História O Fantasma da Minha Casa (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Imagine, Jungkook, Romance, Sobrenatural, Você
Exibições 358
Palavras 1.279
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, amoras! Eu esqueci de avisar uma coisa pra vocês. Quando a ______ estiver conversando com uma pessoa ou mais, e o Jungkook estiver junto, as falas dele ficarão em negrito (preto) para não se confundirem. É isso, fui fui ♥

Capítulo 5 - Vozes


Fanfic / Fanfiction O Fantasma da Minha Casa (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 5 - Vozes

O Fantasma da Minha Casa

Capítulo 05

______ (seu nome)

Hoseok foi na cozinha pegar alguns doces pra gente e eu fiquei sentada no sofá. Jungkook estava sentado no tapete de pernas cruzadas na minha frente. 

— O que achou do meu irmão? -sussurro pra ele. 

— Gostei dele, é meio maluco. -sorri. 

— É, com certeza ele é bem maluco! -afirmo com a cabeça rindo. 

Hoseok volta para a sala com uma tigela na mão. 

— Mana, eu te trouxe alguns peperos! 

— Obaaaa!!! -bato palminhas e ouço o Jungkook rir. — Me dá, me dá! -estendo os braços e ele me entrega a tigela.

— Vai com calma que eu também quero. -se senta do meu lado e pega um dos peperos. — E então? Me conta como vai indo a nova vida de casada. 

Meu sorriso se desfaz. 

— Não muito bem... -pego outro pepero. 

— O que houve? -me olha confuso. 

— Brigamos na primeira noite na nossa nova casa. -falo triste. 

— Poxa, eu sinto muito. -me abraça de lado. — Mas espera... se vocês brigaram... então vocês não... 

— Não, Hobi. 

— Ah, ainda bem! -o encaro com reprovação. — Você sabe que eu nunca gostei da ideia. 

— É, eu sei. Mas eu estou me sentindo muito mal por isso. Fui eu que parei tudo, estava me sentindo desconfortável com aquilo. -suspiro.

— Foi melhor assim, você está muito nova pra isso. 

— Me sinto uma grande idiota... -pego mais um pepero. 

— Não deveria se sentir assim. Você não teve culpa de nada. 

— É... 

Vejo o Jungkook fazer um biquinho triste pra mim. 

— Não fica assim, ______...

— Ei, olha pra mim. -levanto a cabeça e encaro Hoseok. — Não quero ver a minha princesinha chateada. Agora sorria e coma um monte de peperos enquanto assiste filmes de comédia com o seu irmão mais velho. -estende os braços e eu abraço ele rindo. 

— Obrigada, Hobi... 

— Tudo para ver a minha bebê sorrir. -se afasta e beija a minha testa. Sorrio abertamente. — É isso aí! Vem, vamos colocar um filme pra gente.

— Eu posso ver com vocês? -pergunta com os olhinhos brilhando.

Quando eu ia respondê-lo discretamente, Hoseok começa a olhar em volta.

Será que...

— Quem disse isso??? -grita assustado.

Ai meu Deus!!!

Jungkook arregala os olhos e eu lanço um olhar de desespero pra ele sem o Hoseok ver.

— Disse o quê? -pergunto fingindo não saber de nada.

— Você não ouviu, ______? -me encara espantado. — Eu consegui ouvir perfeitamente "Eu posso ver com vocês?"!!! Como foi que você não ouviu isso, ______??? -grita desesperado.

— Eu não sei. Eu não ouvi nada, Hoseok. -digo o mais calma possível.

Mas por dentro eu estava em pânico.

— ____*(seu apelido), eu acho que foi um fantasma!!!

Como que ele consegue acertar de primeira?

Vejo Jungkook desaparecer e aparecer atrás do armário. Ele me olha preocupado e eu mexo os lábios em um "fica aí".

Volto a olhar para o meu irmão e dou uma pequena risada,

Forçada.

— Ah, Hobi. Fantasmas não existem, você sabe muito bem disso!

— Então como me explica o que eu ouvi??

— Eu não ouvi nada, já disse. -começo a soar. — Deve ser coisa da sua cabeça...

— ______... acredita em mim. Eu ouvi alguém falando. E parecia ser um garoto... eu estou ficando com medo. -diz me abraçando.

— Não era para você me proteger do mundo? -pergunto levantando uma sobrancelha, enquanto segurava o riso.

— Bom... é.... mas como só eu ouvi...

— Medroso! -volto a rir.

— Olha quem fala!

Continuo rindo.

— ______, é sério. Eu ouvi um garoto perguntando se podia ver o filme com a gente.

Droga, pensei que tinha distraído ele!

— Hobi... eu estou dizendo, é coisa da sua cabeça. -ele me solta e eu pego o controle da televisão. — Eu quero ver um filme! -digo manhosa e ele bufa.

