com força.

Ótima ideia Luiz,irrita sua irmã que já é explosiva ,é isso que acontece,espero que ainda exista alguém que confie em mim porque virar morador de rua não é opção.

Levantei do sofá e juntei calmamente minhas roupas do chão.Pensei em procurar o Rezende,se ele não tentar me matar e se eu disser que vou ajuda-lo talvez eu ainda saia de lá com cabeça.

-Nem pense nisso. - ouvi a voz mais irritante do mundo falar

-AAAAAA Capeta,agora você lê mentes? - encarei Cellbit confuso me perguntando de onde CARALHAS ele saiu.

-Não,mas você e a Lívia tem um olhar bem parecido quando vão fazer algo que não deviam,na verdade você é mais previsível ainda. - ele se recostou na parede e puxou chaves de seu carro do bolso. - vou te fazer um favor,vou te levar de volta pro acampamento e só vou ver seu rosto de novo quando eu quiser,e não,você não pode ir atrás do Rezende.

-Primeiramente,você tá invadindo essa casa,segundamente não sou obrigado a ir com você e terceiramente,eu poderia matar o Rezende pra vocês se estivesse perto dele,ai eu podia pegar só um pouco do dinheiro dele e nunca mais te incomodar na sua vida.

-Bom plano e eu adoraria ajudar nisso,pena que você seria caçado pela vida toda como assassino e ladrão e tudo começaria de novo,depois a Lívia que me pediu pra te levar.

-Ta...Vamos. - fingi concordar e ele pegou meu braço me arrastando pela porta.

-Nossa,não achei que você fosse concorda... - acertei ele comum copo de vidro que estava no chão e ele caiu com alguns cacos grudados na cara e na cabeça.

-É,eu nunca concordaria com isso. - enfiei roupas aleatórias dentro de uma mochila peguei as chaves do carro dele e sai correndo da casa.

P.O.V T3ddy

-LUCAS ROSSI FEUERSCHÜTTE ONDE VOCÊ ESTEVE NOS ÚLTIMOS ONZE DIAS QUE EU QUASE MORRI DE PREOCUPAÇÃO? - Berrei ao ver Luba entrando no quarto.

-Não te devo satisfação,e depois,você ficou onze dias no meu quarto? - ele perguntou super ignorando minha preocupação e se atirando na cama.

-Olha,tecnicamente doze dias,porque se me lembro bem VOCÊ SIMPLESMENTE SAIU DE MANHÃ E ME DEIXOU AQUI SEM NENHUMA EXPLICAÇÃO E SEM ATENDER MINHA LIGAÇÕES.

-Foi uma emergência. - ele respondeu - agora para de gritar,to de ressaca.

-Pelo menos me dá uma desculpa decente. - pedi já irritado com aquele baleia de peruca ruiva

-Longa história,pelo amor de Olaia Chaiane e Rosemary me deixa. - ele se virou colocando a cara no travesseiro

-Lucas,me da um motivo pra eu não sair pela porta e nunca mais ver a sua cara.

-Ok,quer uma explicação do que eu estava fazendo?Vai ter.Eu tava dando pra toda essa cidade já que meu próprio NAMORADO não consegue me fazer sentir porra nenhuma e tá sempre distraído com a vida dele antes de mim afinal até o mendigo que você alimentou a oitenta e sete anos é mais importante que eu né?

-Luba...

-Não me chama assim. - ele puxou um cobertor pra cima de si - vai embora daqui logo.

Ok,agora eu poderia ter dito mil coisas,pedido desculpas e agido como qualquer ser uma com cérebro,infelizmente eu deixei meu cérebro no quinto dos infernos quando eu nasci.Simplesmente me levantei,olhei ele uma última vez e saí


Notas Finais


Tá,queria dizer que eu vou voltar a escrever a S3 QUANDO A BEATRIZ TERMINAR DE VER 3% E VAI TER A ANIS LINDA Q ESCREVE AS MELHORES COISAS DE VOLTA PRA VCS
Ah se vcs tão confuso com isso: eu e ela tivemos uma pequena discussão sobre quem escreveria o último cap da fanfic,pq eu queria escrever sozinha (não discute comigo) mas tá ok.

Saikokisu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...