História O Fantasma da Minha Casa (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bts, Fantasma, Imagine, Imagine Jungkook, Jeon Jungkook, Jungkook, Romance, Sobrenatural, Você
Exibições 324
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, amoras! Estava respondendo os comentários e fiquei muito feliz lendo todos eles. Vocês me animaram muito, e como eu acordei sem dor de cabeça e a febre diminuiu, resolvi postar um capítulo para não desapontar vocês. Obrigada gente, eu amo MUITO todos vocês ❤

Capítulo 7 - Segredo


Fanfic / Fanfiction O Fantasma da Minha Casa (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 7 - Segredo

O Fantasma da Minha Casa

Capítulo 06

______ (seu nome)

Hoseok só conseguiu dizer "prazer". Depois disso ele ficou encarando o Jungkook super assustado. 

— Hobiiiii -reclamo pela milésima vez. 

— Desculpa, ____* -ele se ajeita no sofá e respira fundo. 

— Está mais calmo? -ponho a mão no seu ombro. 

— Acho que sim... 

— Jungkook. -ele me olha. — Você não vai quebrar outro copo, não é? -ele nega com a cabeça rindo. 

— Eu sabia que tinha um fantasma aqui! -sorri convencido. 

— Mas gritou igual uma menina! -começo a rir. 

— Mentira!!! 

Jungkook ri. 

— Está bem, Hobi... -paro de rir. — Mas eu preciso te dizer uma coisa séria! 

— Hum? 

— Você precisa guardar segredo. Ninguém pode saber que o Jungkook existe. -Kookie assente. — Promete guardar segredo, Hoseok? 

— Prometo! 

— Promete mesmo? -cerro os olhos. 

— Prometo... 

— Sério mesmo?

— Sim...

— Mesmo, mesmo? 

— ______! 

— Tá bom, tá bom. -levanto os braços em rendição. — Você ainda tem medo dele? 

— Ahm... -ele olha para o Jungkook. — Não... ele até me lembra alguém. -sorri. 

— Agora podemos ver o filme? -pergunto fazendo birra. 

— Não, eu quero conhecê-lo. -fala Hoseok. 

Vejo Jungkook encarar o chão. 

— Acho melhor não, Hobi. Tudo que você precisa saber é que ele se chama Jeon Jungkook e que é um fantasma. -cruzo os braços. 

— Okay... -bufa irritado. 

— Finalmente eu vou poder ver o filme. 

— Eu vou poder ver com vocês? -seus olhos brilham novamente.

Ele é tão fofo. 

— Claro, Kookie! -digo batendo levemente a mão no sofá ao meu lado. 

Depois de assistirmos uns cinco filmes, comer pipoca e doces, eu acabei dormindo sem querer. 

[...]

Acordo sentindo alguém me observando. Fico sentada na cama e coço os olhos bocejando. Acho que estou no quarto do meu irmão. Olho em volta e vejo o Jungkook sentado no chão. Ele me olha e sorri. 

— Você acordou! -fala se levantando e se sentando na ponta da cama ao meu lado.

— Quando foi que eu dormi? -pergunto com um pouco de dificuldade para deixar os olhos abertos. 

— No início do sexto filme. -ri. — Dormiu bem? 

— Sim... eu estava muito cansada. -bocejo de novo. — Por quê ficou sentado ali no chão? Estava ali a muito tempo? 

— Eu sempre faço isso quando você dorme. -sorri e eu coro. 

— S-sempre? M-mas por quê? 

— Eu tenho que te proteger. 

Fico completamente vermelha. 

— P-por quê? 

— Porque você é a minha única amiga e eu preciso te proteger. -beija a minha bochecha e eu fico imóvel. 

Eu estava sentindo algo estranho na minha barriga. 

— O-obrigada... -sorrio encarando a janela. — Aonde está o Hoseok? -mudo de assunto. 

— Foi comprar doces. 

— Doces? -digo animada.

— Sim, ele tinha me falado que ia comprar os seus preferidos. 

— Heee!!! -bato palminhas como na outra vez e ele ri. — Eu vou lavar o meu rosto, já volto. -ele assente e eu vou para o banheiro. 

Quando eu volto para o quarto não vejo o Jungkook. Vou para a sala e vejo o Hoseok entrando com algumas sacolas na mão. Ajudei ele a colocar tudo em cima da mesa e ficamos comendo todos aqueles doces vendo animes. Kookie ainda não havia aparecido, mas como ele sempre faz isso, não liguei muito. Ele deve aparecer logo, logo. 

