História O filho da lua e o príncipe das trevas (billdip) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Mabel Pines
Exibições 89
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Magia, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Bill Cipher


Fanfic / Fanfiction O filho da lua e o príncipe das trevas (billdip) - Capítulo 4 - Bill Cipher

Sou Bill Chipre um demônio da mente além de ser o príncipe das trevas tenho 12 anos e adoro minha vida hoje eu fui acordado por melisa minha empregada me levanto da cama e olho pela janela e vejo a quele céu avermelhado escuro digno do reino das trevas estalo os dedos e já estava pronto me teletransporto para a sala de jantar meu pai já estava lá me sento e cumprimento o .

Bill; bom dia pai 

Pai ; já era hora de acorda já são 11:30 

Bill; VC fala como se eu fosses fazer alto de manhã .

Pai ; pq eu ainda tento 

Ele sorri pra min e sai logo após termina meu café da manhã resolvo sair um pouco e me teletransporto para a floresta negra alguns humanos chamam de floresta proibida seila o porque começo a andar ate que vi um menino no chão da floresta ele tem cabelos castanhos , seus olhos parecem inchados e suas bochechas estão vermelhas provavelmente estava chorando tenho quase certeza que ele é humano mais eu sinto uma magia vindo dele olho sua testar e vejo uma marca de nascimento da forma de uma constelação ?! Ta esse menino com certeza não é humano mais o simples fato dele esta chorando me enrrita então começo a chutar ele de levemente ate ele acorda 

Dipper; AM...onde 

Bill; ei garoto acorda não é seguro dormir na floresta ... Ei pq VC estava chorando?

Dipper; pq eu te contrária ? 

Diz ele se levantando .quem ele pensar que é eu Faso a boa ação de acorda lo e é assim que ele me tratá respiro fundo tentando me acalma mais não funciona então olho pra ele e começo a gritar .

Bill; olha seu imbecil seja lá o motivo de VC estava chorando eu vou dizer uma coisa chorar não via te ajudar em nada só prova o quanto VC é fraco entendeu garoto?!

Ele ficou perplexo com os olhos arregalados e como ele ficou quieto resolvi lê a.sua mente 

Dipper;*ele esta certo tudo que eu fiz foi chorar e isso não vai mudar o que aconteceu*

Dipper; desculpa VC tem razão obrigado 

Ele disse sorrindo ?! Ta por essa eu não esperava ,ele é ...interessante 

Dipper; Dipper pines.

Bill; oi ?

Dipper; meu nome é Dipper pines

Ele disse estendo a mão a a perto e sorrio 

Bill; Bill Chipre 

Conversamos eu até que gosto do pinheiro vou chama lo de pinheiro por causa do boné estranho dele e me contou o que aconteceu com ele e eu fiquei com uma voltade de estrangu lar essa menina mais é claro que não ia dizer isso pra ele então pergunto 

Bill; pq VC gostava dela ? 

Como ele não responde minha pergunta leio sua mente .

Dipper*é sério isso pq eu gostava dela ?! ... Eu não sei eu sempre pensei  nela como uma menina sensível que fingia ser forte ,e com carência dos país mais ela não era isso é só uma menina que gosta de humilhá os outros *

Bill não pôde deixar de sorri afinal ele não gostava mais dela pq ele se enporta pq Bill meio que gosto do pinheiro 

Dipper; que horas são Bill ? 

Bill ; umas 3 ou 4 horas pq pinheiro ?

Dipper; eu tenho que ir!!! Bill a gente se ver amanhã

Bill; VC sabe volta sozinho ? 

Dipper da um tapa na própria testa vou considera isso como um não 

Bill; vêm eu te levo 

Dipper; obrigado 

Ele respondeu baixo corando tão fofo eu o levei e no caminho mostrei a ele um lago combinamos de nos encontra ali a manhã as 14:00 vou rei pra casa e não parei de pensá como o pinheiro e fofo.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...