História O filho da empregada - Baekhyun - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Lu Han, Tao, Xiumin
Visualizações 125
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii pimpolhos, então, mais um capítulo pra vocês ^^

- Bom , eu pretendia postar esse capítulo a alguns dias atrás, mas aconteceu umas coisas com minha irmã , então nem deu . Também tem os problemas , trabalhos , pesquisas e o bloqueio de criatividade
- Queria também me desculpa pelo capítulo ruim , e por estar pequeno
- VAI TER UMA NOVA FANFIC AEE !!! Acho que vocês já sabem (alguns) . Postarei assim que minha capa chegar (está sendo feita pela @_babydine) <<<< todas minhas capas , pra quem percebeu, foi feitas por ela
- A fanfic cresceu bastante não ? Está quase chegando ao 200 , estou muito feliz com isso é muito orgulhosa de mim . Nunca pensei que minhas fanfic chegariam ao tal ponto como essa do BaeKhyun 👏👏
- Talvez eu demore de novo para postar ela (novidade nenhuma) . Eu nunca consigo postar rápido (acho que alguns já perceberam)
- Só foi isso , espero que vocês gostem desse capítulo e até mais. Boa leitura

Capítulo 27 - Capítulo 27


BAEKHYUN P.O.V ON 

Tinha acordado bem cedo , tinha ficado a noiteinteira jogando vídeo-game 

Assim que me levantei da cama , fiz minhas higienes matinais e desci 

- Merda ! -  falei quando sem querer quebrei um copo de vidro 

- Aconteceu algo  ? Ouvi um barulho - Chang entra na cozinha 

- Só foi um copo - me abaixei e comecei a catar os cacos de vidro 

- Não me mexe nisso , você vai se corta - falou pegando uma vassoura 

- Eu sei me cuidar - falei dando ombros , mas acabei me cortando - Aish  ! 

- Me espera aqui ! Vou pegar uns curativos - falou.  Ia falar , mas quando vi , ela já tinha corrido para o banheiro . 2 minutos depois , ela já tinha voltado - Não vai doer-

- Não sou criança - revirei os olhos

Ela não falou mais nada, apenas continuo fazendo o curativo . Assim que terminou , continuo a segurar minha mão , encarando ela 

- Me desculpe - falou de cabeça baixa 

- O que.... Do-

- Por não ter cuidado de você .... 

- Não precisa .. Faz tempo - falei 

- E .... - suspirou e se levantou - Chanyeol ficará algumas semanas aqui - avisou 

Assenti e sai da cozinha . Não voltei para o quarto , peguei meu casaco que estava jogado no sofá e sai . Esse pedido de desculpas vindo de Chang me surpreendeu , sei que uma hora ou outra teremos que conversa 

Por ser filho de Chang  , somos , tratados diferentes dos demais empregados daquela casa . A mulher que cuidou de mim , a tão adorável senhora Byun , continua trabalhando na casa 

Ando até a mesma cafeteria que fui esses dias atrás . Entrei e me sentei em qualquer mesa . O local estava mais vazio por ser muito cedo ainda . Logo fui atendido , pedi um suco natural sem açúcar com um bolo de baunilha  . Enquanto o pedido não chegava , fiquei olhando para janela . As pessoas correndo por causa do trabalho , adolescentes indo para escola etc . Ouço o sino da porta fazer barulho assim que ela é aberta 

- Um café bem forte por favor - falou uma voz feminina , que reconheci 

- Suzy  ? - perguntei olhando a mulher no balcão da cafeteria . Ela se virou e sorriu 

- Oh , que surpresa te ver aqui Byun - sorriu - Mais surpresa ainda por ter lembrado meu nome - Sentou em minha frente , sorrindo 

- Nos vimos esses dias - ri 

- Tem razão - pegou o café que o garçom colocou em sua frente - Como anda a vida ? - perguntou bebendo um gole de seu café ,sem desviar o olhar 

- Ela não anda - falei . O garçom colocou meu pedido em minha mesa 

Passei a tarde conversando com Suzy. Ela e uma mulher muito bonita e charmosa . Descobri que a mesma está fazendo faculdade de Medicina e pretendia se mudar para o Canadá ano que vem 

- Posso te acompanhar até em casa ? - perguntou saindo da cafeteria atrás de mim 

- Eu quem deveria fazer essa pergunta - falei - Claro que pode 

Ela grudou em meus braços , e assim fomos até a casa onde estava morando, recebendo olhares e sussurros como "São um casal muito fofo eles" "Queria estar no lugar dela" . Ignoramos esses sussurros e olhares e continuamos a caminhar conversando 

- Quer entrar ? - perguntei parando em frente à porta 

- Deixa pra próxima - falou - Tenho que ir - beijou minha bochecha,  perto de minha boca 

Ela saiu correndo, logo sumindo de minha vista . Um pouco longe , vi o motorista com algumas malas - Coisa que eu não tinha percebido antes - . Andou até onde ele estava

- Oh Byun - sorriu - Será que tem como me ajudar com essas malas ? - perguntou 

- Ah claro - falei pegando uma - De quem são? - perguntei 

- Não soube ? - perguntou olhando para mim . Neguei com a cabeça 

- BaeKhyun ? Onde estava ? - Chanyeol apareceu atrás de mim 

- Dando uma volta ? Por que ? Sentiu minha falta ? - ri 

- Não seu idiota - falou me puxando para a porta, mas sem abri ela - Soube de algo ? - perguntou 

- Não , o que está acontecendo? - perguntei confuso 

Chanyeol respirou bem fundo, logo me levando para o jardim da casa 

- Soube que (S/n) acordou certo? - perguntou andando 

- Sim , ela está bem ? - fiquei ao seu lado 

- Ela está ótima - sorriu - Então.... Sobre ela-

- O que aconteceu com ela ? - perguntei já preocupado , imaginando mil coisa 

- Deixa eu falar ! - deu um tapa na minha cabeça - Continuando , ela está muito bem , já consegue falar , andar e comer. Chang não te contou mais nada a respeito dela ? - perguntou 

- Não 

- Bom .... A queda do avião foi bem grave , principalmente onde ela estava , então acabou que .... Ela perdeu a memória - falou como se aquilo seria sua morte

Ela perdeu a memória....

Nem lembrava como era sentir aquela dor profunda , aquele choro de desespero,  nem lembrava mais o que era isso , mas parece que tudo retornou 

- C-como ? - perguntei o olhando , que tinha parado assim como eu 

- Ela perdeu a memória BaeKhyun - falou sem olhar pra mim - (S/n) nem se lembrava da própria mãe,  não lembrava de mim , não lembrava de ninguém! Não sabe nem da morte do pai ! 

- Isso não é verdade ! - o empurrei com lagrimas nos olhos - Ela não esqueceu de mim! (S/n) nao pode fazer isso comigo.  Ela- 

- Então vá pergunta a ela ! - falou me interrompendo , dessa vez , olhando para mim , nos meus olhos  - Vá agora ! 

- Do que ....

 

 

 

 

- Ela está lá dentro BaeKhyun ! Ela volto para casa ! 


Notas Finais


Desculpem , me perdoem pelo capítulo pequeno , mas foi isso que deu para fazer:/
Espero que vocês tenham gosta do capítulo ^_^
Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...