— Por quê isso tudo, Hobi? -falo com um monte de marshmallows na boca. 

— Eu queria ter um dia só de irmãos, já que você não vem aqui faz um tempo. 

— Entendi. -sorrio. — Obrigada, maninho! -dou um abraço nele e um beijo na sua testa. 

Ficamos o resto da tarde fazendo coisas de irmãos. Quando anoiteceu, eu pedi para ele me levar de moto pra casa. Eu já estava ficando preocupada com a ausência de Jungkook. Chegamos e eu me despedi com um abraço bem forte e ele me deu um beijo na cabeça. Destranquei a porta e entrei. Olhei em volta aterrorizada com o que estava vendo. O sofá estava caído, as almofadas espalhadas, o tapete jogado no canto da sala, as lâmpadas todas quebradas e cacos de vidro por todos os lados. 

— O QUE ACONTECEU AQUI??? 

Ouço passos apressados vindo da escada e vejo Yong aparecer ofegante. 

— YONG, O QUE HOUVE??? 

— Eu não sei!!! As coisas começaram a se mover sozinhas e as lâmpadas se quebraram... -ele é interrompido por algo se chocando na parede. Olho rapidamente e vejo mais cacos de vidro e restos de um copo no chão. — Tá vendo??? -fala assustado. 

— O que você fez? -pergunto andando na sua direção desviando dos vidros que estavam espalhados. 

— Eu não fiz nada!!! -diz com os olhos arregalados. 

— Yong!!! 

— Mas eu nã... -ouço um estrondo vindo lá de cima. 

Passo por ele e subo as escadas correndo. A porta do quarto estava trancada. 

— Ei, abre isso aqui! -grito tentando abri-la. — Yong, me ajuda aqui! -começo a dar socos na porta.

Ele sobe e eu me afasto. Ele arromba a porta de uma vez só e eu corro para dentro do quarto.

— AI MEU DEUS!!!

Estava tudo bagunçado. Nossas roupas espalhadas pelo chão, o espelho da minha penteadeira estava quebrado, a cama toda desarrumada e fora do lugar.

— O-o que h-houve aqui? -falo olhando em volta com os olhos arregalados.

— Eu não sei, ______! Eu estou dizendo, eu não sei!!! -diz desesperado.

Respiro fundo e tento me acalmar.

— Eu vou arrumar isso... e você fica lá embaixo. -digo o mais calma possível com os olhos fechados.

— Mas...

— Yong, vá lá pra baixo. Eu vou demorar.

— Está bem. -ele sai e eu fecho a porta e a tranco.

— Jungkook, aonde você está? -sussurro tentando encontrá-lo.

"Aqui."

— Onde? Não consigo te achar.

"É porque eu não quero aparecer... pelo menos, não agora."

— Por quê? Está com raiva de mim? -pergunto triste.

"Não, não é isso."

— Então o que é? -me sento na ponta da cama.

"Não quero falar sobre isso agora, ______..."

— Tá bom... -encaro o chão. — Foi você que fez isso tudo?

"Foi..."

— Está com tanta raiva assim?

"Me desculpe... eu não queria fazer isso tudo. Foi... na hora."

— Eu entendo... está tudo bem, Jungkook. Mas eu queria entender o que aconteceu... estou muito confusa.

"Prometo que irei te falar. Só preciso me acalmar um pouco..."

— Okay...

"______..."

— Fala.

"Desculpa..."

Suspiro.

— Eu te perdoo, Kookie.

"Não está brava comigo?"

— Não, eu nunca ficaria brava com você. -sorrio olhando para o teto.

Me levanto e começo a arrumar o quarto. Quando termino, desço para chamar o Yong, mas quando chego vejo ele deitado no sofá dormindo. Volto para o quarto e pego um cobertor pra ele. O cubro e subo de novo. Fecho a porta, apago as luzes e me deito. Eu estava exausta, hoje o dia foi bem cansativo. Fico encarando o nada pensando no por quê disso tudo. Jungkook não é de se irritar assim. Ele é adorável demais, na verdade. Até na primeira vez que nos vimos, quando ele queria que eu fosse embora, ele estava bravo mas não do mesmo jeito que hoje. O que será que aconteceu? Acabo dormindo pensando nisso.


Notas Finais


Muito obrigada pelos comentários e favoritos!!! Caramba, já estamos em +100!!! Vocês são demais, mds eu tô igual uma retardada sorrindo aqui <3 amo vocês, de verdade, eu amo vocês ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...