— Está bem. Mas se eu ouvir mais alguma coisa... -olha em volta com medo e eu rio.

Olho para frente e vejo o Jungkook sair de trás do armário e se sentar no tapete de novo. Ele sorri pra mim e eu sorrio de volta.

Pronto, acho que consegui resolver tudo.

Ufa...

— Já coloquei. -falo animada me ajeitando no sofá.

— Me passe mais um pepero. -fala sem tirar o olho da tevê. Eu entrego para o mesmo também prestando atenção e pego um pra mim.

— Ei... -ouço Jungkook sussurrar pra mim. Olho pra ele e balanço a cabeça em sinal para continuar, claro que discretamente. — Eu vou poder ver com vocês? -faz um biquinho.

— ______!!!

Me assusto com o grito do Hoseok.

— O que foi??? -olho pra ele super assustada.

— Eu ouvi de novo! -se levanta e olha em volta.

Olho para o Jungkook e ele fica mais assustado que Hoseok.

— Aonde você está? -pergunta dando alguns passos.

Quase que ele esbarra no Kookie, mas ele saiu antes.

— Hobi, para de ser paranoico! -me levanto e seguro o seu braço.

— Eu ouvi, ______! Eu sei que ouvi! -o solto e ele vai até o canto da sala. Jungkook estava a poucos centímetros dele. Eu estava segurando a respiração de tanto nervoso. — Cadê você?

O Jungkook desaparece dali e aparece sentado no balcão da cozinha.

Foi por pouco...

— Hobi... vamos ver o filme, por favor!

— Não, eu preciso saber aonde ele está. -caminha até perto da porta.

— Calma, Hoseok. Não tem nenhum fantas... -sou interrompida por um barulho extremamente alto.

Olho para o chão e vejo vários cacos de vidro espalhados. Encaro Jungkook com reprovação e ele sorri amarelo.

— O QUE FOI ISSO???

— E-eu n-não s-sei!!! -gaguejo soando frio. Hoseok vem na minha direção e me olha nos olhos. — O-o q-que f-foi?

— ______, o que está escondendo? -cerra os olhos.

— N-nada! E-eu não estou escondendo nada! -levanto os braços soando mais ainda.

— ______, você está pálida e não para de gaguejar! Acho melhor você me falar logo o que está acontecendo. -cruza os braços.

— Não estou g-gaguejando! -tampo a boca. — Não estou escondendo nada! -minha voz sai abafada por causa das minhas mãos.

— ______!

— O-o quê?

— ______, fala logo!

Olho preocupada para o Jungkook e ele assente com a cabeça sorrindo.

— Okay... -tiro a mão da boca e respiro fundo. — Hobi, eu vou te contar. Mas preciso que fique calmo e que não entre em pânico, está bem? -ele afirma meio receoso e eu o levo até o sofá pela mão. — Promete que não vai gritar?

— Prometo, ____*

— Está bem... -olho para o Jungkook. — Jungkook, vem cá.

Kookie desce do balcão e fica parado em pé na nossa frente, enquanto Hoseok estava com uma expressão confusa.

— Quem é Jungkook?

Respiro fundo novamente.

— Meu melhor amigo. -digo com um pequeno sorriso e ele faz uma careta de confusão.

Ele não deve estar entendendo nada.

— Ele é... um fantasma. -abaixo o tom de voz.

— O QUÊ?

— Não grita, não grita! -fecho os olhos com força.

Ele suspira.

— Aonde ele está? -franze a testa.

— Bem na sua frente.

— Hã? -olha pra frente confuso. — Mas não tem ninguém aqui.

— Tinha me esquecido disso... -volto a olhar para o Jungkook. — Não precisa ficar invisível, Kookie. -falo calmamente e ele assente, começando a aparecer.

Hoseok arregala os olhos mais do que podia.

— Por favor, não...

— AHHHHHHHHHH!!! -se afasta bruscamente.

Jungkook se assusta e dá alguns passos para trás.

— Hobi, calma! Não precisa ter medo dele, ele é do bem! -falo tentando acalmá-lo.

— C-como e-ele f-fez isso???

— Poderes. -Jungkook responde com a maior naturalidade, sorrindo fofamente.

— M-mas... o-o que e-ele... -o interrompo.

— Hoooobiiiii, se acalma! Ele não vai te fazer nada, é um amorzinho de pessoa! Amorzinho de fantasma, não sei. -rio. — Jung Hoseok, esse é o Jeon Jungkook, o fantasma da minha casa. E Jeon Jungkook, esse é o Jung Hoseok, meu irmão mais velho. -os apresento.

— Prazer! -Kookie faz uma reverência sorrindo abertamente, enquanto Hoseok o encarava assustado.

— P-prazer...


Notas Finais


Adorei escrever esse capítulo e.e
Jungkook sempre esquecendo que não pode falar e derrubando as coisas e.e
Meu bebê sapeca ♡

Até o próximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...